História The fairy family - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Ruki Mukami, Seiji Komori, Yui Komori
Tags Anime, Ayato, Diabolik Lovers Reiji, Kanato, Reiji, Ruki, Shun, Yui, Yuma
Visualizações 70
Palavras 1.582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente, qual o ship de vocês ??

Capítulo 9 - Meio - Karla


Fanfic / Fanfiction The fairy family - Capítulo 9 - Meio - Karla

Estiquei meus braços tentando tirar o cansaço do corpo, ontem desci jantei a maravilhosa comida que aquela senhora fez, sério. Tudo aqui esta maravilhoso, estou bem instalada, a única coisa que preciso fazer é comprar algumas roupas. Levantei e fui até o banheiro, tomei um banho rápido vesti aqueles trapos e me pus pra fora da pensão. 

O dia estava nublado, e um pouco frio, aquelas roupas estavam um fiapo, a sapatilha estava tão desgastada que acabou abrindo um buraco na sola. Ok, eu aguento. Antes de sair peguei algumas informações sobre algum lugar que vendesse roupas e sapatos lá na pensão. Não era muito longe dali, então comecei a andar rapidamente fazendo o caminho que ela havia me explicado. Logo me deparei com o tal "shopping" que ela havia citado, entrei no mesmo e as pessoas me olhavam de soslaio. Algumas garotas me olhavam de cima abaixo, como se vissem algo desastroso, gente não é pra tanto. Revirei os olhos, e entrei na primeira loja de peças femininas que eu vi. Tinham varias vendedoras conversando entre si, e nem notaram a minha presença. Olhei algumas peças encontrei uma calça incrível, era colada na cor azul escuro e tinha leves rasgos na coxa. Coloquei no braço, e estava me dirigindo aos cabides das blusas, quando sinto a peça ser arrancada bruscamente do meu braço. 

-Não temos o seu tamanho aqui senhorita, por favor se retire. - Uma garota alta e esguia estava em minha frente segurando a calça que havia pego. 

- Esse é meu número. -Puxei a peça de volta e me virei para o setor de blusas. Aquela garota é idiota ou o que? Patética. 

- Senhorita por gentileza se retire. - Ela colocou a mão nos meus ombros e foi me puxando lentamente para trás. 

- O que esta fazendo? - Uma moça morena surgiu. 

- Eu só estou pedindo educadamente pra que ela se retire. - Ela disse simples. 

- porque? - A morena indagou tirando as mãos da outra dos meus ombros. 

- Venha cá, deixe eu lhe ajudar. - Ela sorriu simpática - Meu nome é Milena - estendeu a mão- o seu é? 

 

-Niray... - sorri de volta cumprimentando a mesma - Eu queria algumas blusas, vestidos e calças... Mas acho que consigo  escolher sozinha. - Disse tentando não parecer rude. 

- Acho que você não é daqui, correto? Posso te ajudar, acredite tenho um ótimo gosto. 

A garota sorriu e eu nem vi quando foi que a outra tinha sumido. Bom, como ela me tirou de uma situação complicada nada mais justo eu aceitar  a ajuda. Ela me guiou pelos corredores e escolhi varias peças, não sabia nem se iria conseguir carregar tudo aquilo. Enquanto passeavamos pela enorme loja ela ia me contando sobre o lugar, ali era uma cidade bem movimentada a noite, mas bem pacata de dia. Comentei que havia chegado de viagem, e tinha perdido minha mala. Ela me perguntou como eu tinha conseguido essa proeza e inventei uma desculpa qualquer.

-Certo acho que isso é o suficiente. - Sorri indo até o caixa, as vendedoras me olhavam inquietas, eu pareço tão deplorável assim? Peguei a pequena bolsa de pano, e escutei uma delas rir. OK, isso é patético.

-humm...- tirei o bolo de notas de dentro da simples bolsinha. 

Entreguei o dinheiro para a moça do caixa, deixando uma boa quantia a mais.

-O troco você pode deixar para a Milena, ela me atendeu super bem. - falei alto o suficiente pra quem estivesse ali escutar- E é só apenas por ela, que irei voltar aqui outras vezes. 

Um burburinho se formou entre as vendedoras, peguei as sacolas e sai. 

- anh- Isso pesa, graças aos deuses que a pensão é perto. Andei atenta pelo shopping, por um momento esqueci que  eu poderia estar sendo caçada. Respirei fundo e pra que eu fiz isso mesmo? Olhei para o lado e me deparei com vários tipos de "chocolate" é assim que se pronúncia? Eu nunca havia provado algo só tipo, mas a sua fama era grande na outra dimensão. Infelizmente lá, nos alimentamos apenas de luz. Maaas já que estou aqui. Rumei com os olhos brilhando pra dentro da pequena loja, tentei me ajeitar com as sacolas e uma das atendentes veio prontamente me ajudar. 

- Deixe aqui senhorita. - Ela disse sorridente, colocando no canto da loja as sacolas. 

-Qual vocês mais vendem aqui? - Logo a garota ruiva apontou algumas caixas na prateleira. Peguei três caixas medias de vários sabores, paguei e sai com mais sacolas. Me sentei em uma mesa próximo ali, e eu não poderia esperar chegar no quarto pra comer. Estava totalmente ansiosa. 

Mordi os lábios e  tirei uma das caixas, fechei os olhos e abri a mesma. O cheiro era incrível, minha boca salivou e peguei um bombom matando a vontade de experimentar aquilo. 

-ah... Como isso é bom. - Disse pra mim mesma ainda com os olhos fechados. 

- Então a senhorita gosta de chocolate? - Abri os olhos em espanto, lá estava o cara do cachecol. Seus cabelos brancos lhe davam um toque especial, infelizmente não tinha visto seu rosto totalmente. O que estou pensando? Uma das aberrações me encontrou e estou parada olhando pra cara dele? 

- Não precisa ficar assustada. - Ele disse sério. -Não sou como eles. - Fechei a caixa coloquei dentro da sacola, peguei o restante de bolsas do chão e levantei apressada fazendo o caminho de volta. Assim que coloquei o pé pra fora do shopping, senti alguns pingos de chuvas caírem e me apressei, até ficar próximo para me teletransportar. Era mais fácil em curtas distâncias,  entrei no quarto aturdida. 

-Que merda, tomara que não tenha me seguido. - suspirei cansada. 

Me joguei na cama cansada, preciso de outro banho. E vou colocar uma roupa descente pra ir tomar  jantar, o céu estava turvo e começava a escurecer enquanto as finas gotas caiam.

Tomei banho, coloquei um vestido florido beje, ele era colado no corpo, e tinha uma fina fita que amarrava na cintura. 

Desci e a sra.Bel estava pondo a mesa, por incrível que pareça não havia mais hóspedes ali. Sorri para a mesma e ajudei ela a colocar o restante da comida na mesa.

-Srta. Niray, pode colocar esses pratos na mesa? - Ela disse da cozinha, e eu fui até lá pegar. 

- claro. -Peguei os pratos.

- Você é muito gentil. - Ela sorriu novamente mostrando as finas rugas no canto dos olhos. 

- três? - Perguntei curiosa. 

- Ah, sim chegou um novo hóspede. 

-Ah... - Fui até a grande sala e coloquei os pratos na mesa. Fiquei meio desconfiada, mas apenas sentei e comecei a me servir.  Eu não iria esperar ninguém para jantar, só quero comer e voltar para o quarto.

~~~

Fiquei perdida em meu prato e nem notei quando duas pessoas se sentaram, só percebi quando senti ambos os olhares sobre mim. 

-Que falta de educação, nem nos esperou. - Levantei os olhos e vi o garoto esquentadinho daquele dia. Olhei para o lado e lá estava o do cachecol, acho que é Karla o nome dele. Meu coração acelerou, como fui burra achando que não me seguiria. Continuei calada mantendo a boca ocupada com a comida. 

- Essa garota estranha, por isso é gorda. - cruzou os braços se encostando na cadeira - prefiro Yui. 

-Mantenha a educação. - Karla disse sério olhando para o outro. 

-Não me importo com o que prefere. - disse rispidamente afastando o prato pegando o mesmo e me retirando. -Sra.Bel, quando terminar trago o prato. - Falei trombando em algo. 

-srta.Niray - Karla estava em minha frente. A maneira que ele pronuncia meu nome é bom de se ouvir, não sei por qual motivo, mas algo nele me chama atenção. - gostaria de conversar... - Ele estendeu a mão e não sei por qual motivo, deixei minha preciosa comida em cima da mesa e deixei ele me guiar. 

- Não precisa ter medo... - Ele olhou pra mim enquanto parava em frente a janela do segundo andar.

-Como me achou? - Disse séria. 

- Seu cheiro... -Ele se aproximou e colocou a mão em meus cabelos pegando uma mecha e levando a mesma até o nariz. 

-Esta camuflado -Tentei ignorar a proximidade. 

- Sou mais sensitivo, consegui notar sem muito esforço. - senti sua boca encostar na minha orelha - você é inconfundível. 

- Que coisa estranha de se dizer. - Me afastei sentindo meu rosto esquentar. Aaargh, o que esta acontecendo? estou me deixando seduzir por ele? Não mesmo. Ele sumiu e por um momento consegui relaxar até sentir algo em minha nuca. 

- Por favor seja minha. - Sua voz rouca me arrepiou, ele passou os braços em minha cintura. OK, ele esta  me deixando desconcertada. 

-Não pertenço a ninguém. - Tomei um flash de consciência e me desfiz de seus braços. Fui até meu quarto, acabei perdendo a fome. Continuei a sentir um calor estranho, ele me deixou assim. Aqueles olhos, conseguem me hipnotizar. Como sou fraca, deixando ele chegar tão perto. Pergunto do fundo da alma, o motivo de me sentir tão atraída por ele. Isso é errado, totalmente errado. 

-Aargg- que raiva. Agarrei uma caixa de chocolate, aquilo me deixaria calma.

Comi um me jogando na cama -hmmm... isso é tão bom. - sussurrei. 

Continuei comendo e elogiando aquele troço maravilhoso, preciso levar isso para as meninas. Em falar nisso, e Yui? Como deve estar... 

 


Notas Finais


Bom, espero que tenham gostado, me digam quais seus ships :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...