História The girl of my dreams - Imagine Tzuyu - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jeongyeon, Jihyo, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Sana, Tzuyu
Tags Imagine Twice, Imagine Tzuyu, Romance, Twice, Tzuyu, Yuri
Visualizações 116
Palavras 1.998
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


{{Leiam as notas finais pfv}}

Olha só eu aqui com o bônus que prometi ksks
Me desculpem a demora, mas minha criatividade esta meio fraca últimamente
Esse cap será todo narrado pela nossa querida Yoda ksks
Sem mais enrolação...

Boa Leitura :3

Capítulo 30 - Bônus


Fanfic / Fanfiction The girl of my dreams - Imagine Tzuyu - Capítulo 30 - Bônus

4 anos depois...

Tzuyu Pov On


Olhava janela a fora, vendo aquelas ruas que tanto andei a anos atrás. Admito que era estranho estar de volta após tanto tempo. Já havia terminado a escola, e hoje trabalho como modelo, sou bastante conhecida no mundo da moda. Tentei seguir em frente após meu fim de namoro com a Yamamoto, mas não consegui, era difícil esquecer um amor como o que tivemos, um que existiu em duas vidas. Depois que voltei para Taiwan, perdi todo o contato com a (S/n), a garota parecia querer me apagar de sua vida de qualquer forma. A única pessoa que mantive contato firmemente foi com Sana.

O carro havia parado em frente ao meu hotel, agradeci o motorista e entrei no local. Fui até meu quarto vendo minhas malas por lá. Me aproximei da cama me jogando na mesma. Estava prestes a cair no sono quando meu celular começou a tocar, peguei o mesmo vendo que era a Minatozaki e logo atendi.

Ligação On

Sana <3

- Oi Sana

- Eia Tzu, já ta em Seul?

- Acabei de chegar

- Ótimo, vamos almoçar juntas hoje?

- É...claro.

- Okay, nos vemos no almoço. Tchauzinho

- Bye bye

Ligação Off

Me levantei da cama e fui até uma de minhas malas, pegando algumas roupas, logo depois fui em direção ao banheiro. Assim que entrei debaixo da água, várias coisas vieram em minha mente, mais precisamente coisas sobre Yamamoto, Como será que ela estava? Ela seguiu em frente? Ela ainda se lembra de mim? Será que iremos nos rever? Essas e muitas outras perguntas rodeavam minha cabeça.

Sai do banho após um tempo, já vestida. Logo terminei de me arrumar, e sai indo até o restaurante que Sana me disse para ir. Decidi ir até lá a pé, para poder rever aquelas ruas que eram tão conhecidas por mim. Estava andando calmamente, até passar por um lugar, o lugar em que pedi (S/n) em namoro, automaticamente lágrimas desceram pelos meus olhos. Sequei as mesmas e continuei a andar.

Cheguei em frente ao restaurante, logo entrando no mesmo. Assim que entrei, avistei a garota com seus cabelos agora rosa claro. A garota me viu e acenou para mim, caminhei calmamente até ela, que me recebeu com um abraço apertado.

Sana: que saudade que eu tava de você Yoda - disse separando o abraço e se sentando em seu lugar novamente.

Eu: Também estava com saudade San - sorri para a garota me sentando em sua frente. - E então alguma novidade para me contar.

Sana: Ah qual é Tzuyu, pergunta logo o que você realmente quer saber - falou com um sorriso de canto.

Eu: Que? Como assim Minatozaki? - perguntei confusa com a fala da garota.

Sana: Sei que quer saber sobre minha irmãzinha - falou rindo em seguida, senti o rubor em minhas bochechas.

Eu: Eu...é... - tentava formular uma resposta mas nada saia.

Sana: Não precisa ficar nervosa Tzu, (S/n) pergunta de você o tempo todo - disse me deixando chocada. Pelo menos sei que ela não se esqueceu de mim.

Eu: Pergunta? - perguntei tentando esconder minha felicidade.

Sana: Sim. Ela não esqueceu você Tzuyu, ela até tentou seguir em frente uma vez, mas não deu certo - senti um aperto em meu peito em pensar em minha garota com outra.

Eu: E como ela está? - a curiosidade em saber mais sobre a Yamamoto me corrompia.

Sana: Tzuyu a (S/n) ta superando um momento difícil - Suspirou olhando para baixo - Ela ficou com trauma após matar o próprio irmão, isso afetou muito o psicológico dela. Ela esta se recuperando ainda, as visitas ao psicólogo ajudam bastante...

Só de pensar que deixei (S/n) ao invés de ficar ao seu lado. Eu deveria ter insistido, deveria ter lutado contra a ideia de meus pais de me levarem para Taiwan, eu podia estar ao seu lado a ajudando em suas dificuldades. Mas eu não fiz isso...Não lutei por nós...Mas dessa vez será diferente, estou aqui no mesmo país que ela novamente, na mesma cidade. Desta vez farei tudo diferente, serei feliz com a garota que tanto amo.

Eu e a Minatozaki continuamos nossa conversa por um longo tempo, acabei descobrindo sobre nossos amigos. Ao que parece Chaeyoung e Dahyun estão noivas assim como Sana e Momo, já Leticia e Yuta acabaram de se casar. É bom saber em como todos estão felizes e bem.


Quebra do tempo...


Após a conversa que tive com Sana no dia anterior, a mesma me trouxe até em casa. Além de me dizer os horários e locais possíveis que poderia encontrar a Yamamoto. E eu estava quase atrasada para um desses locais, então sai o mais rápido que pude do hotel e fui até onde, segundo Sana, (S/n) iria estar este horário.

Assim que cheguei no parque, avistei a garota que tanto amo, sentada na grama olhando para o lago a sua frente, ela estava agora com seus cabelos curtos, até o ombro e uma cor roxa escura. Além de estar extremamente linda, como sempre. Acabei deixando um sorriso escapar e caminhei lentamente até ela. A garota por estar tão distraida, acabou nem notando minha presença, nem mesmo quando sentei ao seu lado.

Eu: Este lago é muito bonito - falei sorrindo enquato encarava o mesmo.

(S/n): Tzu...Tzuyu? - a garota me olhou surpresa, com seus olhos arregalados.

Eu: Já faz bastante tempo né... - sorri de modo triste enquanto fechava meus olhos.

(S/n): Você....quando chegou? - continuava surpresa me vendo ao seu lado.

Eu: Faz pouco tempo. Apenas Sana sabia sobre minha volta, pedi para que ela não falasse para ninguém - falei calma e ela apenas assentiu.

(S/n): A...Entendi - disse e um silêncio se fez presente, até eu decidir quebra-lo.

Eu: Me desculpa (S/n) - a garota me olha confusa após minha fala.

(S/n): Que? Por que? - parecia ainda mais confusa, admito que ela estava muito fofa daquele jeito.

Eu: Por ter ido embora, não ter lutado por nós...Eu deveria ter sido forte, ficado ao lado da garota que tanto amo... - Me aproximo segurando suas mãos.

(S/n): Tzu... - antes que ela falasse algo, volto a falar.

Eu: (S/n) eu te amo...Te amo muito, e nunca mais quero te perder novamente - digo e tiro uma caixinha de meu bolso, que continha um belo anél que Sana me ajudou a escolher ontem - Até poderia te pedir em namoro, mas quero dar um passo a frente... - respiro fundo enquanto a garota ficava cada vez mais surpresa - Yamamoto (S/n), você quer se casar comigo?

(S/n): Eu...eu... - Via lágrimas começarem a rolar pelo seu rosto - Claro que sim - a garota me abraçou fortemente.

Após nos afastarmos, a puxei para um beijo, sentia todo o amor que a anos não sentia naquele simples beijo. Foram anos longe dela, mas dessa vez, seriam anos e anos perto da mesma. Finalmente teriamos um final feliz, após nosso terrível passado, ou melhor, outra vida.




Alguns meses depois...



- Você Chou Tzuyu, aceita Yamamoto (S/n) como sua legítima esposa?

Após ouvir aquelas palavras, o sorriso que já tinha em meu rosto ficou ainda maior. Este era o dia mais feliz de toda a minha vida. Todos nossos amigos e familiares estavam aqui reunidos, vendo este momento que era o  mais feliz para mim e para minha amada também.

Eu: Aceito - sorrio para a garota em minha frente.

- E você Yamamoto (S/n), aceita Chou Tzuyu como sua legítima esposa?

(S/n): Aceito - sorriu largo.

- Eu as declaro, oficialmente casadas, podem se beijar.

Após as últimas palavras do juiz, me aproximei de (S/n) tomando seus lábios em um simples beijo, escutando todos os presentes ali, vibrando alegremente.


Quebra do tempo


Eu e minha queria esposa já estavamos em nossa Lua de Mel. Decidimos vir para o Havai, então aqui estamos. No momento estava sentada na cama de nosso quarto no hotel, esperando a garota que estava no banho. Logo escuto um barulho, e vejo a garota parada em minha frente, vestindo um belo roupão de seda.

A garota veio até mim calmamente, se sentando em meu colo, me deixando surpresa, ela sorriu, e sem mais esperar tomou meus lábios em um beijo necessitado. Deitamos calmamente na cama, sem parar o beijo. Assim que a falta de ar se fez presente, inverti as posições ficando por cima, logo tomando seus lábios novamente.

Levei minhas mãos com cuidado até seu roupão, abrindo o mesmo, separo o beijo novamente e sorrio vendo a garota apenas de roupas intimas. Decidi provocar a mesma, comecei a dar selares em seu pescoço, enquanto uma de minhas mãos abriu seu sutiã tirando o mesmo de seu corpo e em seguida foi até seu seio massageando o mesmo.

Eu: o que quer que eu faça? - perguntei de forma provocante, e abafada por estar com meus lábios em seu pescoço.

(S/n): Que...Me foda como só você sabe - falou de forma arrastada. Senti uma pontada em meu ventre com sua fala.

Tomei novamente seus lábios, logo separando o beijo e descendo seu corpo deixando vários selares e leves mordidas pelos locais que passava, até chegar em sua intimidade. Levei minhas mãos até os lados de sua calcinha, e comecei a tira-la de seu corpo, jogando-a em qualquer lugar do quarto. Logo adentrando minha língua em sua intimidade. A garota começava a gemer de forma alta.

Senti suas mãos em meus cabelos os puxando sem força, aumentei o ritimo de minha lingua em sua intimidade.

(S/n): Tzuyu....Eu...Eu vou - antes da garota chegar ao seu ápice, parei os movimentos de minha língua, escutando um gemido de reprovação vindo da mesma.

Subi seu corpo e selei nossos lábios novamente, levei dois dedos a sua intimidade adentrando-os na mesma, a garota gemia consecutivamente, seus gemidos eram abafados por nosso beijo. Logo senti a intimidade da mesma se fechar em meus dedos, e o seu líquido escorrer.

Retiro meus dedos de sua intimidade levando-os até minha boca. Me deito em seu lado, e ficamos olhando para o teto tentando regular nossas respirações, (S/n) deita sua cabeça em meu ombro e passa seus braços por minha cintura.

(S/n): Eu te amo - sussurra perto de meu ouvido.

Eu: Também te amo - digo no mesmo tom da garota.


6 anos depois...


Já fazem anos que eu e (S/n) nos casamos, nós duas já estamos com nossos 27 anos de idade. Tantas coisas incriveis aconteceram nesse tempo. Eu e a Yamamoto tivemos dois filhos maravilhosos, com inseminação artificial. Nosso menininho mais velho tem 5 aninhos, seu nome é Dongpyo, e nossa meninha tem 4 aninhos, ela se chama Wonyoung.

Leticia e Yuta tiveram um filho, seu nome é Dohyon e ele tem 3 anos. Sana e Momo também tiveram uma filha, o nome dela é Nako, e tem 6 anos. Dahyun e Chaeyoung adotaram uma garotinha chamada Yujin, ela tem a idade de Dongpyo, e é super apegada com Wonyoung.

Estavamos todos reunidos em nossa casa, conversavamos animadamente, enquanto nossos filhos brincavam juntos. Todos eles eram tão amigos assim como nós.

Sana - Yah, olhem para Wonyoung e Yujin, as duas são tão fofas juntas, parecem até um casal - Diz provocando sua irmã.

(S/n) - As duas são crianças Minatozaki - fica emburrada fazendo todos rirem.

Sana - Mas um dia vão crescer - pisca para a irmã, que revira os olhos.

Essa era concerteza a vida perfeita, ao lado de todas as pessoas que mais amo no mundo. Não poderia desejar algo diferente, isso era concerteza um sonho. Observava nosso filhos com um enorme sorriso nos lábios, e não conseguia deixar de notar o quão fofo era o modo protetor de Yujin com minha filha.

Acho que finalmente, posso dizer que, meu amor e de (S/n), durou por duas vidas. E agora depois de tudo, podemos ter finalmente o nosso final feliz.


Fim.







Notas Finais


Finalmente um fim onde vcs todos não querem me matar ksksk (rindo de nervoso)
Eu tenho um grande amor por Izone (e X1 cofcof), então se quiserem eu posso fazer uma fic (bemm curta, uns 5 caps ou menos) mostrando um pouco sobre a vida dos filhos deles, Wonyoung, Yujin, Dongpyo...Me digam ai o que vocês acham.

Entrem no meu perfil e vejam minhas outras fics ksk...Amo vcs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...