História The fugitives - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Visualizações 22
Palavras 6.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Científica, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 24 - Capítulo 24


Fanfic / Fanfiction The fugitives - Capítulo 24 - Capítulo 24

Invasão

 

Os soldados do setor sete estavam mais agitados que o normal, ainda não era meio dia e mais de quatro pessoas foram para a sala de penitencia.

Alguns como Sasori e Hidan apoiavam a ideia de Madara, e não tentavam esconder, ao contrario, já tinham influenciado um grande numero de alunos, o que causou distúrbios no nível três, pois Yahiko ficou sabendo e foi tirar a historia a limpo.

Isso aqui virou um inferno. –reclamava Naruto. –nunca vi o Guy tão irritado.

Ele tem que nos transformar em lutadores excepcionais antes da guerra. –pontoou Hinata. –Sakura foi a única que se deu bem até agora, Tenten já foi mandada pro nível dois.

Cara eu não aguento mais. –choramingou Ino. –prefiro treinar meus poderes, seriam bem mais uteis.

Vocês que tem poderes né. –disse Gaara irritado. –eu preciso ser bom em tudo o resto pra não morrer.

Você não acha estranho ainda não ter despertado suas habilidade? –perguntou Hanabi. –até o burro do meu cunhado tem e você não...

Hey! Me respeita pirralha. –ralhou o loiro mas a morena só deu de ombros.

Eu não sou o único, Sakura também não despertou nada... –lembrou o ruivo.

Mas ela é boa em tudo, estratégia, luta, e só perde em pontaria pra Tenten. –cintou Sasuke. –não que você seja ruim, só não é bom como ela.

Cara, eu sou uma vergonha. –choramingou Gaara. –todo mundo é bom em alguma coisa menos eu.

Pense pelo lado bom, agora que a Sakura não esta você é o favorito do Guy. –disse Ino para tentar confortar o Sabaku.

Chegou a hora. –chamou Kurenai. –Gaara, preciso que vá até o laboratório e diga a Shizune que a espero na ala de treino dos mutantes.

Sim senhora. –o ruivo bateu continência fazendo a Sarutobi revirar os olhos.

Espero vocês em 15 minutos. –avisou a morena. –hoje vão ter o primeiro simulacro para testarem suas habilidades, então se preparem.

Simulacro? Tipo uma luta de verdade?. –perguntou Hanabi animada.

Vocês vão ver quando chegarem lá. –respondeu sorrindo de canto. “Ah mas eles nem imaginam o que os esperava”, pensou a morena.

 

 

別の場所で

 

 

Gaara amaldiçoou todos os santos por ter se perdido entre os corredores, estava tão distraído pensando em seus companheiros, ele também queria ser bom, muito bom em alguma coisa, mas a vida era uma grande vadia que fodia com a sorte dele dia e noite.

Mas que merda, quão grande poderia ser isso? . –reclamava virando mais um corredor, ele estava disposto a perder a dignidade berrando um “socorro” para que alguém o ajudasse, mas travou quando escutou gritos vindo mais a frente. –já estou perdido mesmo. –disse dando de ombros e seguindo em direção aos gritos, um frio percorreu sua espinha quando os gritos se intensificavam, era perturbador pensar nas coisas que poderiam fazer alguém gritar daquela maneira, levou a mao até a boca ao perceber que eram duas pessoas gritando. –seja lá o que for que estão fazendo com elas, é totalmente desumano. –pensou e deu meia volta refazendo seu caminho, seja lá o que for ele não ficaria ali para descobrir.

O que está fazendo aqui?. –Gaara quase teve um infarto quando uma morena vestida com um macacão branco e grandes luvas que seguravam um recipiente que continha liquida esverdeado. – responde garoto, esse setor é restrito!

Desculpa, eu me perdi e não estava mais conseguindo voltar. –não era mentira, porem ele não perguntaria sobre os gritos. –Kurenai me mandou para procurar a Dra Shizune, e acabei me distraindo entre os corredores. –a mulher o encarou com o cenho franzido procurando alguma coisa em seu rosto que denunciasse uma mentira.

Ela esta ocupada agora, mas vou dar o recado, agora saia daqui antes que te mandem para penitencia. –avisou ríspida seguindo para seguindo o seu caminho.

O ruivo até pensou em esquecer os gritos, as roupas estranhas da mulher, a coisa verde dentro do frasco. –eu vou me arrepender, eu sei que vou. –falava para si mesmo indo atrás da mulher.

 

 

別の場所で

 

 

Shizune preparava as cabines preparadas especialmente para aquele tratamento, até entao nunca foi testado em humanos, o que não ajudava muito a medica que era totalmente contra porem tinha ordens e ela estava ali para cumprir ordens e não dar opinião, foi isso o que Ibiki disse.

Preciso que tirem suas roupas. –pediu a morena. –vocês tem certeza que querem fazer isso?. –perguntou pela 6º vez naquela manha e ambas assentiram.

Tenten foi a primeira a se desvestir sendo seguida por Sakura, estava um pouco envergonhada, nunca antes havia ficado nua frente a outra pessoa, “essas não são horas pra frescura”, repreendeu a si mesma tirando o sutiã e cobrindo suas partes intimas com as mãos e antebraço.

E agora?. –perguntou Tenten visivelmente constrangida.

Entrem na cabina. –pediu a medica. –vocês vão sentir muita dor, muita dor mesmo, podem perder o cabelo, sentir enjoo, dor de cabeça, e tudo o que puderem imaginar, podem perder os genes mutantes o fará de vocês pessoas totalmente normais ou pior, podem morrer. –explicou mais uma vez.

Mas se funcionar poderemos vencer Madara. –retrucou Sakura. –eu confio em você Shizune, e você tem que confiar em nos, vamos resistir. –disse positiva.

Tudo bem, vocês vão resistir, vão sobreviver, e vão derrotar o Madara. –repetia como um mantra. –boa sorte. –desejou sincera antes de trancar as portas da cabine. –Sakura Haruno e Tenten Mitarashi, a cabine ficara trancada por 12 horas, uma vez que eu inicie o tratamento não tem como voltar atrás. –explicou e ambas concordaram com a cabeça, Tenten fez um sinal positivo com o polegar sorrindo para a medica. –Iniciar procedimento Genesis em 3, 2, 1... agora!. –ordenou Shizune e Rin com a ajuda de Izumi digitaram o código que permitia a radiação entrar em ambas cabines.

Sakura e Tenten se entreolharam mais uma vez para encorajarem uma a outra, nas primeiras duas horas os efeitos começaram a aparecer em forma de enjoos e dores de cabeça, a Haruno sentou em posição de meditação sendo imitada pela Mitarashi.

Quatro horas depois as dores começaram a se intensificar, os músculos doíam, a carne queimava, os olhos ardiam e sentiam o ar lhes faltar.

Com cinco horas de tratamento as dores se tornaram insuportáveis, os primeiros gritos começaram a ecoar pelo laboratório, Tenten se sentia sufocada, arranhava a própria pele tentando concentrar a dor em um ponto especifico, Sakura vomitava e praguejava por ter comido o bombom que Sasuke havia lhe dado quando a ordem era “nada de comida a partir de agora”.

Seis horas depois os gritos começaram a se intensificar, Shizune se negava a continuar olhando as meninas se contorcerem de dor.

Izumi, preciso que traga mais Uranio. –pediu Rin. –acho que calculamos errado.

Mais? Ninguém, nem mesmo um mutante sobreviveria. –contrariou a morena.

Eu sei, mas se não colocar mais, a cabine pode colapsar. –tentou explicar.

O que esta acontecendo aqui?. –questionou Shizune

Rin quer colocar mais uranio na cabine, elas não vão resistir. –contou Izumi.

E se não colocarmos a cabine vai colapsar e mata-las de qualquer jeito. –pontoou Rin.

Eu calculei três vezes, como isso foi acontecer. –se perguntava a medica. –não temos outra opção...

Isso é ridículo!. –insistiu Izumi mas vendo que não tinha outro jeito ela saiu irritada pisando duro. –mas será possível que ficaram todos malucos nesse lugar. –resmungava saindo do laboratório.

Rin apertou os olhos e cobriu as orelhas com as mãos quando Tenten deu mais um grito, era desesperador ter que escutar tudo aquilo sem poder fazer nada, o coração doía cada vez que uma das garotas batiam no vidro da cabine, os olhos marejados e a pele cozinhada com a radiação.

Sakura sentia que não aguentaria as doze horas suportando aquela tortura, viu um pedaço de sua pele cair no piso frio tentou olhar para onde sua irmã de criação estava e logo se arrependeu, ela parecia estar pior, os grandes olhos amendoados encontraram os verdes da Haruno e ela podia ver o desespero neles, ela também estava.

“Eu sou a radiação”. –conseguiu ler nos lábios da morena e isso lhe deu forças, a rosada lhe devolveu um sorriso e assim continuaram.

Izumi entrou sem dizer nada e posicionou o recipiente que continha o uranio dentro de uma caixa preparada para aquilo, não teve coragem de olhar o estado das meninas por muito tempo, estavam péssimas e cada minuto os gritos aumentavam.

QUE PORRA É ESSA!. –gritou Gaara que entrou sorrateiramente atrás de Izumi. –o que vocês pensam que estão fazendo com elas?. –perguntava irritado.

O que você está fazendo aqui?. –perguntou Izumi desesperada. –você me seguiu!

Você não pode estar aqui!. –ralhou Shizune. –eu vou chamar um segurança.

Chama! Quero ver como vai explicar isso para os outros!. –desafiou o Sabaku. –o que você esta fazendo com elas?!. –perguntou mais uma vez ouvindo os gritos das amigas que ele tanto apreciava.

Elas concordaram. –Rin respondeu seca. –elas queriam esse tratamento.

Tratamento? Que porra de tratamento... –os olhos verdes se encheram de lagrimas quando olhou detalhadamente o estado das meninas. –vocês estão matando elas!

Elas precisavam evoluir. –respondeu Shizune. –é tudo o que eu posso dizer.

Foda-se! Eu vou tirar elas daqui suas malucas!. –Gaara tentou puxar a porta mas ela estava travada, chutava e socava o blindex mas era inútil, em dado momento Sakura o chamou e lhe deu um sorriso “eu vou ficar bem” ele conseguiu ler nos lábios secos e ensanguentados. O corpo do Sabaku escorreu pela porta deslizando até o piso perfeitamente polido.

O tratamento dura doze horas, a porta não pode ser aberta antes que isso. –explicou Shizune. –você acha que eu já não tentei abrir quando vi a carne delas começas a cair?

Porque?. –foi tudo o que Gaara conseguiu dizer.

Elas tem genes mutantes diferentes ao de qualquer um de vocês, e essa era a única maneira de fazer com que as células se manifestem. –explicou Rin.

Tudo isso por causa da guerra? Querem forçar os mutantes a lutarem?. –perguntava indignado. –em que isso nos faz diferentes a Madara?

Você não entende, e não podemos contar. –respondeu Izumi desviando do olhar de desprezo e nojo que Gaara lhes lançava.

Tudo bem, é melhor que você saiba. –suspirou Shizune. –Moegi descobriu que as únicas que podem derrotar Madara são elas, deduzimos que elas podem ter poderes superiores a ele.

Por isso levaram ela. –deduziu o ruivo e Shizune assentiu.

E ontem, Neji teve uma visão onde perdíamos a guerra, todos os nossos soldados dizimados. –continuou e Gaara arregalou os olhos. –acreditamos que podemos mudar isso se elas conseguirem despertar seu lado mutante.

E o que garante que isso vai funcionar?. –perguntou o Sabaku.

Nada. –respondeu sincera. –esse tratamento nunca foi usado antes, o que significa que pode não só funcionar, como também eliminar os genes mutantes do corpo delas e até mesmo mata-las.

Elas concordaram com isso?. –perguntou Gaara olhando mais uma vez em direção as amigas que continuavam gritando.

Sim, elas são muito corajosas. –respondeu Izumi sentando do lado do ruivo. –elas estão aguentando tudo melhor do que imaginávamos.

Elas estão fazendo o que deve ser feito. –Kakashi disse escorado na batente da porta. –confie nelas. –Gaara arregalou os olhos com aquela frase.

Flashback

Onde vocês vão tão cedo?. –perguntou Gaara que havia acordado antes da hora e desceu para beber um pouco de agua.

Fazer o que tem que ser feito. –respondeu Tenten.

Nos vamos voltar. –Sakura disse sorrindo e fazendo um sinal positivo.

­­­­­­­­­­­­______________

Então era isso... –sussurrou ainda vendo as duas amigas, ambas sorriram para ele antes de começar a gritar outra vez.

 

別の場所で

 

 

Kurenai havia recebido o recado de que não teriam Shizune no treino, então chamou o team ômega para auxiliar, Yahiko seria fundamental com o seu poder de cura.

 

Bem-vindos ao setor de simulacro. –disse a Sarutobi . –esse é meu sobrinho, Konohamaru, ele vai me ajudar hoje. –apresentou um garoto de não mais que 16 anos aparentava ser muito simpático.

Um pirralho?. –perguntou Naruto dando risada. –em que ele poderia nos ajudar?

Que tal assim. –respondeu Konohamaru aparecendo do lado do loiro e dando um belo tapa em sua cabeça. –ou assim. –disse abaixando as calças do Uzumaki fazendo todos gargalharem.

Bem, como podem ver, meu sobrinho tem supervelocidade. –contou Kurenai segurando o riso ao ver a cueca furada do loiro. –formem duplas, vamos começar combinando seus poderes.

 Ino e Hanabi, Hinata e Naruto sobrando apenas Sasuke mas logo Kurenai pediu para que Konohamaru a ajudasse.

Nos vamos mostrar como funciona. –disse Konan. –prestem atenção.

 

Kurenai guiou o restante dos alunos para uma cabine segura, uma grande janela com vidro blindado protegia as pessoas que se encontravam dentro dela.

As grossas portas de metal se fecharam deixando dentro do salão apenas Konan e Nagato.

Vejam e aprendam. –disse Yahiko convencido.

Das paredes surgiram varias armas direcionadas aos dois mutantes, os disparos assustaram os novatos mas para Nagato e Konan parecia brincadeira de criança, o Senju criou uma barreira de energia e a Haruno criou asas de papel e se protegeu com elas, logo a azulada criou vários clones e Nagato materializou lanças e as lançou em direção as armas na parede, Konan e seus clones faziam o mesmo trabalho com as espadas de papel, quando tudo parecia ter acabado quatro paredes surgiram do solo os encurralando, as paredes de metal começaram a ganhar uma coloração avermelhada, o metal estava tão quente que a pessoa que encostasse nela seria cozinhada vida!

Caralho!. –soltou Naruto. –eles vão morrer!. –Konohamaru que sempre treinava com o team ômega apenas deu risada do loiro.

Nagato manipulou a agua que passava em baixo deles e Konan com uma estaca feita de concreto fez uma enorme rachadura no chão para que o ruivo pudesse usar toda a agua que circulava por lá, com um movimento de mãos o Senju jogou todo o liquido contra as paredes causando um curto-circuito fazendo com que as paredes que estavam da vez mais próximas deles parassem de se mover.

Eles são bons. –disse Ino.

Agora são vocês. –avisou Kurenai olhando de Ino para Hanabi. –Nagato é um telepata fenomenal, quando precisarem de ajuda ele as guiará, então fiquem atentas. –as duas anbus concordaram com a cabeça.

Estavam indo muito bem, Hanabi aprendeu a controlar a barreira de energia com total maestria e Ino em seu estado diamantino (como ela mesma nomeou sua habilidade de transformar todo o corpo em diamante bruto) era como estar blindada, a loira fazia estacas de diamante e a Hyuga as lançava contra as armas na parede, em dado momento Nagato tentou avisar as duas que o nível de dificuldade aumentaria, mas por algum motivo ele não conseguiu passar a mensagem para a Yamanaka.

Estranho. –sussurrou e Kurenai o encarou. –a Yamanaka, ela esta bloqueando a passagem de alguma maneira, não estou conseguindo me comunicar com ela telepaticamente. –disse ainda incrédulo, nunca antes isso havia acontecido, ele poderia se comunicar com qualquer a quilômetros se assim desejasse.

Interessante. –a morena fez uma nota mental sobre o assunto e seguiu observando a sincronia das meninas, Hanabi se aproximou para avisar que o nível de dificuldade aumentaria, pois percebeu que a loira estava muito descuidada, Hanabi usou seu poder de manipulação da gravidade para levantar a Yamanaka do chão e seu poder de voo quando o piso foi aberto, terminaram o simulacro com muitas dificuldades pois a loira não recebia as mensagens por parte do ruivo.

Porque você não se comunicou comigo também?. –ralhou a loira. –poderíamos ter terminado muito mais rápido se você me avisasse...

Eu não conseguia. –cortou o ruivo. –por algum motivo você é imune a minha telepatia.

O que? Isso não tem o menor sentido. –retrucou a Yamanaka. –porque eu seria imune?

Tenho uma teoria. –interrompeu Kurenai. –Nagato poderia tentar mais uma vez?

O ruivo assentiu e tentou usar sua telepatia mais uma vez “loirinha irritante” foi o que ele disse e viu a boca de Ino se abrir e o franzir o cenho.

Irritante você!. –respondeu irritada.

Não entendo, aquela hora eu não estava conseguindo. –disse o Senju.

Agora quero que volte a sua forma diamantina. –pediu a morena e assim Ino fez. –tente usar sua telepatia novamente. –e assim Nagato fez e mais uma vez não conseguiu se comunicar com a loira, ela balançou a cabeça em negação e dando de ombros. –como pensei, parece que você pode bloquear qualquer telepata quando está nesse estado, isso é bom, muito bom. –explicou. –agora são vocês. –apontou de Naruto para Hinata.

Dessa vez não ouve nem um inconveniente, as habilidades de Hinata para materializar qualquer tipo de armas era fenomenal, e Naruto surpreendeu a todos fazendo uma incrível barreira de gelo, ele também podia transformar seu corpo assim como Ino, o que o fazia imune aos raios que uma vez ou outra o acertavam, a química com Hinata não era só no relacionamento, os dois eram ótimos companheiros de luta, não foi surpresa para ninguém que tivessem acabado rapidamente os três níveis de dificuldade.

Quero ver vocês superarem essa. –disse Naruto ao entrar na cabine. –mandamos bem!

Hinata mandou bem, em um campo de batalha você estaria morto nos primeiros 5 minutos, colocou sua companheira em risco varias vezes, lembre-se, você é blindado ela não. –corrigiu Kurenai. -Hinata, tente ser mais confiante, suas habilidades de combate são espetaculares, mas você estava mais preocupada em proteger o seu namorado do que a si mesma, na guerra você não vai ter tempo para isso. –suspirou dessa vez olhando para todos. –em uma guerra vocês devem lutar para se manterem vivos, eu sei que vocês ainda tem o conceito errôneo de que um soldado deve ser um herói e se sacrificar para salvar a vida de outra pessoa, mas nem sempre é assim, vocês vão ver vários companheiros morrer, e não terão tempo para chorar ou se lamentar, vocês vão ter que continuar lutando, e as vezes por mais que vocês desejem se sacrificar por outro, isso não será possível. –seu olhar agora estava perdido como se lembra-se alguma coisa. –o que vocês fariam se um amigo estivesse encurralado e a beira da morte? Você sabe que se você tentar resgata-lo vai terminar da mesma forma, então, tudo seria em vão e a Anbu perderia não só um soldado, tudo porque romantizam o suicídio chamando de heróis aos poucos que sobrevivem. –ninguém contrariou, porque ninguém sabia o que dizer e porque ninguém sabia o que faria em uma situação parecida. –agora são vocês. –Kurenai resolveu quebrar o clima tenso que havia se formado, ela sabia que foi dura, mas era necessário um golpe de realidade para que tomassem mais a serio o treino.

Sasuke e Konohamaru entraram sérios, o Uchiha não queria demostrar seu nervosismo, pois ainda não controlava seus poderes tão bem como Naruto ou Ino.

Relaxa cara, eu tenho uma ideia. –disse o Sarutobi. –eu estudei seus poderes, então eu meio que entendo como eles funcionam, se a coisa ficar feia você pode nos mandar para outra dimensão. –o moreno mais velho assentiu e assim o simulacro começou.

Em questão de segundos Konohamaru se desfez de todas as armas na parede, quando o chão se abriu o Uchiha os enviou para outra dimensão.

Agora o que vamos fazer?. –perguntou Sasuke. –ficar aqui até morrer de tedio?

Não seja pessimista, você não consegue ver o tamanho do seu poder?. –perguntou serio. –você pode fazer qualquer coisa com ele, tente materializar alguma coisa como Hinata faz, tipo um escudo. –pediu e mesmo relutante o moreno o fez e se surpreendeu quando de fato ele conseguiu. –eu acho que sua habilidade é parecida com a do seu irmão, só que melhorada, enquanto ele apenas consegue criar ilusões, você pode criar objetos reais. –explicou o Sarutobi.

Como você sabe disso?. –questionou confuso, não nega que pensou que o garoto fosse um completo idiota depois do que fez com seu amigo Naruto.

Bom, supervelocidade não é lá aquelas coisas, mas se for bem usado tem muitas vantagens, como ler seu historias em 2.5 segundos, raciocinar mais rápido, regeneração rápida, entre outras coisas. –respondeu dando de ombros. –agora vamos voltar e mostrar quem é o fodão. –brincou arrancando uma risada de canto do Uchiha.

Quando voltaram foi questão de minutos conseguirem terminar o simulacro, Sasuke parecia mais confiante e isso ajudou bastante, deixou todos de boca aberta quando abriu vários portais e deles varias lanças acertavam os robôs que os cercavam, Konohamaru ria enquanto degustava uma maça que seu mais novo amigo materializou para agradecer seus concelhos.

Manipulaçao de realidade. –pensou Sasuke. –é, até que posso me acostumar com isso.

I ain't gonna be just a face in the crowd

You're gonna hear my voice when I shout it out loud

It's my life

It's now or never

Eu não serei apenas um rosto na multidão

Vocês vão ouvir minha voz quando eu gritar bem alto

É a minha vida

É agora ou nunca

It's my life – Bon Jovi.

Muito bem Uchiha, não sabia que era capaz de fazer aquilo. –parabenizou Kurenai. –mas suponho que teve uma ajudinha. –disse dando uma piscada para seu sobrinho que corou fazendo os outros rirem. –Yahiko, cure os ferimentos deles e depois estão liberados, voltamos as cinco da tarde, quero fazer mais algumas combinações. –avisou saindo pela porta. –Asuma e Ibiki estão esperando por vocês, ele quer fazer uns testes daqui a uma hora, então aproveitem para tomar banho e descansar um pouco.

Sim senhora. –bateram continência fazendo a morena revirar os olhos, odiava quando faziam aquilo e eles sabiam.

Eu to morta!. –choramingou Hanabi.

Me pergunto o que o Gaara esta fazendo. –pensou alto a Yamanaka.

Anda pensando muito nele ultimamente Ino. –provocou a Hyuga mais nova sorrindo maliciosa.

E se eu estiver?. –retrucou andando pelo corredor, virou para ver quem mais a estava escutando mas viu que a maioria ficou para trás conversando ou no caso do novo casal, namorando. –sabe, esses dias ele fez uma coisa bem estranha... –comentou ganhando a curiosidade da perolada. –ele me cercou e falou coisas sobre estar gostando de alguém.

Ele gosta de você, eu já disse. –Hanabi revirou os olhos, mas será possível que todos sofriam da mesma lerdeza?. –vocês precisam abrir o jogo, não sabemos se vamos voltar daquela guerra e vocês ficam enrolando.

Eu gosto dele. –confessou a loira e Hanabi resmungou um “não me diga”. –só não quero me iludir, vai que é só coisa da minha cabeça e ele continua apaixonado pela Sakura.

Esquece isso, ele nem se importou quando contei que vi Sasuke e Sakura no maior amasso. –disse gesticulando com as mãos. –sabe o que é? Vocês precisam de um empurrãozinho e eu vou dar.

Tenho medo quando você fala assim. –disse Ino e a morena gargalhou alto.

Deixa comigo loirinha, eu tenho meus métodos infalíveis. –disse sorrindo largo.

 

 

別の場所で

 

 

Gaara não havia saído do laboratório, talvez fosse masoquismo ver suas amigas naquele estado, a uma hora elas haviam desmaiado.

Porque não vai tomar banho e comer alguma coisa? Ainda faltam 4 horas para o tratamento terminar. –Izumi pediu gentilmente.

Eu não vou sair daqui. –respondeu seco. –e não tenho fome.

Tudo bem. –disse a morena se afastando.

Elas estão reagindo bem. –Shizune observou. –os batimentos estão normalizando assim como a respiração.

A pele também está completamente regenerada. –Rin olhava atentamente através do vidro. –não perderam cabelo, o que é bem estranho.

Elas são fortes. –disse Izumi com um sorriso doce. –vocês acham que funcionou?

Vamos rezar para que tenha funcionado. –disse Shizune.

O que é isso?. –Rin se assustou quando vários objetos de metal começaram a se mexer. –mas o que?

Ay!. –gritou Gaara quando uma caneta o acertou bem na testa. –mas que porra!. –o local virou um caos total quando tudo e qualquer objeto feito de metal ia em direção ao Sabaku. –o que é isso?

Péssima hora! Sai daqui, rápido, ou as maquinas vão estragar. –pediu Shizune. –Izumi leve ele até o outro laboratório e faça os exames correspondentes. –ordenou.

Mesmo relutante Gaara obedeceu saindo do laboratório, atraindo mais e mais objetos em sua direção.

Preciso que se acalme! Ou só vai atrair mais dessas coisas. –pediu Izumi. –parece que despertou seus poderes.

Justo agora?. –reclamou. –mas que porra!. –gritou quando um cabo de vassoura o acertou no rosto.

Respira Gaara, respira. –falava Izumi. –se você continuar irritado não vai conseguir controlar o seu magnetismo.

Magnetismo?. –questionou confuso, então esta isso?

Parece que você pode manipular objetos de metal, isso é legal, mas se você não se controlar vai acabar se machucando. –avisou a morena.

Ótimo. –respondeu suspirando. –só tenho que me acalmar, não pode ser tão difícil. –disse para si mesmo.

Better stand tall when they're calling you out

Don't bend, don't break, baby, don't back down

It's my life

It's now or never

É melhor estar alerta quando eles te convocarem

Não se curve, não ceda, querida, não recue

É a minha vida

É agora ou nunca

It's My Life – Bon Jovi

 

別の場所で

 

 

Faltavam apenas 20 minutos para que o tratamento concluísse, as mulheres no laboratório estavam ansiosas para ver o resultado.

Gaara já esta melhor, disse que vai tomar um banho e voltar. –comentou Izumi assim que voltou ao laboratório.

Magnetismo, nunca antes vi um mutante com essas habilidades. –observou Shizune.

Parece que esse grupinho tem mutantes com habilidades excepcionais. –disse Rin. –Kakashi disse que um deles pode manipular a realidade ou algo parecido.

Incrível e perigoso. –pensou Izumi. –eles dependem muito de suas emoções, caso algum deles cair durante a guerra, não sabemos até que ponto pode influenciar em seus poderes, eles são muito apegados uns aos outros, Gaara despertou seu poder por estar triste, talvez com raiva, e foi muito difícil fazer com que ele fique calmo.

E olha o que ele fez. –disse Rin apontando para a porta de metal totalmente amada. –isso foi preparado para suportar uma explosão, e ele fez esse estrago só por estar triste, imagine como vai ser quando ele conseguir controlar sua habilidade.

Asuma e Ibiki estão providenciando um treinamento psicológico, não concordo com os métodos deles, mas é necessário. –contou Shizune. –quatro horas diárias vendo os amigos morrerem em um simulacro...

Isso é horrível! Eles pretendem traumatizar essas crianças?. –Izumi disse abismada. –eu sinto pena deles, estão colocando o destino da humanidade nas costas de pessoas que deveriam estar indo em festas e terminando o colégio.

Devemos fazer o que tem que ser feito. –respondeu Rin e mais uma vez o silencio reinou no laboratório.

Faltando cinco minutos para que a cabine fosse aberta, Gaara entrou ao laboratório um pouco envergonhado pelo que aconteceu, mas Izumi tentou acalma-lo dizendo que era normal, e contou que quando ela despertou sua habilidade foi mais vergonhoso, pois ela podia ficar invisível, então em uma de suas missões ela se assustou e perdeu o controle ficando nua frente aos outros soldados, o Sabaku gargalhou alto e agradeceu a paciência da enfermeira.

As portas abrirão em 3, 2, 1... –Shizune deu o comando e as portas foram abertas, Sakura e Tenten continuavam desacordadas, Gaara ajudou trazendo macas para levarem as meninas até a ala medica.

Você poderia ser mais discreto? Elas não vão gostar de saber que você as viu nuas. –brincou Rin fazendo o ruivo corar, ele estava tão preocupado e ansioso que sequer se tocou que as amigas estavam literalmente como vieram ao mundo.

Com um pouco de esforço as enfermeiras colocaram as garotas sobre a maca e as cobriram com um fino lençol.

O que farão agora?. –perguntou Gaara andando lado a lado com a medica.

Vamos fazer alguns exames, verificar se não ouve nem um efeito colateral, acredito que elas acordarão amanha.

Amanha? O que eu vou falar para os meus amigos?. –isso era algo que estava incomodando o Sabaku, odiava guardar segredos, era péssimo nisso.

Diga que elas comeram uma coisa estragada, eles vão acreditar. –disse Izumi dando de ombros.

Gaara acompanhou cada procedimento medico, mesmo sem ser convidado sentou em uma cadeira do lado de Shizune enquanto ela estudava as amostras de sangue.

Você não vai sair daqui enquanto eu não dizer que elas estão bem não é?. –não era uma pergunta, Gaara apenas deu de ombros e continuou observando as amigas através do vidro.

Uma hora depois, Shizune levantou com um enorme sorriso, abraçando o ruivo que ficou perplexo com tal aproximação.

Conseguimos! O tratamento funcionou!. –repetia sem parar, Izumi e Rin também davam gritinhos e pulos de alegria e alivio.

Vamos ver. –Izumi sentou para ver com os próprios olhos que se arregalavam a cada linha ¡. –isso é impossível!

Acredite, nada mais me surpreende. –disse Rin atrás da morena. –os genes mutantes dominaram completamente o corpo delas.

Como assim? Será que vocês podem falar a mesma língua que eu?. –perguntou Gaara.

Veja isso. –disse Shizune mostrando um holograma. –essa é a célula de um humano, essa é a de um mutante, como pode ver, as cadeias de DNA de um mutante normal são 4 e as de um humano 3, e essa é a estrutura celular de suas amigas antes do tratamento, apenas duas cadeias, em um teste que fizemos antes de iniciar o tratamento, uma vez expostas a radiação elas mutaram para isso. –explicou mostrando outra imagem. -6 cadeias, mas agora, com o tratamento concluído, elas ficaram assim. –indicou o holograma da amostra atual. –oito cadeias, as células estão se regenerando cada vez mais rápido, o que indica que elas podem acordar ainda hoje. –concluiu batendo palmas.

Não entendi nada mas parece que isso é muito bom!. –disse Gaara abraçando a medica. –eu vou procurar alguma coisa para comer, estou morrendo de fome, vocês querem alguma coisa? Tudo bem, vou trazer alguma coisa boa, talvez até uma cerveja para comemorar. –o ruivo falava sem parar fazendo as enfermeiras rirem.

Ele é uma gracinha. –disse Izumi rindo do Sabaku que saiu cantando alguma coisa sem sentido.

 

 

別の場所で

 

 

No refeitório um grupo se encontrava visivelmente cansado, Ino não conseguia levantar uma colher e os olhos ainda estavam distantes.

Aqueles idiotas, como puderam nos torturar por quatro horas assistindo aquilo. –reclamava Hanabi.

Como se eu realmente fosse deixar um de vocês morrer. –resmungou Naruto.

Temos que estar preparados para qualquer coisa. –disse Neji. –não sabemos o que nos espera na guerra.

Como você se sentiria se fizessem você ver a Tenten morrer milhares de vezes?. –retrucou Naruto, o Hyuga nada respondeu, apenas empurrou seu prato sem a mínima vontade de continuar na mesa depois daquilo.

Sasuke esperou o Hyuga responder mas nada veio, estranhou o comportamento do moreno, há dias ele não participava nas reuniões e andava distante, como se evitasse falar com eles.

Algum problema Neji?. –perguntou Hinata, mas antes que o irmão responda alguma coisa Gaara chegou eufórico.

Vocês não vão acreditar no que aconteceu hoje. –começou mas logo lembrou que não poderia contar a maior parte então apenas pegou uma colher. –finalmente eu despertei meus poderes. –com um movimento de mãos ele entortou a colher e sorriu vitorioso esperando alguém fazer algum comentário. –vocês ouviram o que eu disse?

Desculpa Gaara, só estamos muito cansados. –disse Ino. –bom, agora você vai ter o mesmo treinamento, então vai nos entender.

Nossa, pelo visto hoje pegaram pesado com vocês. –deduziu sentando ao lado da loira.

No nosso nível não foi muito diferente, eu quebrei duas ou três costelas. –reclamou Deidara. –santo Yahiko e o poder de cura. –disse levando as mãos para o alto fazendo algumas pessoas rirem.

Continuaram reclamando sobre o trino pesado, e perguntaram a Gaara o que ele tinha feito o dia todo, ele apenas disse que ajudou Shizune em algo importante e que não podia contar, não era mentira e conseguiu driblar os amigos.

Tudo estava indo bem até que um barulho ensurdecedor fez todos se jogarem ao chão, uma gargalhada alta ecoou pelo refeitório fazendo todos se encararem confusos, depois disso ouve um tremor que fez algumas paredes racharem e alguns pilares caírem o que fez o teto desabar, o team Ômega imediatamente realizou uma barreira que protegeu a todos, assim como Hinata, Hanabi, Sasuke e Naruto.

O que você faz aqui?!. –gritou Nagato.

Eu disse que iria atrás de você não disse?. –respondeu Madara e jogou uma parte da parede em direção ao ruivo, mas Konan e Yahiko conseguiram desviar para longe.

Eu vim fazer um convite especial. –começou o discurso. –eu sei que vários de vocês, os mais sensatos e inteligentes diga-se de passagem, concordam comigo, nos mutantes não temos o porque de viver escondidos, somos os seres evoluídos e não deveríamos ter medo a uma raça inferior. –disse não ocultando seu desprezo contra os humanos. –então, quem quiser estar do lado vencedor, que venha ate mim, e eu os farei mais poderosos do que já são.

NINGUEM SE MEXE!. –uma voz autoritária surgiu ao final do refeitório. –você sabe que não tem chances contra nos, por isso quer nos dividir. –acusou Sakura vestindo a roupa hospitalar com Tenten em seu enlaço.

Fiquem quietos!. –ordenou Tenten vendo que Sasori e Hidan junto com alguns outros mutantes caminhavam até Madara. –não ousem trair quem lhes acolheu um dia!

Nos temos o direito de escolher de que lado queremos lutar. –respondeu Hidan. –e eu não vou ficar no grupo que vai morrer.

Você está enganado, a Anbu vai ganhar essa guerra. –retrucou a Haruno.

Não é isso o que você viu, não é meu caro Neji?. –provocou Madara. –porque não conta a eles sobre a sua visão?

Que visão?. –perguntou Sasuke.

Sobre o futuro, onde todos vocês morrem, inclusive sua amada namorada. –continuou provocando. –anda Neji, conte a eles.

Como você sabe disso?. –questionou irritado.

Ele é um telepata. –respondeu Konan. –ele está lendo nossas mentes para usar isso contra nos e nos dividir.

Se não acreditam em mim, e no meu poder, perguntem a Uzumaki, diga eles o que você esta sentindo. –disse Madara direcionando seu olhar ate Karin que o encarava assustada, o moreno gargalhou alto. –viram só, vocês não tem chances contra mim, escolham o lado que ira ganhar e poupem a suas vidas.

CALA BOCA!. –gritou Sakura. –eu vou acabar com você!

Que falta de respeito com o seu próprio pai querida. –provocou rindo da expressão confusa da Haruno. –ops, acho que você não sabia disso.

Seu desgraçado! Eu nunca seria filha de alguém como você!. –respondeu nervosa.

Então veja com os próprios olhos. –disse aparecendo frente a rosada, segurou sua cabeça com ambas mãos e invadiu sua mente.

E ela viu, viu quando Mebuki e ele começaram a ter um caso, também viu quando Madara matou Kizashi, pouco depois matou sua mãe e Anko, ele mostrou tudo.

Junte-se a mim Sakura, seu lugar é estar do lado do seu pai, do lado dos poderosos. –disse serio. –eu odiaria ter que matar a minha própria filha.

V-você é um monstro. –sussurrou a rosada com os olhos marejados. –eu me recuso a acreditar...

Tenten aproveitou a distração de Madara e usou sua habilidade de roubar os poderes de seu inimigo, Madara urrou furioso quando percebeu o que a Mitarashi estava fazendo a lançando para longe.

Sua vagabunda! Eu devia ter imaginado que você era a filha de Anko!. –vociferou estrangulando a morena. –não vou cometer o mesmo erro duas vezes, vou acabar com você agora.

LARGA ELA!. –Neji gritou partindo para cima dele, mas Madara controlando os poderes de Naruto o congelou da cintura para baixo, logo o caos se formou, Madara era muito poderoso, controlava a todos fazendo uns atacarem os outros, Sakura olhava tudo sem saber o que fazer, Sasuke viu o estado da rosada e correu para tira-la daquele lugar, mas quando estava a dois metros, uma estaca atravessou seu peito diante dos olhos verdes, a Haruno gritou desesperada em direção ao  moreno, mas já era tarde, os grandes olhos negros que ela tanto amava estavam opacos.

VOCÊ TIROU DE MIM TUDO O QUE EU TINHA!. –gritou com lagrimas nos olhos.

Karin que estava escondia arregalou os olhos quando sentiu uma intensa energia invadir o refeitório, ilhou em direção a Haruno que estava envolta por um manto vermelho e Sasuke em seus braços. –que poder extraordinário. –disse para si mesma.

Os olhos antes verdes agora estavam vermelhos, a fúria estampada em seu rosto fez Madara soltar Tenten que caiu sendo amparada por Ino que estava em sua forma diamantina, Sakura saiu do chão deixando o Uchiha deitado sobre o mármore frio protegido por uma barreira de energia.

Só uma filha minha poderia ter tamanho poder. –disse Madara com um toque de orgulho. –junte-se a m....

Uma espécie de raio vermelho acertou o rosto o moreno fazendo-o atravessar a parede, ele se levantou rindo alto e foi acertado mais uma vez.

Você é poderosa filha, mas não tanto como eu. –afirmou derrubando o teto sobre ela.

Mas a Haruno foi rápida e com a energia envolta em seu punho direito ela socou o grande pedaço de cimento sobre ela, partindo-o em mil pedaços, mais uma vez lançou um raio, porem, desta vez mais potente, fazendo Madara atravessar mais uma parede.

Temari chegou com a mesma roupa hospitalar ajudando a rosada lançando rajadas elétricas contra o homem.

Você vai precisar disso. –Ino apareceu cobrindo a cabeça loira com uma espécie de capacete adamantinado.

Temari viu que a maioria dos mutantes já contava com um parecido, continuou se aproximando ficando lado a lado da rosada e intensificou os raios.

Eu vou te matar!. –gritava a loira.

Gaara usou uma viga que estava presa entre uns entulhos e acertou Madara com ela, mas o moreno conseguiu se proteger e o lançou de volta contra o ruivo deixando o mesmo inconsciente.

Já chega de brincadeiras!. –surtou Madara e um manto parecido com o da Haruno envolveu seu corpo, uma energia poderosa lançou ambas meninas para longe fazendo-as bater contra a parede. –vocês acham mesmo que são pareôs contra mim? Não sejam ridículos!

Os mutantes que em um momento se encontravam confiantes ao ver o poder da Haruno, agora recuaram, Madara levitou mas antes de ir fez o seu convite mais uma vez.

Vocês já viram que essa guerra já esta perdida para a Anbu, quem quiser ir comigo pode atravessar esse portal. –disse Madara abrindo um portal como havia dito. –ele fechara em 60 segundos. –avisou passando por ele.

Foi mal galera. –disseram alguns soldados atravessando o portal, sendo seguido por mais alguns.

Eu não quero morrer. –disse Sasori. –recomendo que façam o mesmo, se não querem acabar como ele. –apontou em direção ao Uchiha que continuava envolto pela capsula de energia.

Seus covardes!. –gritou Hanabi.

Deixe eles escolherem. –disse Hinata. –vamos ajudar os nossos.

Sakura correu até Sasuke dispersando a barreira.

O que eu fiz. –apertou o moreno contra seu peito, manipulando a estaca a retirou do peito do Uchiha. –eu não fui capaz de te proteger. –chorou . –não consegui dizer que te amava, me perdoa. –falava entre soluços.

Sasuke!. –sussurrou Itachi com os olhos arregalados cheios de lagrimas que caiam sobre sua face.

 

my spirit's sleeping somewhere cold,

until you find it there and lead it back home.

(Wake me up.)

Wake me up inside.

(I can't wake up.)

Wake me up inside.

(Save me. )

Call my name and save me from the dark.

(Wake me up. )

Bid my blood to run.

(I can't wake up. )

Before I come undone.

(Save me. )

Save me from the nothing I've become.

Now that I know what I'm without

you can't just leave me.

Breathe into me and make me real.

Bring me to life.

Meu espirito dorme em algum lugar frio

até que você o encontre e o leve de volta pra casa

(Acorde-me.)

Acorde-me por dentro

(Eu não consigo acordar.)

Acorde-me por dentro

(Salve-me.)

Chame meu nome e salve-me da escuridão

(Acorde-me.)

Obrigue meu sangue a fluir

(Eu não consigo acordar.)

Antes que eu me desfaça

(Salve-me.)

Salve-me do nada que eu me tornei

Agora que eu sei o que eu não tenho

Você não pode simplesmente me deixar

Respire através de mim me faça real

Traga-me para a vida

Bring Me To Life – Evanescence 


Notas Finais


Não me matem porfavor kkkkk
Então, finalmente Sakura entrou em ação!
Vamos as explicações.
Gaara terá os mesmo poderes que Magneto (acho que nem precisava dizer) Gaara poderá manipular o elemento Ferro, então qualquer coisa que contenha esse elemento ele pode usar como arma, além de molda-los como bem entender, também é um mutante do tipo Telepata, nível ômega. (um dos mais poderosos do universo Marvel e achei que ele super combina com o Gaara)
Konohamaru tem as mesmas habilidades que Pietro, podendo superar a velocidade do som.
Sakura (finalmente) terá os mesmos poderes que nossa Wanda/Bruxa ou feiticeira Escarlate, sendo uma das mutantes mais poderosas do universo Marvel, ela tem habilidades de projetar campos de força, manipulação de probabilidades, dominação de habilidades, ilusionismo, manipulação de memoria, telepatia, feitiçaria, manipulação mental, telecinese, ressurreição, manipulação catastrófica, manipulação magica da realidade, distorção da realidade, magia do caos, etc. podem ver mais um pouco aqui (https://www.wattpad.com/316205140-feiticeira-escalarte-wanda-maximoff-poderes-e)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...