História The greatest love and the biggest nightmare of my life - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Zayn Malik
Personagens Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Amar Dói, One Direction, Zayn Malik
Visualizações 18
Palavras 585
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2


O amor é algo tão bonito, é um sentimento complexo, mas em si é tão bonito. Todos os sentimentos são de algum jeito bonitos, todos são melancólicos. As vezes ele machucam, as vezes ele nos cura ou simplesmente, as vezes, ele nos surpreende. Um dos sintomas do amor, que eu mais gosto, é a sensação de estar completa e segura.

Desde que conheci Zayn, ele conversando ali, comigo, em uma festa,com milhares de garotas lindas, e muito mais bonitas que eu, ele estava ali. Conversando comigo, e só comigo. Eu estava de moletom, com os cabelos amarrado em um rabo, e com um livro na mão, estava a caminho do meu carro, onde eu normalmente passo a noite quando tem festas, ele me parou, e perguntou " Isso é orgulho e preconceito?". Ele estava com mais dois amigos, um continuou andando, e outro parou e olhou para ele, revirou os olhos, e disse: "Isso é uma festa Zayn! Tem como não ser tão nerd?" Ele revirou os olhos e andou em direção a casa. Então quando Zany se virou e olhou para mim com um sorriso tímido, e fez um comentário sobre Sr.Darcy, e foi aí. Aquele sorriso, as mãos nervosas se mexendo, é um comentário sobre um dos meus livros preferidos que me apaixonei. Eu me senti completa e segura.

Naquela noite, ficamos conversando por horas no meu carro. Ele me contou que gostaria de ter feito faculdade de tecnologia e Ciências, mas o pai não o deixou fazer faculdade. Morreu a três anos atrás, deixando o seu império comercial todo para ele e sua irmã, que prefere jardinagem, então ele cuida de tudo. Ele estava tão nervoso e ao mesmo tempo tão atraente naquela noite. Ele flertava comigo, de um jeito tímido encantador. Acabamos não conversando por alguns dias, e quando teve a próxima festa, ele foi, e nós ficamos mais próximos.

E então lá estava eu. Com ele na minha frente, na porta de um dos restaurante mais chiques de Boston. Ele estava extremamente nevorso. Assim que o carro chega, e entramos ele nos levou para meu lugar favorito. Um lago, onde curtimos vim para ver a estrelas, algo que eu amo obeserva, as estrelas tem uma pureza inexplicável. Sob a luz do farol do carro, e da lua, ele se vira, ainda nervoso, e pega em minha mão. E então faz o discurso mais inesperado e mais sincero que um dia eu possa ouvir.

"Skye…Há dias eu venho pensando em uma forma..para fazer isso…pensei em fazer um gesto grande e escandaloso, ou um pequeno…mas nada parecia ser suficiente…mas quando lembrei desse lugar…que a dois anos atrás, você disse que é o seu lugar preferido..no nosso quarto ou quinto encontro…eu achei que aqui seria perfeito...queria que fosse só nosso…que fosse único…como a primeira vez que conversamos…naquele carro cheirando a baunilha, cheio de livros…aquele momento é só nosso..e como esse..". Eu sabia o que estava acontecendo, e por isso lágrimas desciam descontroladamente pelo meu rosto.

"Skye Eilish Baird…você quer casar comigo?". Ele estava tenso, assim que pegou uma caixinha preta, e abriu em minha frente, mostrando o anel mais elegante que um dia já tinha visto, eu olhei para ele. Seus olhos estavam tão tensos como o resto de seu corpo. Eu abri o maior e mais feliz sorriso, e ao meio de lágrimas eu aceitei.

E assim minha vida, pela segunda vez mudou totalmente. Eu, no começo, estava tão feliz e cega pelo amor, que não vi a bagunça em que eu estava me metendo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...