História The First One - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Shawn Mendes
Tags Shawn Mendes
Visualizações 42
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Cindy's Studio


Shawn’s pov.

 

Estava no centro com Aaliyah comprando algumas roupas quando ela olhou para o lado e avistou alguma coisa, me chamando logo em seguida.

- O que é? – eu falei um pouco irritado, era o meu estava atual.

- É o estúdio da Cindy! – ela começou a me arrastar. – Vamos lá dar um oi e ai a gente pode ver como está ficando.

- Ela tem mais o que fazer do que ter a gente enchendo o saco dela.

- Se você não quer ir tudo bem, eu vou e volto para cada de Uber!

Sem dizer nada Aaliyah saiu de lá e me deixou sozinho, eu ainda fiquei um tempo ali na loja em que estávamos, mas fazia algum tempo que eu não tinha notícias de Cindy e estava curioso para ver como o lugar estava ficando sem ser pelas redes sociais, então eu peguei dois cafés e me dirigi até o estúdio com a desculpa de ir atrás da minha irmã.

Quando entrei, o local cheirava a perfume importado misturado com tinta e fora uma música clássica que tocava, estava silêncio, ninguém falava ou mesmo emitia qualquer som.

- Aaliyah? – eu chamei pela minha irmã e o silencio continuou. – Aaliyah? – eu repeti e quem apareceu foi Cindy quando um cardigã manchado, com os cabelos em um coque esquisito e uma cara inchada.

- Sua irmã foi embora faz alguns minutos, se você for rápido pode encontra-la ainda.

- Acho que eu vou correr atrás dela então. – eu vi uma sombra preta na bochecha direita dela.

- Ok... – a voz dela estava baixa.

- Você está legal? – de repente ela começou a chorar e instantaneamente eu fui até ela e abracei, foi ai que ela começou a chorar ainda mais molhando minha camiseta. – Você pode me contar o que aconteceu Cindy! – ela fez que não com a cabeça em meu peito. – Vamos então nos sentar e tomar um café, pode ser?

Ela levantou a cabeça e eu vi que a bochecha estava bem mais machucada do que o que eu tinha visto, eu passei o dedão por ali delicadamente.

- Quando isso aconteceu Cindy?

- Não importa, já está tudo bem agora...

- Você terminou com ele? Deu queixa?

- Não precisa de nada disso. – ela respirou fundo. – Ele só estava bêbado, mas agora está tudo bem, ele me pediu desculpas e está viajando para esfriar a cabeça.

- Não acredito que você ainda está com ele Cindy! Olha o que ele te fez!

- Eu amo o Brandon e eu tenho certeza que foi só uma fase e já acabou.

- Belo amor... – eu a afastei, estava um pouco irritado.

- Por favor Shawn... – ela tocou o meu braço tão delicadamente que eu quase derreti. - ...não se afasta de mim. Já foi bem difícil depois do que aconteceu ficar sem falar com você, quando eu ouvi sua voz assim que você entrou eu fiquei tão aliviada.

- Eu não posso ficar parado vendo o que ele faz com você e aceitar isso. Ele sabe o que aconteceu?

- Não exatamente. – ela suspirou. – Ele só sabe que eu passei a noite na sua casa.

- Foi por isso que ele fez isso? – ela ficou em silencio e eu entendi que sim. – Eu vou matar esse cara Cindy!

- Não, Shawn, não! – ela colocou a mão na minha. – Já passou ok?

- Ele vai fazer isso de novo.

- Não vai. Ok? – ela me olhou nos olhos. – Só promete que não vai se afastar de mim.

- Mas foi você quem foi embora correndo...

- Eu não podia ter te beijado.

- Está falando que foi um erro?

- Não... – ela bufou. - ...será que a gente pode esquecer isso? Ou então vamos voltar para o mesmo ponto.

- Ok.

- Bom. – ela limpou o rosto e forçou um sorriso. – O que você está achando? – ela deu uma volta e a felicidade voltou ao rosto dela.

- Bem bonito. Fez tudo isso sozinha?

- Sim.

- Eu falei que ia te ajudar.

- Bom, tem muita coisa ainda para fazer, se você estiver disposto?

- Claro, sempre! – eu abri um sorriso.

- A gente só não pode deixar o Brandon saber, ele não morre de amores por você. – aquilo me deixou irritado, mas eu não conseguia falar não para ela.

- Eu tenho uma surpresa para você. – eu soltei, na verdade eu já tinha pensado nisso no momento em que a vi pela segunda vez quando estava na cidade.

- Surpresa, para mim?

- Seu aniversário é amanhã, não é?

- Você se lembra?

- Eu fiz uma festa surpresa para você, acha que eu ia esquecer? – eu ri e vi um sorriso enorme brotar nos lábios dela. – Está livre amanhã a noite?

- Bom, eu tenho a semana toda na verdade, Brandon vai ficar fora esse tempo.

- Então eu te pego amanhã.

- O que vamos fazer?

- É surpresa, já disse. – eu fui até ela e dei um beijo em sua bochecha. – Eu vou indo agora, se eu chegar muito depois da minha irmã minha mãe vai brigar comigo.

- Ok, vai com cuidado.

- Pode deixar...

Eu pisquei para ela e sai do estúdio em seguida, e confesso que quase saltava de felicidade por causa desse ‘encontro’ no dia seguinte.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...