1. Spirit Fanfics >
  2. The Elite Snipers >
  3. Anfitrião

História The Elite Snipers - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


HELLO!!!!

Aparecia aqui mais cedo do que eu pensei!

Passei a tarde na casa da minha vó esse domingo, dem internet... sabe o que dá né?

Espero que gostem

DEGUSTEM ~ BEIJOKAS 💋

Capítulo 4 - Anfitrião


Fanfic / Fanfiction The Elite Snipers - Capítulo 4 - Anfitrião



Derek socava seu saco de pancadas disposto e pendurado no teto de seu apartamento. O qual qle gostava de chamar carinhosamente de cubículo.

Socava o grande amontoado de enchimento e tecido com força. Suas mãos enfaixadas com panos não ajudava em nada as ondas de dor que certas vezes o atingia.

Cada soco que dava, soltava uma espécie de urro raivoso.

Imagens do castanho invadiam sua mente.

Seus olhos âmbar misturados com tons escuros de marrons. Seus cabelos negros bagunçados, seu sorriso sempre debochado, mas que para o Hale era extremamente sexy.

Mas droga! O que ele estava pensando?

- Uou, uou. Quer estourar o coitado do saco de pancadas? - disse Peter se jogando no sofá.

- É por isso que o saco de pancadas, se chama saco de pancadas! Não acha?

Peter revira seus olhos. Estava mais do que acostumado ser o alvo da frustração de seu sobrinho todas as manhãs.

- Que seja. Mas qual é o motivo de tanta raiva? Faz um tempo que não vejo você assim. Desde que a Braden..

- Esquece a Braden - cortou-o.

Derek se vira olhando o moreno com raiva. Este que levantou suas mãos em forma de rendição.

O moreno mais novo solta um longo e pesado suspiro, antes de se virar e dar um último soco. Vai em direção á cozinha pegando um copo de água sendo o tempo todo acompanhado por Peter.

Logo depois vai direto para seu quarto pegando uma toalha e andando até o banheiro, olhando para Peter fulminate e fechando a porta com força quando o mesmo fez mensão de entrar.

Peter solta um resmungo.

- O bebezão não precisa de ajuda? - indagou debochado.

Derek revira seus olhos soltando uma gargalhada forçada.

- Não Peter. Não preciso que você fique me vendo pelado para ter a certeza de que eu continuarei vivo. Apesar de quê - ele sorri verdadeiramente por um momento. -, tenho certeza de que a visão de meu corpo nu seja uma pequena antecipação do paraíso.

Foi a vez do Hale mais velho soltar uma garaglhada nada discreta.

- Claro, claro. Visão do paraíso.

Derek tira suas roupas entrando de baixo do chuveiro, sendo atingido pela água gelada, causando arrepios em seu corpo quente.

Esfrega seu corpo calmamente com o sabonete, logo ensaboando seu cabelo com o shampoo barato que Peter comprava.

Mas uma imagem que apareceu de repente em sua mente, o assustou por um minuto.

A imagem sexy de Stiles completamente molhado, com sua blusa azul colada em seu corpo, deixando evidente os músculos- mesmo que não sendo exagerado, - que possuía. Seu cabelo raspado na época, estava molhado também, mesmo que fosse quase imperceptível. As gotas de água escorriam por seu rosto.

Derek balança sua cabeça tentando expulsar a imagem de sua mente. Mas não podia fazer muita coisa em relação ao novo volume no meio de suas pernas.

Ele suspira.

- O que caralho está acontecendo comigo?

...

Derek sai do banheiro com uma toalha enrrolada em sua cintura, seu cabelo ainda molhado, e algumas gotas de água escorrendo por seu torso.

Ao adentrar o quarto, percebe Peter encostado no canto de uma das paredes do quarto, tinha seus dedos na boca, nervosamente. Derek franze o cenho.

- O que é agora?

Peter apenas indica sua cabeça para que olhasse para trás, ao se virar, vê o homem motivo de seu mais novo delírio. Ele tinha um sorriso cínico em seu rosto.

- Olá, Derek - cumprimentou.

O hale mais novo olha inquisidoramente para Peter, que balança seus ombros. Desvia seu olhar novamente para Stiles.

- O que faz aqui? - sua voz saiu em um tom indignado.

Stiles é quem franze o cenho, confuso.

- Como assim, o que eu faço aqui? Você que me chamou aqui, imbecil - respondeu pegando seu aparelho eletrônico, mostrando a caixa de mensagens a Derek.

- Não mandei mensagem nenhuma - fisse balançando a cabeça.

Peter tinha um sorriso zombeteiro brincando em seus lábios. Ao olhar para o Hale mais velho, o sangue subiu a cabeça do mais novo.

- Por que fez isso? - indagou.

Peter apenas da de ombros, andando em direção á saída, e apenas quanto o mais velho desfaz o nó que prendia a tolha em sua cintura, se lembra da situação em que estava.

Enquanto Stiles olhava para ele surpreso e... Desejoso? Derek olhava para Peter com um ódio crescente em seu peito. Esse que ria pelos cotovelos, saindo do quarto, fechando a porta.

Derek rapidamente recolhe sua tolha do chão, cobrindo seu corpo novamente. Mataria Peter.

Stiles sorria de canto.

- Você não é de se jogar fora, não é Hale?

Derek lhe lança um olhar fulminante pegando uma roupa qualquer jogada em sima da cama, e indo em direção ao banheiro.

Quando pronto - devidamente vestido - encontra Stiles jogado desleixadamente em sua cama, com os braços cruzados atrás de sua cabeça. Tinha o nó da gravata que usava desfeita, e alguns botões da camisa social, aberta.

- O que quer aqui? Não teria atendido o meu chamado, o de Peter no caso, caso não quisesse alguma coisa - disse o Hale, se encostando no batente da porta.

Stiles se levanta, alongando seus braços. E dá de ombros.

- Bom, vim porquê pensei que havia me chamado. Achei que poderia ter encontrado alguma coisa importante.

- E Scott? - indagou.

- Está com a namorada, Kira. Passam o fim de semana inteiro juntos. Parecem coelhos - respondeu.

Derek revira os olhos, abrindo a porta do quarto, dando passagem para que Stiles saísse.

- Bom, já que veio por nada, pode ir em bora - disse rudemente.

Stiles revira seus olhos. Se aproximando de Derek, deixando seus rostos extremamente próximos, o castanho tinha um sorriso.

- Você é um péssimo anfitrião, sabia? - sussurrou.

Péssimo anfitrião? Pensou.

Derek sorriu. Aproximando seu rosto ainda mais do castanho, em desafio. Faltava míseros milímetros para que suas bocas se encostassem.

- Vou mostrar como sou um péssimo anfitrião - disse.

Então sorriu ainda mais, e o beijou antes que pudesse pensar melhor no diabos que estava fazendo.

Talvez ele se arrependeria mais tarde.

Ou talvez não. 


Notas Finais


O que acharam?

O acham que vai acontecer quando esse beijo acabar, hein? *caras maliciosas*

Desculpem os errinhos!

ATÉ MAIXXX

Beijokas 💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...