1. Spirit Fanfics >
  2. The Flower Boy. >
  3. Somos um só

História The Flower Boy. - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Somos um só


No dia seguinte, nenhum dos dois foi visto na escola, muito menos Hyunjin. Parecia nada estava no lugar, agora cada caquinho teria que ser apanhado do chão e colocado no seu devido lugar até que algo conseguisse ser remendado. 

Soobin acordou se revirando pela cama até dar de cara com uma notificação inusitada.

"06:30am - Hyunjin 

Eu sinto muito bem, eu estava fora de mim. Me responde, por favor."

Ele não respondeu, simplesmente bloqueou o telefone e passou a mão pelo seu rosto, estava desejando que tudo não tivesse passado de um pesadelo, até se dar conta de que infelizmente nem sempre nossos desejos condizem com a realidade que vivemos. Pensou em procurar Yeonjun, mas tinha medo de ser enxotado da casa dele. Ao invés disso, decidiu assistir um filme e focar sua atenção em algo que não fosse ele. Ligou a TV no primeiro canal que havia e percebeu que estava passando "Your Name", não quis tirar, não conseguia pois aquele filme era muito importante pra ele. O garoto sonhava em viver um amor tão intenso como os que via nos filmes, podia ter estragado a única chance que tinha na vida, mas não sabia com quem Yeonjun ou Hyunjin. Se sentia culpado por pensar em Hyunjin, alguém que quis força-lo a fazer o que não queria num momento de fragilidade. Também se sentia culpado de pensar em Yeonjun pois tinha receio de perdê-lo, tinha consciência do que havia feito e que precisava mudar a situação, mas como? Não conseguia fazer nada naquele momento. 

Yeonjun pelo contrário, apesar das dores de cabeça e as feridas em seu rosto e mãos, levantou cedo e desceu pra tomar café, dando de cara com os três amigos no sofá esperando pela presença dele. 

- O que vocês tão fazendo aqui?

- Não gostou da visita, Jun? - Beomgyu retrucou 

- Gostei, claro que gostei, só pensei que me isolariam depois do que aconteceu ontem

- Jamais iríamos te deixar, somos seus amigos Yeonjun...

- É...pelo menos vocês entendem a definição certa de amizade...

- Yeonjun não diz isso, essa foi a primeira falha na amizade de vocês em anos, eu tenho certeza que ele deve estar se afundando em culpa nesse momento, dê tempo ao tempo e as coisas vão se resolver

- É Gyu, mas elas não vão se resolver com os dois parados no mesmo lugar

- Gente, detesto interromper assuntos mas viemos aqui hoje pra animar o Jun e não piorar a cabeça dele, vamos assistir Vingadores! - Huening levou do sofá em direção à TV

- Como sempre, nosso caçula está certo - Taehyun sorri

- Mas você é apenas meses mais velho que eu, Taehyun

- Silêncio, Hyuka 

Os garotos começaram a ver o filme e por um instante a mente de Yeonjun estava onde deveria estar, no presente. Nada poderia mudar o que tinha acontecido, mas haviam diversas possibilidades do que poderia ser daqui pra frente. 

***Soobin POV***

Minha cabeça não parava de girar, eu não conseguia parar de chorar ainda mais depois de ter assistido Your Name, sentia que estava sendo castigado pelo universo. Hyunjin não parava de me mandar mensagens e eu nem tinha cabeça para respondê-lo agora. Eu precisava do Yeonjun, ele era meu melhor amigo, parecia que era a única pessoa que eu conhecia e eu tinha que recuperar nossa relação. E precisava fazer isso agora. 

***Soobin POV off*** 

Os quatro garotos conseguiram aproveitar o filme como ninguém. Tudo estava indo melhor do que o esperado, até a campainha ser tocada. Yeonjun corre até a porta e se surpreende com a visita inesperada.

- Não vai me chamar pra entrar? - Soobin diz de cabeça baixa

- O que você quer aqui, Soobin?

- Yeonjun, deixa ao menos ele falar, talvez você precise escutar ele - Beomgyu tenta apaziguar a situação 

- Não, eu não preciso escutar o que ele tem a dizer

- Por favor, me dê só alguns minutos, é só isso que eu te peço 

- Você tem 20 minutos, Soobin, nem menos e nem mais

- Ok, a gente pode subir? Acho que um pouco de privacidade seria bom... 

- Não temos que esconder nada deles, eles são meus amigos

- Yeonjun ou vocês sobem ou nós 3 vamos embora - Taehyun se impõe esperando que o mais velho o escute

- Vamos Soobin, vamos subir

- Ah, eu espero que algo bom saia dessa conversa - Hueningkai tenta consolar os outros dois que sobraram na sala

Soobin e Yeonjun subiram as escadas e adentraram o quarto do garoto de cabelos azuis, o mais novo tranca a porta que está atrás dele, respira bem fundo e junta toda a coragem que tem para falar. 

- Yeonjun, por favor não diga nada agora, só me escute ok? Me escute sem nenhuma barreira no seu coração. Quem está aqui agora é o Soobin, o garoto que te conhece desde os 3 anos de idade, o garoto que já te fez sorrir, que aprendeu a andar de bicicleta contigo, o que chorou junto com você quando nós assistimos nossos filmes favoritos, o seu primeiro beijo, o seu melhor amigo, o que também erra porque é humano...Por favor, eu estou aqui com toda a honestidade que tenho e recoberto pelos meus erros e meus acertos porque esse é quem sou e eu não posso me livrar disso e eu provavelmente carregarei esse peso para minha vida inteira, mas eu não me importo de carregar esse peso contanto que você esteja do meu lado, tudo que eu te peço é que você não me deixe, eu não sei viver sem você, não sei viver sozinho. Você é tudo que eu conheço. Eu errei em dar mais atenção à uma paixão ridícula do que à quem sempre esteve comigo. Errei quando te deixei sozinho e só pensei em mim. Errei quando te fiz entrar em briga, logo você que não machuca a menor das criaturas. E principalmente errei quando neguei a mim mesmo o quão importante você era pra mim a ponto de agir como se não fôssemos nada. Você é a pessoa mais importante da minha vida e eu fui tão burro de pensar que o que eu estava fazendo era certo. Eu preciso de você e eu sei que você precisa de mim, porque nós dois prometemos um ao outro no meu aniversário de 10 anos que jamais iriamos nos separar e eu não posso deixar que nada nesse mundo quebre essa promessa. E ninguém poderia substituir você, porque você é raro. E eu tenho tanta sorte de poder te ter como melhor amigo. Você é tudo pra mim. Eu sinto muito se te feri, porque ferindo a você, eu acabo me ferindo também. Nós somos um só, seja nessa vida ou em qualquer outra que iremos viver, estamos destinados a estar na vida um do outro, você sabe disso. Não me deixa, tudo que eu te peço é que não me deixe. 

Yeonjun não sabia o que dizer, seus olhos que antes estavam fixados nos olhos de Soobin agora observavam o teto estrelado, as lágrimas do garoto caíam de forma desesperada. Seu peito parecia apertar e a dor que ele sentia era insuportável, ele não aguentava mais aquela situação, a sensação de ter que ser forte e agir como se cada segundo do que houve não estivesse o destruindo por dentro cada vez mais rápido. Soobin correu para abraçá-lo por trás e apoiou a cabeça no seu pescoço se permitindo chorar também. 

- Me perdoa, eu não consigo mais fazer isso, não consigo mais ficar longe de você 

- Soobin, isso dói tanto, parece que sufoca

- Eu sei, eu sei, dói em mim também, eu sinto muito ter causado tanta dor à nós dois

Yeonjun se soltou dos braços do mais novo e olhou para seu rosto. Chegou mais perto dele e encostou suas testas uma na outra. Passaram longos segundos naquela posição até que o mais velho decidiu falar.

- Eu perdôo você, só prometa não me machucar nunca mais ainda que eu saiba que é impossível prometer algo assim

- Eu prometo tentar mesmo que seja impossível 

O garoto de cabelos azuis sorri ao finalmente depois de tantas dias de tortura conseguir ouvir alguma sinceridade vinda de Soobin. Pela primeira vez tudo parecia estar certo,  mas a vida é improvável e nem tudo fica tão certo por tanto tempo, não é mesmo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...