História The Flower And The Demon - SasuSaku - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Konan, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Império, Japão Antigo, Possessão, Sasusaku
Visualizações 73
Palavras 1.415
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Literatura Feminina, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction The Flower And The Demon - SasuSaku - Capítulo 2 - Capítulo 2

A moça fechou os olhos com força ao ver a mão grande de Sasuke se aproximando de si, suas mãos foram ao peito numa forma de defesa contra o toque que estava por vir, mas este não veio.

_Não a perca de vista. - ele falou ja de costas para entrar no palácio. 

_Sim, majestade. - o moreno sumiu de seu campo de visão. 

Sakura continuou olhando para onde o Uchiha tinha ido ate ser puxada pela loira mais velha, em minutos de juntaram às outras que estavam esperando numa das enormes salas de estar. Continuaram a caminhada por mais um tempo ate voltarem ao quarto das moças. 

_Onde estava? - Sakura encarou a morena timida ao seu lado.

_Fui conhecer o jardim. - deu de ombros. 

_Gosta de flores?

_Unrum. 

_Eu sou a Hinata. - corou levemente. 

_Lembro seu nome. Sou Sakura. - a morena sorriu sem jeito e continuaram a seguir as outras. 

_Podem descansar por hora mas hoje irão servir à reunião que o imperador irá fornecer. Espero que saibam se arrumar para a ocasião. - a loira olhou Sakura uma última vez e se retirou do quarto. 

A Haruno por sua vez decidiu dormir ja que em sua vinda não tinha pregado os olhos. Hinata a olhou terna e voltou a explorar as roupas na comoda ali, todas pareciam robôs fazendo algo, sem sorrir ou chorar, apenas aceitando. Hinata tinha sido encontrada nas ruas de seu vilarejo, foi abandonada por ter nascido mulher e como filha do líder do clã não poderia assumir seu posto então foi considerada inútil ali. Lhe foi oferecido cama e comida em troca de trabalho para o imperador, nada era pior do que viver nas ruas sendo abusada de bêbados ou mendigos. 

As horas passaram e a noite ja engolia os céus de Konoha, as moças mais experientes avisaram que estava na hora de se produzirem para servir.  Suas roupas eram diferentes das novatas, pois elas serviriam aos homens carnalmente e não com cigarros e bebidas caras, por isso estavam mais vulgares em seus kimonos finos e muito bem maquiadas. Hinata acordou Sakura com delicadeza e a moça não estava nem um pouco afim de se levantar da cama para ir trabalhar. 

_Aqui esta o seu. - a morena entregou o kimono verde com menos tecidos do que o anterior. 

_Realmente, bem fino este. - a Haruno resmungou retirando o seu e colocando o verde por cima da primeira camada branca.

_Tsunade falou que os homens desse império gostam mais de olhar do que tocar. - falou Samui pintando os labios.

_Perfeito. - prendeu a lateral do cabelo curto com uma presilha. 

_Prontas? - uma loira de olhos azuis apareceu sorrindo usando um kimono preto curto. 

_Sim. 

_Vamos.

O enorme salão principal estava com uma enorme mesa no centro onde tinham copos e pratos junto com bebidas e comidas muito bem preparadas. Ao redor desta varios homens se sentaram com sorrisos aproveitadores nos rostos, na ponta o imperador impecável como sempre, ao olhá-lo Sakura sentiu sua coluna sacudir com o nervosismo. Todas as moças mais experientes entraram sentando uma no colo de cada homem ou lhe oferecendo massagens sensuais. 

_Estão ótimas, vão, sirvam saquê e alguns quitutes. - Tsunade mandou vendo as moças obedecerem. 

Sakura ficou o mais longe que podia do imperador servindo ao seu comandante que estava na outra ponta na mesa. A cada copo enchido do loiro tagarela era o peso do olhar do moreno pesando em suas costas, por um momento achou que estivesse ficando louca e decidiu olhar para comprovar se era este que lhe olhava. O copo esborrou quando a atenção de Sakura foi presa pelos olhos negros do Uchiha. 

_Porra! 

_Me desculpe, senhor. - afastou a garrafa de saquê abaixando a cabeça.

_Está ficando louca? Sabe quanto essa roupa vale? - seu tom começava a se alterar. 

_Me desculpe, senhor. - repetiu com medo de ser agredida ali.

_Ela ficou nervosa perto de um grande homem. - Hinata se pos na frente da rosada assustada- Vá buscar mais saquê, Sakura. 

_S-sim. - com dificuldade ela se levantou e saiu dali. 

_Grande homem?

_Oh, claro. Um comandante tão bonito e genial assim, posso ser sua fã? - piscou os olhos claros sensualmente.

_Acho que já é. - sorriu todo cheio de si. 

Sakura passou por Sasuke como o vento indo para a cortina por trás dele, virou a esquerda onde ficava os reservatórios de saquê e outras bebidas. Se encostou na prateleira sentindo o seu coração se acalmar devagar. 

_Cuidado no que faz. Não me envergonhe. - ela virou com tudo dando de cara com Sasuke. 

_Senhor... - sua voz morreu. 

_Vamos acertar as contas.  

E então ele a tocou, puxou seu pulso a levando para o lado oposto de onde estavam, pela brecha da cortina Hinata que distraia Naruto pôde ver a recem amiga passar sendo puxada com os olhos em pânico, seus olhos claros procuraram o imperador, ele não estava ali. Sakura foi arrastada por três corredores enormes ate chegar em um quarto vazio, apenas iluminado por uma enorme janela por onde entrava a luz da lua, a porta foi fechada com força e Sasuke a soltou indo ate a janela olhando o céu. 

_Sabe por que sou o imperador? - ela não respondeu - Sou o mais forte de meu clã, e mesmo sendo o mais novo passei do meu irmão. O demónio mais poderoso que o Japão já conheceu. - ele a olhou com os olhos vermelhos - Como imperador eu não gosto de nada fora do lugar, nem que desagradem meus convidados. Tem muito o que aprender, Sakura. 

_O que vai fazer comigo? - foi o que sua cabeça conseguiu processar em meio ao pânico. 

_Fazer você lembrar o que acontece se não estiver conforme eu quero. - ele sorriu maléfico mostrando as presas brancas. 

_Por favor, não. - ela recuou até a porta tentando a abrir mas essa estava fechada com chave. 

_Vamos ver se seu gosto é tão doce quanto seu cheiro. - segurou seus ombros a virando para si. 

_Não, Não! ME SOLTA! - ele a imobilizou evitando que continuasse a se debater - SOCORRO! me solta! ALGUÉM ME AJUDA! - berrou em desespero sentindo ele beijar e cheirar seu pescoço exposto.

Sasuke a curvou para trás a mantendo ainda em seus braços e lambeu o local escolhido de seu pescoço. Ele a prensou ainda mais contra si e enterrou as presas ali fazendo-a gritar o mais agudo possível, seu grito ecoou nos corredores e todos por perto pararam com as feições neutras deduzindo a morte da moça. Hinata fechou os olhos com força escutando os gritos cessarem por inteiros, o silêncio se fez presente no local, aos poucos os homens bêbados iam voltando à seus assuntos triviais. Sasuke apareceu no local chamando a atenção das moças ja que os homens nem estavam mais em si, ele tinha uma feição satisfatória. 

_Hinata. - Tsunade surgiu ao lado da moça - Sakura esta no quarto va cuidar dela. - ordenou com o olhar serio. 

_Sim. Com licença, senhor. - sorriu falsa para Naruto e saiu dali. 

Suas pernas tremulavam a cada passo mais próximo do quarto onde Sakura estava, abriu  porta e a fechou.  Entrou no quarto com receio e viu o corpo ensaguentado da moça colocado em cima de uma das camas, se perguntou se foi o proprio imperador ao coloca-la ali. Se aproximou e comprovou que a moça estava viva olhando para o nada com um ferimento no lado esquerdo do pescoço.

_Oi, vou ajudar você. 

Levou a moça para o banheiro e a ajudou a se despir, colocou ela na banheira e a lavou com cuidado no ferimento, todo sangue sd espalhou pela água limpa. Saíram dali com Sakura ja vestida e voltaram para o quarto, a morena a deitou na cama e a cobriu, colocou a mão na testa da rosada vendo que estava com febre. Hinata buscou uma pequena bacia com água e um pano dando compressa geladas na testa da moça, Sakura ainda olhava o nada com o olhar opaco. 

_Parece uma mordida. - pensou alto olhando o ferimento da Haruno. 

_Foi ele. - pronunciou com a voz arrastada. 

_O imperador é um homem tão agressivo? - colocou a mão no peito. 

_Um demonio. Um maldito demonio. - estreitou os olhos e se permitiu chorar ali - Fiquei com tanto medo. - chorou ate soluçar. 

Hinata ficou ali ao seu lado afagando seus cabelos com carinho, sabia que os Uchihas tinham algo a mais que os meros mortais. Demonios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...