1. Spirit Fanfics >
  2. The game of destiny. >
  3. Novo ciclo.

História The game of destiny. - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oi galeres!
Tudo bem na quarentena de vocês?
Mais um capítulo quentinho. Ele está curto, mas é por um bom motivo.
Boa leitura!

Capítulo 6 - Novo ciclo.


Fanfic / Fanfiction The game of destiny. - Capítulo 6 - Novo ciclo.

2 de fevereiro de 2020.

ー Você vai comigo hoje para Los Angeles, Shannon. ー Jared falava autoritário. ー Bro, você não está se sentindo bem a semanas. Seattle já não está sendo seu ponto de paz. Para de ser teimoso.

ー Eu sinto isso a anos, Jared. Daqui a pouco passa. ー Revirei os olhos na falha tentativa de convencer Jared a me deixar em paz.

ー Não tem conversa. Você vai e fim da história. ー Ele olhou-me de forma dura, com os braços cruzados. ー O que você está olhando? Vai arrumar a mala. Anda. O vôo é a noite.

Bufei e fui em direção ao meu quarto para arrumar as coisas. Não teria conversa com ele.

Entrei no quarto, peguei a mala e comecei a arrumar as coisas para ir com ele. Jared era sempre teimoso e apesar de ir para sua casa contrariado, sabia que era a decisão certa.

Não estava conseguindo ficar em paz com toda atribulação que crescia em meu peito. Principalmente porque estava tenso e ela estava da mesma forma.

Hoje mais cedo foi a primeira vez que a senti aliviada por alguma coisa boa que estava acontecendo. Não a sentia assim á semanas.

Demorei uns quarenta minutos para terminar de arrumar as coisas e desci para deixar a mala preparada. Coloquei quase tudo para levar, não sabia quanto tempo ele me obrigaria a ficar em Los Angeles.

Após deixar as coisas na sala, voltei para o meu quarto.

ー Bom garoto. ー Jared falou passando pela porta do meu quarto.

Revirei os olhos com frustração.

Se eu pudesse socar a cara dele, assim faria.

ー Aliás... ー Jared voltou e entrou no meu quarto. ー Temos a festa do novo perfume da Dior para ir.

ー Não vou.

ー Vai sim. É baile de máscaras. ー Ele olhou-me de forma maldosa. ー Não olhe nos olhos, sinta o cheiro. É o slogam.

ー Que Deus me proteja. 

Jared saiu rindo alto do meu quarto, me deixando atordoado antes mesmo de chegar em Los Angeles.

...

10 de fevereiro de 2020.

Havia uma semana que eu e Noah tínhamos chego a Los Angeles. Tudo parecia mais calmo dentro de mim. Na verdade, o sentimento estava mudando. Estava alternando entre tensão e frio na barriga, falta de ar para um coração acelerado com leveza.

Ainda ajeitavamos as coisas na casa nova. Ela era realmente grande. Com três quartos, dois banheiros, uma cozinha com um lindo balcão de madeira no meio, uma sala de tirar o fôlego e um lindo jardim com deck. Sentia-me a própria Beyonce dando uma viajada para se divertir, mas seria meu lugar por um longo tempo. Á trabalho, claro.

Ainda estávamos perdidos pela cidade. Eu e Noah vendemos nossos carros e compramos os mesmos modelos aqui em Los Angeles, para facilitar nossa vida. E não queríamos alugar nada e ter o dobro do gasto, mesmo sabendo que a empresa poderia nos ajudar.

Chegamos em Los Angeles no dia dois e eu estava completamente aliviada por ter saído de Seattle. Apesar de amar a minha cidade, estava ficando completamente louca com todo acúmulo de sentimentos que me rondava. Minha atmosfera era de puro desespero.

Estranhamente, depois do meu aniversário as sensações estavam diferentes. Não de uma forma ruim, elas estavam leves. Das duas, uma: ou ele tinha ajeitado a vida ou a mudança de ciclo e o universo estavam brincando com a minha cara. 

A última opção parecia mais óbvia, depois de todos esses anos de tormento.

ー Você não sabe o que acabou de chegar para a gente. ー Noah falou estérico, entrando em meu quarto, em quanto eu ajeitava o guarda roupas.

ー Algo bom, com certeza.

ー Fomos convidados em nome da empresa para uma festa de máscaras da Dior. Na próxima sexta.

ー Como é?

Peguei o convite em tom creme e dourado da sua mão e li o que estava escrito. Realmente estávamos sendo convidados e eu fiquei em estado de choque.

ー Obrigado por me trazer. O que seria de mim, sem você? ー As covinhas de Noah sobressaltavam das bochechas, de tamanha alegria.

ー O que a empresa tem haver com esse mundo da Dior? Não entendi.

ー Trabalhamos numa empresa que está expandindo o mercado de tecnologias de todas as formas. Sejam elas de produtos, aparelhos, televisão... Acorda Kiara! ーNoah olhava-me de forma animada e orgulhosa. ー Você está no gerenciamento da melhor empresa de todas.

Continuei a encarar o convite e por algum motivo idiota meu estômago estava vibrando dentro de mim, o que me fez soltar um sorriso.

ー Temos que comprar roupas para isso. ー Falei, olhando-o de forma divertida.

ー Kiara, Kiarinha, te amo tanto, que me casaria com você.

ー Não enche, Noah. Anda. Sai do meu quarto.

Passei o resto do dia arrumando o quarto e Noah, por sua vez, passou o dia falando da festa na próxima sexta. Estava feliz de vê-lo animado dessa forma. 

Mesmo na hora do jantar, ele não conseguia parar de falar da festa. 

Seria tudo novo para mim e para ele também.

Estar em Los Angeles era sinal de crescimento pessoal e profissional e às vezes, só às vezes, eu não nutria raiva do universo.

ー Vamos comprar um vestido bem maravilhoso para você. Você precisa estar no nível que as pessoas concluam: dá para comer, beijando. ー Ele gargalhou e me fez rir junto.

ー Que Deus me proteja.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
EU OUVI FESTA? SIM!!!!!
Ah, esse é o Noah: https://pin.it/17rrr2f
E aí, o que vocês estão achando de tudo isso? Será que o universo vai começar a ser legal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...