1. Spirit Fanfics >
  2. The Fallen Idols >
  3. Massagem Cardíaca

História The Fallen Idols - Capítulo 2



Notas do Autor


Boa noite/tarde/noite! Espero que gostem do capitulo😋

Capítulo 2 - Massagem Cardíaca


Fanfic / Fanfiction The Fallen Idols - Capítulo 2 - Massagem Cardíaca

Fama, dinheiro, sexo e diversão é tudo que as pessoas almejam, não é à toa que nós sacrificamos nossa juventude estudando e trabalhando para obter isso. Todavia, TK era uma exceção a essa regra. Ele gostava de música e conversar tanto sobre elas quanto dos artistas era o que lhe fazia feliz, por isso criou um canal no YouTube.

Com o dinheiro que ganhava, mesmo que pouco, fazendo o que gosta e uma ajuda da família, TK conseguia sobreviver. Até o dia que a loja de roupas Otto-Q Shirts entrou em contato com ele, que acabou aceitando a parceria sem pensar duas vezes.

— E ai, carai! Suave? Eu sou Samuel TK — era assim que ele iniciava seus vídeos. — Aqui é o Namekusei vai explodir, dessa vez trazendo... — porém, nesse dia sua gravação foi bruscamente interrompida com a porta do seu quarto sendo derrubada por um chute.

Foi quando um grupo de militares, usando uniformes pretos e carregando fuzis de assalto da mesma cor, invadiram seu quarto e mandaram ele ficar parado com as mãos para o alto. Até um soldado o levantar de sua cadeira pelo braço e então lhe jogar no chão.

— Mas, o que é isso aqui!? — indagou a mãe de Samuel, gritando lá da sala.

— Desculpe, senhora — pediu o comandante da operação. — Gostaríamos de vossa permissão de revistar sua casa, já que o seu filho está sob suspeita de envolvimento com tráfico de drogas — explicou fazendo a mãe do rapaz quase engasgar de indignação.

— Oh senhor, sou envolvido com essas coisas não — TK começou a choramingar enquanto era imobilizado no chão por um dos soldados. — Nunca nem cabulei aula.

Não demorou muito para que os soldados encontraram as caixas com a logo roxa de letras feitas de pixels alaranjados da Otto-Q Shirts. Ali dentro entre varias bolinhas de isopor e enrolado em uma blusa estampada estava 1kg de drogas.

— Eu não sabia que isso estava aí, juro pro senhor — afirmou TK enquanto é posto de pé, já algemado por um soldado. — A loja disse que me mandaria camisetas para que eu sorteasse para meus inscritos — explicou ele, suando frio.

— Diz isso pro juiz, vagabundo — o comandante falou antes de arrastá-lo para fora.

Essa só foi uma parte da série de eventos que desencadeou o fim daquela empresa, mas era suficiente para acabar com a vida daquele rapaz de 20 anos. Agora, TK acordou dentro de um tubo de metal e assim que a porta abre, ele vê que havia caído no meio de um pequeno bosque, logo, começou a vagar sem rumo entre os bambus.

— Socorro! — gritou uma voz feminina nasal e um tanto grave.

Mesmo tendo sido um pedido de socorro, o TK que vestia um macacão verde com um enorme número 8 nas costas se sentiu aliviado por saber que não estava sozinho. Ele ficou confuso no começo, mas depois de mais uns gritos de socorro notou em que direção vinham e ao perseguir o barulho encontrou uma moça ao lado de um rapaz desacordado.

— Ele parou de respirar — disse a moça que vestia um macacão laranja tinha um rostinho fofo com maçãs do rosto gordinhas e cabelos castanhos. — O que vamos fazer?

— Respiração boca a boca, ué — responde com uma pitada de ironia. — Ok, eu faço aquela parada de empurrar o peito dele e você sopra na boca dele — propõe se agachando.

Ela aceita mostrando o polegar e TK logo agacha sobre o homem, cruza suas mãos no meio do tórax dele e inicia as compressões. O problema foi que a moça abriu a boca de homem e literalmente assoprou dentro dela, como se estivesse esfriando um chá.

— Não é assim que se faz, boba — resmunga TK ainda empurrando o peito do rapaz. — Tem que colocar sua boca na dele e assoprar, por isso se chama respiração boca a boca.

— Ah, me desculpa — faz uma carinha que deixa TK sem jeito por quase ter gritado. — E eu fico assoprando direto ou tem um timing pra isso? — perguntou nervosa.

— Não sei... Façamos assim, eu conto até sete e paro de fazer pressão, então você assopra — ele propõe e a moça confirma balançando a cabeça de um jeito fofo.

Os dois seguem com a tentativa de ressuscitação e a cada segundo que passava sem o homem acordar deixava ambos desesperados. Até que uma mulher de blusa branca e calça azul clara surge de dentro da mata e ficou abismada ao se deparar com aquela cena.

— Tudo errado! — Juri grita assustado os dois. — A cabeça não está inclinada, então vocês só estão enchendo o estômago dele de ar — explica amarrando seu cabelo. — Abre espaço para ele — praticamente empurra TK para cima da moça para que saísse de cima de cima do homem. — Faz quanto tempo que ele está assim?

— Não muito, ele já saiu daquela coisa tendo falta de ar e depois desabou — a jovem assentiu apontando para capsula de metal enquanto Juri fazia a massagem cárdica. — Já sei! Por que não furamos a garganta dele? Eu vi num filme uma vez que eles furaram a garganta dum cara com uma caneta para ele poder respirar — sugeriu alegremente.

— Boa ideia! Vai procurar uma caneta na floresta pra gente — TK diz cinicamente.

O pior é que a moça realmente ficou de pé disposta a procurar o objeto, o que fez TK e Juri trocarem olhares de vergonha alheia, mas felizmente o rapaz desperta tossindo. Ele tinha cabelos lisos e pretos e vestia um macacão que nem o deles, só que rosa chiclete.

— Eu morri e fui pro céu? — grunhiu esticando a mão para tentar tocar o rosto de uma das moças. — Porque acho que estou vendo um anjo.

— Não, bobinho — a moça retrucou corada. — Eu sou a Momo e não um anjo.

— E eu me chamo Kim Heechul, prazer em conhece-la — bate continência deitado.

— Aposto que você não estaria tão felizinho assim em vê-la se soubesse que ela queria furar tua garganta — TK murmurou com nojo daquela cena.

— Vocês podem me ajudar? — pediu Juri. — Meus amigos não estão muito longe daqui e um deles está ferido — complementou ansiosa.


Notas Finais


Desculpe caso tenha algum erro ortográfico, nossos corretores vão resolver já, já😊


...

Se possível, deixe sua opinião sobre o capitulo e até um oto dia🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...