História The girl in dark - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Visualizações 22
Palavras 847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Luta, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiê lindos do meu core, tudo bem com vocês??? Mais um cap pra vcs...
-Boa leitura !¡!¡!¡!

Capítulo 6 - Revelações...


Fanfic / Fanfiction The girl in dark - Capítulo 6 - Revelações...

"Trovão em meu peito, adrenalina em minhas veias, é melhor trazer o seu melhor, se você quer jogar o meu jogo" -Invincible- Ruelle.

       (....)

Logo após a pergunta bem direta de Adrien, Mi-Cha por sua vez, fica estática, olhando para a mesma foto que o loiro, pensando em resposta daria a ele, se o mesmo não já soubesse da verdade claro.

-E-eu... e-eu, eles morreram... Foi isso -Diz se levantando após ouvir uma notificação do seu celular.

"Noite das garotas? -Mari."

-Claro.

Digitou e logo guardou seu celular no bolso da calça.

-Como isso aconteceu ?- Adrien pergunta curioso.

-Eu não gosto de falar sobre isso -Responde friamente.

-Hum, já vou indo então, depois a gente marca os ensaios. -Diz e vai até a porta abrindo-a.

-Tchau -Suspira e se joga no sofá cobrindo o rosto com as mãos depois de ver a porta ser fechada pelo loiro.

       (....)

Horas depois Mi-Cha já encontrava no quarto da mestiça de cabelos azulados. Alya estava sentada na cadeira em frente ao computador da amiga olhando suas redes sociais, enquanto a outra amiga estava sentada na cama mechendo no celular conversando com seus amigos que ficaram na Coréia, enquanto esperavam a azulada sair do banho.

-Pronto -Marinette diz saindo do banheiro.

-Aleluia -Alya diz erguendo as mãos para cima, tirando risadas das outras duas.

-O que iremos fazer?? -A mestiça pergunta.

-Bem, como a Mi-Cha é nova aqui agora e nós não nos conhecemos o bastante, vamos compartilhar as histórias de nossas vidas -Alya dá sua sugestão, sendo apoiada pela mestiça, deixando a coreana meio amendrotada afinal, como ela chegaria nas novas amigas e diria Eu tinha uma família normal e feliz, até que um dia foi tirada de mim quando eu tinha cinco anos, o vagabundo que comandou tudo é o maior designer de Paris, além do mais morei nas ruas até ser adotada por um casal. Com sete anos fui abusada pelo mesmo homem que destruiu minha vida. Cometi dez omicidios contando com um estrupador aqui em Paris mesmo. Vim pra ca pra matar o desgraçado. Nada de mais. Só isso mesmo.

-Começando por você Mari. -A coreana da a ideia.

-Tudo bem -Ela se ageita na cama. -Bem, minha vida é normal, nasci aqui em Paris mesmo, minha mãe é chinesa. Meus pais tem uma padaria, meu sonho é fazer uma faculdade de moda. E meu Crush é o Adrien -O último fato a azulada diz suspirando apaixonada, fazendo a coreana cair no chão com a notícia. "AGORA TU FUDEU COM TUDO MARINETTE". Pensa.

-Você tá bem?? -Alya pergunta repreendendo a risada da cara de espanto que Mi-Cha fez, não sendo percebido pela azulada.

-Tô sim -Diz massageando o local da pancada. -M-minha v-vez?? -Pergunta logo recebendo um tremendo sim. -B-bem... ãhn... Morei na Coréia do sul até os meus quinze anos, perdi meus pais muito novinha, meu irmão tá desaparecido, depois de tudo isso fui adotada por um casal gay. Que são uns amores, me tratam como uma verdadeira filha.

-Nossa -A boca de Alya formou-se um O perfeito - O que aconteceu com eles??.

-Foram mortos -Diz com desânimo logo olhando nos olhos das amigas -Olha gente sem querer ser grossa e tudo mais, mais eu não gosto de tocar nesse assunto, okay??

-Tudo bem amiga -Mari diz e vai dar um abraço nela junto de Alya. -Sua vez Aly.

        (....)

Duas semanas depois....

**Mi-Cha on**

No momento estamos nós cinco em uma lanchonete. Dois casais e eu de vela. Você leu bem DOIS CASAIS. Adrien e a Marinette estão namorando, que legal né??ÓBVIO QUE NÃO. 

Me expliquem uma coisa como eu vou iniciar meu plano com a Barbie no meio?? A Mari tá toda boba apaixonada nesse babaca. Eu não posso interferir no relacionamento desses dois. Só tô fingindo sorrisos falsos pra entrar na personagem. 

-Mô ti amo mozaum -Ele diz meloso. KARAI TO QUASE VOMITANDO AQUI, SERA QUE DA PRA PARA DE MELAÇÃO ?? Só eu que achei isso mais falso que as risadas que a Chloé dá??

-Onde você vai ?? -Alya pergunta ao me ver levantando.

-Banheiro -Digo e saio, se eu ficasse ali mais tempo daria uma crise nervosa.

 Caminho até o banheiro, vou até a pia onde tinha um espelho enorme ao lado dela. Jogo uma água no rosto, na tentativa de me acalmar um pouco , ultimamente estou com a mente a mil. Pego um papel toalha e enxugo o rosto. Conto até trinta e volto pra mesa.

-Amiga a gente vai na sorveteria quando sairmos daqui, ta afim de ir com a gente?? -Mari pergunta doce.

-Obrigada mais terei de recusar essa oferta tentadora -Digo os fazendo rir -Agora é sério, não vou poder ir, tô sem dinheiro.

-Eu pago pra você coreaninha -Adrien fala.

-Não... Obrigada mesmo, eu não gosto de ficar nessa posição de vela amores, esse trabalho não é pra mim -Digo me levantando e saindo -Fui.

Caminho calmamente até a praça que havia alí perto. Me sento em um dos bancos pensando em uma coisa que martelava na minha cabeça e me dava um aperto no coração. Abaixo a minha cabeça sentindo uma lágrima solitária descer pelo meu rosto.

O que tá acontecendo comigo?? Eu não posso fraquejar agora, não posso, não posso, não posso.



Notas Finais


Foi isso meus anjos até a próxima..
Favoritem e comentem ...
-XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...