1. Spirit Fanfics >
  2. The Five Emperor Dragons >
  3. Capítulo 1 - Prólogo

História The Five Emperor Dragons - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Minha primeira história, espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction The Five Emperor Dragons - Capítulo 1 - Capítulo 1 - Prólogo

Fiore, um dos muitos reinos do mundo da magia onde várias lendas nasceram e onde muitas outras ainda vão nascer... Um mundo onde magos são uma pequena fração da população (cerca de 20%) se juntam em guildas e aceitam missões para poder trabalhar e ganhar dinheiro. Há no mundo várias histórias e contos, e começamos agora por um deles.

Ano 777x

Em um dia qualquer, indo buscar medicamentos com a conselheira mágica da guilda, Makarov estava andando despercebido pela floresta de magnólia quando um pequeno jovem surge em seu caminho, estava todo machucado, do que teria sido uma luta contra um vulcan da montanha - ele suponha - o garoto tinha cabelos pretos e olhos azuis claros que brilhavam intensamente enquanto olhavam para o senhor na sua frente, que vinha correndo prestar socorro, essa foi sua última visão antes dele apagar.

O mestre da guilda, levou o garoto para Porlyusica antes que o pior pudesse acontecer com ele. Chegando com tudo e arrebentando a porta (sem querer) ele entra já pedindo a ajuda de sua amiga.

Porlyusica - Makarov, o que você fez com essa criança? Ela está totalmente cansada e muito ferida. - grita nervosa, achando que o mestre teria feito algo.

Makarov - Foi assim que eu o encontrei na floresta, espero que ele acorde e diga o que aconteceu. - disse ignorando a raiva dela e colocando o menino na cama.

Poucas horas se passaram e então o garoto começa a abrir os olhos, lá do fundo os dois velhos se atentam e logo vem ver como o garoto está.

?? - Aí.. minha cabeça.. onde eu estou? 

Porlyusica - Você está seguro, qual o seu nome garoto? - disse curiosa, imaginando de onde diabos surgiu essa criança.

?? - Meu nome? Eu me chamo Sora, Sora Vermilion. O que aconteceu comigo? - estava todo confuso, não se recordava muito do que aconteceu e nem de onde estava agora.

Eles se entreolharam por um estante, com o mesmo pensamento mas não podiam acreditar. Ele carrega o mesmo nome que a fundadora e primeira mestra da guilda. Mas antes de concluir alguma coisa decidiram descobrir mais alguma coisa sobre o garoto.

Makarov - Eu o encontrei ferido na floresta e te trouxe aqui, imaginei que você pudesse me dizer o que houve mas parece que não se lembra. - disse tentando explicar a situação.

Sora - Eu não me lembro.. eu só sei que estava procurando pelo meu pai antes de aparecer aqui...

Makarov - Quem são seus pais? Talvez eu possa levar você de volta.

Sora - Verudora é o nome dele, tem escamas azuis e pretas e é enorme, ele mora numa montanha onde caem muitos raios. - falou de maneira tão natural que não entendeu a expressão dos dois velhos na sua frente.

Makarov e Porlyusica estavam em tela branca, tentando raciocinar o que o menino estava dizendo, como se fosse algo surreal.

Makarov - Como assim, tem escamas? Não me diga que ele é... - cortando as palavras de Makarov ele respondeu.

Sora - Sim, ele é um dragão...

 Logo após ouvir isso, os dois surpresos e assustados, cada um do seu jeito acham uma maneira de se recompor na frente do garoto, afinal na guilda havia mais uma criança como ele.

Makarov - Meu jovem, já que você não tem para onde ir, que tal se juntar a Fairy Tail enquanto procura por seu pai? - indagou o mestre para a criança - Na guilda nós temos um membro como você, que também foi criado por um dragão.

Os olhos inocentes da criança começaram a brilhar aí imaginar que esse membro pudesse saber onde seu pai estava e então decidido ele se levantou e aceitou a proposta do mestre. 

Depois de se recuperar, os dois seguiram em direção a guilda atravessando toda a cidade como se estivessem em um passeio, o mestre mostrou a catedral Kardia e a grande árvore que fica ao sul da cidade mas nenhum desses lugares o surpreendeu tanto quanto a guilda, quando chegaram na frente do prédio os olhos de Sora brilharam maravilhado, nunca tinha visto um prédio tão alto e colorido.

Sora - Nossa, é enorme mestre. Eu posso mesmo fazer parte dela? - perguntou com receio, não achou que podia simplesmente entrar assim.

Makarov - Claro que sim, eu sou o mestre. Então entra quem eu deixar hahaha - disse rindo enquanto chutava a porta e os dois iam entrando. O mestre apresentou a todos o novo membro - Escutem pirralhos, hoje nós temos um novo pirralho pra nossa família então cuidem bem dele. Vamos comemorar.

   Sora Pov's

Depois disso vários membros vieram me ver e cada um me deixava mais confuso que o outro, tinha um nudista, seu nome era Gray, tinha uma ruiva, essa era a Erza mas ela estava brigando com uma menina albina chamada Mirajane então nem me deu bola, mas a irmã dela, Lisanna foi muito legal comigo e me apresentou a todos, Elfman (com seu periquito), cana (bebendo um barril de suco), e os demais e por último eu conheci o Natsu, acho que ela gostava dele.

    Autor Pov's 

Natsu - Oi, eu sou o Natsu. Luta comigo!! - sem perder tempo já o desafiou para um duelo.

Lisanna - Natsu ele acabou de entrar, não é assim que se comporta com alguém que acabou de conhecer - disse repreendendo mas mal sabia ela que eles eram iguais - ele não vá...

Antes dela terminar de falar Sora falou - Aceito - e deixou todos de boca aberta.

Guilda - Existem dois deles... Meu deus, vão por a guilda a baixo. - todos disseram em uníssono já imaginando a destruição.

Natsu - Vamos lá fora, eu tô pegando fogo!!!

Sora foi seguindo Natsu, até então só o mestre sabia que ele era um Dragon Slayer e no fim das contas ele estava curioso pra saber mais então ele deixou a luta seguir. Todos os membro fizeram uma roda e várias apostas em quem ganharia, quase todo mundo apostou em Natsu. E então o mestre gritou.

Makarov - Comecem!!! 

                                                 CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...