1. Spirit Fanfics >
  2. The flowers violet - Imagine Minsung >
  3. As flores violeta

História The flowers violet - Imagine Minsung - Capítulo 3


Escrita por: UnderSky_Xx

Notas do Autor


Bom dia bom dia, sei lá que hora você tá lendo isso ksksks Emfim atualizar aqui né se não dá preguiça depois :)


Deixa eu deixar vocês lerem né sem enrolar muito, boa leitura.

Capítulo 3 - As flores violeta


                                (12:32 PM • Tóquio - Japão)

     Depois de uma longa caminhada pela cidade e depois de um almoço caprichado, Jisung se joga sobre a cama totalmente exausto, este embora estivesse cansado, ainda queria conhecer mais lugares, sua missão era aproveitar o dia pois para si ainda estava cedo o suficiente para continuar e conhecer os lugares novos.

      Depois de um bom tempo de descanso, Jisung se levanta em um salto de sua cama encaixando novamente seus sapatos em seus pés. Apanhou seu casaco e seus óculos saindo rapidamente do cômodo após a ação. O garoto de cabelos alaranjados segue sobre as ruas esbranquiçadas de neve, sem rumo para um lugar, este acaba parando de frente a mesma grade do dia anterior, mas essa era provavelmente a outra parte da mesma. Jisung se aproxima e observa novamente as flores que agora estavam um pouco mais afastadas da grade, e sim em meio as grandes árvores daquela floresta. Sem se lembrar que as grades eram elétricas, Han se aproxima de vagar e leva seus mãos até a mesma, porém antes de encosta las um peso se apoia em seus braços então segurando o fazendo se assustar.

— Está maluco? — Uma voz masculina interroga Han. —

      Jisung se virou rapidamente se deparando com um garoto alto de cabelos castanhos, o mesmo o olhava com uma expressão seria ainda segurando em seu pulso. Rapidamente Han sentiu suas bochechas esquentarem e seu coração acelerar mais do que o normal, piscou várias vezes desviando os olhos do rosto do mais alto.

— Está querendo se matar ou algo do tipo?

— Nã-não, apenas... Esqueci que são elétricas. — Indagou se afastando —

— Você quer elas pra você?

— A-ah... O que?

     O mais alto respirou fundo colocando suas mãos em sua cintura desviando suas orbes as levando até seus pés, estava nítido que Jisung estava querendo olhar de perto, mesmo tendo medo. 

— As flores, essa é a segunda vez que quase morre eletrocutado, já pensou se eu não estivesse aqui? Você poderia estar grudado nessa grade agora fritando como peixe na frigideira! — O mesmo fala rígido e em um tom raivoso — 

— Então… porque não me deixou morrer eletrocutado! — Jisung fala estufando seu peito como um pássaro — 

— Então, você é um suicida? Você queria isso. — Citou cruzando seus braços enquanto formava um pequeno sorriso de lado em seus lábios —

— Espera, como sabe que já estive perto dessa grade? Esta me espionando?

— Está longe de ser espionagem.

— Q-que? — Han arregalou seus olhos dando um pequeno passo para trás — 

    O mais alto se aproxima de Jisung encurtando a distância entre os dois e em minutos, este podia sentir a respiração do garoto em sua frente se chocar sobre seu rosto, a cada segundo seu coração acelerava cada vez mais, prensou seus pulsos desviando os olhos do rosto do mesmo em sua frente assim dando mais um passo para trás.

— O-o q-que... V-você pretende fazer? — Indagou gaguejado —

— Você quer vê las de perto não é? Se quiser posso te dar uma delas. Me encontre aqui as sete da noite, se não aparecer, irei buscá-lo.

  O mesmo se virou começando a andar lentamente. Jisung por sua vez ainda permanece abobado pelo que acabará de acontecer, este então volta a realidade e então o impede que continue andando segurando em seu braço delicadamente.

— Pelo menos me diga seu nome!

— Isso é realmente necessário? — O mesmo franzi o cenho se virando e colocando suas mãos em seu bolso do moletom. —

— Primeiro você diz que está me "Stalkeando" e depois diz que quer me encontrar e ainda diz que já sabe onde eu estou ficando, e também não quer me explicar sobre tudo isso! Mereço pelo menos saber seu nome não? — Citou encarando os olhos do garoto — O

O mais alto ri soprado virando seu rosto bagunçando seus fios de cabelo voltando seus olhos para o mais baixo em sua frente, que estava com sua boca entre aberta e com as bochechas ainda em estado de cor rosado.

— Lee Minho! Meu nome é Lee Minho, satisfeito?

   Jisung acente levando sua destra até sua nuca, um pequeno bico acaba se formando em seus lábios enquanto seus olhos passeavam pela neve em seus pés, Lee sorri então cruzando seus braços olhando para os lados. Han sente suas pernas ficarem bambas, seu medo era enorme pois acabara de conhecer um garoto que possívelmente estava lhe propondo uma emboscada, este era inseguro e paranóico sempre pensava o pior de quaisquer citações que se colocasse. 

— Se estiver com medo, podemos fazer isso as quatro da tarde, ainda vai estar de dia. — Indagou se aproximando novamente do mais baixo —

— Óbvio que eu estou com medo, eu nem te conheço... — O mais baixo sussura colocando suas mãos em seus bolsos de forma bruta — 

— Eu tenho um ótimo motivo pra estar fazendo isso! Não vou te matar, muito menos te sequestrar! Não tenho tempo e muito menos ânimo pra isso.

 Minho Indagou de forma um pouco baixa controlando para não o tratar mal e faze lo ter mais medo do que já estava, e então Han levou suas orbes até os olhos de Lee que então sorri dócil na tentativa de o acalmar. Jisung sente em suas palavras que ele realmente poderia estar dizendo a verdade, mas porque? Porque iria o levar até aquelas flores? Seria um tipo de ritual? Ou talvez ele fosse o tal garoto das flores violetas, mas ele não deveria estar impedindo que fosse até lá? Ele não tinha os olhos violeta? Bem, essas eram as inúmeras perguntas que se passavam pela cabecinha confusa de Jisung.

— O-ok... Eu vou... — O garoto citou quase em um sussurro —

      Minho sorri de lado e então afirma com a cabeça se virando novamente começando a andar, o de cabelos alaranjados permanece parado olhando para o chão, seu coração ainda estava acelerado como ele perderia ter tanta confiança em um desconhecido totalmente estranho que acabará de conhecer? Han bagunça seus fios de cabelo e respira fundo mordendo seu lábio inferior olhando em direção de onde Lee acabar de ir embora, e infelizmente ele não teria escolha a não ser comparecer às quatro ali.







Notas Finais


Eu não vou dizer é nada KSKSK o que vocês fariam no lugar do Han? Eu saia de Tóquio em dois minutos Deus livre KSKSK

Espero que tenham gostado até o próximo episódio meus amigos 😏💅🏻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...