História The distance between two hearts - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangatan Boys, Bts, Jikook, Namjin, Taegi, Vsuga
Visualizações 81
Palavras 701
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Oi Estrelinhas.
Voces querem me matar ne? Abandonei voces por duas semanas!! Me perdoem, mas tenho meu motivo.
Eu terminei com meu namorado e não estava legal, me entreguei aquela maldita tristeza, mas to conseguindo me reerguer. Disse que nao iria desistir, entao voltei.
mais um capítulo dessa fic cherosa.
Boa leitura, Estrelinhas.

Capítulo 27 - Capitulo 27


CAPÍTULO28 – POV YOONGI

- Olá filho, que saudades, coisa feia voltar para o país e não falar com seus pais. – Vejo meu pai entrar na biblioteca enquanto fala. – O que você está fazendo aqui seu fedelho? – Ele serve um pouco de uísque em seu copo.

- Eu aceito. – Refiro-me ao uísque. – Não devo mais satisfação da minha vida para você, já sou maior de idade, então faço o que bem entender com minha vida.

- Você achou mesmo que iria deixar você em paz se voltasse pra cá e ainda mais para ficar com aquele garoto? – Meu pai senta-se a minha frente. – Eu sei cada passo que você dá Yoongi.

- E demorou um mês para me encontrar? – Arqueio uma sobrancelha. – Estou impressionado.

- Não, já sabia que você havia voltado, estava te dando tempo para voltar para os Estados Unidos.

- Nunca mais, independente do que você faça ou ameace a fazer, eu nunca mais irei sair daqui. Minha vida está aqui. E meu namorado também.

- Aquele bastardo que não esperou por você e já estava beijando outro? Você largou tudo por ele? – Meu pai tenta me ferir, mas sei que suas palavras eram falsas.

- Eu não acredito em você e sim no Tae, se ele disse que me esperou por todo esse tempo, então eu acredito em suas palavras! – Grito fazendo esforço para não levantar e bater no homem a minha frente.

- Min Yoongi você é um desrespeito para nosso nome. – Meu pai cospe tais palavras, contudo não me ferem, eu já sabia disso. – Eu posso acabar com sua vida se você permanecer aqui.

- Faça o que você desejar!- Grito e me levanto da cadeira. – Eu não tenho medo de você, nem de suas palavras. Pode destruir minha vida quantas vezes você achar necessário, mas saiba que todas essas vezes eu irei me levantar e recriar minha vida melhor ainda! – Grito de forma desesperada.  – Tem alguém que deseja me ver bem e é por essa pessoa que eu irei lutar e me levantar todos os dias, não por você, muito menos por causa do seu dinheiro! O amor que sinto por Kim Taehyung é maior que qualquer ameaça vinda de você. – Aponto o dedo em seu rosto. – Você pode fazer o que desejar, porém esteja avisado, eu não irei deixar meu namorado e muito menos sair desse país.

- Você está se achando dono do seu próprio nariz só porque arrumou um emprego meia boca como assistente de fotógrafo. Acha que será capaz de se sustentar dessa forma. Você criado no luxo e sempre vai quer tudo do bom e do melhor. Logo, logo você volta rastejando para minha casa.

- Eu posso estar passando fome, que não voltarei pra cá. Você nunca se importou comigo e por isso nunca reparou que não dou a mínima para esse luxo todo! Sempre desprezei isso, e agora vejo como é bom viver de forma livre e não ditada pelo dinheiro. Eu nunca mais irei querer saber de algo vindo de você ou daquela outra que diz ser minha mãe. Vocês são como lixo para mim, só quero distância.

Ando lentamente para a saída, o sangue fervia dentro de mim, se ficasse mais alguns minutos perto desse homem seria capaz de acertar um soco em seu nariz e dar risada quando o sangue escorresse. Não sentia medo de suas ameaças.

- Eu vou acabar com sua vida Min Yoongi! – Meu pai grita da biblioteca quando passo a porta e vou em direção a saída.

- Boa sorte! – Grito em resposta e mostro o dedo do meio para aquele velho nojento. – Você já tentou uma vez, mas não foi capaz, você nunca será capaz. Sabe por quê? Você é tão insignificante quanto eu.

Ando para saída e respiro aliviado ao sair daquela casa que só me traz lembranças ruins. Percorro pelas ruas escuras por conta da madrugada fria que estava. Só tinha um lugar que desejava ir, precisava de um abraço e responder o eu te amo que ficou vago. Sorte que a casa do mais novo não era tão longe da minha antiga casa.

Corro em direção ao meu porto seguro. Corro para os braços do meu anjo.

 


Notas Finais


Foi isso!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...