História The End(Feiticeira Escarlate) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff)
Tags Feiticeira Escarlate, Vingadores, Wanda Maximoff
Visualizações 35
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiê, hoje estou trazendo o quinto capítulo de minha história, espero que gostem, boa leitura.

Capítulo 5 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction The End(Feiticeira Escarlate) - Capítulo 5 - Capítulo 5

Quando eu abri a porta fomos jogados para trás com uma força estrondosa, e pudemos ver um grande furacão em cima da cidade, saímos para fora e eu disse:

-Ele tá indo em direção ao Queens-

-Droga, tia may!-disse o garoto indo em direção ao Queens

Legal agora eu teria que salvar o garoto, sai flutuando até ele chamando por seu nome, mas ele fingia que não ouvia, tentei impedir que os carros voassem até o furacão para impedir que o furacão os jogasse nos prédios, tentei tirar o máximo de pessoas possíveis do local, mas eles acabavam correndo de medo de mim, olhei para trás e vi um carro vindo em minha direção percebendo que não conseguiria impedir que ele chegasse até mim, mas ele explodiu antes de me atingir, o Homem de Ferro chegou ao meu lado e perguntou:

-Wanda me diz que isso não é obra sua-

-Não, não é, o Peter tava indo para muito perto do furacão precisamos impedir ele-

-Ok, você tira as pessoas daqui e eu pego o garoto-disse Stark indo em direção ao furacão

Bom, já não tinha ninguém por perto então fui em direção ao tornado também, comecei a procurar o Peter em tudo quanto é canto mas não encontrava nem mesmo uma forma de vida, fui atingida por um projétil de energia que me fez cair no chão, olhei para trás e vi Mordo pousando no chão poucos metros de distância de mim, ele disse:

-Como é fácil te manipular, tirei o seu protetor de perto de você e agora finalmente posso levar você comigo-

-É o que você pensa-disse uma voz mistériosa atrás de mim

Me virei e vi o Homem formiga, Capitão e Viúva, capitão falou:

-Vai atrás do garoto, nós cuidamos dele-

Balancei com a cabeça e sai do local deixando o Mordo com eles, fui procurar o garoto junto do Homem de Ferro enquanto o furacão se expandia cada vez mais, as casas estavam sendo devoradas junto dos prédios, metade do Queens já havia sido destruído naquele momento, o garoto podia estar em qualquer lugar, perai, ele disse que tinha um quarto sobrando no apartamento da tia dele, como estavam voando destroços para todos os lados seria impossível ir flutuando, e eu não conseguia flutuar e criar um campo de força ao mesmo tempo, então tive que ir correndo pegando cobertura em tudo que conseguia, enquanto corria fui atingida por um cano na cabeça que me fez ficar zonza e sangrar apartir de minha testa, continuei correndo até os apartamentos do Queens e consegui ver o garoto tentando tirar uma pilastra de cima de uma mulher, comecei a ajudá-lo a levantar a pilastra enquanto a mulher saia debaixo dela, ela saiu mancando debaixo da pilastra mas tirando isso ela estava bem, criei um campo de força envolta deles e começamos a sair de perto do furacão que ia em direção a ponte, chegamos a um lugar seguro e ele perguntou:

-Você está bem?, sua testa ta sangrando-

-Sim, eu estou bem-

-Obrigado por ajudar a salvar a minha tia-

-Essa bonitona aí é sua tia?(bateu uma depressão danada olhando aquela mulher de cima para baixo)-

Stark pousou sua armadura ao meu lado e disse:

-Ok, vocês já fizeram a sua parte agora deixa com agente-

-É como você pretende parar o furacão?-perguntei limpando a minha testa

-Se eu girar na direção contrária do furacão conseguirei parar ele-

-É perigoso demais-disse o garoto preocupado

-Por isso não vou fazer isso sozinho-disse Stark apontando para suas armaduras que iam em direção ao tornado

O garoto olhou para elas e disse:

-Irado-

Lembrei da Viúva, Capitão e do Formiga então eu fui correndo para ver se eles estavam bem enquanto o garoto ia atrás de mim, cheguei no local onde eu estava antes e os prédios estavam todos trocados de lugar, o garoto virou para mim e disse:

-Eu tenho quase absoluta certeza que esses prédios não estavam aí-

A viúva junto dos outros haviam desaparecidos do local, olhei para onde estava o furacão mas não vi nenhum sinal dele ou das armaduras do Homem de Ferro, todos estavam desaparecidos, através de uma televisão que estava dentro da loja falaram de uma explosão que havia acontecido bem no local da base dos vingadores, encontraram os corpos do Falcão, da Maria Hill é do Gavião, um quarto dos vingadores estavam mortos e o resto estavam desaparecidos, olhei para o Peter e perguntei:

-Oque está acontecendo?-

-Não sei, só sei que o Doutor Destino te quer, e agora com os Vingadores caídos, ele pode pegar você, por isso preciso te proteger-

-Não você não pode, se você ficar pert...-

-Eu não ligo, não vou deixar ninguém machucar você-

-Por que você daria a sua vida pela minha?-

-Deixa pra lá, temos que sair daqui-

-É para onde vamos?-perguntei preocupada

-Ué, você não tinha um plano para começar uma nova vida?-

-Tem certeza que quer abandonar tudo para me proteger?, sua família?, seus amigos?-

-Um Vingador precisa proteger outro vingador, esse é um dos meus deveres, e então, para onde vamos?-

-Canadá-

-Sempre quis ir para o Canadá, soube que lá neva e faz um bom frio-

-Sabia que nós não vamos para lá pra passar as férias né?-

-Então, você tem algum dinheiro para chegar lá?-

-Eu tenho um cartão de crédito do Stark que provavelmente não tem limite-

-Ele te deu um cartão de crédito sem limite?-perguntou o garoto de boca aberta

-Sim, da para alugar uns quartos até resolvermos tudo isso, vamos para torre do Stark pegar o jato dele até Vancouver-

Chegamos na torre do Stark e a Pepper nos recebeu preocupada perguntando:

-Ai meu deus vocês estão bem cadê o Tony?-

-Pepper precisamos urgente do jato do Stark para irmos até Vancouver-

-Ele já está abastecido podem entrar-

Fomos correndo até o jato e o garoto me parou e me perguntou:

-Você não vai para Vancouver só porque queria começar uma nova vida né?-

-Você é mais esperto do que eu pensei, tenho amigos mutantes lá e talvez eles possam me ajudar-

-Mas os mutantes não são considerados criminosos?-

-Sim, por isso se mudaram para Vancouver, eles queriam começar uma vida normal assim como eu, anda não temos tempo a perder-

Assim que entramos no jato ele se sentou ao meu lado, ele não parecia estar muito confortável dentro do jato, quando o jatinho começou a ligar ele rapidamente pegou na minha mão com força me fazendo esconder meu rosto com vergonha, olhei para ele depois que eu tinha voltado ao normal e perguntei:

-Você tem medo de avião?-

-Não...-ele disse apertando ainda mais minha mão

Ai, aí, ia ser uma longa viagem até Vancouver.



Notas Finais


Eae, gostaram?, espero que sim, estarei trazendo o próximo capítulo em breve, até a próxima 👋.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...