História The Heartbeat - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Ashley Marin, Bethany Young, Byron Montgomery, Caleb Rivers, Carla Grunwald, Cece Drake, Courtney DiLaurentis, Darren Wilden, Dean Stavros, Ella Montgomery, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Garrett Reynolds, Hanna Marin, Holden Strauss, Ian Thomas, Jackie Molina, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Jessica DiLaurentis, Lucas Gottesman, Maya St. Germain, Melissa Hastings, Meredith Sorenson, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Noel Kahn, Paige McCullers, Pam Fields, Peter Hastings, Sara Harvey, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh, Veronica Hastings, Wayne Fields, Wren Kingston
Tags Originais, Pretty Little Liars
Visualizações 8
Palavras 1.375
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nossa, Espero que esse capitulo saia bom. Sempre escrevo isso antes de escrever o capitulo... então sempre fico com receio de ser um capitulo Merda ou algo bom, como o capitulo anterior que foi o melhor que já escrevi.

Capítulo 16 - Não é ciumes, é para o seu bem.


P.V Emily

Logo que Paige saiu de minha casa, eu entrei em meu quarto e deitei na minha cama, como era incrível oque estava acontecendo, Eu tinha uma menina maravilhosa na minha vida, e é claro que eu era grata por Paige ser a menina mais incrível daquela escola. Eu imagino o meu futuro com ela, agora era oficial,  eu e Paige eramos namoradas e isso me deixava tão feliz. acabei pegando no sono com o sorriso no rosto.

A semana estava passando rápido, Alison não estava muito feliz com o meu namoro, mas ela até que estava interagindo bem com Paige, mas sempre... sempre ousava falar uma besteira para profocar a minha namorada. Hanna parecia mais feliz que o normal, ela só dizia que estava namorando um cara legal e da escola. Aria, andava ocupada de mais, todos os dias depois da escola ela falou que estava fazendo parte de um Clube de Literatura, Mas nunca falava sobre o tal clube. 

- Bom dia meninas ! - Falei feliz, logo dei um selinho em Paige que estava junto de Hanna, Spencer e Aria. Todas me cumprimentaram de volta.

- Eca! melhor vocês pararem com isso ai, antes que eu vomite. - Chega Alison, sempre provocando. - Que tal irmos para minha casa depois da aula? sem namorados e namoradas,só nós como amigas?

-Acho uma boa -  disse mona sentando - se ao lado de Ali.

- To livre ! - Spencer disse animada.

- Acho que meu namorado vai entender - Hanna falou mandando sms para o tal Moreno secreto, Tudo que hanna falava era que ele era moreno e incrivel.

- Eu tenho clube de Literatura... - Aria falou em voz baixa

- Você nunca nos fala desse clube - Alisson fitava  Aria, deixando a menor com medo.

- Porque vocês não gostam de literatuta, e por mais que a spencer seja inteligente... ela é de exatas e não liga, então por favor parem de querer saber sobre meu clube e fingir interesse,eu quero me dedicar a minha futura carreira, nem todo mundo vai herdar a empresa de moda da mãe ou as ações do pai, então pare com isso Ali, de sempre arrumar um assunto para diminuir os outros, diferente de você eu consigo ter uma vida inteligente fora da escola. - A menor se retirou da mesa assim que acabou de falar.

P.V Alisson

Dei um jeito das meninas irem para casa de Spencer, até aceitei que Paige fosse só para não estragar meu plano. Depois da aula eu iria seguir Aria Montgomery para ver onde era esse tal curso. Eu era a unica do grupo que sabia quando Aria estava escondendo alguma coisa, a curva de sua boca muda e seus dedos ficam batendo em algum lugar. Lá estava ela, pegando um táxi e eu sigo com cuidado, paro um pouco distante de onde o táxi havia parado. pego a câmera que  está ocupando o banco do caroneiro. não estava acreditando, Aria estava entrando no prédio onde Erza morava, dei um zoom na câmera e pela janela do apartamento consgui ver duas pessoas. eu tirei as fotos mas sem sucesso, o jeito era aguardar Aria sair, ou aparecer na janela com ele. 

P.V Aria

- Vai Erza, com força... vai ! - Eu estava gemendo de prazer, pode até parecer errado, por ele ser meu professor, mas Erza transava muito bem, enquanto ele aumentava a velocidade, eu estava de Quatro em sua cama. 

- Goze para mim Aria, vai Goze pra mim! - Ele dizia me levando aos delírios, já estavamos a uma meia hora desde que cheguei transando, até que ele gozou fora de mim, e eu acabei gozando junto dele. ele passava os dedos em minha vagina molhada, por ter gozado, então ele chupava dedo por dedo. Erza estava dando beijos na minha barriga e foi subindo até meus peitos onde ele os chupava sem dó nenhuma, e eu gemia, como nunca gemi antes. ele me pegou pela cintura e me levou até a cozinha, onde me colocou em sua mesa de jantar, ele introduzia seus dedos em mim, com uma habilidade e tanto. Erza segurou minhas pernas por cima de seus ombros e começou a me chupar todinha, de um Jeito que nunca me chuparam, Eu estava prestes a gozar mais uma vez, e eu gozei em sua boca.

- Ah menina má, não avisou que ia gozar na minha boca, vai receber castigo - Ele falou levantando o meu corpo da mesa, erza era tão tão agressivo no sexo, que isso me excitava, mas me dava medo ao mesmo tempo.

- Erza.... - Tentei falar mas o própio fez eu ajoelhar perante ele, e me mandou fazer um oral, enquanto eu fazia ele segurava meu cabelo com força e eu ouvia os gemidos de prazer dele. ele me puxa pelo cabelo me coloca de frente pra pia e enfia seu membro deliciosamente grande em mim, e ele vai com toda cede de prazer, com uma mão ele segurava o meu cabelo, com outra ele me dava tapas e tapas na bunda,  Tapas fortes que fazia minha pequena bunda branca se transformar em uma coisa vermelha que me trazia ardencia. Erza gozou mais uma vez, só que dessa vez não deu tempo de tirar, ele gozou dentro de mim. 

P.V Alison

Já fazia duas horas que eu estava a esperando, e nada... então resolvi apelar. Não que eu esteja com Ciumes, mas era para o bem da Aria.

- Alo, Gostaria de falar com Jackie, ela está? ah é a senhora? Jackei eu preciso te contar eu acho você esta sendo traída pelo Mr. Firtz. Não jackei, não é um trote... bem se não confia, agora ele esta no apartamento dele transando com uma de minhas colegas. Ah Jackie, seu noivo te trai com todas as alunas... ah alo? jackie?

ela havia desligado e dentro de 20 Minutos vi o carro prata de Jackie chegar. e a morena sair enfurecida, agora é só preparar a câmera e esperar o show.

P.v Aria

Eu estava no banho com erza, o próprio estava massageando meu clítoris com a água quente que caia sobre nós, eu masturbava o seu pênis com uma de minhas mãos, fui dando beijos em seu peitoral e descendo até chegar e seu membro e fazer um oral nele, eu estava empolgada em agradar erza, que tem me fodido tão bem e sendo um cara tão legal... apesar do sexo, erza sempre foi muito atencioso e carinhoso comigo, e todos os dias depois da aula, nos encontravamos aqui.

 Erza estava quase gozando para mim quando do nada a porta do banheiro se abre. Na hora parei o oral e puxei uma toalha para me cobrir, já que estava nua, eu não entendia oque estava acontecendo.

- Jackei amor... calma.. - Erza falava aquelas coisas como se eu não estivesse ali e como se ele não sentisse nada por mim.

- Acabou Erza, fique com suas putas ai, eu não acredito 10 Anos de Noivados erza, 10 anos.. me prendendo a alguem escroto como você, Pra você me trair com uma adolescente? alias com varias! Porque pelo que eu descobri você já comeu varias, eu não acredito... você vai se fuder erza, eu vou acabar com sua vida seu filha da puta. - Ela deu um tapa na cara dele e olhou para mim. -  Querida. como você pode ser uma vagabunda que da pro professor ? como é que você chegou a esse nivel? ein? V-A-G-A-B-U-N-D-A, use isso na sua literatura.

A morena pegou se saiu do banheiro enfurecida... Erza saiu atrás dela, pelado pela casa.

- Jackie, podemos esquecer isso, mudar de pais, casar e construir uma família, viver juntos! - Aquelas palavras que erza falava me machucava mais e mais, calada eu vesti minha roupa, aos prantos... não sabia que Erza poderia ser tão sujo.

Escuto a porta batendo, erza esta apoiado virado para a parede, eu cutuco o seu ombro e quando ele vira eu Dou um tapa em sua face.

- Mentiroso, como pode me usar tanto? seu.... asqueroso. tenho nojo de você Erza, Nojo. - Saio de la batendo a porta, desço os lances de escada chorando, eu só queria sumir.

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado galeraa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...