1. Spirit Fanfics >
  2. The distorted love - (Eddie Gluskin x Leitor) >
  3. Tentando nós recuperar

História The distorted love - (Eddie Gluskin x Leitor) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


➣ Olá de novo! Sinto muito a demorar de postar os capítulos, mas estou me organizando para postar eles e sairiam sexta a noite e sábado a noite, alguns sairiam nos manhãs de sábado porque tinha ido dormir depois de terminar o capitulo. Mas espero que estejam gostando!

❁Boa leitura❁

Capítulo 2 - Tentando nós recuperar


Fanfic / Fanfiction The distorted love - (Eddie Gluskin x Leitor) - Capítulo 2 - Tentando nós recuperar

Muitas coisas aconteceram naquela manhã, enquanto estava indo ver Eddie recebi uma ligação de um familiar dizendo de um parente que morreu, era minha mãe que tinha morrido, eu sai de lá correndo para ir vela e nem pude dar adeus a o Eddie nem avisa-lo do que estava havendo, e o porque eu tinha desaparecido por algum tempo. Deis da quele dia, eu fiquei por um tempo de luto por aquilo e escrevia muitas cartas não sei porque estava fazendo aquilo, mas quase a maioria dos meus colegas de trabalho sabiam o que estava havendo, não contaram nada para meus pacientes e tentaram cuidar deles por mim.


Todos estavam bem com aquilo, menos Eddie ele se recusava a ser tratado por qualquer outro que não fosse eu, ele mal comia ou bebia, mas tomava seus remédios em dia, dormia a maioria do tempo e não saia mais do seu quarto nem no intervalo. Quando voltei, muitos conversaram comigo por causa do acontecimento, o primeiro paciente que fui ver foi Eddie pois estava preocupada com ele depois de tudo que ouvi.


Ele estava deitado em sua cama quando cheguei ele provavelmente estava dormindo, eu sentei na beira de sua cama e coloquei sua cabeça em meu colo, eu esperei ele acordar por algum tempo enquanto estava lendo um livro, depois de algumas horas ele acordou. Ele ainda não acreditava que era eu mas ficou muito feliz na hora por me ver, aquilo foi o suficiente para o animar de novo e contei sobre tudo que aconteceu, ele ficou triste por tudo que ouve e tentou me consolar, ele foi muito fofo com isso e muito delicado comigo.


Ficamos mais íntimos a cada dia que se passa, ele começa a se abrir mais para mim sobre o que fizeram com ele e sobre sua infância, realmente e horrível ouvir sobre isso pois cada coisa e tão bruta que nem consigo imaginar como esta seu psicológico, ele nunca foi um monstro e não e culpa dele ter virado um. Todo vilão tem uma história por trás de suas ações, se passa semanas e meses deis de que comecei e o muito progresso feito, mas depois de 3 meses cuidando de Eddie uma catástrofe aconteceu em nosso laboratório, a parte do bloco C que era onde os pacientes agressivos ficavam, acabou manchando um dos nossos e fugiu e liberou mais alguns pacientes como ele e invadindo os outros blocos, eles chegaram até o bloco B aonde Eddie estava.


No momento estava transportando ele para o bloco A, o resumo dos blocos e assim o A era para pacientes que eram pacivos e estavam prontos para a liberação, o bloco B eram para pacientes que eram agressivos e estão em tratamento para ver se conseguem voltar ao modo normal, e o C e nada menos os pacientes agressivos em tratamento constante. Um dos pacientes agressivos que conseguiu passar para o A veio nos atacar mas Eddie tinha me salvado e começou a brigar com o paciente, eu corri para chamar ajuda e os guardas vieram para eles, demorou um pouco para resolverem a situação a tudo estava sobe controle.


O lado ruim e que confundiram Eddie como um paciente agressivo e colocaram ele em observação então ele tinha voltado para o bloco C, ele eu tentei tirar ele de lá por quase 2 semanas mas nenhum progresso, tentei convence-los de verem as câmeras para eu comprovar sobre isso e só foram ver 3 semanas depois do acontecido. Eddie estava em péssimas condições naquele bloco já que costumavam a tratar mal os pacientes de lá, como se eles fossem contagiosos, mas Eddie não era assim e eu tentava velo mas me impediam porque diziam que aquela não era minha área.


Eu só conseguia velo 1 ou 2 vezes por mês, e quando o via ele estava doente e davam os restos dos alimentos do bloco B para eles, eram tratados como animais de circo e isso era um absurdo mas ninguém fazia nada por eles, se eu tenta-se algo podia correr o risco de perder o emprego e não queria isso porque ganhava muito bem lá para deixar certas informações privadas do público. Todo lugar tem um lado sombrio e para silenciar os funcionários pagam melhor eles para isso, não era diferente na minha empresa, eu fui até a justiça para conseguir levar Eddie para casa para cuidar dele, dizendo que as condições dele no laboratório estavam criticas tendo depressão, desnutrição e doenças graves pelo seu tratamento bruto.


Ele não tinha condições de se cuidar sozinho, e depois de um mês que parecia não acabar mais o juiz liberou levar-lo para casa, eu fiquei tão feliz que escoria lágrimas de felicidade dos meus olhos, eu fui correndo mostrar a Eddie sobre isso e quando cheguei ele estava mal, mas começou a chorar porque estava feliz que finalmente viveria ao meu lado e sairia daquele inferno. Depois de alguns dias finalmente iriamos para minha casa e começaria nossos planos para o futuro próximo.

Mas ainda tinha muitas coisa para resolver, fazendo isso estacas a riscando meu emprego mas tudo deu certo no final e era isso que importava, nunca achei que ia gostar tanto de um paciente ao ponto de levar-lo comigo. Eddie realmente me conquistou, eu vou fazer meu melhor para que ele se sinta bem em casa e consiga ter uma vida normal novamente, eu sei que isso pode demorar anos mas o que importa agora e que eu posso salvar ele do lugar doentil que esta e tanta recuperar pelo menos um pouco do psicológico dele. Ainda assim acredito que os dias vão ficar melhores com ele, eu espero.

 Agora podemos superar tudo isso juntos, já que não estaríamos mais separados por corredores e quartos, pude retribuir o favor que Eddie me fez de salvar daquele paciente, o tirando daquela bloco de horrores que o fez entrar em um estado horrivel. Espero que possamos nos recuperar e voltar a ser como antes mas agora juntos e podendo ter um relacionamento saudável sem aquele tratamento doentil  horrível do laboratório, vamos tentar pelo menos, quero que Eddie consiga se adaptar a casa nova e poder ter seu psicológico de volta, isso pode demorar mas vamos estar juntos agora e não separados por salas, farei de tudo para que Eddie possa ser feliz de novo


Notas Finais


➣ Eu espero que tenham gostado da nova reescrita da FanFiction, estou com muitas idéias para a história e espero que voceis gostam! Obrigado por ler.

❁Até o próximo capítulo❁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...