História The Escort - Taekook - Capítulo 67


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bottom!jungkook, Jimin, Jungkook, Jungkookbottom!, Namjoon, Romance, Taehyung, Taehyung!top, Taekook, Top!taehyung, Vkook, Yoongi
Visualizações 170
Palavras 1.441
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu estou de castigo. :( Consegui pegar o notbook escondido :D
Era para essa fic já ter acabado :/ Mas eu fiquei de castigo, acontece :3
( Pq estou faltando muita aula )

Capítulo 67 - Cap 67


 

LEIA A NOTAS DO AUTOR. POR FAVOR. 

 

 

 

 

 

Jungkook ficou tão aliviado com a resposta de Taehyung que não conseguiu parar de beijá-lo. Acabou sendo uma boa ideia.

 

Taehyung o beijou de volta com um fervor que pegou Jungkook de surpresa. E depois de alguns minutos de beijo na porta do quarto, eles tropeçaram até a cama sem mais reflexão ou discussão. Com alguns xingamentos murmurados por Taehyung e algumas risadinhas de Jungkook, eles conseguiram arrancar todas as suas roupas enquanto ainda se beijavam e acariciavam uma a outra.

 

Então finalmente eles ficaram nus juntos na cama, com Taehyung entre as coxas e os braços de Jungkook em volta do pescoço. Fazia tanto tempo e parecia tão familiar. Mas o olhar nos olhos de Taehyung não era familiar. Ele nunca olhou para ele assim quando eles fizeram sexo antes.


Não era apenas quente, com fome ou carente. Era terno e possessivo ambos. Como Jungkook era tudo para ele, tudo o que ele sempre quis. Jungkook ainda ocasionalmente percebia um pouco de ansiedade, mas isso não atrapalhava. Jungkook também estava com um pouco de medo - suas mãos tremiam quando ele acariciou as costas de Taehyung e seu cabelo macio, bagunçando tudo, mas o nervosismo não importava.

O coração de Jungkook parecia estar voando com uma alegria muito rica para tontura, e seu corpo estava respondendo rapidamente. Ele não fazia sexo há meses. E, enquanto ele fez bom uso do vibrador que Taehyung lhe dera quase um ano atrás, simplesmente não era o mesmo. 


Mas agora Taehyung estava aqui. Seu corpo era quente e pesado, e sua carne era sólida e deliciosamente apertada.

 

"Oh, Jungkook", Taehyung disse, sua voz já grossa de desejo. Ele havia saído do beijo profundo e estava arrastando a boca pelo pescoço de Jungkook em direção ao peito. "Porra, você se sente incrível. Você não tem idéia de como você se sente bem."

 

Jungkook choramingou em resposta às suas palavras e então se arqueou quando a boca de Taehyung se fechou ao redor de um de seus mamilos. Taehyung chupou e sacudiu a língua até os solavancos de prazer se abaterem sobre a excitação aquecida de Jungkook.

 

Quando Jungkook estava arranhando seu pescoço, ele finalmente puxou seus lábios para longe e abaixou sua barriga até o outro mamilo. Logo Jungkook estava ofegante, miando e tentando esfregar sua virilha contra a coxa de Taehyung. 



Taehyung passou muito tempo em preliminares. Enquanto Jungkook estava desesperadamente ansioso para tê-lo dentro dele, ele entendeu seu movimento lento.

 

Então Jungkook deixou-o beijar e acariciá-lo até que ele estivesse dolorosamente duro, contorcendo-se e corando da cabeça aos pés. Ele agarrou freneticamente a cabeça de Taehyung, que estava pressionada contra sua barriga. Uma das mãos de Taehyung estava beliscando o mamilo sensibilizado enquanto o outro massageava a parte de trás do joelho.

 

"Taehyung", implorou Jungkook por fim, tão apertado que estava com medo de vir apenas de preliminares. "Taehyung, por favor, não posso mais esperar."

 

Taehyung grunhiu contra o abdômen de Jungkook e então levantou lentamente a cabeça, como se fosse pesado demais para levantar. Seus olhos estavam vidrados e seu rosto profundamente corado. Ele respirou com dificuldade e olhou para Jungkook, esparramando-se desinteressadamente por baixo dele. "Sim", Taehyung disse com voz rouca. "Nem eu posso."

 

Taehyung lubrificou seu comprimento rapidamente e, em seguida, com as mãos ansiosas, Jungkook ajudou Taehyung a se posicionar entre suas pernas. Seu pênis estava totalmente ereto, tão duro que Jungkook teve medo de tocá-lo. Então ele deixou Taehyung se alinhar em sua entrada e empurrar a ponta de seu pênis para dentro.



"Eu também", Jungkook respirou, apertando os braços ao redor dele. "Taehyung, eu também".
Os olhos de Taehyung encontraram os dele. Ainda estavam um pouco vidrados, mas Jungkook podia ver o brilho da emoção e o clarão do medo se misturava em suas profundezas. 

 

 

Nada entre eles agora. Nada mesmo. 



Jungkook gritou alto na penetração inicial. Suas paredes internas se esticavam pliantly com a intrusão íntima, mas ele era apertado e Taehyung sentia tão substancial. Não doeu. Foi tudo tão avassalador. 



Depois do primeiro surto de sensação dolorosa, o longo e contido desejo de Jungkook assumiu o controle.

 

Choramingando de prazer e necessidade, ele bombeou seus quadris embaixo dele involuntariamente, longe demais para esperar até que ele empurrasse. 


"Jungkook", Taehyung sufocou, com os braços dobrados e a boca bem no ouvido. "Porra, Jungkook. Você é ... Você é ... Oh porra." Seus quadris começaram a se mover com os dele, seu movimento rápido, desajeitado e selvagem.

 

Jungkook estava praticamente soluçando de prazer, necessidade e emoção. Eles estavam fora de controle e não durariam muito, mas era muito melhor do que eles já fizeram. 


Ele sabia que Taehyung se importava com ele. Ele sabia que ele se importava com Taehyung. E eles estavam compartilhando algo muito mais do que seus corpos.

 

"Taehyung", Jungkook arquejou, arqueando as costas enquanto sua pélvis se agitava descaradamente sob a sua. Ele podia ouvir o bater de sua pele e o tremor da cama. "Taehyung, vai vir. Oh Deus! Faça-me vir." 



Taehyung soltou um gemido tão alto que era quase um grito. Seus quadris bateram contra os de Jungkook, seu pênis deslizando dentro dele em estocadas primárias. "Jungkook. Eu não posso ... Porra, Kookie. Venha, anjo. Venha para mim."

 

Suas palavras roucas e desiguais eram a coisa mais erótica que ele já ouvira. A pressão no centro de Jungkook enrolou-se com tanta força que ele não conseguiu ficar quieto. Ele fazia sons rítmicos e indefesos - algo entre suspiros, soluços e gritos.



E então ele gritou quando a tensão finalmente quebrou. 

 

Taehyung veio com ele, as paredes internas apertadas de Jungkook prendendo-o dentro dele e puxando-o para o clímax também. Jungkook gritou o nome de Taehyung com um monte de outros sons sem palavras enquanto seu corpo se curvava como um arco e sua pélvis continuava cavalgando pelos espasmos de seu prazer.

 

Porque Taehyung veio ao mesmo tempo que ele, tudo o que Jungkook tinha consciência era de seu rosto torcido, os tremores estremecidos que percorriam seu corpo, e o olhar de tirar o fôlego em seus olhos. Os sons sufocados que ele fez quando ele veio foram abafados pela carne de Jungkook desde que ele inclinou a cabeça para frente para morder o seu ombro.

 

Eles se agarraram, ofegando e se beijando com ardor desleixado, enquanto Jungkook se dava conta de algo que nunca havia experimentado antes. 




O sêmen de Taehyung dentro dele.

 

Taehyung desmoronou em cima dele, não se afastando como sempre fazia antes. Ele enterrou o rosto no pescoço de Jungkook, murmurando carinhos incoerentes enquanto ambos tentavam se recompor.



Jungkook não conseguia se lembrar de nada que se sentisse tão bem quanto o corpo quente, pesado, saciado de Taehyung na dele. Ele nunca chegou a senti-lo assim. Nunca chegou a sentir nada depois do orgasmo.

 

Quando Taehyung finalmente tirou um pouco do peso dele e encontrou seus olhos, sua expressão não era o que Jungkook esperava. Suas feições estavam deliciosamente relaxadas, mas ele viu um lampejo de decepção em seus olhos. 


"Sinto muito, não foi melhor", Taehyung disse, soando estranho e rouco.

 

Por um momento, o peito de Jungkook doeu tão brutalmente que ele não conseguia respirar. "Você não achou bom?" 



Taehyung olhou fixamente, piscando várias vezes. "É claro que foi bom para mim. Foi - eu não tenho palavras para descrevê-lo. Mas eu mal conseguia chegar até você chegar." Seu rosto se torceu, dolorosamente envergonhado. "Patético."

 

"Oh," Jungkook rosnou, de repente tão louco que ele poderia coçá-lo. "Apenas pare." 



Taehyung piscou para ele novamente. Ele ainda estava apoiado em cima dele. Seu pênis saciado não tinha deslizado todo o caminho para fora dele, e Jungkook sentiu um jorro de fluido onde eles estavam unidos. "O que?"

 

"Eu disse apenas pare com isso." Ele pegou o rosto de Taehyung em suas mãos em uma tentativa de fazê-lo entender. "Seu papel aqui não é para me agradar. Apenas tire isso da sua cabeça. Seu papel é estar comigo. Nós agradamos um ao outro. E você nunca age como se eu estivesse esperando um certo tipo de performance. Você não é mais aquele homem. Não é assim que estamos juntos agora. Então pare com isso. "

 

Taehyung olhou para ele por um longo tempo, e Jungkook viu algo rasgado em sua expressão. Então a boca de Taehyung começou a se contorcer naquela expressão que Jungkook tanto amava. "Certo", ele murmurou. "Eu acho que você não me disse." 



Jungkook puxou-o para um abraço. "Foi incrível, Tae. Realmente. Melhor que ... do que qualquer coisa."

 

"Sim", Taehyung respirou, pressionando beijos no cabelo de Jungkook. "Para mim também."


 

 

 

 


Notas Finais


Hehe. Eu aq aprontando :D
Até daqui a pouco.

SE EU NÃO POSTAR MAIS É PQ FUI PEGA :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...