História The Fucking Heroin - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Tags Deadpool, Marvel, Os Vingadores, Universo Alternativo
Visualizações 48
Palavras 1.389
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIEEE
Sei que tô demorando pra postar os capitulos, mais é que vocês sabem que a Fic esta sendo revisado junto com a minha irmã, e bom, essa pirralha estuda, então né... estudos em primeiro lugar kkkkk

Boa Leitura!

Capítulo 8 - Aprimorados


-Fiquei um tempo ali naquela sala olhando para o nada, eu me sentia estranha, não que eu não fosse, mais sei lá, eu não acreditava que estava fazendo aquilo. Até que ouço passos. Olho para a porta e vejo a ruiva entrando.

-Ah não... será que eu não posso curtir meu momento de reflexão sozinha? -Digo revirando os olhos.

-Eu vi, que você não estava muito bem hoje, então, eu quis ajudar. -Ela dá um sorrisinho.

-Aham, tá. -Digo a encarando séria.

-Ok, na verdade seu pai me implorou pra vir falar com você. -Ela diz e eu reviro os olhos.

-O Wade não é meu pai. -Digo olhando para as unhas.

-Eu sei como deve ser difícil pra você.

-Não, você não sabe, seu pai não ficou fora da sua vida por vinte e dois anos, e de repente, do nada, ele decide procurar você e te transformar em uma super-heróina! Porra, nem super eu sou! -Digo batendo as mãos na mesa.

-Jade, seu pai quer o melhor para você...

-Ah ele quer o melhor pra mim? Ele me mandou tomar no cú a minha vida inteira e quer o melhor pra mim? Quando eu descobri que eu era, "imortal" eu fiquei desesperada, eu era uma criança, que tinha herdado um gene filho da puta do meu pai filho da puta! -Digo levantando da cadeira.

-Jade, você precisa ficar na SHIELD, não há nada que posso faer. -Ela diz e eu a olho.

-É, por que o meu pai desnaturado quer. -Digo me jogando no sofá. -Oh, Natasha? É esse seu nome né? Bom, foda-se, me responde uma coisa, para que motivo, razão ou circunstância vocês querem uma pessoa que nem eu por aqui? -Perguntou olhando ela levantar e parar a minha frente.

-Existem pessoas que querem pessoas como você, ainda mais com o que você tem, a SHIELD vai proteger você. -Ela diz e eu solto uma risada.

-Proteção? Eu não preciso de proteção, ninguém ma mata.- Digo sentando no sofá.

-Eles pegam seu DNA e criam cópias iguais a você, ou injetam o DNA em outras pessoas, eles passam por experimentos, são como ratos de laboratório, os que não aguentam, morrem, e eles jogam em qualquer lugar, ou queimam até não restar nada, os que resistem, viram armas biológicas, e os que conseguiram fugir, são alineados. -Ela diz e eu levo um choque com aquilo.

-Como você sabe disso? -Pergunto levantando do sofá.

-Nós temos uma das cobaias conosco, ela fugiu e o Steve encontrou ela vagando nua pelo Brooklyn. -Natasha diz e eu arqueio as sombrancelhas. -Se quiser pode ir falar com ela, mais eu não sei se ela vai falar com ninguém, ela não falou com nenhum de nós desde que chegou aqui a basicamente uma semana. -Ela diz e eu respiro fundo.

-Onde ela está? -Pergunto.

-Está em uma sala especial, fica no trigésimo andar. -Ela diz e eu respiro fundo.

-Ok. -Digo saindo da sala.

Eu não sei por que, mais algo me diz que eu precisava falar com aquela pessoa.

 

 

 

--------

 

Wade. W POV:

Eu sou idiota, sim eu já sei disso. Jade estava certa sobre o que disse, eu realmente não sou o pai dessa criatura, ela me assusta por ser incrivelmente parecida comigo, e os olhos dela, iguais os da mãe dela, nossa... isso é louco! Mais eu não posso fazer nada contra isso, ela nunca vai me chamar de pai e me dar um cartão de Dia dos Pais com um coração de glitter. Eu realmente não estava sendo eu, havia feito algumas piadas ruins com os Vingadores, e eu nem cantei nenhuma das agentes hoje. Na verdade não fazia isso desde que soube da existência de Jade a mais ou menos uns dois meses.

 

Flashback On:

Wade estava no bar com Weasel (Fuinha) sem fazer nada em uma noite entediosa, o bar já estava fechando e Wade estava morrendo de tédio.

-Como foi com aqueles caras do papel higiênico?

-Foi legal, eu matei um deles com o papel higiênico. -Wade solta uma risadinha sem graça e bebe de uma vez o shot de Whisky.

Um homem entrou no bar, o cara parecia muito estranho, vestia um sobretudo de couro horrível, era negro e careca, e tinha uma tapa-olho.

-Ae Samuel L. Jackson, o bar já fechou. -Wade diz apontando para o cara.

-Eu não vim aqui para beber. -O homem do tapa-olho diz.

-Então veio aqui pra que? Mostrar seu cosplay de pirata? -Wade encara o homem.

-Eu vim conversar com o senhor, senhor Wilson, creio que esta desinformado dos recentes acontecimentos. -O homem diz. -Ou melhor, deveria chama-lo de Deadpool? -O homem diz provocando o Wilson e o mesmo cerra os punhos.

-Como sabe meu nome? -Wade diz e Weasel já fica em mãos o bastão que estava embaixo do balcão.

-Nós sabemos muita coisa sobre você Wilson. -O homem encara sério o mercenário.

-Nós quem? Sua tripulação? -Wade diz e Weasel solta uma risadinha.

-Nós, eu digo, a SHIELD. -O cara olha para Wilson e o mesmo puxa na memória o nome.

-Espera ai? SHIELD aquela agência de espiões que caiu a alguns anos atrás? -Weasel diz cortando o amigo que iria falar alguma coisa.

-É, bom, a SHIELD não caiu, literalmente. -O homem diz olhando de canto do olho para Weasel.

-É, eles estão por trás daquele grupo de Super Heróis que parece que saiu de um quadrinho da Marvel. -Wade diz levantando e colocando o copo encima do balcão.

-Cara, você tá bêbado, vai pra casa, não quero acabar com a sua vida dentro do bar do meu amigo. -Wade diz e o cara levanta da cadeira em que estava sentando.

-Você conhece Jade Wilson? -O homem pergunta caminhando até Wade.

-Não senhor capitão. -Wade zoa com a cara do homem.

-Você pode me chamar de Nick Fury senhor Wilson. -Fury diz encarando o homem ao seu lado. -E bom, eu acho que você conhece sim, afinal é sua filha. -Ele diz e Wade cai na gargalhada.

-Filha? O Samuel L. Jackson pirata, daqui não sai nada que procrie. -Wade diz apontando para "baixo".

-Não é o que esse documento diz. -Fury joga encima do balcão uma papelada com várias informações sobre a possível filha de Wade.

-Você tá de brincaideira com a minha cara. -Wade lê os papeis com a maior preguiça do mundo. Seu sangue congela quando leu o nome "Susan Thorne".

-Eu acho que eu vou... -Weasel iria tirar o bastão de baixo do balcão quando Wade o segurou pelo braço.

-Espera, Susan? -Wade diz e sua cabeça explode.

-Que Susan? -Weasel pergunta boiando.

-A Susan, aquela buta gostosa do The Hills, lembra? -Wade diz e Weasel dá um sorrisinho.

-Ôh se lembro...

-Mais espera, ela não tava grávida, a gente só fodeu uma vez e bom, ela era uma puta. -Wade diz e Fury arqueias as sombrancelhas.

-Eu não viria até esse fim de mundo com documentos confidenciais para mentira alguma coisa. -Fury diz e Weasel o olha de cima abaixo.

-É, Wade, ele não tem cara de que mente não.

-Que se foda, eu não tenho filhos, sou o cara mais sem filhos que você já viu Weasel, como assim? -Wade solta uma risadinha querendo não ecreditar no que lia, mais a cada linha tudo se clareava em sua mente.

 Depois da noite com Susan, Wade foi procura-la algumas semanas depois no The Hills, todo mundo queria ela, ela era a melhor do puteiro, então quase nunca a encontrava livre. Foi quando o dono do lugar disse que a alguns dias antes, Susan havia desaparecido, pegou suas coisas e sumiu, ninguém sabia ao certo o que tinha acontecido, Wade ficou confuso e até o momento de o Pirata Fury aparecer ali, ele não entendia o por que.

Com certeza foi pelo fato de estar grávida, mais aquilo não podia acontecer, Ok... Wade estava meio bêbado, mais não deixar passar isso, ou será que deixaria? Bom, provavelmente deixou, mais ele estava com uma pulga enorme atrás da orelha, Susan era uma vadia, poderia ter um filho com qualquer cliente. Mais o homem parecido com o Sanuel L. Jackson não parecia estar brincando com a cara dele, por que se estivesse, ele era um pirata morto.

-Weasel, fodeu de vez. -Wade diz respirando fundo e encarando o amigo.

Flashback Off:


Notas Finais


Oi genteee!!!
Espero que tenham gostado, comentem ai o que acharam, é muito importante para mim que vocês dêem sugestões, opiniões, criticas (construtivas por favor) Enfim, preciso do apoio de vocês pra continuar.

Só isso, até o próximo cap! Bjs na bunda!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...