História The Girl is Killer - Capítulo 54


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXID, EXO, K.A.R.D
Personagens B.M, Chanyeol, Hani, Hyerin, J.Seph, J-hope, Jimin, Jin, Junghwa, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Solji, Suga, V
Tags Assassina, Bangtan Boys, Bts, Chanyeol, Drama, Exid, Exo, Hani, Hobi, Hope, Hoseok, Hyerin, Jeon Jungkook, J-hope, Jimim, Jin, Junghwa, Jungkook, Killer, Kim, Kook, Lembrança, Mansão, Min, Nam, Namjoon, Namvih, Park, Park Jimim, Rap Monster, Revelaçoes, Seokjin, Sequestradores, Solji, Suga, Tae, Taehyung, Tayh, Yoongi
Visualizações 9
Palavras 1.167
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiê
Aqui está mais um cap. para vocês espero que gostem!
😻 Vocês estão bem? Como estão se sentindo?

Agradeço pelos 93 favoritos, vocês são incríveis i Love you!!!😻

Boa leitura...

Capítulo 54 - Love Love Love


Fanfic / Fanfiction The Girl is Killer - Capítulo 54 - Love Love Love

Não me deixe
Mesmo que o nosso futuro seja incerto
Você irá acreditar e esperar por mim?
Oh, apenas você
Eu já disse que
Você é o meu tudo?
Você é meu destino
A única pessoa que eu quero
Proteger ate o fim do mundo
EveryTime - Chen (Exo)

Kim Taehyung P.O.V

Eu estou dirigindo já que o Hoseok estão dormindo no banco de trás, a Liah estão ao meu lado do banco da frente, estamos quase sentando em Wonju um cidade próxima de Seoul.

- Oppa! - escuto a Liah me chamar e a olho rapidamente e volto a presta atenção na estrada.

- Sim!? - espero que ela fale algo, a estrada por onde vamos e em meio a floresta então não a ninquem por aqui, o que significa que o caminho estão livre de transito.

- Me diga, pra onde estamos indo? - ela pergunta e posso sentir seu olhar sobre mim, se ela soubesse que só de ouvir sua voz já me sinto entregue aos seus pés

- Ulsan, é pra pra que estamos indo... - falo e a mesma abre um pote de sorvete que ela tirou de dentro da sua própria mochila. - Onde você comprou esse sorvete? - pergunto.

- Eu não comprei! - ela me olha e dá um sorriso. - Digamos que eu pequei sem pagar!

- Você roubou!?

- Nao, eu apenas pequei sem pagar!

- Se você está dizendo! - continuo prestando atenção na estrada, só agora pude perceber a bela paisagem ao meu redor, árvores velhas mais com uma beleza esuberante, olho para o lado vendo a pessoa mais linda e elegante que os meus olhos ja notaram, me sinto feliz quando tenha ela ao meu lado, e como se ela fosse a razão para que eu ainda esteja vivo, não sei o que seria de mim sem ela.

- O que foi? Você está me olhando a muito tempo - ela fala e eu dou um sorriso, ela me faz parar de raciocinar, me faz parar pra pensar no meu futuro junto a ela.

- Porque você faz isso comigo? - falo e ela daí u sorriso fofo, mais logo pide uma de suas delicadas mãos em minha coxa,e me daí um sorriso malicioso.

- Fazer o que? Huh? - ela pergunta manhosa, como essa mulher pode ter tanto poder sobre mim? Aish…

- Não querendo ser muito clichê, mas… - respiro fundo e foco minha atenção na estrada para que não aconteça nenhum tipo de acidente. -

você não sabe quantos sorrisos eu ja dei só de pensar em você! - ela sorrir.

Ver o seu sorriso e fazer minha felicidade transborda, e quando eu sei que estamos bem, tenho certeza que é o reflexo do coração quando vemos alguém especial. O seu sorriso e tímido, o meu é desbocado, mas se a gente sorrir juntos vira poesia, por isso eu digo é o seu, apenas o seu sorriso que pode me fazer feliz...

- Sinceramente! - ela fala e sorrir, abaixa a cabeça olhando para os seus próprios dedos, as maçãs de seus rosto estavam avermelhadas indicando assim que ela está envergonhada. - Nesse momento não sei como explicar meus sentimentos em palavras, então… - ela tira o cinto de segurança e se inclina até mim, ela fecha os olhos e posso sentir seus lábios sobre os meus, posso ver cada detalhe do seu rosto, cada detalhe que me deixa louco. - Pronto, isso é um breve resumo do enorme texto de sentimentos que guardo dentro de mim. - ela se afasta de mim e volta pra o seu banco de carona, assim que olha para frente vejo um cervo na estrada bem a frente do carro tento desviar e por acidente acabo batendo com tudo em uma árvore.

- Aish! - minha cabeça está doendo mas não muito, não sofri nenhum ferimento grave apenas arranhões ja qué estou usando o cinto de segurança, olho para a estrada vendo o cervo correr para a floresta, tiro o meu conto de segurança e olha para o banco ao meu lado, só agora pude perceber que a Liah não estava a usar o cinto, eu vou até ela vendo se a mesma estava com algum tipo de ferimento. - Liah!? Amor?

- O q-que aconteceu? - ela fala baixinho e abre os olhos.

- Um pequeno acidente! - olho para os bancos traseiros vendo o Hoseok tirar o cinto e sair do carro. - Vamos tenho que cuidar desse ferimento na sua cabeça! - ela estava com um pequeno ferimento em sua cabeça, nada muito grave.

- O que aconteceu exatamente? - Hoseok pergunta olhando o estrago que a árvorea havia feito na carro.

- Tentei desviar de um cervo e acabei batendo na árvore... - falo enquanto olho ao meu redor para ver se acho algo útil, mas infelizmente não a nada que possa nos ajudar. - O que vamos fazer agora? - o Hoseok me olha,mas logo sua atenção é roubada pela Liah que estava a uma pequena distancia de nós dois, ela estava tentando atirar nos esquilos, porque? Não sei, mas queria saber...

- Vamos ficar aqui por enquanto, até que passe um carro ou coisa do tipo! - concordo e começo a pegar algumas coisas necessárias para sobrevivermos ao frio durante a noite, pois logo irar escurecer...

Depois de montamos uma fogueira para que possamos nos aquecer, sentamos um perto do outro para que o calor dos nossos corpos possa nos aquecer ainda mais, olhando agora para a Liah posso lembrar do dia em que tudo começou... Uma noite fria de inverno, quando a minha Liah nasceu, foi uma alegre e animada, me lembro como se fosse hoje.

Muitos dizem que amor é coisa do destino, eu não sei dizer se é verdade mais... Se for, agradeço de coração ao destino por ter conhecido a Liah, não sei porque mais de tantos olhares por ai eu escolhe o seu e me orgulho disso, e não preciso te olha pra te ter em meus mundos porque aonde quer que eu vá você esta em tudo...

E eu queria te pedir...

Que fique comigo, mesmo que o futuro e o destino seja de incertezas, mesmo que não haja nada duradouro prescrito pra nós dois. Esse é um pedido meio egoísta,porque na verdade eu sei que se nada der realmente certo, vou ficar sem chão. Mas por outro lado, posso te fazer feliz também, eu sei é um risco, mas se for preciso eu pulo se você me der a mão. O filosofo e matemático Platão acreditava que o amor era uma grave doença mental, e por uns momentos acabo concordando com ele, mas bioquimicamente falando estar apaixonado é semelhante a ter um grave transtorno obsessivo-compulsivo.

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo - (TOC) - é um transtorno comum, crônico e duradouro. É caracterizado pela presença de obsessões e/ou compulsões, é também considerado uma doença mental grave, as obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens recorrentes e persistentes já as compulsões são comportamentos repetitivos

Talvez o amor seja mesma uma coisa incerta e extremamente louca, mas que também tem o seu lado bom...

#To Be Continuend 


Notas Finais


Boatos dizem que o Hoseok está isolado... Kkkj!

Até o próximo capítulo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...