História The Good Agents - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Agentes, Amizade, Aventura, Romance, Secreto, Suspense
Visualizações 1
Palavras 589
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Policial, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 25 - Não duvide da Alex


Tori então toma a palavra

- Eu sei o seu plano, agora finalmente eu entendi! As peças se encaixarem! Você não ia contaminar as pessoas, ia deixá-las com medo de uma possível infecção e então vender a elas uma vacina! Os tanques do outro lado, não são de água… são o antídoto! Eu sei porque eu também o fiz e ele tem a mesma cor e densidade da água! BINGO

- Realmente, você não é só um rostinho bonito… acertou em cheio! Mas creio que não estarão aqui pra ver o final da história.

Nesse momento então Rogers chama por um nome, e uma garotinha sai de trás dos maquinários. Ele segue e diz aos agentes que é uma garotinha que ele sequestrou e injetou o vírus nela. Segundo ele, ja faziam alguns dias e ela não tinha mais do que 1 hora de vida. Não era tempo suficiente para Tori fazer um antídoto ou pegar o que ela tinha feito no DSE.

Ele presegue mostrando a eles um botão, e diz que se o apertar… os tanques na outra sala irão explodir. Jogando fora todo o antídoto que contém neles.

- Agora a escolha e de vocês. Peguem o antídoto e salvem a garota… ou venham atrás de mim e eu aperto o botão. ADEUS AMIGOS. Diz Rogers fugindo com o botão nas mãos.

Peter pega a garotinha no colo, que está completamente abatida. Eles correm até o outro lado do galpão onde encontram os outros… eles explicam a situação e antes que pudessem terminar, Alex passa por eles e corre atrás de Rogers.

Tori tenta correr atrás dela e avisar que se ele for preseguido, irá apertar o botão e destruir os tanques. Alex a escuta porem parece não se importar e corre muito mais rapido do que Tori… fazendo com que ela fique pra trás.

Tori então volta para a equipe, avisando a eles para sairem do galpão pois pode explodir a qualquer momento. E é exatamente o que acontece. Fazendo com que o antídoto, as amostras e tudo que estava no galpão vá pelos ares.

Peter leva a garota até a van e pede que Danny e André cuidem dela. Ele e Tori seguem até Alex e Rogers… quando os alcançam, seus olhos não acreditam no que vêem.

Rogers está caído, nocauteado por Alex, que observa o corpo desacordado de longe. Peter checa e vê que ele está vivo, porem irá demorar dias pra acordar... tempo suficiente pra ser mandado pra uma prisão de segurança máxima.

Tori então vai até Alex… dizendo que havia a avisado sobre os tanques e que sabia que Alex não iria conseguir tirar o botão de Rogers antes que ele apertasse e destruísse tudo!

- Como vamos salvar a garotinha agora? Não temos tempo pra fazer outro antídoto… estamos perdidos.

- Seria uma pena se eu não tivesse pego isso. Diz Alex, dando a Tori um frasco.

- O que é isso? Diz Tori

- É o antídoto que você fez no DSE. Achei que podíamos precisar! Ouvi toda a chatagem que Rogers fez pelos pontos, achei que não valia a pena deixar ele se safar se eu tinha trazido essa belezinha. Só espero que você tenha feito certo.

Tori então a abraça fortemente, deixando Alex desconfortável e feliz! Eles correm até as vans e injetam o antídoto na garotinha, que melhora após alguns minutos.

Eles a devolvem para sua família e seguem novamente pro DSE. E la chegando, são recebidos com palmas e glorificação dos colegas de trabalho e principalmente de Hank.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...