História The drakomancer - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Rpg
Visualizações 8
Palavras 508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


N consegui achar uma foto boa
E desculpem por esse capitulo n esta tão bom

Capítulo 4 - A capital e a forca (final)


Abro os olhos ainda um pouco sonolento e levanto devaga abro a janela o que me supreende é que o sol nem apareceu ainda, mais da pra notar que ainda não é tão tarde assim falta em media 2 horas pro sol então saio do quarto e ja encontro o dono da estalagem(taverna) preparando algumas coisas e limpando as mesas entrego a chave a ele e vou embora saindo da estalagem começo a andar pelas ruas pensando em uma rota de fuga e chego no porto tem um navio de velas brancas e pelo que aparenta esta sem vigias ando por duas horas em media e o sol clareia toda a cidade volto pra taverna e avisto Cronos sentado sozinho na mesa do canto chego perto dele e ele fala

- Cronos : Bom dia

- Joe : bom dia, vamos antes que encha de jente?

- Cronos : ok

*Cronos se cobre com uma capa de couro*

Chegando no centro tem meio que uma plataforma de madeira com a forca encima e umas pessoas ja chegarão um homem esbarra em min e fala.

- Estranho : desculpa

- Joe : não foi nada , pode me dizer que hora vai ser a excução?

- Estranho : acredito que daqui a ums 10 minutos

- Joe : tão cedo?

- Estranho : sim senho , pelo que ouvi o capitão da guarda esta muito estresado por causa do que ouve.

- Joe : obrigado

Me viro pra a plataforma e vejo um guarda emcima e ele fala

- Guarda : primeiramente todos vocês aqui precisão sabe os motivos dessa excução , roubo , atentado contra a vida com capitão da guarda , atentado contra a vida do rei , assasinato , trafico de material ilegal, sabendo disso continuemos , tragão o prisioneiro.

Dois guardas vão arrastando uma pessoa de capa que aparenta esta desacordado mais mesmo assim algemado

- Guarda : como o seu ultimo pedido ele não quer que ninguem veja seu rosto.

*enquanto o guarda falava Cronos me puxa e fala*

- Cronos : é agora.

*Cronos puxa a faca e grita*

- Cronos : EI GUARDAS

* enquanto saca sua faca, eu pego meu cajado e bato ele no chão fazendo um campo magico que paraliza todos num raio de 6 metros ( menos os aliados) e grito*

- Joe : CORRE CRONOS, PEGA ELE - Cronos : certo.

Cronos corre puxa o prisioneiro pelos braços e pula da plataforma e fala.

- Cronos : por aqui

Eu vo atraz dele ajente corre e chega no porto com mais ou menos 6 guardas nos perseguindo eu olho pros lados e vejo uma peixaria e do outro lado um navio sendo carregado, puxo Cronos e falo

- Joe : por aqui

*enquanto subo pela prancha de madeira ligando o navio com o porto*

Chegando no naviu derrubo ele e me jogo no chão para desfasa pros guardas não perceberem apos os guardas passa me levanto e jogo a prancha do navio na agua e falo pra Cronos solta no navio apos isso vo pra proa do navio e fico olhando o horizonte 


Notas Finais


Galera espero q comentem para eu saber no que preciso melhora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...