História The Heart Wants What It Wants (ziam, larry, hariana, ned) - Capítulo 8


Escrita por:

Visualizações 4
Palavras 1.255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


.
.
.
.
.
BOA LEITURA
.
.
.
.
.

Capítulo 8 - Welcome Freddie


Fanfic / Fanfiction The Heart Wants What It Wants (ziam, larry, hariana, ned) - Capítulo 8 - Welcome Freddie

É incrível como um ser tão pequeno nos deixa assim, sem palavras para descrever a sua importancia em nossas vidas!

Louis pov.

- VAI NASCER berrou Ariana do meu lado.

- Parabéns papai sussurrou Harry limpando minhas lagrimas.

- Não quero essa criança no meio de gays desse triangulo amoroso bizarro: soltou brava.

- Tem que agradecer que poderá ver seu filho porque se fosse eu acabaria com essa palhaçada e você aprenderia uma lição à única coisa errada é esse seu pensamento idiota soltou mamãe.

- YAS SOGRA: berrou Ariana.

Meu filho nasceu e eu não sabia o que dizer de tão especial foi esse momento ainda mais com meus dois amores ali junto acompanhando cada segundo e isso é demais.

- Parabéns amor ele é a sua cara: disse Ariana olhando para o menino.

- E não é que é verdade isso? Talvez ela não esteja mentindo não sabemos ainda.

- Quando for à hora certa vocês vão descobrir eu tenho certeza, preciso ir resolver umas coisas da minha turnê e ver quando começa volto mais tarde com uma troca de roupa: disse minha pequena.

- Harry pode ficar aqui comigo?

- Claro que sim só vou buscar um café para nós e algo para comer: disse com vergonha.

Fiquei olhando aquela criança e por mais complexo que isso seja eu estou feliz em ter um filho mesmo que ela é a mãe. Harry pegou no colo enquanto Briana descansava e logo veio a enfermeira para ensinar a dar banho.

- O cordão cai quando? Perguntou Harry preocupado.

- Ele demora uma ou duas semanas depende do bebe mais eu sugiro que passem com um cotonete em volta para limpar mais não pode mexer nele que cai sozinho entendido? Perguntou séria.

 

- Se ele estiver entupido como que faz? Continuou.

-Um banho morno desentope ou pode usar esse aspirador que sai toda a sujeira apesar de ser nojento mais ele ficará bem e sei que os dois vão cuidar muito bem para que ele cresça uma criança maravilhosa: falou.

- Como que eu troco a fralda?

Ela nos ajudou em tudo e depois Briana acordou e recebeu o leite para alimentar o bebe e eu espero que mesmo com essa briga possamos ficar bem para o bem do nosso filho.

Harry pov.

Eu chorei enquanto estava ali vendo meu amor cuidar do Freddie e achei demais mesmo que não seja com o amor da nossa vida mais já é um avanço e vamos fazer de tudo para que nenhum de nós brigue pelo bem do bebe.

- Posso segurar? Perguntou Ari.

Assenti e passei o bebe para seu colo e logo sorriu fazendo Freddie sorrir e fiquei bobo só de imaginar um nosso me deixa mais feliz ainda.

- Ele é lindo Lou a sua cara ainda bem que não tem nada dela: soltou fazendo Briana rir brava.

- Só cuidem dele sim eu não quero nada a ver com essa criança: soltou séria e todos que estavam no quarto a olharam sem entender.

- OI? Demorou nove meses para dizer que não quer nada com essa criança? Qual o seu problema? Perguntou Lou.

- Vim buscar Freddie para fazer o teste do pezinho e eu preciso de alguém para acompanhar: soltou a enfermeira.

- Eu vou e deixo o pessoal conversar sim? Perguntou Ari saindo do quarto com o menino nos braços e nós olhamos para Briana.

- Não quero nada com essa criança não quero fazer parte dessa loucura sabendo que ele vai crescer viado sem nenhuma estrutura só o dinheiro e tudo está em ordem: soltou.

- Vou avisar o Theo dessa palhaçada mais se for verdade não chegará nem perto dessa criança e eu vou pedir ordem de afastamento também: falou Louis bravo.

- Você infernizou a nossa vida para que ele fosse somente seu passamos por muitos problemas com sua loucura e agora vem com essa? Qual a porra do seu problema? Não vê que está machucando todo mundo com essa palhaçada?

- Theo chega em meia hora com o seu advogado porque se for verdade quero tudo por escrito e sairemos daqui sem que ele saiba que você é a mãe dele: falou Lou limpando as lagrimas.

- Ele chorou mais está bem e a saúde como de um cavalo: soltou Ariana repetindo o que a enfermeira provavelmente falou.

- Seu pai está vindo e vou pedir para que deixe o bebe fora disso tudo bem? Perguntou Louis triste.

- Vou conversar com a enfermeira e ver se podemos ficar no corredor ou em algum lugar sem que ele escute a palhaçada que vai acontecer daqui quarenta minutos? Perguntou desconfiada.

Theo apareceu e ficamos nos encarando até o advogado dela entrar e começarem a discutir o motivo dela ter mudado de ideia e que se for isso mesmo não tem como voltar a trás dessa loucura e nem procurar caso queira algo a mais do filho quando for maior.

- Sabe que se revogar esse direito não pode fazer mais nada entende isso? Perguntou o advogado dela.

- Sim eu não sou idiota só não quero participar dessa loucura e ver meu filho crescer viado: falou.

- MAIS QUE CARALHO BRIANA SEU FILHO VAI SER O QUE ELE QUISER E SE FOR PRECISO TE DEIXAR LONGE PARA QUE NÃO CONHEÇA A COBRA QUE A MAE É FAREMOS ISSO: berrou nervoso.

- Eu acho que devemos pensar mais avisou o advogado.

- Não nós vamos fazer isso agora se é o que ela quer não terá direito de sair desse hospital com a criança e se mudar de ideia depois dessa loucura que está fazendo os meninos passarem eu te soco entendido? Perguntou Theo.

- Louis eu não aprendi a trocar a fralda então boa sorte amigo: soltou Ariana entregando Freddie para ele que eu peguei na hora para fazer isso enquanto eles terminavam de resolver o problema.

Ariana pov.

- Como está o quarto? Pegou o carro certo? Tem certeza que a cadeirinha não está colocada errada?

- Acalme-se sim? Tudo está em ordem e compramos tudo que precisa para ele crescer bem e estamos indo para minha casa e mamãe também vai ficar ali para ajudar no que precisa enquanto os dois começam a trabalhar para não faltar comida: soltou Louis.

- Não nós vamos passar essa semana com você para cuidar do bebe e depois que não se matar com uma fralda cheia de coco voltamos a trabalhar o que acha? Perguntou Harry.

- CADÊ A MAE DO BEBE?

- VOCÊS TRÊS ESTAO JUNTOS?

- Vamos logo para casa curtir o Freddie antes que voltemos ao trabalho.

Assim que chegamos a família toda estava ali para dar boas vindas e aproveitar o menino e saber o que havia acontecido naquele hospital nos últimos três dias.

- O que aconteceu para os advogados estarem lá? Perguntou Liam.

- Eu tenho a guarda definitiva do Freddie já que Briana não quer saber dessa criança porque acha que ela vai crescer viado e não quer estar presente, então nós três somos os guardiões oficiais desse bebe até alguém achar loucura ou nos prender: soltou Louis.

- Ele tem dois pais e uma mãe? Que menino sortudo ainda mais com vocês de pais: falou Becca.

- Só vamos criar do melhor jeito possível para que seja alguém melhor que nós no futuro e entenda que existem varias formas de amar.

- Vocês serão os melhores pais que ele pode ter e posso dizer que Freddie tem sorte: falou Theo.


Notas Finais


COMENTEM


GOSTARAM???



até o próximo


beijinhos&travessuras


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...