História The end of a generation - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Avril Lavigne, Camila Cabello, EXO, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Pantera Negra, Zendaya
Personagens Avril Lavigne, Camila Cabello, Chanyeol, Lauren Jauregui, Logan Lerman, Zendaya
Tags Aventura, Drama, Interativa, Mistério, Novela, Romance, Yaoi, Yuri
Visualizações 29
Palavras 1.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi galeris, eu mesma estou bugada, esse cap foi feito em menos de 40 min. Desculpe os erros.

Capítulo 11 - Do que você gosta?


O rapaz havia voltado para fazer às pesquisas na lobisomem. Diversos furos no corpo da morena, que tinha os lábios secos e os olhos abertos assustados. Conseguia sentir o coração batendo mais rápido e consequentemente, o suor pingava nas laterais de seu rosto. Kamau tentava se soltar sem usar a força, mas isso soava quase impossível, devido à inúmeras correntes pelo seu corpo. A mais nova no cômodo já abria os olhos para acordar, e quando isso finalmente aconteceu, gemeu de dor. 

— O que aconteceu? — O mais velho olhou para a irmã preocupado. 

— Acho que machuquei minhas costas. Talvez seja apenas um ralado... — Niara resmungou, vendo o irmão relaxar o rosto. 

Escutaram um grito de dor e se viraram para ver o caçador mais novo cortando a bochecha da menina lobo. Mas o rapaz logo tapou a boca dela, que olhava assustada ele expandindo o corte. Entretanto, A preocupação maior veio quando a ferida se curou instantaneamente. O peito da morena subia e descia rapidamente. Assustada demais para entender o que houve com a ferida. Sem nenhuma paciência, ele enfiou uma faca de caça na coxa da mulher, que novamente tentou gritar. Kamau olhou para a irmã e pediu para que ela virasse o rosto. Essa mesma que concordou. 

Jordan, que estava do outro lado ds cidade, massageava às têmporas tentando se acalmar. Natalie o olhou com raiva. 

— Agora ela não está aqui para receber ajuda com a marca. Não é mais um fardo, certo, Jordan? — O garoto abria e fechava a boca sem saber o que responder. 

— Brigar por isso não vai trazê-los de volta. — Min ditou. — Luke e Lara vão ir na igreja próxima da saída, eu e Natalie na das montanhas e Jordan na do centro. 

E assim todos se separaram, Jordan chegou mais rápido. Vendo diversas mulheres afastadas e rezando. Começou a vasculhar e acabou esbarrando no mesmo garoto do colégio. Os olhos do adolescente misterioso tinham uma coloração negra. Como de enormes amêndoas pretas. Se encararam e não disseram nada, apenas seguiram seu caminho. Separadamente. 


Minjae Park III Point Of View 


— Argh... Quando eu ver aqueles três, juro que vou dar um tapa em cada um. — A latina murmurou. 

— Você nem conhece os novatos... — Falei para a garota que retrucou imediatamente:

— Uh... Isso é verdade. 

Os ventos sussurravam coisas desconexas, deixando-me confuso e com dores de cabeça. É ótimo poder escutá-los às vezes, mas quando você quer silêncio, poder ouvir é uma tortura. Quando chegamos, notamos que a porta estava escorada, empurrei um pouco a porta e dei de cara com teias de aranha e poeira. Natalie usou um feitiço de iluminação, deixando que uma marca de invocação aparecesse. Aqui que convocaram Jaffar. Disso eu tenho certeza

— O cheiro daqui é péssimo. — A bruxa comentou, olhando em volta. 

— Vá no porão que eu olho na sala ao lado. — Ela assentiu e começou a empurrar a porta, que parecia emperrada. 

Quando por fim conseguiu a abrir, arregalou os olhos e correu. Como sou curioso, segui a garota. O que ela encontrou é nada mais, nada menos que um corpo desmaiado. A pessoa também era asiática e estava presa por diversas amarras de couro. Me aproximei e curei todas às feridas do rapaz, que se assustou e se afastou. Sorri e comecei a tentar acalmá-lo.

— Oi. Meu nome é Minjae Park. E o seu? — O garoto engoliu em seco, antes de começar a falar.

— Young-Jae... Corram daqui. Ele vai voltar... Ele quer fazer pesquisas. — Olhei para Natalie que escutou um barulho na porta de entrada.

— Min, ligue para a Lara. — Me afastei do garoto e disquei alguns números no aparelho celular.

Quando por fim ela atendeu, tratei de tentar falar baixo.

Lara? Trate de vir aqui agora! — Falei, mas recebi um tapa de Natalie que pediu que eu falasse mais baixo.

Uh. Estamos indo. Aqui não tem nada além de alguns cristãos que querem reconstruir a igreja. — E desligou.

— Agora os ratinhos se escondem? — O homem, que reconheci ser o caçador mais velho ironizou.

Virei o rosto assustado, quando ouvi às correntes de Young-Jae caindo. Natalie às derreteu com algum feitiço. O garoto sorriu, antes de passar às mãos por onde estava preso. Seu corpo começou a pegar fogo e nós nos afastamos.

— Cão do inferno? — Questionei devido às chamas.

— Bruxo. E, me parece que eu sou o novo parceiro de vocês. — Sorriu de lado antes de destruir quase tudo por onde passou.

Natalie sorriu e invocou um feitiço aquático. Fazendo-a ir até o centro da igreja sob uma onda. Olhei os dois entretido.

— Devo usar o ar ou à terra?

Gargalhei antes de me juntar a eles.


Luke Jasp Point Of View


Lara me puxou, antes de eu dizer qualquer coisa, vi os outros dois integrantes com um outro asiático. Todos na frente do caçador. Posicionei minhas duas mãos no chão, fazendo diversas sombras o puxarem para perto de mim. Assumi minha verdadeira foto com um sorriso demoníaco. Às sombras iriam o levar para um mundo cego, ele não veria nada se eu não concordasse com isso.

— Breu maldito.  — Tentou se soltar e eu ri de forma escandalosa. — Sua cabeça vai rolar.

— Oh... Realmente me deixou amedrontado. — Coloquei a mão no peito.

Lara se aproximou e tocou nas costas do velho, que teve os olhos substituídos por um negro. Olhei-a confuso. Que merda era aquela?

— Calma... Um demônio camarada meu, vai roubar um pouco da sua memória para mostrar onde Laure está. — Antes que todos nós pudéssemos tentar finalizá-lo, uma besta semelhante à um lobisomem apareceu.

O novo integrante tentou atacá-lo, mas levou uma patada na costela. Se arrastando ferido. Me afastei e deixei meu poder de lado, seja o que isso for, é muito mais forte que a gente. Ele agarrou o caçador que estava grogue, começou a correr em direção à floresta. O que eu poderia dizer? Nem sei como isso acabou de acontecer.

— Agora como vamos encontrar Lauren e os outros? — Questionei me sentando no chão.


Kamau Uzuri Point Of View


O garoto havia saído e eu arrastei às correntes para ver a situação da garota lobo. Sua roupa estava repleta de sangue, mas nenhuma ferida estava aberta. Todas tinham cicatrizado. Sua bochecha molhada de lágrimas, fez meu coração apertar. Imaginei que se não fosse ela, poderia ser a minha irmã nessa cadeira.

Falando na mais nova, seu olhar estava fixo na porta. Ela está armando alguma coisa, tenho certeza.

— Kam, acho que consigo me transformar. — Falou só para mim escutar.

— Eu tenho quase certeza que consegue. Mas tenho sei que pode se machucar. Não quero que te toquem. — Ela revirou os olhos antes de se transformar.

Às correntes foram bruscamente arrancadas, ela me soltou e tentou soltar a garota. Mas o rapaz apareceu, enraivecido. Empurrei e garoto e distribui alguns socos em seu estômago. Quando minha irmã a soltou, tratamos de correr. A saída estava presa, quando tentamos abrir a porta, descobrimos que algum feitiço havia nos prendido dentro de algum maldito lugar. O rapaz apareceu e me agarrou por trás. Os olhos de Lauren voltaram a se tornar vermelhos, fazendo-a rosnar alto. Essa mesma que arranhou o rapaz. O empurrando contra a parede.

— Quem tem o poder agora? — Ela perguntou ao garoto que estava quase desacordado.


Visão do narrador


Todos estavam espalhados, Luke decepcionado por não ter conseguido acabar com o caçador, Lara preocupada com a localização dos três parceiros, Natalie pensava em como a garota com a marca estava agindo, Minjae interessado no novo integrante que também é bruxo, Young-Jae tentava explicar o porquê de não ter aparecido antes e Jordan estudava o novo rapaz.

Os metamorfos animais sofriam, tentado sair da sala.

Já Jasmine sorria, tendo a quase certeza que sua besta havia matado o caçador odiado. 


 





Notas Finais


Releve os erros, qualquer dúvida, pergunte.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...