1. Spirit Fanfics >
  2. The healing of my life >
  3. Aposta

História The healing of my life - Capítulo 5


Escrita por: e irismills


Notas do Autor


Olá amores voltei 😘
Se tiver muitos erros ignorem,eu não editei 😥😆

Capítulo 5 - Aposta


Fanfic / Fanfiction The healing of my life - Capítulo 5 - Aposta

-Você é a Regina Mills?.-foi tudo o que eu conseguir dizer?

-Bom,É o que diz minha certidão de nascimento,senhorita swan.-sorriu de canto,tão irônico.

-Vo..você é a viúva do meu irmão!.-gagueijei.

-Desculpe!o que disse?.-sua expressão era de confusa,fraziu o cenho.

-Robin meu irmão.-engoli em seco ao soltar a respiração que nem sabia que estava segurando,parecia que o ar tinha voltado aos meus pulmões.-Você é a viúva dele!.-completei

Ela parecia tão chocada e surpresa quanto eu,depois de longos minutos em silêncio ensurdecedor.Foi a vez dela, quebrou o silêncio.

-Licença senhorita swan.-disse ela ao limitar sua fala para mim em seguida olhou para oliver.

-Oliver preciso de um minuto.-disse ela e ele assentiu.

-Sim,emma já voltamos.-disse ele ao abrir passagem para que ela passase como se fosse uma rainha conduzida até o trono.Bufei,sério isso.

-Regin..Quer dizer, senhora prefeita! Eu..-tentei completar e ela me cortou.

-Agora não é o momento.-limitou-se novamente ao me encarar,em seguida virou-se em rumo a sala de oliver.Ela me observou de longe enquanto oliver fechava a porta,vejo ela balbuciar algo e ele em seguida fecha as persianas.Me deixando totalmente no escuro.

Me apoiei sobre a mesa atrás de mim e respirei fundo.

Regina POV

Será que eu bati forte com a cabeça ou em uma outra vida toquei fogo em roma?minha cabeça estava a girar naquele momento,a tal loira entrometida que surgiu do nada e passou a me perseguir só pode, diz ser a irmã do meu falecido marido.Eu fiquei tão a tônita que não conseguir mexer um músculo,depois de alguns minutos inerte tive um choque de realidade e acordei.Eu não tinha como iniciar uma conversa com a quela mulher sobre isso,eu precisava pensar no que ela acabou de dizer.Que eu saiba poderia ser mentira sua história.Pensei rápido e chamei oliver precisava saber porque ele a contratou de imediato sem me passar a ficha dela por mim.Assim que entramos na sala pedi que ele fechasse as persianas pois aqueles par de olhos esmeraldas a me encarar do lado de fora estava atrapalhando minha concentração.

-Mais o que diabos é isso?És uma piada de mau gosto oliver?-coloquei minha bolsa em cima da mesa,coloquei meus braços envolta da minha cintura e o encarei.

- Do que esta falando regina?estou tão surpresa quanto você.Não sabia que vocês se conhecia até minutos antes de você chegar,eu achei o seu endereço na mesa dela.

-Meu endereço?Isso..isso é insano.Porque agora?faz tempos escrevi para a mãe dele e para as irmãs,ainda não sei se acredito nessa história.-minha mente estava para explodir.

-Se você não sabia até agora que ela é irmã do seu falecido robin de onde se conhecem?.

-Ela derramou café em mim..isso não vêm ao caso,ela diz ser " irmã" dele até que ela prove,será uma estranha completa e que eu desconfio.Mais me diga porque você contratou alguém sem passar o relatório pra mim primeiro?que eu saiba você é vice apenas.

-Certo,Para começar não desconte em mim sua ..-ele pausou.-Raiva,sabe que preciso urgente de um sheriff e ela tinha todas as qualificações e você mesma disse que eu escolheria a nova sheriff e você só vinria aqui para conhece-la e saber se realmente é qualificada.

-Eu disse?

-Sim,semana passada quando entrei na sua sala e você estava concentrada em seu computador.Deixou claro que isso era problema meu para ser resolvido.

-Sim,eu disse.-esfreguei a mão sobre minha testa,tinha me lembrado disso,minha cabeça parecia flutuar pra longe, tava pesada.

-Então,eu fiz o que me pediu.E agora, você quer que eu a chame para conversarem?.

-Não,eu preciso pensar antes.E saber se ela é mesmo quem diz ser.-andei de um lado para o outro tentando me acalmar.Mexendo as mãos aos estralar.Oliver chegou mais perto e me encarou enquanto segurava minhas mãos.

-Você está bem?-questionou.

-Estou sim,só preciso ir pra casa.-neguei.

-Quer que eu passe lá mais tarde?

-Não,eu vou ter um dia com meu filho hoje, por isso tirei folga.

-E quem vai ficar no seu lugar?regina hoje têm reunião do concelho!

-Você é vice pode ir no meu lugar e resolver,não estou com cabeça e eu prometi a henry.

-E enquanto a emma swan?Ela vai ficar aqui ou terei que arranjar alguém para ficar no meu lugar aqui na delegacia?

-Ela fica por ora,você a contratou então se acha que ela é qualificada eu acredito.

-Tem certeza?.

-Oliver..ja disse que sim.

-Desculpa.-ele se inclinou ainda mais.

-Aqui não.-digo ao me afastar.-Depois nos falamos.peguei minha bolsa e sai da sala,a loira continuava a me encarar veio em minha direção.

-Senhora prefeita podemos?.-insistiu,a encarei.

-Aqui não é local e hoje não tenho tempo para termos essa conversa,eu não sei se esta inventando essa história mais já deixo o aviso que não vai querer me ter como inimiga..acho estranho querer tanto aproximação comigo.Quando eu tiver tempo eu te procuro,passar bem senhorita swan.-sai em seguida.

Emma POV

Que idiota,como pode me chamar de mentirosa?nem me conhece para tirar tal conclusão,não sou nenhuma interesseira e essa conversa não acaba aqui.Sei que pra ela foi um susto ora,pra mim também foi.Sei que nossos encontros foram desastrosos mais...agora muda de figura né?

-Emma devolta ao trabalho por favor.-disse oliver,respirei fundo e obedece meu chefe.

Regina POV

Depois de tal revelação sinceramente não sei como cheguei em casa,assim que entrei veio henry correndo até mim como fazia quando eu resolvia voltar pra casa antes do horário de almoço ou até mesmo quando eu chegava cansada do trabalho a noite.Ele se agarrou nas minhas pernas,me agachei colocando a bolsa no chão para retribuir o abraço caloroso dele.

-Oi querido.-beijei sua cabeça.-Porque não faz assim leva a bolsa da mamãe para o quarto e pega seu caderno de colorir e faz um desenho bem bonito,assim a mamãe conversa um pouco com sua tia,toma um banho e volta pra ficar com você ok?.

- Ok.-sorriu e pegou minha bolsa e subiu para o meu quarto.

-Que cara é essa regina?parece que viu fantasma mulher!

-Não o fantasma mais o passado dele.

-Oque?não esta falando coisa com coisa mulher!.

-Senta e eu te conto.-ela sentou no sofá e eu sentei na poltrona de frente para a mesma.

*****

-Tô passada regina!.-disse ela depois de alguns minutos.

-Então deixa ver seu entendi !A Emma swan,a mesma que te derramou café e estava aqui na quele dia é a irmã do robin?.

-Supostamente sim,não sei se acredito nessa história.

-Bom se for,ela e a quela ruiva são tias do henry.-disse ela um pouco mais alto.

-Você esta louca ?fala baixo loba.-ela arregalou os olhos e tampou a boca.

-Desculpa.-disse em seguida.

-Quem é essa ruiva?onde você a viu?.

-No grannys dinner,ontem na verdade.Ela estava com uma ruiva gostosa do lado que deu em cima de mim,ela me pediu desculpa.

-Bom,eu pedi a sidney um relatório completo dela,se ela for mesmo quem diz ser.

-E se for o que você vai fazer?.-questionou-me,confesso que eu estava sem saber o que fazer nessa situção.

-Ainda não sei direito,pensei em chama-la e termos uma conversa,saber suas reais intenções..ainda estou confusa.

-Bom,já é um começo.Eu acho que deve dar uma chance,não vá muito na defensiva se ela estava te procurando e tinha seu endereço é porque ela e a irmã querem ter contato com henry.-ela disse isso e logo henry desceu as escadas com um desenho em mãos.Mudamos de assunto.

-Olha mamãe o que eu fiz pra você.-era um desenho em que eu estava conversando com a loira anteriormente.

-Henry porque desenhou isso?-franzi minha sombrancelha

- É mulher linda,quem é mamãe?

-É uma conhecida da mamãe.-olhei para ruby.-Olha a mamãe vai tomar um banho ok,e ai eu serei toda sua.

-Ebba.-deu um pulinho levantando os bracinhos.Rimos com sua animação.

-Vêm me ensina a desenhar pequeno.-disse ruby pegando o caderno de pintar e sentou no tapete se apoiando na mesa,henry sentou do lado.

-Ah tia é fácil,me imite.-disse ele.

Me levantei e subi para meu quarto,depois de tomar um banho relaxante fui até o closet peguei uma roupa folgada mais confórtavel possivel e desci para ficar com henry.

-Bom,já que você vai ficar com ele hoje vou aproveitar para visitar nossos irmãos.E eu já liquei para a escola avisando que henry não ia hoje.

-Ok,diz que eu mandei um beijo.

-Ok ,eu digo.-disse ela ao me dar um beijo no rosto.-Thau pequeno.-deu um beijo em henry.

-Thau tia.

-Somos só nos dois.-sorri.

-Sim mamãe.-disse com um sorriso sapeca.

-Sabe o que eu pensei?.

-Não,o que mamãe?.

-Podiamos fazer um desenho bem grande o que acha?.

-Ebba,vamos sim.

-Então tá pega cola e pega essas cartolinas coloca uma do lado da outra.

Sentei ao seu lado para brincar um pouco com ele até a hora do almoço chegar,ele estava tão empolgado,fazia passo a passo do que eu ensinava.

-Pronto.Agora você começa a desenhar naquela ponta de lá e eu começo na outra ok?.

-Ok mamãe.

*****

Eu e henry estavamos exaustos de desenhar ,porém o pimpolho ainda tinha fôlego de sobra na hora de tomar banho,estavamos sujos de tinta da nossa pequena bagunça.Apesar de ter me divertido um pouco com isso ,minha cabeça estava longe dali.

-Nossa como ele está um principe.-disse ao terminar de passar perfume nele.

-Eu sou um caçador mamãe ...não plincipe.-disse ele fingindo ter musculos.-ri,fiz ataque de cócegas nele.

-Para mamã ta machuncando henry.-riu ofegante,se debatendo mo meu colo,parei.

-Vamos descer pra almoçar?.

-Simmm tô com muita fominha.--fez careta passando a mão sobre a barriguinha.Peguei ele nos braços e descemos.

-Já ia chama-los senhora,o almoço esta pronto.

-Obrigada jascinda.-fomos até a sala de jantar e eu coloquei henry na cadeira em seguida me sentei também.

Ruby POV

-Ah maninha não veio com você rubys?.-disse david.

-Não,a regina tirou o dia para ficar com henry.Mais mandou um beijo.-disse ao abraça-los

-E porque essa cara mana,algum problema com a gina?.-questiona kilian.

-A tia do henry por parte de pai apareceu de forma um tanto inúsitada.

-E isso não é bom?.-disse david com o cenho franzido.

-Quem sabe?Bom,a apresentação das duas não foi das melhores mais...

-Mais o que?conta loba!.-disse david curioso.

-Regina explica isso pra vocês depois.

-Qual é ruby!Poxa fala estou morto de curiosidade.

-Já disse é assunto dela,se ela quiser ela fala.

-Mais somos irmãos dela,temos direito de saber!.-disse james botando pilha.Ele era o irmão gêmeo do david.

-Não ensista rapazes,ela tem razão é assunto da regina.-disse mary,ela era noiva do nosso irmão mais velho david e também melhor amiga da regina e minha também.

-Não sei porque tanto mistérios afinal estamos todos em familia.-disse a venenosa da katherine.Tava demorando,bufei.Ela era namorada do meu irmão mais novo kilian ela tinha uma inveja obcessiva da regina e não gostava da mary e nem de mim.

-Nem estamos tão em familia assim,ainda têm entrusos por aqui.É melhor deixar para regina contar já que é sobre ela.-digo.

-Você esta me chamando de entrusa?.

-Se a carapuça serviu?sim

Mary segurou a risada ela também não se dava bem com katherine.

-Killy você não vai falar nada?a ruby esta me ofendendo.Essa...essa...

-Essa oque?.-encarei, chegando bem perto.

--Ei ei...que isso?katherine pare de dar chiliques e ruby por quem ensiste em ofender minha namorada.

-Eu não precisaria se ela não fosse tão venenosa.

-Tá vendo killy ela me odeia, ela e a regina...eu nunca fiz mal para elas.-dissimulada pagando de santa.

-Vêm,vamos embora querida.Pisou feio na bola ruby.-disse kilian saindo com aquela gata burralheira do lado,cobraaa.

-Por mim.-dei de ombros.Eles sairam.

-Poxa ruby toda vez que fazemos uma pequena reunião aqui em casa você estraga,trocando farpas com essa bruxa.-disse david chateado.Ele era o pacificador da familia.

-Desculpa vid,mais eu não aguentei..essa garota é muito sonsa cara.

-Verdade,ela fica sondando a vida da regina pra depois fazer fofoca dela.-disse mary.

-Eu nunca entendi essa obcessão dela pela gina.-disse james.

-Eu sei o motivo.-disse david,piscou o olho para mim sem que james visse.

-Ela é sapatão,tá apaixonada pela gina.-disse ele sério e convicto.

-Sério?.-james arregalou os olhos espantado,tentamos segurar o riso mais não teve como.

-Do que vocês estão rindo?isso é sério,coitado do kilian.-disse ele ainda sem se dar conta da zueira qie fizemos.

-É mentira dele james,estamos te zuando.-disse ainda ofegante,respirei fundo mais cai na risada denovo.

-Não teve graça.-disse ele com cara amarrada.

****

Regina POV

Estava almoçando com henry quando a campanhia tocou.

-Licença senhora.-disse jascinda indo abrir a porta.

- Não precisa jascinda,eu mesma abro.Quando Henry terminar certifique-se que ele escove vê os dentes e tire seu sono da tarde.E você pode ir pra casa.

-Sim senhora.

Ageitei minha roupa e fui em direção a porta.

-Eu disse antes do almoço não durante o almoço,Sidney.

-Desculpa madame,eu me atrasei porque meu carro quebrou e...-o enterrompe antes que ele desse voltas e mais voltas.

-Trouxe o que eu pedi?.

-Sim,aqui está.Essa moça têm um histórico e tanto hein.Se me permite porque a vossa excelência têm interesse...-me entregou o pacote.

-Não permito,isso é assunto meu.Obrigada,está dispensado.

-Certo,me desculpe mais uma vez.Não vai se repetir novamente,tenha uma boa tarde.

-Eu espero que não se repita mesmo ou será despedido do jornal,agora vá.

-Sim.-sorriu fraco e saiu,fechei a porta.

Suspirei fundo ao análisar aquele pacote,em uma dúvida incessante se deveria sim ou não abri-lo e ver o que estaria escrito no mesmo.Fui até meu escritório deixei o pacote em cima da mesa e abri uma garrafa de vodka e enche o copo,como se aquele líquido fosse aliviar ou pelo menos amenizar a minha ansiedade e o medo,tola não?Levei-o até a boca e tomei tudo em um só gole,sentindo o gosto amargo e puro atravessar guela a baixo,enchi novamente o copo,peguei a garrafa e caminhei até a mesa.Me sentei mesmo estando bem aconchegada na cadeira,minhas costas não diria o mesmo,estavam tensas demais.

Encarei mais uma vez aquele pacote em minha frente,respirei fundo deixando o copo de lado e retirei o lacre,retirando o dossiê de Emma Swan,Começei a ler.

Zelena POV

-Alguém sabe me dizer o que é um mapa?

Silêncio na sala.

-Qual é gente,expliquei na semana passada.-isabella levanta a mão.

-Sim bel.

-O mapa é uma representação gráfica da superfície terrestre que serve para a orientação e a localização de objetos, pessoas, ruas, cidades e países no espaço geográfico.

-Isso mesmo bel,parabéns.-o alarme toca.

-Ok pessoal,amanhã vamos desenvolver mais o assunto sobre cartografia,tenham uma boa aula de história. -arrumei minhas coisas e sai,pensei em dar uma passada no granny's e tomar um café com sorte ainda poderia ver novamente aquela morena maravilhosa.

*****

Granny's dinner

Assim que eu entrei avistei quem eu queria ver,me sentei na mesa do canto e acenei para ela.

-Olá,o que vai querer ?.-disse ela com um sorriso explendido.

-Um café puro e o seu número.-sorri maliciosamente para ela.

-Bom,o café eu posso trazer sem problemas.Já o meu número não será possível.

-Porque Não?têm namorado ou namorada?.

-Isso não é da sua conta.-Ela riu tímida.- Mais respondendo a sua pergunta, não tenho.

-Então porque Não?.

-Eu já disse,Não flerto com clientes.

- Não seja por Isso,deixe-me te pagar um sorvete,só um passeio.

- Você não desiste Né?se eu te disser não você vai continuar ensistindo não é?.

-Exatamente,adoro um desafio.-mordisquei os lábios ao análisar seu corpo,sinto a mesma ruborizar.

-Então está bem saiu daqui a 20 minutos não vou ficar no turno da noite hoje,me espere no píer.

-Ok.-Me levantei.

-E o seu café?.

-fica para uma próxima,já consegui o que eu queria.-dei uma piscadela e sai deixando ela com um sorriso no rosto.

Emma POV

A manhã passou tão depressa dei uma pausa no trabalho e fui me servi de um café na máquina de cappucino,minha cabeça estava um nó.Não era pra menos não é?eu descobri que aquela mulher linda e intrasigente é a viúva do meu irmão!é muito pra se descobrir em um dia,sem falar que me vêm a que imagem daquele menino no outro dia,ele é meu sobrinho.Dá pra acreditar aquele pequenino fofo é meu sobrinho ?eu sei é facil eu me encantar por criança,espero que a mãe dele me ouça.Meu pagger começou a aptar,tinha acontecido algo na rua Burton.Larguei o café peguei minhas chaves e sai correndo.

****

- Então você é o arruaçeiro que briga em bar né,vai ter que passar uma noite na cadeia hoje leo.

-Uuh você deve ser á a nova sheriff,como se chama mesmo..swan.-disse ele tropeçando nos próprios pés.

-Não acha que é muito cedo pra beber Não?

- Não.. Você Têm uma familia sheriff?.

-Claro.

-Não..não ,estou falando de um marido e filhos.

-Não.

-Pois é eu tinha e perdi.Não me diga que é cedo pra beber.-conduzi o mesmo até a viatura e levei ele para a delegacia

****

-Ei Loira me dá uma dessas rosquinhas ai vai.-disse ele dentro da cela.

-Toma.

-Obrigado,então porque uma loira bonita resolve ser sheriff?.

-Não tenho medo de trabalho e não nasci pra ser dondoca, mais obrigada pelo elogio.

-Tá ai,goste de você.-sorriu.

-Ook,tenta descansar um pouco ai tá bom.

Regina POV

-Ela disse a verdade,meu Deus isso é tão louco!.-digo  levando as mãos até o meu rosto.

- Eu não tem motivos para demiti-la,bom eu tenho que perguntar do robin em suas ultimas horas já que nisso consta que ela estava com ele antes de ir pra falluja.Oh Me Deus eu fui tão grosseira,ta ela mereceu por invadir meu espaço mais..ela não sabia de nada.Tenho que concertar isso!.-Sou enterrompida dos meus pensamentos quando um pequeno desajeitado entra.

-Mamãe o que vamos brincar?.

- Venha aqui.-digo sorrindo,chamando para que ele se sentasse no meu colo,ele logo veio correndo.

-Ual como está pesado esse pequeno.-digo ao te dar um beijo na testa.

-Porque está tliste mamã?.

-Não estou lindo,só estou pensando,Henry você gosta dos seus tios e da sua tia ruby?.

-Claro mamã,eles são muito divertidos,a tia ruby é a melhor..ela me da gominha.

-Ela oque?.

-Não fala pra ela se não ela briga com Henry.- disse ele fazendo bico.

-Tudo bem,mais mesmo assim vou falar com ela sobre isso.Sabe que eu não deixo você comer doces.Mais eu vou deixar passar dessa vez.

-Tá bom,podemos ir brincar de bola lá fora agora?

-Sim,deixa a mamãe guarda isso.

-Mamãe porque você tem uma foto da quela mulher?. -ele viu o dossiê que continha uma foto da loira

-Porque ela é colega da Mamãe.-guardei rapidamente na minha gaveta.

-Vamos.

**

Henry estava jogando bola e brincando com Lola enquanto eu lia um livro de stephen King, vi a ruby chegar parecendo um furacão.

-Regina me impresta aquela sua blusa vermelha.

-Humm vai ter encontro hoje?

-Sim,e é daqui a pouco.Anda me empresta logo,por favor.

-Só se você me disser quem é.

-Você não conhece.-poderia crer que ela ficou fazendo com receio de contar.

-Está bem,está no lado esquerdo do closet.

-Obrigada maninha.-ela me deu um beijo no rosto e entrou feito bala dentro de casa.

Avistei meus outros irmãos aparecendo.

-Já vi que não vou terminar de ler hoje.-pensei.

-Maninha.-disse David e james,não vi kilian.

-Oi amiga.-disse mary

-Oi linda,nunca mais veio aqui.Meu irmão está te deixando muito ocupada é?.-brinco ao abraça-la e beijar sua bochecha.

-Só se for ele mesmo.-riu.-O trabalho está muito corrido.-Mary era estilista então ela trabalhava tanto quanto eu.

-Só vocês mesmo.-disse David.

-Tio Davi e jami.Vamos brincar de bola.-disse Henry ao puxa-Los praticamente.

-Está bem garoto,eu maninha eu quero saber de uma coisa que a ruby disse.-disse David.

-Sim,vamos deixar vocês conversarem.-disse james,e saíram com Henry.

- Sem querer ser intrometida amiga mais ruby disse que a tia do Henry por parte de pai apareceu é verdade?.

-Sim,eu ia te contar assim que soubesse mais sobre ela.-digo ao pegar em sua mão,sentamos no banco.

-Então me fala como aconteceu isso?.

-Bom,ela esbarrou em mim no restaurante da vovó me dando o maior banho de café,depois trombei com ela rondando a minha casa,achei que era uma louca varrida que queria algo de mim.-suspirei.-Diz ela que não estava me perseguindo,e agora acho que acredito nisso.Devido que quando o Oliver contratou ela para ser sheriff ela tinha meu endereço mais quando soube que eu e a viúva do irmão dela somos a mesma pessoa,ela ficou tão surpresa quanto eu.

-Menina que babado,e o que pretende fazer em relação a isso amiga?porque obviamente vocês precisam conversa e se entender.

-Eu sei,mais ainda não sei como ter essa conversa.Minha cabeça está um nó Mary.

- Eu posso imaginar.-disse ela segurando a minha mão.-Mais você precisa,é só marcar um encontro com ela e escutar o que ela tem a dizer,assim saberá suas reais intenções.-disse ela me encarando,era impressionante como mary conseguia me acalmar com suas palavras doces.

-Você têm razão,farei isso amanhã.Eu realmente estou curiosa e ansiosa para isso,pedi a Sidney um dossiê sobre ela.

-Regina!Amiga tem que parar de sair investigando todos que tromba com Você,no caso dessa Emma eu até entendo o motivo que tenha levado você a fazer isso mais você ao invés de conhecer as pessoas fica estalquiando.

Apenas dei de ombros

-Acha que eu não sei disso,mais na minha posição de prefeita eu tenho que desconfiar de todos ao meu redor.Aproveitadores é o que não faltam.

-Eu sei disso,mais não dá pra desconfiar de Deus e o mundo iste Regina,têm que maneirar.Deixa as pessoas se aproximarem,é triste não confiar em ninguém.

-Mais eu confio ora,confio nos fatos,no que vejo.Confio em você nos meus irmãos e ponto.

-Agradeço,mais nos não contamos.Eu estou falando de pessoas de fora,fora eu e seus irmãos você não têm mais amigos,precisa conhecer pessoas e deixar que se aproximem.

-Ook Mary Margaret,prometo tentar.-revirei os olhos e ela riu.

-Acho bom.-disse

Ficamos trocando idéias  enquanto ríamos das brincadeiras de james David e Henry,a Lola estava dando maior canseira neles,principalmente em james que Lola era obessecada em atormentar.Ruby deu um beijo em todos nós e saiu novamente feito uma louca desvairada.Mary me contou da discussão  da rubi e da bruxa da Katherine  e eu me acabei de tanto rir,realmente aquela mulher não se emendava.

****

Zelena POV

- Nossa você está linda.

-Obrigada.-ela ficou corada,com um sorriso desconcertante.

-Aonde vamos?.

-Primeiro vou levar a senhorita para tomar sorvete,depois podemos ir onde você quiser.-Ri maliciosamente.

-Você flerta assim com todas que aparecem na sua frente?

-Nem todas,só as mais atraentes.

- Então eu sou muito atraente pra Você?

-Eu diria que sim.

Após esse nosso pequeno diálogo nos dirigimos para a sorveteria, com a morena me guiando senão eu teria me perdido umas 12 vezes por estar submersa em pensamentos e por conta do meu nervosismo com este encontro , nossa a quanto tempo eu não saio em um ??-penso.Desde que mamãe descobriu a doença eu só tive sexo casual sem me envolver com ninguém por que minha mãe era prioridade e eu era a única que estava ali pra cuidar dela,e teria continuado só no sexo casual se não tivesse visto essa morena e desejado ela logo de cara,agora aqui estou eu tendo um encontro pra ver se esse desejo vai dar em algo mais . . . Falando em desejo,essa calça jeans devia ser considerada um pecado na morena . . .

-Na verdade um espetáculo-pensei em voz alta sem perceber.

-Humm ? Disse algo?

-Que suas coxas estão um espetáculo  com essa calça.

-Obrigada,se estamos falando verdades,devo dizer que seus seios estão maravilhosos nessa camisa.

-Obrigado ru-by - falei seu nome de forma sensual e vi a morena se arrepiar,o que me fez sorrir de canto e manter o sorriso ate chegarmos na sorveteria onde ela escolheu o sorvete estrada pedregosa e eu fiquei com o bom e velho sorvete de baunilha.

Nos comemos os sorvetes enquanto conversavamos coisas leves como flores, culinária,esportes,por que a morena gosta de beisebol e eu de basquete,e sobre séries e filmes e acabamos marcando o nosso proximo encontro para ir ao cinema,toda essa nossa conversa entre colheradas do sorvete e flertes, eu estou definitivamente me divertindo. Olhei rapidamente para o balcão e encontrei minha mãe nos olhando com um sorrisinho arteiro e um olhar malicioso,então voltei minha atenção para a morena que falava das nossas irmãs e seus encontros desastrosos e eu comentei.

-Pra mim isso é tesão que a emma tem pela regina e não quer admitir.

-Eu acho a mesma coisa da regina.

-Então o que acha de fazermos uma pequena aposta ??? - falei e posso jurar que vi os olhos dela brilharem .

-E que aposta seria essa?

-Eu aposto que a regina que vai tomar a iniciativa e beijar a emma.

-E eu aposto o contrário ,se eu perder o que eu tenho que fazer pra você??

-Comprar dois ingressos para um jogo dos Lakers e ir comigo assistir.

-Então se eu ganhar você compra dois ingressos para um jogo do red sox e vai comigo - falou eu me estendeu a mão para oficializar a aposta - Fechado??

-Fechado

Depois da nossa aposta saimos da sorveteria e fomos até o meu carro para partirmos para o pier,assim que chegamos na praia eu peguei um culer e a cesta com alguns comes e bebes no porta-malas e fomos até o final do pier onde nos sentamos e eu começo a preparar as coisas e quando esta tudo arrumado sirvo uma taça de vinho para mim e para ruby que propôs um brinde.

-As nossas irmãs lentas !!!!

-A vidas complicadas!!!!!!!!!!

E depois desses brindes continuamos conversando em um clima aconchegante e descontraído com muitas provocações pelas duas partes até que o sol começou se por .

-Ruiva o encontro está sendo ótimo mais eu preciso ir pra casa.

-Sério ???-falo e quase,quase mesmo faço um biquinho emburrado e ela ri disso - Ta bom,mas eu faço questão de te levar ate em casa.

Após muitos protestos dizendo que não precisava e que ela podia ir andando nos entramos no meu carro e ela me disse o endereço,durante o trajeto o unico som que podia ser ouvido era as músicas da minha playlist e o barulho do motor do carro,não era um silêncio ruim pelo contrário era confortável para ambas as partes e quando finalmente cheguei no endereço eu fiquei boquiaberta,aquilo não era uma casa isso é uma mansão enorme,com pilastras parecidas com as da casa branca na frente,e com um quintal gigante com uma macieira maravilhosa no meio,em um adjetivo só,era uma casa ma-ra-vi-lho-sa digna de uma rainha ou ,no caso,uma prefeita.

-Nossa sua casa é linda - falei já do lado de fora do carro depois de abrir a porta do passageiro para a morena.

-Obrigado.-Falou e abriu um sorriso sincero

-Então ,foi um ótimo encontro e so falta uma coisa pro grand finale - falei e cheguei mais perto dela que mordeu o lábio inferior de modo provocante.

-E o que seri . . . - não a deixei terminar e ataquei seus labios em um beijo quente ,urgente.

Prensei seu corpo contra a porta do carro e botei uma de minhas pernas entre as suas ao mesmo tempo em que emaranhei os dedos da minha mão direita no cabelos da nuca dela e suguei sua língua de forma erótica fazendo e gemer baixinho e se esfregar na minha perna,então me separei de sua boca levando seu lábio inferior entre os meus e fazendo um "ploc" ao solta-lo.

-Tchau morena - falei e dei mais um selinho nela para entrar no carro e em seguida ir pra casa .

Regina POV

Quando meus irmãos foram já estava escurecendo,eu e Henry ficamos assistindo desenhos animados até adormercemos no sofá,acordei com câimbra no braço por conta de um Henry totalmente em cima de mim.Vejo ruby chegar de fininho.

Ela ascendeu a luz

-Hum parece que foi bom para chegar às 20:00 da noite.

- Que susto Regina,sim realmente foi ótimo. -sorria de orelha a orelha.

-Então vai me contar quem é? 

Demorou segundos para me responder,estranhei.

-Se der em alguma coisa eu te conto,é claro ..se o segundo encontro for tão bem quanto o primeiro.

-Ook,pode me ajudar com Henry aqui?.

-Claro.-Ela pegou Henry  do meu colo para eu poder me levantar.

Emma POV

-Emma você pode ir,amanhã o turno é seu.-disse ele ao chegar

-Ok,Boa noite.

-Boa noite,pelo que vi já conheceu o Léo!.

-Sim,estava na rua Bourbon quebrando garrafa e discutindo com um cara.

-E o outro cara reagiu?.

-Não,por isso não vi motivos para prende-lo, ele estava sóbrio.

****

Assim que cheguei em casa tomei um banho rápido,coloquei uma roupa confortável e desci para jantar assim que dona ingrid chamou.

-Eu a encontrei.-disse enquanto colocava os pratos e os talheres na mesa.

-Quem?.-questionou a ruiva.

-A viúva do robin.

-Sério filho quem é ?como foi ? Onde ela mora?falou com ela?.-disse minha mãe eufórica.

-Ela é a prefeita da cidade,descobri isso hoje lá na delegacia.Um constragimento tanto ela ficou surpresa como eu.

-Puta merda!E você falou o que?.

-Tentei conversa com ela mais ela não me deu nenhuma chance ainda ensinou que eu era uma mentirosa,disse que não era local e nem hora para conversarmos e que me procuraria quando pudesse.

-Ela insinou isso mesmo?Bom não fiquei com essa cara afinal você pegou ela de surpresa é normal que ela desconfie.-disse minha irmã.

-Concordo com zelena filha,foi um choque pra vocês duas e as vezes que vocês se encontraram foram em circunstâncias desagradavéis e estranhas é normal ela ficar com um pé atrás.

-Bom espero que seja por isso mesmo,mais que ela é de nariz empinado ela é.-digo irritada.

-Bom,vamos aguardar.Concerteza ela vai te procurar.

-Dúvido mais se ela não vier até mim eu irei até ela.

-Claro que ela vai te procurar anta,ela que escreveu para nós lezada.Concerteza é do interesse dela.-disse minha irmã.

-Zelena não precisa ensultar sua irmã.Senten-se e vamos comer.

-Sim mãe!.-dizemos juntas.

Zelena POV

Agradeci aos deuses por minha mãe e Emma não insistirem em saber com quem eu saí hoje depois de eu justificar porque cheguei às  20:00,seria embaraçador se eu contasse agora.

Emma POV

Depois do jantar fui para meu quarto,minha cabeça estava latejando.Me virei de um lado para o outro sem conseguir dormir,pensando de de como o mundo era estranhamente pequeno e irônico.Eu tinha exagerado na minha reação confesso,afinal ela tinha motivos para desconfiar já que e eu surgi do nada,mais a impafia dela o geito ousada e audaciosa me irritava.Mais temos que nos entender.


Notas Finais


E ai?deixem o comentário se gostaram e o que esperam,é importante pra mim saber,além de me encher de idéias 😄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...