1. Spirit Fanfics >
  2. The Haunting Like A Vampire 2 >
  3. Planejamentos

História The Haunting Like A Vampire 2 - Capítulo 12


Escrita por: Queen_Gretel

Notas do Autor


Fala aí galerinha, aqui estou eu com mais um capítulo da segunda temporada de The Haunting Like A Vampire, espero que estejam gostando da história e espero que gostem desse capítulo, estamos quase na reta final da história, peguem uma coisinha para comer, uma coisinha para beber, tenham uma boa leitura. Quero pedir desculpas antecipadamente por estar postando tarde esse capítulo, mas ontem faltou luz no momento em que eu fui postar, então agora estou postando e mais tarde postarei os dois capítulos diários de hoje.
No capítulo anterior Mia descobriu um pouco mais sobre Lorenzo, os dois tem gostos bem parecidos e ela quer muito que ele fique, o que será que vai acontecer?

Capítulo 12 - Planejamentos


Fanfic / Fanfiction The Haunting Like A Vampire 2 - Capítulo 12 - Planejamentos

Kaya e Mia estavam sentadas no quarto conversando, altas risadas, se divertiam muito contando as histórias de cada uma, mas logo um silêncio se fez presente no local e a moça de cabelos pretos baixa a cabeça, pensava em tudo que Mia havia dito antes da luta de Lorenzo com o tal cara desconhecido e aquilo passava dias em sua mente como se morasse eternamente ali sem pagar aluguel.

Ela não sabia como conversar com Mia sobre esse assunto, o único problema que a incomodava era morar longe, Japão e Lindford eram muito distantes, outro lado do mundo praticamente, como que elas iriam se comunicar ou até mesmo se ver?

— Está tudo bem Kaya? — perguntou Mia, retirando a moça de seus devaneios — Aconteceu alguma coisa? Falei alguma besteira?

— Não, você não falou nada ruim, só estou perdida em devaneios... — disse Kaya — Estou pensando no que aconteceu aquele dia.

— Você fala naquele dia que o cara apareceu e brigou com o Lorenzo? Aquele dia foi uma loucura... — disse Mia — Ainda bem que me recuperei rápido daquela pancada, mas na hora, pensei que fosse morrer.

— Mas não foi por isso que eu estava perdida em pensamentos... — disse Kaya — Foi o que você me falou antes de tudo acontecer.

— Ah sim, mas eu apenas falei verdades, eu gosto muito de você e não quero que nada de ruim aconteça... — disse Mia um pouco tímida — Estamos vivendo um momento perigoso, sem saber se isso é algo relacionado apenas aos humanos ou se os vampiros também serão atacados.

— A minha preocupação é sobre o que vamos fazer para manter o nosso relacionamento, minha mãe está esperando a investigação do caso de Clarisse terminar para voltarmos ao Japão... — disse Kaya com um olhar entristecido — As ligações são caríssimas e não temos outra forma de nos comunicar a não ser por cartas, que demoram muito, porém, também não queria deixar você de lado.

— Eu entendo, mas sempre darei um jeito de me encontrar com você e continuaremos nossa relação sem quaisquer problemas... — disse Mia — Além disso, a tecnologia está cada vez avançando mais, talvez eles consigam fazer algo que nos ajude a se comunicar mais facilmente.

De repente, batidas são ouvidas na porta, Mia permite a entrada, era Victória, que apenas com um olhar e um chacoalhar com a cabeça, pede para que as duas se fizessem presentes na sala, a mais nova conhecia o significado desse gesto, Anastásia a havia ensinado sobre isso. Ela concorda com a cabeça, segura a mão de Kaya e as duas se levantam e caminham para fora do quarto.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Anna, Makenna e Victória estavam de pé em meio a sala de estar, Hayden estava sentado em uma poltrona, enquanto Lorenzo estava sentado em outra, Anastásia estava escorada na lareira apagada, quando Kaya e Mia chegaram no local, se sentaram no sofá em frente as três vampiras mais velhas.

— Para que serve essa reunião? — perguntou Hayden.

— Para ver quem seria o primeiro idiota a perguntar... — disse Anna encarando o Conde que a encara de volta.

— Tudo bem, vamos para as descobertas... — disse Makenna tentando quebrar o clima que se formou no local — Victor não está muito longe daqui, o grupo todo está em uma casa em Watershade esperando para nos atacar

— Ele está esperando me pegar desprevenido e sozinho... — disse Lorenzo — O alvo dele sou eu.

— Mas temos um plano para pegá-lo... — disse Victória — Sinfonia da Noite sempre tem uma carta na manga.

— Qual o plano? — perguntou Kaya.

— O Sinfonia da Noite sempre foi conhecido pela sua canção ecoada pelas três vozes nos cantos mais remotos do mundo e isso sempre atraiu curiosos... — disse Anastásia — Desta vez, usaremos esse canto para atrair os vampiros do grupo de Victor, incluindo ele, acabaremos com tudo.

— Mas ainda não sabemos e nem mesmo temos provas de que foram eles que assassinaram Clarisse... — disse Mia.

— Na verdade, temos sim, não apenas o massacre na escola japonesa em 1998 pode ajudar como também isso... — disse Anna jogando uma prancheta com um papel cheio de nomes preso nela — Essas são as listas das cidades e vítimas que seriam alvos do grupo e Clarisse estava envolvida.

— Porque? — perguntou Hayden — O que eles queriam com Clarisse?

— Isso que veremos, nós temos que raptar Victor e fazê-lo confessar algumas coisas... — disse Anastásia — Antes de entregá-lo para Ewan, que vai decidir o que fazer com ele.

— E quando que colocaremos esse plano em ação? — perguntou Hayden.

— Essa mesma noite... — disse Anna — Agnes e Bernardo já foram avisados, eles vão ficar de guarda no telhado da Mansão.

— Quero ajudar! — disse Kaya.

— O plano é o seguinte: Anastásia ficará na sacada do quarto dela, Victória sentará na janela do escritório e eu ficarei na sacada do quarto de Mia... — disse Makenna — Agnes e Bernardo ficarão no telhado, queremos Kaya, Lorenzo e Mia na área externa nos fundos da Mansão também para guarda.

— Eu ficarei escondida para raptar Victor... — disse Anna — Hayden vai tocar o órgão de tubos.

— E qual a necessidade do órgão de tubos? — perguntou Hayden.

— Vai chamar mais atenção... — disse Anastásia — E eu sei que você toca muito bem e vai ajudar muito.

— Não elogie muito... — disse Anna — Ele vai ficar convencido.

— Bom, então o plano está montado... — disse Lorenzo — Não sei quem é Ewan, mas espero que ele cuide desse desgraçado.

Um silêncio se fez presente no local, Anna, Makenna e Victória não paravam de pensar em como Victor era família de Lorenzo e também foi quem o transformou em vampiro, então ouvi-lo proferir aquela palavra a quem lhe salvou era um pouco chocante, nem mesmo Anna havia proferido aquilo contra seus próprios pais que transformaram ela e John sem o consentimento de ambos.

— Ele é sua família... — disse Makenna quebrando o silêncio — Não se esqueça disso.

— Não, ele é apenas do meu sangue... — disse Lorenzo — Porque infelizmente nós não escolhemos de qual família viemos.

— Você não precisa ficar lembrando disso... — falou Hayden o mantendo calmo — Você sabe que não está sozinho, já conversamos sobre isso.

— Não me diga que a família Ludemberg Christensen vai adotar outra criança das trevas? — perguntou Victória.

— Porque não? Se ele aceitar, será muito bem-vindo... — disse Anastásia — Mas essa decisão precisa partir dele e apenas dele.

— Ainda tenho tempo para pensar... — disse Lorenzo — Mas isso não significa que seja um “não”.

Anastásia, Hayden e Mia sorriem, aquilo poderia ser um talvez, mas no fundo sabiam que independente da decisão que seria tomada por Lorenzo, eles estariam ali para apoiá-lo e se caso ele não quisesse ficar ali, a Mansão Ludemberg Christensen sempre estaria aberta para ele voltar quando precisasse. 


Notas Finais


Opa, parece que Lorenzo não tem muito amor pela família dele, mas está considerando ficar com os Ludemberg Christensen e será que esse plano vai dar certo? Veremos nos próximos capítulos, então espero que vocês tenham gostado, mais tarde eu posto os dois capítulos diários que estavam programados para hoje a noite, então beijos e tchauzinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...