História The Game - Interativa - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Jogos Mortais
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa, Sobrevivencia, The Game
Visualizações 52
Palavras 400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem vindos ao primeiro capítulo de The Game, os aceitos ainda não estão aqui, mas só lembrando que o prazo já está chegando ao fim!

— Me desculpem qualquer erro.
— Aproveitem o capítulo.

Capítulo 3 - 01. "I ran for my life as he ran to get her out of me."


???


17 de Janeiro de 1999 | 23:41


O som das folhas sendo amassadas no chão era ensurdecedor. Os três pares de pés pisando acima delas haviam se tornado apenas um, por alguns segundos, a paz tomou conta daquele labirinto, mas um segundo par de pés voltou a correr, e eu sabia que não era ela...

Eu corria pela minha vida, enquanto ele corria para tirá-la de mim.

Já havia desregulado minha respiração, isso tornava a minha corrida mais complicada, já que não estava conseguindo respirar. Foi então que eu vi o meu raio de luz, literalmente. A iluminação vinda da saída daquele lugar me trouxe minhas esperanças de novo. Esqueci que já estava basicamente desmaiando pela falta de ar. A adrenalina ma mantinha em pé, me mantinha correndo. Eu passaria pelo portão e sairia vivo. Seria eu o último e único sobrevivente a sair do jogo? 

Vi minha vida naquela luz, mas também a vi se esvaindo de mim quando senti uma forte dor na minha perna.

Eu mesmo não acreditei quando olhei para minha perna. Se a minha companheira estivesse aqui ela com certeza diria: "Você acabou de cair no truque mais cliché dos filmes de terror". Ela não estaria errada. O velho truque da armadilha para ursos, seguido por um objeto perfurante em minhas costas. Ele havia me alcançado. 

"A escuridão tomou conta da minha visão, e logo senti que perdi a consciência."


[ ... ]


Já cometi muitos erros na minha vida, e sinto que mais um foi adicionado a minha extensa lista quando abri os olhos. Quase fui cegado pela forte luz voltada para o meu rosto, mas não foi só por isso que considerei um erro.

Lá estavam eles. Todos os vinte homens e mulheres que vieram comigo para o jogo. Eu deveria estar feliz com isso, não é? Não. Não eram eles lá, eram seus corpos. 

Fiquei paralisado, horrorizado, ao ver como eles exibiam as cruéis formas de como foram executados. 

— É um belo espetáculo não acha? — Ouvi uma voz vinda de uma televisão que havia na sala.

— Por que não me matou?

— Nas últimas vezes que isso aconteceu... {ilegível}... frente... Geralmente acontece com... {ilegível}... Escolhido para isso.

O rosto do "sequestrador" foi revelado, uma bela mulher apareceu na tela pouco antes de uma bela sessão de cores aparecer e me colocar em algum tipo de transe. Era como uma hipnose, que provavelmente me levaria ao mesmo caminho que ela.



Notas Finais


Eu não sei o que me deu, mas a ideia veio na cabeça e eu tinha que escrever e postar.

Comentem o que acharam, estou esperando vocês em The Game!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...