História The Elements - Jerrie and Vamila - Capítulo 25


Escrita por:

Visualizações 127
Palavras 592
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem voltou. Me desculpem mesmo pela demora é que a idiota aqui perdeu todos os arquivos que tinha com a história da fanfic, principalmente o final por isso talvez eu tenha que refazer. Mas eu voltarei, não desistirei da fanfic amores. Vamos lá então.

Capítulo 25 - Morador novo.


Os minutos se transformavam em horas e o dia pareciam ser semanas, era isso que a Latina pensava depois que Verônica simplesmente sumiu. A mais nova não dava notícias as dias e muito menos qualquer sinal de que estaria viva e era isso que procurava as meninas, principalmente Camila. O número de ataques cresceu nessa última semana, havia passado apenas uma semana da festa de aniversário de Selena.  Dinah estava preocupada com sua melhor amiga que não parava de ficar repetindo "é minha culpa, se acontecer alguma coisa..." ela não aguentava ver sua amiga triste e se lamentando por isso resolveu  que ajudaria a anima-la.

--- Chancho. --- A polinésia gritou ao entrar no quarto da morena e ve-la deitada na cama. -- Acorda pra vida, Karla. Levanta!

A morena soltou um longo suspiro e passou a mão pelo cabelo, o arrumando enquanto pensava seriamente em como matar Dinah por atrapalhar seu sono. A polinésia sorriu e passou a mão pelo rosto enquanto pensava em como animar Camila, até lembrar que havia uma moradora nova no internato.

--- Nem sabe. Tem pessoas novas. 

Camila encarou a loira enquanto tentava ver algum resquício de mentira da maior mas quando viu que não tinha logo tratou de se arrumar rapidamente. 

A esperança é a última que morre, não é mesmo?

Sim, havia uma moradora nova mas Dinah havia esquecido apenas um detalhe. Não era um humano. 

Perrie estava encantada enquanto encarava o animal caminhando em sua pose superior pelo pátio do internato. Ele era alto, lindo e poderoso e bem, bem raro.

--- Eu quero um. --- Perrie Murmurou sorridente.

--- Não são animais de estimação Perrie, não chegue muito perto.  Costumam a ser agressivos e selvagens.

Era um animal raro e elegante. Todos estavam encantados e tentavam chegar perto e toca-lo mas ficavam assustados e se afastavam. Jade era a única que não tinha visto muita coisa no animal por sentir que ele pertencia a algo que não era bom. 

--- Essa coisa é estranha. -- Jade falou. --- Não me olhem assim.

Camila se aproximava da multidao aos poucos mas ao ver o que era, a curiosidade falou mais alto.

--- O que é isso? --- Ela perguntou animada. --- Esse  é o novo morador?

A Latina começou a caminhar em passos pequenos até o animal mas parou ao escutar os gritos de Allyson e ao ver as asas do animal baterem rapidamente deu alguns passos pra trás e sentiu seu corpo colidir com os de alguém.

 Era Jesy.

Lauren assistia  tudo preocupada e pedia para Camila voltar porém a Latina não a ouvia. Camila respirou fundo e deu alguns passos pra frente, parando em frente ao animal.

As asas do animal bateram mais algumas vezes mas ele apenas deu alguns passos e parou em frente a morena.

--- Como voce é lindo.

A morena esticou a mão mas parou ao ouvir o chiar do animal, porém, deixou esticada. Ela sorriu quando o animal curvou seu tronco e abaixou sua cabeça, deixando ela encostar em sua cabeça. 

Ele não era um animal domesticavel mas estava ali, curvado para Camila deixando todos de bosca aberta. Lauren tentou se aproximar mas acabou por deixar o animal assustado o que resultou em uma Camila no chão enquanto mantinha uma feição apavorada no rosto. 

O animal tomou controle da situação e deu alguns passos para frente como se protegesse Camila e logo uma única coisa havia atingido Camila em cheio. Uma lembrança dela com uma pessoa. Isso significaria o bem?

Várias perguntas rondavam a cabeça dos jovens mas uma era a que mais fazia ficarem confusos. 

O porque ele está ali?


Notas Finais


Então. Vocês tem alguma teoria sobre esse animal? Bom, no próximo capítulo explicarei um pouco sobre ele.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...