História The Father Of My Son - Imagine Jimin. Temporada 1. - Capítulo 79


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 79 - Palavra final.


Nós saímos de lá e encontramos Jimin preparando nosso lanchinho.



Jimin:- o que fazem aqui??? Podem ser pegos!!


(S/n):- ja sei como nos livramos da Rosé!


Jimin:- Como???


(S/n):- provando que ela não é a mãe do (s/f)!






Jimin:- do que está falando?


(S/n):- não dá pra explicar direito, mas basicamente vamos jogá-la na justiça por tentar tirar nosso filho.


Jimin:- como assim???


(S/n):- vou precisar que você abra um processo contra ela enquanto eu organizo os materiais…


Jimin:- t-ta. M-mas…


(S/n):- só faz o que eu te mandei. [ vira para (s/f) ] Enquanto você meu pequeno, vamos conversar.



O que eu ia fazer não era certo, mas era o jeito mais rápido que encontrei, pedi pro meu pequeno me teletransportar para casa, de acordo com minha lógica ele teria esse poder. Não queria usá-lo, mas era necessário. Também consegui com que nós voltássemos no tempo, peguei todas as coisas que precisava e voltamos para Coréia.



Uma semana depois


Estávamos todos nós na mesma mesa, diante da justiça para decidir com quem o (s/f) iria ficar.



Juiz:- Roseanne Park, promete somente dizer a verdade e nada mais?


Rosé:- sim


Juiz:- (S/n)..


(S/n):- sim!


Juiz:- então… Vamos começar. Decidimos que (S/n) irá começar.


(S/n):- bem, Vossa Excelência .. [ interrompida ]


Rosé:- olha! Ela fala bem gente!


Juiz:- silêncio! Prossiga Srta. (S/n)


(S/n):- o que eu estava dizendo, antes de ser interrompida, essa senhorita aqui tentou tirar meu filho de mim alegando ser dela. Rosé foi em meu local de trabalho com dois polícias atrás de mim e do meu pequeno.


Juiz:- isso é verdade?


Rosé:- sim! Mas ele realmente é meu filho e ela o tirou de mim! Será que ninguém escuta??


Juiz:- silêncio!!


Jimin:- e Sr. Juiz, ela também chegou a invadir minha casa para levá-lo


Rosé:- e quase consegui se não fosse pela sua covardia de me tirar de lá a força.


Juiz:- já terminou Srta. (S/n) ?


(S/n):- ainda não. Nosso advogado vai passar mais algumas provas de como (s/f) é nosso filho. Desde fotos da minha gravidez, certidão de nascimento, à documentos escolares, identidade, plano de saúde e até exames de DNA.



O Juiz dá para os ajudantes deles analisarem tudo.



Rosé:- me surpreendeu você fazer exame de DNA! Nós todos sabemos o resultado.


(S/n):- é… Sabemos sim…



Jimin e eu damos as mãos e ele beija minha bochecha.



Rosé:- é até engraçado ver vocês juntos. Logo você Jimin que me dizia juras de amor em nossos momentos íntimos.


Jimin:- eu não te amava, só estava cego de paixão.


(S/n):- cuidado com essa sua baixaria Rosé, pode acabar insinuando que você só está delirando por não ter aceitado o fim do relacionamento com o Jimin.



Em seu olhar eu podia confundir o fogo do inferno com tamanha raiva, quase a mesma solta fumaça pelos ouvidos. O advogado dela fala algo baixinho para ela.



Rosé:- também pedi um exame de DNA.


Juiz:- e foi a única prova que trouxe para provar que a criança é sua?


Rosé:- é a única de que preciso. Vamos acabar com essa palhaçada.



O Juiz dá uma olhada nos papéis que trouxe, pensa, e por fim olhou os exames de DNA.


O mesmo tinha sua palavra final.




Continua...




Notas Finais


Obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...