História The Feast - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Jikook Kookmin
Visualizações 5
Palavras 3.454
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Ficção, Lemon, LGBT, Orange, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


tá uma merda, kkk.

Capítulo 1 - The Feast


Fanfic / Fanfiction The Feast - Capítulo 1 - The Feast


                









Jimin tens sido amigo de Haneul a maior parte da sua vida. Conheceu a garota na 3ª série e tinha sido melhores amigos desde então. Os meninos vinham e iam fora de sua vida, nenhum deles ficaram muito tempo, as coisas sempre foram boas, sua amizade foi perfeita. Até Jungkook aparecer. 


Quando Haneul e Jungkook, começaram a namorar, Jimin poderia dizer desde o início que seria o fim. O garoto a conhecia toda sua vida, mas Jimin nunca viu o monstro possessivo e ciumento que ela se tornou com Jungkook. Mas parte de Jimin não a culpou, Jungkook é perfeito, ele é esperto, engraçado, bonito, Jimin sabe que ele merece mais. Park não podia deixar de pensar sobre o quanto mais feliz ele poderia fazê-lo, o quanto mais feliz jungkook estaria consigo, Jimin sabe que ele merece melhor, Jungkook também sabe. 

 

As pessoas fazem coisas estúpidas por amor. 


Jungkook e Haneul estavam sempre agarrados, com as mãos sempre ao redor da cintura um do outro ou segurando firmemente em uma das mãos. Eles namoram a dois anos quando estavam no ensino médio, mas agora ela estava indo para a universidade no final da semana.  Jimin esperava que eles ficassem mais apegados do que nunca, mas agora, quando Jimin examina a multidão reunida na sala de Haneul para sua festa de despedida, ele não o encontra em lugar algum, não que Haneul se importesse, ela estava muito ocupada dançando na mesa da cozinha, como seu último adeus antes entrar para a universidade. 


Jimin examina a multidão mais uma vez, seus pensamentos deslizam para onde Jungkook poderia estar, e o que ele poderia estar fazendo se não estivesse observando cuidadosamente sua namorada. O menor tomou o resto de sua bebida, virando-se para sair da sala de estar escorregando pelo corredor para só assim sair pela porta dos fundos em busca de Jungkook. 


─ Kook? ─ Jimin cantarolou enquanto sai pela porta dos fundos, seus olhos examinavam o quintal iluminado pela lua,─ Kook você está aqui?


─Estou aqui, Ji─  Jungkook chamou à sua direita no peito, fazendo todo o seu corpo tremer pela voz rouca e baixa. 


─O que você está fazendo aqui fora? ─  Jimin pergunta enquanto atravessava o gramado, seguindo a nuvem de fumaça que saia da boca do homem.


─ Fugindo?─Jungkook dita com um tom brincalhão, olhando para Jimin com seus perfeitos olhos escuros. 


Quando Jimin finalmente o vê, por meros segundo perde fôlego, perguntando-se como ele poderia ser tão bonito.  Seus cabelos escuros caindo de modo suaves ao redor de seu rosto, seus olhos vítreos, pupilas sopradas para o inferno como sempre foram, mas você adorou.


─ De quê?─  Jimin levanta uma sobrancelha para cima quando chegou perto de Jungkook. 


O cheiro de cigarro permeia o ar ao redor dele e o brilho nos olhos lhe diz que o cigarro não era a única droga que bombeia através de seu sistema.  Jimin pode ter dificuldade em lembrar-se da última vez que eles ficaram só por muito tempo. Haneul sempre chegava para atrapalhar tudo. 


Jungkook olhou para Jimin através da fumaça em que escapava por seus lábios e Jimin não pode ignorar o fogo em seus olhos, Park mordeu o lábio suavemente, ignorando a maneira como a brisa arrepiava sua pele.


─ Você está com frio?─ Jungkook pergunta assistindo a maneira como Jimin envolvia seus braços em torno de si mesmo.


─ Não. Você não respondeu a minha pergunta.─ Jimin pronunciou-se suavemente, estendendo a mão para pegar o cigarro que jungkook tinha entre os dedos,─ O que você está fazendo aqui, Jungkook?─ Jimin pergunta levando o cigarro até seus lábios cheinhos puxando uma boa quantidade da fumaça. 


─ Haneul.─ Jungkook murmura, sentando-se para trás enquanto ele observava Jimin dar uma tragada, um leve sorriso apareceu em seus lábios.


A resposta de Jungkook fez Jimin parar, sua cabeça balançando enquanto soltava uma lufada de fumaça, ─ Por quê? ─ 


─ Eu superei isso.─  Ele dá de ombros suavemente, ficando de  pé para se juntar a Jimin, os  dedos de Jungkook roçando aos de Jimin enquanto ele pega o cigarro. Jungkook anda um pequeno círculo ao redor do menor, e o menor não pode dizer se ele estava fazendo truques consigo, ou se a luxúria que havia em seus olhos era apenas efeito do álcool, mas Jimin pode sentir o calor do olhar dele enquanto ele observa descaradamente seu corpo.


─ As coisas não estão tão ótimas?─  Jimin pergunta, fazendo o seu melhor para manter a calma enquanto expira a fumaça que saia dos lábios de Jeon.


─ Não, ela está indo para a universidade e está chateada, eu não vou com ela. Eu duvido que as coisas durem muito mais então por que prolongá-lo? Você sabe?─ 


Jimin nega com a cabeça suavemente, balançando seus pés enquanto sentia o álcool fazer efeito em seu sistema. Jimin umedece os lábios, tragando a fumaça quente para os pulmões com um gemido suave. Park podia sentir os olhos do outro pousados sobre si, observando-o enquanto novamente ele sopra uma nuvem de fumaça no ar.


─ A lua está tão linda hoje à noite...─  Jimim suspirou suavemente, perdido no momento, a beleza da lua e o calor em seus ossos o puxando para uma paz que apenas o álcool poderia lhe oferecer.


─ Você é lindo..─  Jungkook sussurrou, os braços músculosos envolvendo a cintura de Jimin.


─ Kook...─ Jimin murmura, os olhos se movendo da lua para o rosto dele.


─ Eu preciso de você, Ji─ Jungkook murmura, roçando seus lábios na boca do menor, ─ Você é tão lindo, eu preciso de você, por favor.─ 


Jungkook puxou o corpo de Jimin para mais perto dele enquanto deixava um rastro de beijos sobre a clavícula de Park, esse que não pode evitar os gemidos suave que escaparam de seus lábios. As mãos de Jungkook se arrastam pelas  costas do garoto em seus braços, as palmas mornas pousando sobre a bunda alheia enquanto este chupava a pele branquinha de seu pescoço. 


─ Jungkook...─ Jimin choraminga, suas mãos encontrando o cabelo dele, enroscando-se nas mechas negras enquanto seus quadris rolam contra o dele.


─ Porra, eu amo quando você diz meu nome, Ji...─ Ele ronrona contra a sua pele, sua coxa pressionando entre as pernas de Jimin especificamente em sua pequena ereção. 


─ Jungkook...─ Jimin suspira, rolando seus quadris contra sua coxa, consequente causando uma fricção gostosa sobre seu membro que já despertava cada vez mais. 


─ Você me quer Ji, eu sei que você também me quer...─ Jungkook sussurrou de maneira sexy. 


─ Sim, Kook, eu te quero tanto...─  Jimin gemeu enquanto jungkook flexionava mais sua coxa contra seu membro. 


Jungkook puxou os lábios do pescoço de Jimin, os olhos negros envolvidos pela luxúria, enquanto Jimin se esfregava contra ele desesperadamente. As bochecha de Jimin coram sob seu olhar, seus dentes prenderam com força em seu lábio inferir sentindo Jimin ondular mais seu quadril em silêncio pedindo por mais.


─ Vamos para dentro.─ Jungkook rosna puxando as coxas fartas deixando um Jimin resmungando pela falta de atrito.


Jimin somente consegue acenar com a cabeça, ofegante. Jungkook  segura sua mão o levando-o para o fundo do quintal, Jimin podia sentir que ambos partilhavam do mesmo desejo. Observava o sorriso que era direcionado para si e o calor em seu corpo apenas aumentava mais.


Jimin tem um vislumbre de Haneul através da multidão, e acaba parando bruscamente, seus olhos piscando entre a sua melhor amiga e os olhos famintos de seu namorado.


─ Ela não se importa Ji, vamos lá.─  Jungkook murmura rente ao ouvido de Park, inclinando-se em seguida para pressionar outro beijo suave sobre o pescoço branquinho,─ Eu não posso esperar para provar você, não me faça esperar, não mais.─ Jungkook ainda sussurrava causando no pequeno corpo arrepios gostosos. 


Jimin acabou por deixar um gemido baixinho escapar, repreendendo-se ao morder o lábio enquanto seus olhos se voltam para ele. ─ Vamos.─ Ditou apenas para que Jungkook ouvisse novamente seguindo o caminho para o quarto. 


Jungkook leva Jimin pelo corredor, afastando-se cada vez mais da multidão, Jimin resmunga baixo ao sentir seu corpo ser puxado para dentro do quarto.


—E se a Haneul descobrir Jungkook?— Jimin começa quando ver Jungkook fecha a porta atrás de si. 


—Pare de falar. — Jungkook murmura, sua voz baixa e rouca. 


Jungkook sorriu, os olhos ainda nublados de luxúria quando lentamente passa a tirar jimin do chão, envolvendo ambas as pernas ao redor de seu quadris não tardando para atacar a boca cheinha, ambos os lábios se moviam com precisão, a  boca de Jimin se abre dando espaço para que a língua de Jungkook explorasse sua cavidade. Um gemido baixo e manhoso escapou pelos lábios avermelhados enquanto Jungkook cuidadosamente deitava o Park sobre a cama macia. 


Jimin separa os lábios dos de Jungkook quando este mexe seu quadril, um gemido suave saindo de sua garganta pela fricção que o homem fazia em ambos os membros, "Por favor, Jungkook".  fora o que escapou pelos lábios inchados de Jimin. 


 Ele sorri, as mãos subindo pelas coxas fartas, antes dos dedos longos prenderem na barra da calça a tirando com pressa juntamente aos sapatos e meias. 


—Tão lindo. — , Jungkook sussurra, sentando-se em seus calcanhares enquanto olha para a box branca agora com uma mancha transparente devido o pré-gozo que escapava da fenda.


— Gukkie-ah eu quero isso.—  Jimin choramingou, rolando seu corpo suavemente, tentando convencê-lo a tocar mais em si.


—Bebê carente.—  Jungkook brinca, franzindo o nariz daquele jeito que sempre fazia Jimin ri.


Jungkook inclinou-se, depositando beijos ao longo do pescoço branquinho de Jimin, descendo pelo corpo semi-nu até encontrar-se entre as pernas fartas do menor. Jungkook sorriu maliciosamente pressionando seus lábios contra a glande coberta pela box preta deixando um beijo casto ali. 


—O-oh, por favor Jungkook-ssi...— Jimin ofega, seus quadris arqueando desejando mais da boca do moreno ali. 


Jungkook riu contra o pano fino da box, o som dos apelos desesperados de Jimin o conduzindo. O moreno sentou-se no colchão puxando a box do corpo do Park, amaldiçoando em voz baixa ao ver o pau tão duro necessitado de toques, seus toques. 


—Você é tão fodidamente lindo, caramba.— Jungkook rosnou, as mãos enganchando de baixo das coxas fartas  em um ato rápido puxando-o para mais perto de si. 


A boca de Jungkook sem aviso se fecha em volta ao falo duro e sensível fazendo Jimin arquear as costas gemendo alto. Os dedos longos agarram as  coxas roliças de modo possessivo enquanto sua boca subia e descia de modo rápido e afoito, sua língua passando rapidamente sobre a fenda da glande capturando mais o pré-gozo que escorria com abundância em seguida sugando somente aquela área não tardando para novamente abocanhar todo o comprimento arrancando de Jimin gemidos roucos e altos, este que não iria demorar a gozar. 


Jimin se contorcia embaixo de Jungkook, a boca abilidosa deixava Jimin cada vez mais próximo do orgasmo "Isso Gukkie-ah, tão gostoso...", Jimin gemeu alto quando sentiu sua glande bater diversas vezes contra a garganta do moreno, suas mãos trêmulas agarram os fios grandes puxando-os como se tentasse descontar ali o prazer que sentia, Jimin inconscientemente passou a mover seu quadril contra a boca de Jungkook o que lhe arrancou um gritinho baixo pela corrente de prazer que percorreu todo seu corpo. 


—Goza para mim Ji.— Jungkook falou sem demoras voltando a abocanhar novamente chupando com desejo o pênis do menor. 


—Gukkie-ah, eu vou... — Jimin engasgou quando Jungkook deslizou sua língua por suas bolas até sua entrada onde sorrateiramente pressionou sua língua passando a foder sua entrada enquanto usava a destra para o masturbar rapidamente. 


Os olhos de Jimin rapidamente se fecharam os dedinhos de seus pés dobraram-se e seu orgasmo expludiu em jatos fortes arrancando-lhe um grito enquanto seu corpo todo tremia completamente, com as mãos em punhos nos lençóis, segurando-se pela sensação maravilhosa que teve. Jungkook ergueu sua cabeça limpando com a língua cada resquício de porra que estava derramado sobre a pele branquinha, seus olhos capturaram os de Jimin este que pode ver a luxúria que os banhava. 


—Droga, essa foi a coisa mais linda que eu já vi Ji. — Jungkook sussurrou enquanto se sentava-se sobre o colchão. — Você tem um gosto tão bom, amor.


Jungkook retira a camisa, jogando-a para fora da cama, e Jimin não pode deixar de adimirar o corpo bem malhado. Ele é tão forte, o corpo levemente dourado pela baixa luz que havia no quarto apenas o deixava mais perfeito. Jimin silenciosamente amaldiçoa Haneul por desperdiçar um homem tão perfeito com sua natureza possessiva.


—Você quer, Ji?—  Ele brinca, sua mão arrastando por cima da calça para  acomodar em seu pênis que ainda encontrava-se coberto. 


—Se você não me foder agora, eu vou morrer.— Jimin gemeu, observando-o acariciar-se através de suas calças.


Jungkook ri de modo largo fazendo seus dentinhos de coelhos ficarem a mostra.


Jimin sentou-se sobre a cama levando ambas as mãos até a barra de sua camisa branca puxando-a para cima retirando de seu corpo, sem se importar jogando-a sobre o chão do quarto. 


—Deus, você é lindo pra caralho, Ji. Por que eu perdi tempo com ela?— Jungkook murmura baixinho enquanto se levanta para retirar sua calça 


Jimin observava atentamente o corpo bem definido de Jungkook, os músculos saltado e os gominhos em sua barriga, o pau duro e grosso apenas lhe fazia salivar mais para que seu homem o fodendo forte. 


—Não fale sobre ela agora, é só nós, Gukkie-ah.— Jimin ronrona enquanto rasteja pela cama em direção a Jungkook, as mãos pequenas deslizando pelo  abdômen bem esculpido, enquanto seus lábios eram pressionados deixando beijos sobre o peitoral malhado.


As mãos de Jungkook encontravam-se na bunda farta de Jimin apertando-as com força deixando suspiros baixos escaparem por ter os lábios cheinhos maltratando a pele de seu pescoço. Jimin gemeu manhoso ao sentir os dedos longos de Jungkook afundarem em sua carne, um tapa alto e estalado ecoara pelo quarto e Jimin engasgou com um gemido alto ao ter a palma grande de Jeon acertar com tanta força a carne de sua bunda. 


—Eu vou te foder tanto,  eu vou meter tão fundo em você, tão fundo e forte.—  Jimin gemeu contra o queixo de Jungkook agarrando-se mais a ele necessitando mais de contato.


A paciência de Jungkook já havia se esgotado, ele precisa tomar Jimin para si de uma vez, então não perdeu tempo empurrando o garoto de volta contra a cama, o corpo musculoso agora sobre o de Jimin e seus lábios circularam o mamilo rosado de Jimin sugando-o suavemente vez ou outra mordiscando, as pernas de Jimin entrelaçadas na cintura de Jungkook e seu pau duro cutucando a entrada necessitada de Park. 


—Foda-se Jungkook, não provoque.— Jimin gemeu baixo movendo  seu quadril para buscar mais contato com o pau duro de Jeon. 


A destra de Jeon segurou seu membro pela base alinhando-o melhor na entrada de Jimin empurrando  lentamente gemendo enquanto sentia o aperto das paredes envolver tão bem seu pau, apertando-o. 


— Porra, seu cuzinho é tão apertado, Ji, Jesus Cristo. — Jungkook gemeu alto e rouco quando sentiu seu pau entrar completamente no menor. Tão quente. Tão apertado. 


Um gemido alto rasgou a garganta de Jimin quando sentiu o pau grande entrar todo dentro de si, as mãos trêmulas agarram os ombros largos as unhas curtas afundam-se na pele branca marcando-a com vergoes, os lábios de Jungkook estavam ocupados sugando o mamilo avermelhados e inchados. 


O pequeno corpo de Park estava quente e trêmulo mal teve tempo de acostumar-se quando sentiu Jungkook sair quase por completo voltando com tudo em uma estocadas fundas e fortes. Os movimentos constantes dos quadris chocavam-se com brutalidade, o pau duro de Jeon fodia sem pena o cuzinho de Jimin que gemia alto. A luxúria induzida por drogas e bebidas que haviam tomado tudo misturado em uma obra-prima de masculinidade e tesão que ambos os corpos sentiam. 


Jungkook gemeu rouco contra o peito de Jimin seu quadril se movia rapidamente formando o som eróticos que os corpos faziam ao se chocarem somente aumentava o prazer que sentiam, um grito alto escapou pelos lábios carnudos ao ter seu ponto sensível acertado, as estocadas aumentaram e o local fora surrado com mais vezes. 


— Jungkook!—Jimin gemeu alto— Isso é tão gostoso... Seu pau me fode tão bem.


Jungkook sorri contra a pele de Jimin sugando-a com força escorregando ambas as mãos até agararrar as coxas fartas separado-as mais deixando os joelhos de Jimin quase encostando em seu peito, um sorriso sádico pinta os lábios de Jeon quando ele passa a foder o cuzinho de Jimin de forma bruta e agressiva, os gemidos altos de ambos ecoavam pelo quatro abafado e quente. 


— Oh Jimin-ssi, seu cuzinho é tão apertado, eu posso sentir meu pau ser esmagado toda vez que estou dentro de você. — Jungkook rosna afundando os dedo nas coxas roliças de Jimin que gemia alto e choroso por ter seu ponto sensível sendo surrado.


As unhas arranharam fazendo trilhas pelos ombros largos enquanto seu quadril recebia as estocadas violentas e rápidas. Jimin gemeu choramingando por sentir os movimentos pararem completamente, as mãos de Jungkook seguram com firmeza a cintura fina de Jimin o virando sobre o colchão empinando-o para si, sua destra deslizou até o ombro nu forçando-o para baixo consequentemente fazendo sua bunda empinar-se mais para si. Um tapa forte foi depositado sobre as nádegas agora vermelhadas, quando sem aviso prévio Jungkook penetra todo seu pau em Jimin. 


—Jungkook o-oh.. — Jimin gritou arqueado as costas inconscientemente movendo seu quadril  sobre o pau grande e duro, Jungkook gemeu acertando outro tapa na nádega de Park voltando a foder o cuzinho judiado de forma bruta e forte, o ponto de Jimin era surrado com mais facilidade, os dedinhos deste fechados contra os lençóis da cama tentando de algum jeito descontar o prazer que sentia. 


— Isso Ji, geme alto para seu homem, deixem os outros fora do quarto saber como eu te fodo bem.—  Jungkook ditou entre gemidos roucos, sua cabeça agora caída sobre os ombros de Jimin enquanto ele passou a aumentar os movimentos em seu quadril. 


—Eu.. eu vou... —  Jimin choraminga contra os travesseiros, seu orgasmo aproximando-se cada vez mais. 


—Sim, goze para mim Ji, faça isso.—  Jungkook rosnou usando a destra para prender os fios de Jimin os puxando para trás com a canhota para masturbar rapidamente o membro esquecido. 


Isso foi o estopim para Jimin. 


Três tapas rítmicas e uma confiança bem angular de seus quadris e você está gritando, caindo sobre o precipício dourado do orgasmo mais uma vez, suas mãos emaranhadas nos lençóis enquanto seu corpo se arrebata e treme em seu aperto.


Três estocadas fundas e brutas foram necessárias para que Jimin explodisse em um orgasmo intenso, um gemido mudo rasgou a garganta de Jimin quando seu corpo tremia completamente e seus dedos fechavam-se com violência quase lhe causando cãibra. 


—Porra Jimin seu cuzinho está me apertando tanto, eu vou... — Jungkook gemeu avisando que não iria durar muito mais, dito e feito, sua porra preencheu todo o interior de Jimin, seu pênis se contorcendo e latejando enquanto sua porra ainda é derramada em jatos fortes. 


— Jimin-ssi.. — Jungkook chamou baixo entre ofegos quando puxou seu pênis flácido de dentro da cavidade surrada e avermelhada. 


Jimin suspira suavemente, virando-se de costas para esticar os quadris rígidos, choramingando baixo por sentir uma pontada aguda, sem tempo de levantar-se  teve seu corpo puxado por Jungkook. Jimin descansou a cabeça contra o peitoral de Jeon, saboreando o calor sólido de seu corpo e a batida constante de seu coração, a reconfortante neblina do orgasmo ainda instalado em seus ossos.


— Seja meu.— Jungkook suspira suavemente, pressionando os lábios finos no topo da cabeça do menor. 


— O quê? — Jimin pergunta, olhando para Jungkook buscando em seu rosto esquicios de brincadeira. 


—Seja meu, Ji. Ela está indo embora e eu nunca deveria ter perdido meu tempo com ela. Você é perfeito para mim, eu quero você. Eu preciso de você bebê. Seja meu.— Jungkook falou direcionado seu olhar para o menor que ainda o encarava fixamente. 


— Pergunte-me novamente quando você está sóbrio Gukkie-ah...— Jimin suspira deixando um sorriso suave aparecer em seus lábios. 


—Eu vou te perguntar, todo dia, Ji. Você é meu e nós dois sabemos disso.— Ele sussurra baixinho puxando mais o pequeno corpo para aconchegar melhor sobre o seu. 


Ele estava certo, mas deitado na cama de sua melhor amiga, preenchido com a porra de seu namorado, lhe fazia sentir-se um pouco mal.




Notas Finais


eai kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...