História The fourteen - Capítulo 5


Escrita por: e chimy-ah

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Drama, Escola, Yaoi, Yuri
Visualizações 8
Palavras 1.758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hai Hai,Kiddos :3
.
.
.
Peço desculpas por não ter postado este capítulo semana passada,pois estava uma correria só (e a omma não me enviou o capitulo) então relevemos
.
Boa leitura ;)

Capítulo 5 - During the trip part. 3


Fanfic / Fanfiction The fourteen - Capítulo 5 - During the trip part. 3

Vai dar merda!

A coisa estava feia,Kwan estava a toda velocidade cortando os carros e ouvindo os gritos tanto dos motoristas ultrapassados quanto do guarda que também estava a todo vapor.

Sooyun- KWAN SEU MALUCO,VAI DEVAGAR ESTÁ CHOVENDO!!/A voz esganiçada  estava aguda mostrando total desespero,os olhos arregalados e não acreditando no que estava acontecendo.

Kwan- Eu já falei que ninguém vai defecar no meu carro,então segura a peruca ai!/Falou em um tom alto porém sem gritar

Danbi olhava para a janela traseira do carro visualizando o carro de Chun-Hee seguindo logo atrás com pressa, e também parou para verificar se a polícia estava muito perto de alcança-los descobrindo que não estavam muito longe,a aflição aumentou por fim,acabou decidindo que iria ligar para o povo do carro 1

Carro 1:

Min-Jae- ISSO É HORA PARA SE FAZER UMA LIGAÇÃO?!/Falou exasperado procurando o celular pelo banco,assim que encontrou atendeu rapidamente./ QUE FOI MULHER?!

Danbi- Isso é jeito de falar com os outros,mal educado?!Ah esquece!Acelera nessas rodas aí,meu filho,ou o bicho vai pegar!/Alertou tirando a atenção de Jiwon do nada,para olhar para trás e ver o policial na cola deles,revirou os olhos em desgosto e se pronunciou.

Jiwon- O Chun-Hee perna pra quem tem,meu bom,coloca esse carro pra voar ou a policia que vai voar em nós!/Falou com um leve estresse e impaciência.

Chun-Hee nem pensou duas vezes e acelerou o quanto pode,logo fazendo uma curva que deixou todo mundo no modo sem gravidade já que Min-Jae que estava na ponta do carro foi espremido por Yang-Mi que estava ao seu lado,Jiwon acabou virando um Sanduíche  entre Sun-Hee e Hana,ambas de cada lado de si e Chun-Hee se esforçava para que o volante não escapasse de suas mãos suadas pela adrenalina e ao mesmo tempo tentava ajudar Dahyun que quase foi lançada em cima de si.

Jiwon- Eu havia pedido para voar...MAS NÃO LITERALMENTE NÉ CARA,CÊ TA MALUCO?!/Vociferou.

Chun-Hee apenas sorriu de um jeito psicopata e acelerou mais,levando todos a quase fincarem as unhas onde conseguiam para se segurarem e não caírem.

(Enquanto isso no carro 2)

Kwan estava em uma velocidade absurda,o que fez com que todos acordassem assustados e quase infartando pela atual situação,por causa da chuva o carro deslizava pela estrada em ziguezague chacolhando todos dentro do carro os deixando um pouco tontos por toda aquela movimentação.

Yoon-Sook- NÓS VAMOS MORRREEEER!!!/Instalou o pânico geral se segurando onde podia e orando para todos os deuses,anjos ou divindades  que conhecesse para não morrer.

Nayeon que estava na outra ponta segurava firmemente em um cinto emperrado do seu lado,seus olhos fechados com força para não ver os seguintes acontecimentos.

Nayeon- ADEEEEEUS MUNDO CRUEL!!!/Berrava,suas mãos tentadas a se soltarem do cinto que a mantinha mesmo que pouco equilibrada no acento.

Foi de repente que todos foram brutalmente jogados para o lado esquerdo prensando Adryan que arregalou os olhos e formulou frases não muitos compreensíveis,no momento sua vontade de ir ao banheiro aumentou e ele quase quebrou a mão quando socou o vidro do carro para descontar todo seu desespero e ansiedade.

Jung-Min afirmou as mãos onde pode,apoiou os pés no painel do carro e travou o cinto de um modo meio apertado,sua respiração estava descompassada e ele falava bem baixo porém claro.

Jung-Min- Estamos perdidos,totalmente perdidos!/Nem se mexer ele ousava.

Como se já não bastasse todo aquele alvoroço podia ser ouvido os gritos escandalosos que vinham do carro 1, Kwan não estava para brincadeiras quando fez o balão na estrada mudando na direção contrária a que a policia seguia e Chun-Hee estava logo atrás de si mesmo sabendo que não tinham saído da rota do acampamento,não sabia se demorariam mais ou menos para chegarem lá.

Carro 1

Chun-Hee desviava de buracos e cones postos na estrada causando muitos deslizes e solavancos,Jiwon já tinha perdido toda a paciência que lhe restava gritando com a força do ódio para que Chun-Hee dirigisse direito,enquanto Min-Jae ainda estava com Danbi na linha pedindo socorro e ouvindo os gritos da mesma em sincronia consigo,Hana se agarrou fortemente em Jiwon tentando manter os dois ainda que pouco sentados corretamente no acento, Jiwon tentava segurar Sun-Hee para que ela não se machucasse ao chocar o corpo contra o carro,aquilo estava uma bagunça e o pânico só crescia e em busca de acabar logo com aquilo Chun-Hee teve uma ideia brilhante (Na opinião dele é claro!) pediu o celular que estava na mão de Min-Jae e passou a dizer.

Chun-Hee- Kwan,vai em direção matagal!!/Não gritou,porém o tom não era baixo e todos o olharam espantados,Danbi que ainda estava na linha gritou um fino ''QUE?!'' pelo celular assustando todos ao seu lado.

Kwan nem questionou e simplesmente desviou em direção ao mato,e o medo latente pareceu sufocar os outros e os do carro 1 também,já estava menos audível os sons da sirene da polícia então resolveram desacelerar um pouco para a felicidade dos demais que suspiraram de alívio mais seus corpos permaneciam tensos e as respirações ainda voltavam ao normal.

Nayeon- Misericórdia,me lembre de nunca mais deixar o Kwan dirigir em mais alguma viagem nossa,senhor, quase que meu espírito saiu de mim naquela curva!/O rosto estava pálido e não havia soltado o cinto que segurava ainda.

Yoon-Sook- Eu que o diga,deixei um rim lá trás!/Dramatizou

Kwan se limitou apenas em revirar os olhos em descrença pelos insultos e quando viu uma bifurcação no caminho parou bem no meio dela.

Carro 1

Chun-Hee estranhou a repentina parada de Kwan mas não questionou e parou também.

Yang-Mi saiu em um pulo do carro com a mão na boca tentando evitar a ânsia enquanto Hana saia tremendo e de pernas bambas do carro,Dahyun e Sun-Hee saíram uma apoiada na outra para não desabarem e desfalecerem no chão molhado e com terra escura,Min-Jae saiu com as mãos para cima agradecendo até as nuvens por te sobrevivido,Jiwon saiu meio tonto e se apoiou nos joelhos respirando fundo e Chun-Hee apenas saiu do carro naturalmente como se não estivesse quase a ponto de capotar com o carro em alta velocidade,os outros lhe encaram com fúria e incrédulos pela indiferença do outro.

No carro de Kwan a coisa não foi muito diferente.

Jung-Min saiu do carro com uma sacola de papel na boca para restaurar a respiração quase engolindo o papel,se abanando e olhando para cima para não vomitar,Danbi saía apoiada no carro e não desgrudaria dele tão cedo pois não estava afim de cair,seu olhar era perdido de quem nem sabia onde estava,Adryan nem se deu ao trabalho de verificar onde estavam,saiu do carro feito foguete em direção ao mato e nem estava mais ligando se tivesse que se limpar com as meias...antes elas do que a sua cueca,Nayeon contava de 0 a 30 com os olhos ainda levemente mais abertos e as mãos tremulas,olhava em volta para verificar se não havia morrido no percurso e só estivesse restado o espírito ali se escorando em Sooyun que tinha a mão no coração pensando seriamente que iria ter um ataque cardíaco ali mesmo e Yoon-Sook se jogou no chão murmurando um ''FINALMENTE TERRA FIRME,SENHOR'' abrindo os braços como se abraçasse o chão,só não o beijou pois quase tinha morrido e ainda presava por sua vida e não queria morrer por bactérias do chão,já Kwan saia tranquilamente e despreocupado se apoiando no carro cruzando os braços e as pernas olhando em volta e negando com a cabeça pela cena deplorável de seus amigos quase falecidos jogados pelos cantos ajudando uns aos outros ao redor dos carros

Chun-Hee-Vocês são frouxos!/Murmurou em deboche,sua feição era de puro humor.

Jiwon- Frouxa vai ficar é a sua cara depois de eu arrebentar ela,seu psicopata,ta achando que estava em velozes e furiosos e deu a louca!!/Os outros mesmo que quase mortos riram de raiva de Jiwon que havia se sentado no chão com as mãos para trás o sustentando nem ligando se o chão estava sujo ou não,a feição nada contente no rosto másculo e os olhos verdes vivos transbordando fúria o deixando assustador e ao mesmo tempo sexy e atraente fazendo até as meninas olharem para ele por mais alguns instantes,realmente Jiwon parecia um modelo e quando ficava sério aí que ele arrancava suspiros,mesmo bravo Jiwon olhou para Chun-Hee e disse

Jiwon- O resto deixa que EU dirijo,estou a fim de chegar inteiro de preferência hoje!/Sua voz estava rouca e grossa arrepiando até Yang-Mi que nem prestando atenção na conversa estava,Chun-Hee apenas deu de ombros e concordou ficando na mesma posição que Kwan de pernas e braços cruzados.

Em fim se instalou um silêncio cortante no local,apenas se ouvia as respirações e a fraca chuva que insistia em cair mesmo que não tão forte quanto antes molhado preguiçosamente as pessoas ali expostas. Os minutos se passaram e finalmente Adryan saiu de trás do mato com uma feição satisfeita e esboçando um leve sorriso porém ao ver a desgraça em que se encontravam seus amigos formou uma carranca de desgosto.

Adryan- Pelo amor de Deus,até parece que só estão os corpos aqui...ressuscitem seus molengas já se recuperaram o suficiente!/Saiu batendo palmas despertando todos de seus transes e pensamentos.

Yang-Mi- Ele está pedindo para morrer só pode!/Ela o lançou um olhar mortal de quem iria estourar a sua cara,ele recuou levemente e seguiu em direção aos outros os ajudando a levantar.

Adryan- Vamos,vamos já ficamos de mais por aqui, temos que chegar no acampamento ainda sem moleza...boooooora!/Empurrava todos de volta para dentro dos carros que estavam escancarados pois seus colegas nem se preocuparam em fechar as portas./ Parece que nunca cagaram.../Diz enquanto revira os olhos.

Desta vez seguiam calmos e a chuva ficava cade vez mais forte e infelizmente dificultava a visão,estavam indo muito devagar e metade já estava reclamando de fome novamente,o clima esfriava e suas roupas estavam fora de alcance,suas peles se arrepiavam com o frescor da brisa pelas pequenas frestas das janelas para não ficarem com o carro abafado,o sol se pondo e deixando o céu colorido de azul,laranja,amarelo,rosa e branco com a chuva começando a acinzenta-lo escurecendo,impossibilitando a continuação teriam que parar...mais aonde?

A estrada já se escondia da visão e estava puro breu aquele local o silencio era mortal e ninguém ousava quebra-lo só se ouviam as respirações umas calmas e outras descompassadas.

Foi então que sem aviso prévio uma mão bate forte no vidro de um dos carros.

Todos-AAAAAAAAH!!!/Os olhos se arregalaram e um subiu em cima do outro na direção oposta a mão desconhecida e foi naquele momento que resolveram quebrar o silêncio apenas para dizer...

Jiwon- VAI DAR MERDA!

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo ^-^
.
.
Até a próxima :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...