História The Florist(Imagine Oh Sehun-EXO) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 77
Palavras 1.957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura Meus tchiminnies❤☪

Capítulo 15 - Fifteenth


AVISO IMPORTANTE, DURANTE A LEITURA DESSE CAPÍTULO PEÇO QUE CASO TENHA A MÚSICA UNIVERSE DO EXO,A OUÇA, OBRIGADA PELA ATENÇÃO


-tchimin 

Pov..Sehun 


Estava indo em direção a sala de meu pai,pois tinha muito a falar.

Entrei sem bater na porta,e fazendo com que ele me olhasse furioso.

-Me ligue depois Gion,tenho que resolver um assunto agora.

Disse ele desligando o telefone.

-O que foi agora Sehun?Eu estava em meio a uma importante ligação e sabe muito bem que odeio que me interrompam,e que entrem sem bater na porta.

-Por que tinha que trazer aquela mulher de volta?Ela é uma praga,uma verdadeira peste,juro que o fato de você ter a trago  de volta só aumentou o meu ódio,você é o culpado de tudo isso estar acontecendo comigo,o meu pai ter um caso com a minha ex namorada.. se descobrissem  a mídia destruiria nossa imagem e junto a isso a da empresa,ela tomou conta de sua mente Appa,não deixe que ela faça isso,ela está te envenenando!

Digo alterado.

Senti uma certa ardência na região direita de minha face,ele havia me dado um tapa,meus olhos lacrimejaram,não de dor,mas sim de ódio,não sabia em qual momento ele havia levantado, estava sendo consumido pela raiva.

-NÃO FALE ASSIM COMIGO GAROTO INSOLENTE!

Esbravejou ele batendo com força em sua mesa, o olhei com o meu pior olhar, transbordando ódio,muito ódio,o meu coração chegava a doer.

-Você..Irá se arrepender por não acreditar em mim... VAI SE ARREPENDER!

Digo saindo  e batendo a porta .Sai das portas daquela empresa batendo os pés com força contra o chão,peguei o carro e o liguei,dirigindo em alta velocidade,as lágrimas já haviam tomado conta de mim.

Minha vida foi uma completa mentira,Deus me diga o porquê disso tudo?

Eu precisava visitar alguém muito importante, cheguei  e estacionei em frente aos portões do cemitério.

Eu tinha que levar flores para ela,andei calmamente até seu túmulo.

-Olá Omma,os meus dias ultimamente tem sido difíceis, principalmente com o appa,agora eu o odeio por completo,por que você teve de ir embora?por que me deixou Omma?

Disse em prantos,olhando para  a foto da lápide em seu túmulo.

-Tudo é uma grande mentira,minha vida é uma mentira,agora apenas duas coisas são importantes para mim Omma,você e ela.Você não a conhece,mas ainda vou trazê-la aqui para vocês se conhecerem, ela é tão especial, linda,e formosa,seu nome é..

Senti meu celular vibrar no bolso,olhei pra tela com dificuldade pois meus olhos estavam cheios de lágrimas.

-s/n,Kim S/n..

Jagiya

Atender/recusar

Apertei rapidamente em atender,quando ouvi sua doce voz, senti um afeto Tão grande em meu peito,meu coração se encheu de amor e meus batimentos estavam descontrolados.

-S-Sehun,Oppa, onde você está?Eu fui ao seu trabalho mas me disseram que você tinha saído, céus eu fiquei tão preocupada.

Sorri involuntariamente após ouvir aquilo, ela conseguia me fazer sorrir sem nem mesmo saber.

-Eu estou bem jagiya, apenas precisava esfriar a cabeça,já te encontro, no mesmo lugar de sempre,a..

-cafeteria.

Disse ela rindo,Deus até a risada daquela mulher era bonita.

-Tudo bem então,te encontro lá,beijo.E tome cuidado enquanto dirige.

-Certo Jagi, tomarei sim,até já.

Ela havia desligado o telefone.

Olhei para o túmulo De Minha mãe.

-sim omma,ela está me deixando louco.

Deixei as flores em seu túmulo e sai indo em direção ao carro para que pudesse encontrar s/n.

Quando adentrei o local, ela estava lá sentada em uma mesa,os cabelos soltos,os olhos vidrados na janela observando atentamente as pessoas que passavam pela  rua que mal notou minha presença, toquei em seu ombro,fazendo com que levasse um pequeno susto.

Ela olhou rapidamente pra mim.

-Ah, é você,meu Deus.

Disse respirando fundo e pondo as mãos no peito.

-Sim sou eu,e preciso muito desabafar.

Ela  olhou profundamente em meus olhos esperando que eu começasse a falar,me sentei ao seu lado,e ela continuava me olhando atentamente,parecia querer  guardar cada traço meu ,até fixar seus olhos em minha bochecha.

-O que é isso ?

Perguntou, colocando a mão sobre minha bochecha Machucada e acariciando o local.

-Sobre isso que queria falar..Eu acabei brigando com meu pai hoje e parece que piorei nossa situação.

Ela olhou para o teto suspirando e disse:

-Mas por qual motivo brigaram ?

-Ela..Ela foi o motivo de tudo isso

-Ela quem ?

-Jung Sanyo

-J-Jung.. Sanyo?

Senti que ela estava um pouco apreensiva e estranhei.

-Sim... Você a conhece ?

-Infelizmente sim..

-Mas como ? De onde a conhece?

-Jung Sanyo é minha prima,por parte de mãe,eu..eu me lembro que ela morava em Busan,o que está fazendo aqui ?

-Eu também me perguntei isso e cheguei a uma única conclusão.

-Qual?

-Está aqui para arruinar minha vida..mais uma vez.

Ela dá um longo suspiro e fecha os olhos brevemente,os abre novamente e diz:

-Relaxa,vai ficar tudo bem e temos um ao outro,nada de ruim vai acontecer eu garanto.

Eu sorri e a encarei.

-Já disseram que você é muito linda ?

Ela fez uma expressão de pensativa

-Já,mas vindo de você isso me deixa muito mais feliz.

Disse ela sorrindo.

Aproximei nossos rostos e dei um leve selar em seus lábios,ela deu um sorrisinho,iria aprofundar o beijo quando ela recebe uma ligação.

“Droga”, pensei

Ela tirou o celular do bolso e atendeu


-Alô, é Kim s/n?

-sim sou,quem está falando?

-Sou eu Kai,estou de volta meu amor


Ela arregalou os  olhos deixando o celular cair no chão

-Não Não pode ser

Disse ela baixinho


-O que aconteceu perguntei a encarando?

Ela negou me encarando e  pediu seu celular voltando a falar.

-Alô? Alô?ainda está aí querida?

 

-O que você quer?Como conseguiu meu número?


-Calma amor uma pergunta de cada vez.A Questão é para que eu te liguei,bom se quiser mesmo saber me encontre.


-Não vou me encontrar com você nem em uma década,diz logo o que você quer Kim Jongin!


-Calma só quero conversar com calma e te encontrar,bom depois eu retorno a ligação,tenho algo importante para fazer agora,beijos amor.

Após guardar o celular,levou uma das mãos aos cabelos os desarrumando.Estava apreensiva.

A olhei preocupado,ela negou com a cabeça novamente.

-E-Ele voltou,ele voltou Sehun!

-Ele quem Jagi?Você precisa se acalmar

-O Kai,meu primeiro e mais traumatizante amor.

A olhei assustado.

-Kai ?  

Ela afirmou com a cabeça,não sei porque mas esse nome não me era estranho.


_______________________________

Quebra de tempo



POV..S/N

Estava uma manhã quente,e como hoje decidi dar um dia de folga para meus queridos amigos,não abri e floricultura e decidi ir ao cinema com o Sehun,afinal fazia tempo que não saímos juntos.

Eu ainda estava receosa quanto aquela ligação,já tinha em mente o que exatamente ele queria,aquele descarado nunca Ligou mais pra mim e agora decide voltar assim,como se nada tivesse acontecido,e muito menos teve o trabalho de ir ao enterro do meu Appa,para me apoiar, simplesmente me abandonou.

Ele que pense que vou recebê-lo de braços abertos.

 Fui até o banheiro tomei um longo banho e após fui escolher uma roupa para vestir, decidi colocar um vestidinho branco rodado e uma sandália nude,vou até a penteadeira e pego o pente, começando a pentear minhas madeixas,resolvi deixá-las soltas,fiz uma maquiagem leve e passei um pouco de perfume, peguei um bolsa média, coloquei uma blusa caso esfriasse,o clima aqui na Coréia ultimamente estava confuso,ora frio ora calor,então é sempre bom prevenir.

Pego celular, carteira e as chaves de casa e saio.

Iria encontrar sehun  em um ponto e ônibus próximo de minha casa.

Enquanto o espero, ponho meus fones e escuto um pouco de música e com a onda do ritmo começo a cantar sem perceber


Useumgwa nunmuri sangcheowa chiyuga/

Risos e lágrimas, cicatrizes e cura


Jilmungwa haedapdeuri ni ane da inneun geol
Perguntas e respostas, elas estão todas em você

Naye sesangeul gajin naye jageun ujuga/
Você tem o meu mundo, você é meu pequeno universo


Somyeolhaneun sungan nado sarajigetji/
No momento em que isso sumir, eu desaparecerei também


I’ll search the universe/

Eu vou procurar o universo


neol dashi chajeul ttaekkaji
nochi aneul kkeoya tikkeul gateun gieokdo/

Até que eu o encontre novamente, não vou deixar nem mesmo  as pequenas memórias irem


gyejeore saegyeojin
uriye chueogeun dashi/

Memórias gravadas nas estações que vão e vem várias vezes…


Exo-Universe


Sinto alguém me cutucar e tiro os fones,vendo um Sehun curioso a minha frente.

-Não sabia que tinha essa voz tão bela,não gostaria de cantar mais vezes  assim,porém só pra mim ?

Abaixo a cabeça envergonhada.

-Não canto tão bem assim.

Ele me olha indignado e contra- argumenta.

-Mas é claro que canta Jagiya.

Diz prensando seus lábios nos meus,num longo selinho.

-Vamos ?

Afirmo com a cabeça,entramos no carro e ele foi em direção ao shopping,quando chegou, estacionou o carro e saímos.

Adentramos aquele local barulhento,era incrível como os shoppings independente do dia estavam cheios,uma mistura de casais, amigos e família tudo num único lugar.

Parece que hoje todos decidiram ir ao cinema,e a fila estava enorme,eram exatamente 14:57 e estávamos na fila a uns 15 minutos,até chegar nossa vez e finalmente compramos os ingressos, iríamos Assistir um filme de comédia,o nome era _________( N/a: Coloque no espaço o nome do seu filme de comédia preferido ^-^), parecia ser bem interessante e já havia visto o trailer.A sessão seria ás 15:45,ainda tínhamos muito tempo.

Durante o tempo vago,fomos olhar algumas lojas, Sehun fez questão de comprar um vestido pra mim,havia dito que não precisava afinal tinha dinheiro para pagar e ele insistiu tanto que acabei aceitando.

Olhei para ele brava, enquanto ele pagava o vestido.

-Eu falei que não precisa.Resmunguei num tom que ele pudesse ouvir

Ele riu levemente.

-Amor, é só um vestido e se continuar com esse bico,vou comprar um par de sapatos também.

Gostava de ser independente e não precisar que as pessoas fizessem absolutamente tudo por mim.

Fiz um perfeito O com a boca e fitei incrédula,quando saímos da loja,ele pediu que fossemos a praça de alimentação pois estava morrendo de fome.Decidimos ir comer batata recheada,e enquanto esperávamos na fila, conversamos sobre assuntos alheios, gostava de conversar com Sehun,ele era inteligente, engraçado, interessante e outras milhares de coisa,que caso eu contasse todas iria ficar muito mas muito tempo aqui.

Finalmente chega nossa vez e fazemos os pedidos, sentamos em uma mesa perto da loja para que pudéssemos saber quando chegasse nossa vez.

-Acha que ela é capaz de fazer alguma coisa muito arrasadora?

Perguntei me referindo a Jung.

-Eu não consigo acreditar que aquela cobra é sua prima,não acha que seja capaz de tanto,mas como está se aliando ao meu pai,pode se tornar uma Ameaça preocupante,mas não tenho medo dela e não vou deixar que ela toque em um único fiozinho de cabelo seu.

Eu o olhei e sorri,ele retribuiu meu sorriso e afagou meus cabelos.

-Eu te amo, Oppa.

-Te amo mais,jagi

Logo o telão de senhas apitou e era nossa vez,sehun foi buscas os pedidos e logo comemos enquanto conversávamos.

Após terminarmos de comer,teríamos que ir até o cinema pois a sessão começava em dez minutos,mas antes fomos ao banheiro, Sehunnie disse estar extremamente apertado e quase fazendo xixi nas calças, aproveitei e também fui ao banheiro, estava vazio.

Usei o banheiro e lavei minhas mãos,arrumando meus fios desgrenhados com meus dedos,me olhava no espelho até que sinto uma mão em meu ombro e olho para trás assustada.

-Ora,ora, parece que nos reencontramos não é mesmo prima.

Olha para ela cínica e repondo com raiva

-Parece que sim prima,mas por mim você poderia ficar em Busan bem longe de mim,junto com sua perfeitinha família de alienados.

-Oh,estou ofendida.Diz revirando os olhos e fazendo uma expressão debochada.-Família a qual você e seus pais nunca fizeram parte,isso tudo é inveja prima ? Sei como é triste,sinto pena de você.

-Não preciso da sua pena,nem sua e nem dos seus parentes,não acredito que carrego o mesmo DNA que você.

-Deveria se sentir feliz de poder ter um sangue nobre como o meu,afinal pelo menos isso né, compensa o sangue sujo de fazendeiro ou floricultor vindo do seu pai.

-Não fale assim dele,o sangue dele vale muito mais que o seu e da sua família hipócrita.

-Não se esqueça que também faz parte dessa família hipócrita,s/a.

Diz subindo sua mão e a depositando em meus cabelos.

-Tire suas patas imundas de mim

Digo a fitando já alterada.

-Ou então fará o que ? Irá me matar igual fez com a sua mãezinha?

Revida me olhando desafiadora.





Continua...



-Enfim nos reencontramos meu amor.


Diz em alto e bom som do outro lado da rua, atravessando-a e vindo ao meu encontro.

Fico estática e com os olhos arregalados.

“Então era mesmo real..”


Notas Finais


Bom meus mochis, cá estou eu na Maior cara de pau postando capítulo novo em plena 00:00,eu vou ser sincera eu estava com um pouco de preguiça de escrever porém, estava com um completo bloqueio de criatividade que socorro,não conseguia ter ideias,pra vocês verem que esse capítulo não saiu tão bom e espero que me perdoem eu fiz com todo o amor do Exoplanet para vocês, e espero que tenham gostado eu prometo De mindinho que até sexta terá o décimo sexto capítulo, prometo de verdade,espero que tenham tido uma boa leitura..
Bom até o próximo capítulo
Kissus e
Annyeong ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...