1. Spirit Fanfics >
  2. The Future - Interativa >
  3. Começa a caçada

História The Future - Interativa - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoal! Como está todos? Eu sinceramente espero que estejam bem!!!!

Então primeiramente espero que todos estejam se protegendo do Coronavirus e se alguém de sua família ou você mesmo estiver com suspeita e eu peço a Deus que não esteja, me avisa por gentileza.

Bem o capítulo um pouco mais grande do normal e eu terei que dividir, porque ficaria muito cansativo para mim e para vocês.

Eu espero que gostem e nós vamos nos ver na nota final.
Ah! Um lembrete uma parte do capítulo será melhor vocês escutarem com a música que deixarei o link no final.

Qualquer erro peço desculpas e me avisem que vou logo corrigir.

Boa leitura ♥️

Capítulo 6 - Começa a caçada


Fanfic / Fanfiction The Future - Interativa - Capítulo 6 - Começa a caçada

Todos queriam estar surpresos com aquilo que a loira havia dito, mas sinceramente não estavam, já que muitas escolas poderiam e faz teste semelhantes com aquilo. Gabriel sabia disso e com isso, ele começou a pensar sobre essa possibilidade de que a pegadinha não era só aquilo, pois Emile já havia deixado claro na divulgação do teste que não seria apenas aquilo, mas algo que deixasse a instituição Darwin.

_ Mas tenho a sensação que essa pegadinha seja apenas isso.- falou Gabriel enquanto colocava sua mão sobre seu queixo.

_ O que sugere?- perguntou Catarina.

_ Que a pegadinha seja dividida em fragmentos, para que assim as pessoas não achem facilmente a resposta e fique mais sensitivos a falhar no teste.- falou Annelise depois de pensar muito se deveria dizer algo, mas vendo que no final se não mostrasse o que achava daquilo tudo, poderia pôr em risco para passar no teste.

_ Tem toda razão.- falou Reyna com um tom animado.- Faz total sentido, afinal colocar as coisas espalhadas como um quebra-cabeça deixa as coisas mais complexas.

_ Aposto que a pegadinha em si está ligado a pérolas.- falou Catarina.- Ela deu muitas explicações sobre elas e deixou bem claro que teria preto e brancas, mas sendo que eu já viu uma de longe na cor rosa. Ela falou que a preta elimina a gente, então deve as pretas nos permite passar no teste. 

_ O que te leva a ter tanta certeza nisso?- perguntou Gabriel.

_ Pelo o fato deles não terem nos dado nada para comprovar que estamos coletando as pérolas certas e não falsificando, já que estamos perto do mar e fazer isso seria fácil, já que apresenta um tempo de 24 hora.- Falou Catarina com total segurança.

_ Então por onde devemos procurar?- perguntou Annelise.

_ Por onde seja um local perigoso e que muitos não tentaria se aproximar.- falou Reyna com os olhos brilhando enquanto ela dava pequenos pulinhos empolgada.

_ Você não está querendo dizer…- falou Gabriel com pouco de dificuldade e engolindo seco no final.

_ Sim. Devemos ir para aquele vulcão.- falou Rayla enquanto apontava para o vulcão, que se mostrava está adormecido.

_ Então o que estamos esperando! Vamos lá!- Falou Catarina empolgada.

“_ Deus tenha piedade da minha alma.” Pensou o garoto e Annelise.

_ Gabriel você fica encarregado do Ethan.- mandou Catarina com uma expressão séria para o garoto.

Gabriel não disse muita coisa e concordou, já que ele sentia a necessidade de se mostrar útil para o grupo, afinal ele não tinha poderes nenhum e não queria ser um fado. Gabriel tinha um objetivo que era mostrar que mesmo aqueles que não tem poderes podem se tornar um herói.



°°°


Bem o grupo na praia já estava se movendo para para uma pequena porção de terra que ficará próximo da Ilha de Isabela, poderia se considera uma mini ilha, por assim dizer. Os cinco haviam percebido algo, quando Hisoka falou que tinha percebido algo na entonação de voz da diretora quando ela falava sobre as personas e quando Miguel explicou como o japonês estava falando certo, então Alison havia dado uma sugestão que era arriscada, mas ainda certa.


_ Se então as pérolas negras são as corretas, não será fácil de achar.- falou a morena.

_ Possivelmente.- comentou Hisoka com um tom calmo.

_ Temos que levar em consideração que elas não estejam desprotegidas.- falou Lorenzo.

_ Talvez tenha robôs como no teste da UA.- comentou Ártemis.

_ Mas o problema que não sabemos onde começar.- falou Miguel pensativo.

Com aquelas palavras Miguel pôs todos a pensar em como poderia está escondido as pérolas, porque um local fácil de se ver e encontrar não seria boa possibilidade, bem era isso que quase todos pensava naquele momento.

_ Tenho uma ideia onde pode está.- falou Alison ganhando atenção de todos.- Aqui próximo tem uma pequena ilha e se tiver lá as pérolas?

_ É uma boa sugestão.- falou Ártemis enquanto flutuava poucos centímetros do chão.

_ Mas ela não é meio óbvia demais?- questionou Miguel.

_ Além que não é meio arriscado ir até lá.- comentou Hisoka.- Já que não sabemos se lá faz parte dos limites do teste.

_ Sim, mas nossa bolha estourou no meio do oceano ou mar? Seja como for, se aquilo não fosse uma dica?- falou Alison que mostrava não querer mudar de idéia.- Eu tenho certeza que lá irá ter uma pista e se não tivesse nos limites, então por que nos deixar tão próxima dela?

_ Ela tem um bom álibi.- falou Lorenzo.

_ Mas o único problema é ir até lá.- falou Ártemis.- A menos que fazemos uma espécie de bote a vela ou a remo.

_ Não precisa disso, posso criar o Albert e fazer que ele seja o nosso bote.- falou Lorenzo.

_ Albert?

_ Aquele urso que me trouxe até aqui, mas vai demorar um tempo para poder trazê-lo aqui.

_ Eu posso ajudar.- falou Alison.- Minha individualidade é ter uma grande força física e posso ajudar a nos levar mais rápido, mas também preciso de um descanso.

_ Quando estivemos chegar lá, eu posso ir na frente e ver o que vai está nos esperando.- falou Ártemis empolgada e fazendo ela flutuar e ficar um metro de distância do chão.

_ Posso tentar criar bestas para ajudá-la, caso encontre alguma coisa que sirva como tinta.- falou Miguel.

_ Pra que a tinta?- perguntou Lorenzo.

_ Minha individualidade é realidade artística, basicamente posso dar a vida a tudo aquilo que vem da arte em resumo, mas para dar vida algo eu preciso de tinta.- explicou Miguel.

_ Eu posso ajudar com isso.- respondeu Hisoka com um tom por milagre não mostrando está com tédio.- Enquanto Lorenzo e Alison descansa, acho que devemos ir em busca de algo para comer e um meio de iluminação para a noite.

_ Alguém tem que ficar aqui para ajudar os dois caso aconteça alguma coisa.- falou Lorenzo.- Alison você pode ficar e ajudar os dois?

_ Claro.- respondeu a garota.

_ Hisoka e eu vamos cuidar de trazer  lenha e tudo que for comestível. Alguém sabe fazer fogo?

_ Não se preocupem com isso, enquanto tiver a iluminação do sol vai ser fácil para eu criar o fogo.- falou Ártemis enquanto levantou sua mão e criou chamas em sua mão.



°°°


O quinteto já estavam algum tempo andando e tentando evitar qualquer encontro com outra pessoa, já que poupar seus poderes era a melhor coisa para se fazer no momento, afinal ambos não sabiam o que esperar quando encontrar as pérolas que iriam garantir a sua entrada em Drawin.

Malikah desde o começo mostrava tagarela até demais e era apenas respondida por Ayra que fazia isso, apenas por educação e nada mais. Aqueles que se mostravam perto de explodir era Lukas e Sapphire que não estava mais aguentando a voz da garota, e adivinhem quem foi o primeiro a explodir disso tudo? Sem idéia?

_ Para mim já chega!- falou Sapphire com a voz totalmente irritada e fazendo o grupo virar para ela.

A azulada se encontrava mais atrás do grupo, já que ela tinha ficado responsável em notar caso alguém tivesse seguindo eles, mas aquela conversa já estava tirando sua concentração e sua paciência nem mais existia naquele momento.

_ O que aconteceu ?- perguntou Malikah se aproximando da garota,

_ Você aconteceu! Eu não aguento mais você falando! A porra da minha paciência acabou a muito tempo.- falou a garota e surpreendendo todos, pois não tinham imaginado que ela falaria alguma palavra que se encaixasse em baixo escalão.- Eu não te aguento mais e nem consigo ouvir se tem alguém nos seguindo, já que você não cala a sua maldita boca!

_ Ah… Me desculpa. Não era a intenção.- falou a garota um pouco para baixa e um pouco frustrada e não por aquela resposta, mas sim por ter deixado se levar em um momento com aquele.

_ Que seja.- falou azulada indo na frente de todos. 

Sapphire suspirou, não queria ter pedido a cabeça e deixado o grupo em uma tensão como aquela, principalmente que ambos teriam que se ajudar o tempo todo e caso sejam aceitos, ela teria que conviver com todos os quatros dali em diante.

“_ Bem, se ela não tivesse feito aquilo, talvez eu teria feito e seria pior!” Pensou Lukas e como Ayra tivesse lido a mente do garoto a mesma, acabou dando uma cotovelada no mesmo.

Ren analisava toda aquela situação e sabia que todos eles seriam úteis e umas das melhores ferramentas para poder atingir seus objetos, então se dar bem com eles era a prioridade e ele viu Sapphire com a mais fácil de chegar naquele momento, então se aproximou da garota e disse:

_ Você está bem? Ninguém vai te julgar.- falou o garoto, apenas para mostrar uma falsa simpatia.

_ Quem disse que eu me arrependo?- falou ela se virando para o mesmo.- Boneco não tire conclusões antes de verificar a situação por detalhes.

Sapphire se virou e foi na direção do trio que conversava entre si e enquanto aquilo Ren acompanhava a garota pelo o olhar e acabou dando um pequeno e praticamente impossível sorriso de lado.

“_ Ela é interessante.” Pensou Ren vulgo Boneco assassino/ Chucky/ Psicopata - sendo nomes dados falados ou via pensamentos, por Lukas e Sapphire no capítulo anterior.

_ Em alguns metros eu consigo ouvir barulhos de morcegos, deve ter uma entrevista para a caverna onde eles estão.- falou azulada.

_ Mas Sapphire, por que devemos ir até lá? Ficar aqui fora da melhor chances de encontrar as pérolas, além da comida.- falou Ayra.

_ Eu sei, mas que lugar melhor que colocar as pérolas lá? Só aqueles que têm a capacidade de se iluminar lá dentro ou ver no escuro ousaria se aventura.- Falou a azulada defendendo a sua opinião.

_ Sapphy tem um bom argumento.- falou Malikah.

_ Sapphy?- Falou Sapphire se virando para a rosada com sobrancelha arqueada.

_ Ah… Sapphy é a diminuição do seu nome e um ótimo apelido, não é?- falou ela com um sorriso um pouco tímido enquanto mexia em seus dedos.

_ Eu gostei. Achei ele muito interessante e combina com você.- falou Ayra fazendo a rosada sorriu novamente.

_ Tanto faz.- falou a garota se virando, mas para esconder um pequeno sorriso.

_ Ren você já mostrou ter uma ótima mentalidade para analisar as coisas. O que você acha?- perguntou o ruivo para o japonês.

Tem sinceramente não queria nenhum segundo ter ficando com uma pessoa inteligente, já que estava querendo fazer o oposto disso. Em breve segundos ele percebeu, aquelas pessoas tinha um raciocínio bem rápido ou conseguia interpretar os menos detalhes e sendo como for, ele viu que todos os quartos eram uma das melhores opções para está junto.

_ Acredito que o ponto da Sapphy-Chin e como ela disse, não são muito que tentaram ir lá.

_ Ok! Então, Sapphire você consegue de guiar lá dentro? Ou melhor, nos guiar?- perguntou Lukas cruzando seus braços.

_ É uma caverna não é tão complicado como parece.- falou ela revirando os olhos.- Falta pouco tempo para escurecer, além que já estamos um tempo sem comer ou beber. Antes de entramos temos que pelo menos ter comida e fogo, para qualquer eventualidade.- explicou a garota.

_ Lukas consegue criar esferas de fogo, então iluminação não precisa se preocupar.- falou Ayra.

_ Mas o problema não é ter alguém que consegue manipular as chamas, mas sim caso nos separamos lá. E se isso acontecer, aqueles que não tiverem o fogo estará praticamente perdidos.- Falou Malikah, que ganhou um bar surpreso de Sapphire.

_ Devo admitir que você é mais esperta do que aparenta.- comentou azulada.- Isso! Vamos precisar de tochas.

_ Então eu e o Ren vamos atrás de algum alimento e vocês três podem ficar responsável pelas as tochas?- falou o ruivo.

_ Não acha isso um pouco machista?- perguntou Malikah se aproximando do ruivo, que tinha meio que ficando sem jeito em responder aquela pergunta.

Lukas se sentia em um beco sem saída, já que se respondesse de alguma forma errada ele ficava como o vilão da história. Ele não se importava com a opinião da rosada, mas sim de apenas uma pessoa ali e não queria pôr tudo a perder naquele momento.

_ O Lukas está certo. A melhor coisa é ele e o boneco for procurar comida.- falou Sapphire chamando atenção de todos.

_ Por quê? Isso, para mim parece o típico comportamento machista da sociedade, Sapphy.- falou Malikah.

_ Deixa essa coisa de machista de lado e ver com clareza.- falou azulada colocando a mão sobre o rosto, para ter paciência naquele momento.- Eu sei que você é muitas coisas, mas tô vendo que terei que colocar retarda na lista também. Pensa o seguinte, a Ayra aqui é a mais indicada para ir com Lukas, já que seus poderes pode ser para ataque e defesa, além de ter a capacidade de lutar com várias pessoas ao mesmo tempo. Eu, você e o boneco no momento teria a capacidade de se defender, mas não sabemos quais são os poderes do inimigo e na pior hipótese iremos ser desclassificado. Conseguiu entender?

A rosada concordou enquanto enxugava tudo, para entender tudo que Sapphire disse com mais clareza.

_ A Sapphy tem razão e irei ficar aqui para ajudar elas.- falou Ayra.- Vocês tem menos de uma hora.

_ Se não aparecerem, vamos entender que foram desclassificados e vamos avançar.- respondeu Sapphire de forma fria enquanto olhava o ambiente a sua volta.


₢₢₢


Já havia passado algum tempo e as meninas haviam feito dez tochas, duas para cada um, mas havia um único problema como elas iriam lutar caso estivesse com as tochas nas mãos.

_ Alguma de vocês duas sabe fazer trassagem com folha de bananeira?- perguntou Sapphire enquanto olhava para um bananeira logo a sua frente.

_ Mas para que a folha de bananeira?- falou Malikah se aproximando da azulada.

_ Para fazer uma cesta e um tipo de cinto que possa segurar a tocha que não tivemos usando.

_ É uma ótima idéia. Eu sei fazer cesta.- falou Ayra.

_ Ah…. Eu não sei fazer, mas posso ajudar em que puder.- falou a rosada com um pouco de culpa sobre aquilo, mas ela estava determinada em ajudar no que pudesse.

Rapidamente as garotas começaram a trabalhar naquilo e terminaram poucos minutos antes dos garotos chegarem. Lukas e Ren estava com dois corpo que se mostrava ser cobras, já que naquele momento não tinham a suas cabeças; Lukas tinha consigo um coelho e um pássaro em suas mãos.

_ Dá até pena em vê eles assim.- observou Malikah em relação ao coelho e o pássaro.

_ Quem se importar?! Comida é comida.- respondeu Sapphire observando os dois projetos de cobras.

_ Ayra poderia congelar as carnes o mais rápido, se não vocês já sabem.- falou o ruivo para a loira.

A loira se apressou e usou os seus poderes e congelou a carne, depois disso elas coloração as carnes nas duas cestas que tinham feito.

_ De onde saiu as cestas?- perguntou Lukas.

_ Da terra. Elas brotaram e nós três colhemos elas.- falou Sapphire enquanto revirava os olhos e não se deixando amedrontar pelo o olhar raivoso do ruivo.

_ Bem, vamos deixar isso de lado e irmos para a caverna o quanto antes, não queremos ficar lá durante a noite.- falou Ayra enquanto empurrava de leve Lukas para começar andar.- Sapphy poderia mostrar o caminho?

_ Claro. Só seguir, mas devo avisar que lá existem nas melhores hipótese morcegos.- falou azulada que já começava a caminhar.

_ Como essa pode ser a melhor opção?- falou Malikah com um certo receio sobre as criaturas da noite.

_ Qual você prefere o morcego ou uma cobra?- perguntou Ren de forma indiferente, como sempre.

_ Claro que morcegos.- falou rapidamente a rosada.

"_ Deus por favor, não deixe eu encontrar com nenhum deles." Pensou a rosada.



°°°


O quinteto já haviam adentrado a caverna e a mesma ainda estava sendo iluminada totalmente pelo o sol, com isso, não apresentava nada além de rochas. Lukas havia usado seus poderes e acendido as tochas para cada um e naquele momento que começaram entrar para valer, todos se mantinham calados e com a guarda 100% levantada, afinal era uma caverna que estavam entrando.

Ayra havia dado a ideia de fazerem fisco na parede rochosa, para que soubesse o caminho de volta e não se perdessem, afinal se as pérolas não tivesse lá, não seria algo bom ficar preso lá dentro.

Quando eles chegavam no limite da zona penumbra e o início da zona afotica onde era o local onde não tinha me nenhum tipo de iluminação do sol, apenas naquele momento das tochas. 

Algo importante que deixei de falar, desde que eles haviam entrado na zona penumbra e mais avançavam a temperatura caia drasticamente em comparação ao ambiente fora da caverna. As únicas que não pareciam tão abaladas com tal temperatura era Ayra, Lukas e Sapphire enquanto outros se mostrava pelo menos um pouco afetados.

O pequeno grupo havia parado de andar, já que haviam chegado em um local que havia duas entradas, deixando todos na dúvida em qual seguir.

_ E agora! Para onde vamos?!- falou Malikah já meio cansada de tudo aquilo.

_ Talvez seja melhor dividimos?- falou Ayra querendo que aquilo soasse mas como uma afirmação e não uma pergunta.

_ O problema é como vamos nos dividir.- respondeu o ruivo, mas preocupado e dizendo praticamente para todos:

" Não sei como vocês vão fazer, mas da Ayra eu não separo."


"_ Até parece um cão guarda." Pensou o trio olhando para o ruivo enquanto Ayra não morava aquilo.

_ Espera um momento.- falou Ren e logo ativando seus poderes.

Algo que parecia um holograma de um tabuleiro de xadrez se fez presente, alguns centímetros na frente do mesmo.

Havia cinco peças brancas, sendo o rei, a rainha, um cavalo, um bispo e uma torre. As peças se encontrava na fileira B em seu centro; adiante havia cinco rainhas pretas e piões em torno das mesma, além de se encontrando no extremo direito do tabuleiro.

_ Vamos para a direita.- falou Sapphire observando o tabuleiro. 

_ Como você sabe? Espero um pouco sabe jogar xadrez?- perguntou Malikah animada e se aproximando da azulada, que se afastava rapidamente.

_ Sei, mas creio que qualquer um pode notar isso, sem saber jogar.- falou azulada.

_ Seja como for, o que ela disse estar certo?- falou Lukas se virando para Ren.

Sapphire naquele momento ela sentia uma vontade de pelo menos jogar uma pedra do ruivo, mas esses pensamentos foi afastado quando Ayra pediu algo.

_ Sapphy eu sempre quis aprender, poderia algum dia me ensinar.- falou a garota com um pequeno sorriso naquele momento, deixando uma realçada em sua beleza e fazendo Lukas se perder por um momento.

_ Quem sabe depois que começar as aulas.- falou a garota virando o seu rosto de lado.

_ Obrigada.

_ Respondendo ao Lu-chin, a direção que a Sapphy-chin falou está correta.- falou o garoto enquanto analisava o tabuleiro, já que ele mantém uma dúvida sobre algumas coisas.

Lukas iria confrontar o garoto por aquele apelido ou sei lá o que, mas resolveu ficar quieto sobre aquilo ou as coisas poderia terminar na pior coisa.

Logo o grupo começou a se mover e depois de curto período eles haviam chegado em um local aberto da caverna, mas eles nao saberia dizer o com grande era por causa das tochas.

Sapphire se mostrava mais alegre de todos naquele momento, fazendo os quatros estranharam principalmente Malikah.

_ Sapphire você está bem?- perguntou a garota enquanto se aproximava.

_ Hã…. Estou!- falou a garoto sem olhar para trás enquanto avançava olhando para cima e com um sorriso.- Poderia fazer um favor e pisar dois passos a direita.

A garota não entendeu, mas fez o que pediu. Quando ela pisou sentiu algo e um barulho de osso sendo esmagado e quando iluminou para ver, a mesma acabou ficando branca. Malikah havia pisado em na cabeça da cobra e a matando.

_ Ahhhh! Meu Deus!- gritou a garota apavorada enquanto sentia repúdio sobre seu corpo enquanto tentava limpar o nada sobre o mesmo.

_ Ah, Malikah poderia ser histérica um pouco mais baixo, porque se não vai irritar eles.- falou azulada ainda olhando para cima.

Lukas criou uma bola de fogo e guiou ela para o alto, com isso fez uma iluminação maior no ambiente. No topo havia uma grande família de morcegos que olhavam com seus olhos lembrando ao vermelho.

Acredito que eu não preciso dizer o quanto a rosada se segurava para não berrar naquele, além de fazer orações para os morcegos não serem aqueles que se alimenta de sangue.

_ É uma família linda.- resmungou Sapphire enquanto os observava.

_ Gosta de morcegos?- perguntou Ren se aproximando de Sapphire.

_ Não é isso, apenas tenho respeito, admiração e uma enorme gratidão por eles.- falou a garota com um tom melancólico ao deixar as lembranças do passado lhe fazer parte.

Todos os quatros percebeu que a garota tinha alguma coisa ligada ao seu passado com morcegos, mas antes que alguém pensasse o porque as coisas se agitam rapidamente.


{ Pessoal como eu disse antes, aqui quem tiver a possibilidade aconselho a colocar a Feel invincible. 

Link da música no final}


Em um movimento rápido Ren puxa brucalmente Sapphire para perto de diz fazendo a mesma acabou batendo com força sobre o peito do mesmo. Mas ainda não era hora para respirar e entender o que tinha acontecido, já que mesmo logo pula com a garota para trás.

Sapphire ouve um barulho de explosão e dos morcegos que começavam a sair da caverna naquele momento, ela olhou para lado e viu várias luzes vermelhas como olhos a sua frente.

Lukas jogou as suas tochas em direções opostas para ajudar iluminar melhor o local e com isso, podendo ver o que estavam a sua frente.

No chão na linha de frente havia vários robôs de quatro pernas, com algo que seria onde ele processa os comando e um rabo mecânico que lembrava a de um escorpião.

Em cima estava robôs com quatro pernas sobre uma enorme bola metálica, fazendo eles se assemelhar a aranhas. Aranhas enormes robóticas. 

E talvez para piorar toda a situação e talvez aquele que dava um medo ou receio nos cinco, era cinco robôs com formas humanóides que olhava para eles.

_ Sabe, eu sempre quis conhecer o exterminador, mas não deseja jeito.- comentou Malikah com um tom assombrado em sua voz.

Sapphire saiu dos braços do meio japonês e foi em direção a rosada que mantinha suas pernas trêmulas. Malikah estava com medo de perder aqueles que ela tinha acabado de fazer amizade, mesmo sendo uma amizade um pouco diferente do comum, já que todos se mostravam frios e distantes.

_ Malikah você falou de um mundo que consegue fazer. Consegue mandar aqueles cinco exterminadores para lá?- perguntou Sapphire.

_ Consigo, mas acredito que só eu não conseguirei dar conta deles.- falou ela séria e deixando aos poucos o medo para trás, já que adrenalina essa começando a surgir em seu corpo.

_ O.k. Me leva junto e quantos robôs menores você consegue.- falou a azulada e rosada concorda.

Malikah fechou os olhos e começou a concentrar e enquanto isso, os robôs que se encontrava no teto avançava em uma grande rapidez e Ayra e Lukas destruída todos que se aproximavam. A rosada abriu os seus olhos que não mais se encontrava azuis céu, mas uma mistura de rosa com roxo.

_ Rose Word.- Falou a rosada enquanto mantém sua mão sobre os ombros da azulada.

Um breve luz rosa surgiu e rapidamente desapareceu, com isso levando três robôs-aranhas, dois "exterminadores" e cinco robôs-escorpião.

Tem fez que um tabuleiro as formava a sua frente, ele tinha holograma de todos aqueles presente ali e várias cartas sobre o tabuleiro. Ele virou a primeira que estava escrito autodestruição, assim fazendo cincos robôs-escorpião se destruir sem mais e menos.

Lukas usava sua Ghost Flame nos robôs e destruía todos aqueles que sua chama alcançava. Ayra mantia a defesa de todos, sempre protegendo os lados cegos de cada, para isso ela usava o seu ataque Snowstorm.

Snowstorm nada mais era, que criar um grande arco de gelo e logo atirando flechas super afiadas nos robôs. A jovem não tinha a melhor mira do mundo, mas conseguia atingir na central de processamento.

Quando os robôs viram que estavam sendo destroçados, os mesmo ativaram suas armas e começaram atirar. Rapidamente a loira levantou rápidos somos gélidos para proteger do ataque.

_ Não são balas de verdade, mas sim de borracha.- comentou Ren ao ver os tiros atingido no gelo.

_ Sendo de borracha ou não, eu não vou aguentar muito tempo.- avisou a garota que criava mais e mais camadas no domo.

Lukas suspirou e criou uma dezena de fogo a sua volta e logo deixando os mesmo invisível logo em seguida, ele abriu seus braços e os fogos foi dispensados, depois de alguns segundos só pode ver a destruição de várias máquinas

Ren logo tirou uma carta e apontou para um dos supostos exterminadores e o robô começou a se auto-atacar com isso, se destruindo no processo.

Lukas criou o que parecia uma lança de fogo, concentrando todo o poder bruto naquelas chamas. O ruivo olhou para a loira que entendeu e abriu um buraco no domo, sendo assim ajuda para a lança passar e acertar em cheio outro exterminador.

Ayra concentrou mais e mais do seu poder e congelou todos os robôs permanente no local, e estando com total congelado a mesma fez que o gelo se rompesse e destruindo todos no processo.

Como todos estavam esgotados, ambos se concentrava respirando com certa dificuldade e naquele momento o domo começava a se derreter rapidamente. Não demorou muito para um brilho rosa aparece e revela as duas garotas cansadas e totalmente esgotadas também.

_ V-Vocês não vão acreditar.- falou Malikah com dificuldade.

_ Pérolas…. E-Exterminadores…- falou Sapphire com as palavras que ela conseguia falar, já que ela no momento não encontrava com muita voz.

_ Hã! C-Como assim?- perguntou o ruivo.

_ H-Ha uma pérola negra em cada…. e-exterminador.- respondeu Malikah.


Notas Finais


Primeiramente achei que essa música mais combinou com a situação e se acham que outra ficaria melhor é só me dizer.

https://youtu.be/Qzw6A2WC5Qo

Bom, como podem ver o grupo A teve mais destaque nesse capítulo, mas não fiquem triste nos próximos dois capítulos eu irei me focar mais em cada grupo separadamente, ou seja, no próximo capítulo é o B e depois o C.
Acredito que assim andamos mais rápido e todos tem seu momento de destacar ainda mais. Sugestões para sua batalha ou qual vai ser o desafio é só deixar nos comentários.

Bem, irei falar que eu troquei a capa da fic e me digam o que acharam, porque deu um certo trabalho fazer ela.
Gostaria que me dissessem o que acharam desse capítulo e se as lutas estavam bem descritas, pois nisso eu não tenho muita experiência e não sei dizer se fui bem.
Ah! Me digam como todos estão, pois não quero que ninguém pegue essa pandemia.
Lembre-se água nunca é demais!

Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...