História The dreams I didn't dream are thoughts we share - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 539
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


faz anos, eu sei, não me orgulho

porém eu voltei com o final da fanfic

talvez não seja tão como vocês esperavam mas minha fonte de inspiração não me inspira mais, portanto, é o que temos

Boa leitura

Capítulo 6 - Chapter Five: Quantum


Os dedos delicadamente entrelaçados. Ela estava sentada em seu colo, ambos virados para o sol que se punha, como todos os dias.

 

- Você vai voltar amanhã? - Perguntou quase ironicamente. 

 

- Sim, eu prometo que sim.

 

- Não prometa o que não vai cumprir. 

 

- Você sabe que eu tento, não é? Por você, eu tento sempre meu melhor. - Ele afirmava, firme, sentindo pontadas de raiva por ela não entender.

 

- Ah, certo... Até semana que vem, então. - Eles ficaram em silêncio por um momento. - Eu queria que você não tivesse que ir, sabe?

 

- É, eu sei. Eu realmente sei. - Ela o abraçou com força, enterrando o rosto na curva do seu pescoço e respirando fundo aquele cheirinho tão característico dele. - Eu preciso te contar algo. - Ela resmunga qualquer coisa, mostrando que acompanhava o que ele dizia. - Eu... Eu te amo. Realmente, eu amo você. 

 

Ela rapidamente endireitou a coluna, olhando fundo para ele, um semblante indecifrável. Não sabia o que dizer, não esperava de longe isso. 

 

- Você não vai dizer nada? - Ele foi desmanchando o sorriso que havia aberto largamente. - É sério, nada? - Ela continuava sem ação nenhuma, completamente chocada.

 

Devagar, ela levanta do colo dele e arruma sua blusa, fechando o casaco e cruzando os braços, ainda com os olhos fixados nos dele.

 

- Como isso é possível, eu estou me declarando para você e não recebo resposta alguma? - Ele explode pela primeira vez.

 

- Eu não acho que esteja pronta pra isso, são palavras muito fortes. E acho que não posso entrar em um relacionamento agora. - Ela falou decidida e com o coração dolorido.

 

- Você... Você está sendo inacreditável! Como pode ser tão egoísta comigo? Eu estou me abrindo com você e você fica se esquivando de mim! Ah, quer saber, pro inferno isso tudo! - Ele vira, irado, para ir embora, depois de ter gritado tais palavras para a moça a sua frente, cujos olhos lacrimejavam livremente.

 

Ela olha para cima, mantendo os braços cruzados. Tenta falar algo mas não consegue. Entende que ele está magoado, mas não pisa para trás. 

 

- Egoísmo? Ah, sim, me desculpe por ser sincera e não querer te machucar, me desculpa se eu não me sinto pronta, ou se eu já fui tão magoada e traída que prefiro ser cautelosa dessa vez. Ó céus, eu sou o demônio, não faço nada certo! Bem, adivinhe, essa é a verdade e não é isso que está nos destruindo, espero que perceba que é você quem erra comigo, é você quem não cumpre, é você que não aparece durante a semana e me diz qualquer coisa para eu não ficar chateada. NÃO É MAIS ASSIM QUE FUNCIONA, eu estou cheia das suas desculpas, suas mentiras e da sua falta irritante de pontualidade! - Ela cospe todas as palavras de uma vez, sentindo um certo alívio. 

 

- VAI PRO INFERNO! - Ele grita com todo fôlego que tem no momento.

 

- Logo depois de você. - Ela sussurra para apenas ele ouvir e vira-se para casa, ignorando ele chamando por seu nome, seu cadarço desamarrado e o pesar no coração de quem não sabe como se sentir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...