História The Heartbeat - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Bethany Young, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Carla Grunwald, Cece Drake, Courtney DiLaurentis, Darren Wilden, Dean Stavros, Ella Montgomery, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Garrett Reynolds, Hanna Marin, Holden Strauss, Ian Thomas, Jackie Molina, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica DiLaurentis, Lucas Gottesman, Maya St. Germain, Melissa Hastings, Meredith Sorenson, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Paige McCullers, Pam Fields, Peter Hastings, Sara Harvey, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Veronica Hastings, Wayne Fields, Wren Kingston
Tags Originais, Pretty Little Liars
Visualizações 13
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola, desculpa a demora, essse capitulo não vai ser tão longo, espero que gostem.

Capítulo 15 - Apenas, Deixe eu sentir você.


P.v Caleb

Hanna saiu da li batendo pé em direção ao vestiário, ela estava certa, ela não era minha namorada. era apenas só mais uma, e eu Iria conseguir esquecer Hanna Marin.

As aulas acabaram e eu fui para minha casa, Meus Pais adotivos me largaram nessa casa, para Viajar, de vez em quando eles aparecem aqui. eu sou 2 Anos mais velho, sai da escola por dois Anos, sim já era pra eu ter me formado. Chegando em casa eu tiro minha roupa e entro no chuveiro frio, deixo a água morna bate em minhas costas, sinto a fumaça inundar o banheiro, estava tudo quente. Desligo o chuveiro e me enrolo em uma toalha da cintura para baixo. eu escuto um barulho vindo da cozinha. Então calmamente eu vou até la para ver quem é, pego o Bastão de Basebol que ganhei da minha primeira família adotiva ( a primeira das 7 famílias que me largaram), então quando estou pronto para bater no invasor eu escuto aquele grito de susto, era a voz que me tirava de juizo.

Hanna marin está parada em minha frente com a mesma roupa de hoje mais cedo, ela estava linda.

- Hanna, oque esta fazendo aqui? -  falo baixando o taco.

- Eu não vim por você, não pense nisso, eu só vim buscar meu perfume que deixei aqui no domingo. Licença. - Falou a loira querendo passar por mim ficando encostada em um lado da porta e eu em outro, cara a cara.

- Você não pode invadir minha casa... 

- Se eu achei a chave de baixo do tapete, não é invasão, ta vendo algum sinal de arrombamento? - Ela fala olhando nos meus olhos. Seus Olhos azuis eram como diamantes, que brilhavam e eu sabia, que eu não teria como esquecer Hanna. 

Eu beijei Hanna, no inicio ela tentou resistir, mas logo correspondeu meus beijos. puxei Hanna para perto fazendo seu corpo colar no meu, Hanna era o tipo de garota gostosa, que todos daquela escola cobiçavam, mas que apenas eu era capaz de domar. Aos beijo sem intervalos fui puxando hanna para dentro da casa, Chegando em meu quarto, Hanna já estava praticamente nua, sua camisa tinha ficado pelo sofá e  minha toalha pelo corredor, sua saia já estava em algum lugar que eu não sei. Levantei Hanna e a própria colocou suas pernas agarradas em minha cintura, Deitei ela na cama lentamente, enchendo seu colo de beijos indo parar no lóbulo de sua orelha, com uma de minhas mãos fui descendo sua calcinha de renda preta, que dava um contraste em seu tom de pele branco, sua pele era macia e totalmente linda, não havia nada de errado com aquela mulher.  Fui descendo meus beijos até seus peitos onde eu os chupava com carinhos, ouvindo Hanna gemer baixinho, eu Estava no comando.

- Você é tão Gostosa Marin, eu poderia fazer você ficar em pedaços agora.. - eu falo entre os beijos que dou em seus Peitos.

Ela arranha minhas costas, demonstrando prazer, sinto a ardência em minhas costas, mas não paro, Coloco seu corpo mais para cima de minha cama, E chego em sua Vagina, eu começo a massagear levemente e logo eu começo a chupa- la com vontade. Ouvir os gemidos frenéticos de Hanna era musica para meus ouvidos, oque era incrivelmente Gostoso. Junto meu corpo por cima do dela, distribuindo  beijos pelo seu corpo todo. Hanna sobe em cima de Mim, e assume o controle.

- Vou mostrar pra você Rivers, que quem manda sou eu.

Hanna apenas sentou quase na minha cara, sem entender a loira, Ela começa a fazer um oral em min, ela chupava meu Membro com tanta vontade, que eu estava me segurando para não dar o prazer a ele de gemer, Então a loira acelerou o ritmo, eu tentava fazer ela parar, então eu dei uma palma em sua volumosa bunda. Pensando que hanna sairia de cima, ela apenas se virou  e sentou em meu membro, Meu prazer Soltei um gemido, A loira me da um sorriso malicioso, enquanto ela simplismente deslizava em meu membro, em uma velocidade que estava quase me fazendo gozar. então a tirei de cima de mim.

- Oque foi ? estava tão gostoso.... - A loira diz com malicia fingindo fazer um biquinho.

-  Então peguei minha carteira, onde tirei uma camisinha da prudence.

Coloquei a camisinha em meu membro com o auxilio de hanna.

- De quatro.. - Falei para a loira.

- Que? - Ela olhou pra mim sem entender.

- EU DISSE DE QUATRO MARIN ! - Alterei minha voz. oque indicava que eu voltei ao Controle.

A loira ficou de quatro e eu introduzi meu membro lentamente para não machuca - la. Sentia loira soltar um leve gemido, então aumentei a velocidade enquanto ela gemia em uma perfeita sincronia de prazer, Eu dava tapas naquela bunda tão gostosa. Então eu gozei. Ao sair tirar Meu membro dela, vejo hanna deitar de forma aliviada. Tirei a camisinha, e fui Jogar no lixo do banheiro de meu quarto. Tomei uma leve ducha, pois tinha suado com o Ato. Recolhi nossas peças de roupas pela casa, a saia de Hanna estava dentro do cesto de Revista de minha mãe, coloquei as roupas em cima da cadeira que ficava em frente ao meu computador, então me deparei com a visão do paraíso.

Ali estava ela, dormindo nua em minha cama, Parecia um anjo. Hanna era meiga e quente, o céu e o Inferno. Ela era minha Ruína e meu paraíso, ela é tudo oque eu sempre Quis.

P.V Emily

Paige e eu estavamos em minha sala, tentando contar aos meus pais sobre o nosso namoro, Um pouco antes do Jantar, Eu estava tensa  e commedo, meus pais sempre foram muito rígidos comigo.

- Mãe, pai... Eu e Paige somos mais que amigas. - eu falei para ambos, eu estava corada.. os pais de Paige já sabiam e apoiavam o nosso namoro.

- Melhores amigas? - Meu pai perguntou sem entender.

- Não Sr. Fields, Somos namoradas. - Meu pai olhou para Paige, eu estava com medo, Então ele abriu um sorriso ao lado de minah mãe.

- Bem vinda a Família Paige.- Ele disse e nós abrimos um grande sorriso.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.... Logo logo posto outro. Beijocas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...