História The Heiress - Capítulo 14


Escrita por: e Mattata

Postado
Categorias Cara Delevingne, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier
Personagens Cameron Dallas, Cara Delevingne, Jack and Jack, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Cameron Dallas, Cara Delevingne, Jack And Jack, Magcon, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 46
Palavras 1.932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Enquanto tem tempo livre a gente escreve. Escrevi esse capítulo em apenas 3 horas e ainda tive que tirar metade para ele não ficar muito grande.

Espero que gostem.

ATENÇÃO : VOCÊ PODE SHIPPAR MUITO UM CASAL NESSE CAPÍTULO.


P.s: Existe uma deusa chamada **Mattata, graças a ela a fanfic sera revisada - naquelas.

Capítulo 14 - Panic


Elisa P.O.V

 

 

- Joy, eu estou horrível com esse vestido! - disse enquanto Amber puxava algo atrás de mim.

 

- Cala a boca - Amber puxou mais uma vez - Eu preciso ajustar na sua cintura

 

- Socorro - gritei alto na tentativa de um dos meninos ouvir e me ajudar, mas só ouvia risadas vindo do quarto de Joy

 

- Lisa, anda logo - Joy me empurrou - Vem mostrar minha obra de arte - ela disse me jogando para fora do closet. Sai de cabeça baixa tampando meu rosto com as mãos, provavelmente estava vermelha.

 

- Você tá gata demais - escutei a voz de Tay - Se eu fosse Nash não teria te deixado - ele batia palmas.

 

- Realmente, Lisa, você tá uma gata - Agora era Cameron que falava e eu sentia malicia na sua voz.

 

- Eu não estou me sentindo nada bonita assim - falava ainda cobrindo meu rosto - Não vou tirar as mãos do rosto, nem ao menos ver como estou - disse voltando pro closet

 

- Certo meninos, vamos para a sala para a Elisa poder se trocar - Amber e Joy saíram pela porta junto com os meninos, exceto Matthew

 

- Você ficou aqui para rir da minha cara? - disse disse voltando para o closet de Joy ainda vestida e com as mãos no rosto

 

Matthew se levantou da cama vindo em minha direção me puxando pelo braço me fazendo andar desnorteada ainda com os olhos fechados. Ele nos parou me segurando ainda pelo braço, mas estava atrás de mim, eu sentia sua respiração em meu ombro.

 

- Abre - ele disse finalmente soltando meu braço.

 

- Nem ferrando - eu disse e ouvi os passos dele que só cessaram na minha frente.

 

- Agora abre - ele disse e eu o obedeci olhando para seu rosto que me encarava com seus olhos castanhos enormes.

 

Ficamos ali por alguns segundos nos encarando, até Matthew sair da minha frente revelando meu corpo. Estava com um vestido longo preto com brilhos que refletiam a luz. Por um momento senti que aquela não era eu.

 

- Essa não sou eu - disse passando a mão sobre o vestido deslizando sob meu corpo.

 

- Sim, é você, só que diferente - Matt disse atrás de mim sentando em um puff.

 

- Porque me sinto estranha? - me virei para encara-lo.

 

- Está se sentindo diferente, porque isso significa que você cresceu, você mudou - Matthew cutucava um dos sapatos de Joy.

 

- Eu mudei para pior? Porque me sinto péssima! - respirei fundo.

 

- Hey - Joy apareceu na porta do closet - Pessoal vocês precisam ir, meu pai chega em 30 minutos, não esqueçam as roupas - ela saiu batendo a porta.

 

{...}

 

Voltei para casa depois de uma longa viagem para deixar Amber e os meninos em suas casas. Wes havia me ligado avisando que dormiria fora hoje.

 

Matthew parou o carro em frente a minha casa.

 

- Não quero fica aqui sozinha, Matt dorme aqui hoje? - disse antes dele poder dar a partida.

 

- Preciso avisar a minha mãe - nem ao menos deixei Matt terminar

 

- Avisa quando estiver lá dentro - abri a porta do carro puxando seu braço - Wes tem roupas que cabe em você, vem.

 

- Elisa...

 

{...}

 

Estava cochilando em um dos lados do sofá e a cada tiro que davam no filme em que assistimos eu pulava de susto.

 

- Pesadelo? - Matt perguntou me enrolando com um coberto.

 

- Não, eu estou bem - disse me cobrindo, E nesse estante ouvi barulho de carros parando na frente da minha casa, Matt caminhou até a janela olhando e em seguida ele se abaixou sussurrando para mim " fica ai"

Eu não sabia oque fazer, um ataque de pânico estava vindo eu podia sentir, minha respiração estava cada vez mais forte meu peito subia e descia sem parar. Me enrolei no lençol ficando apenas com um olho para fora que era para poder enxergar oque acontecia.

 

Matthew estava escondido atrás do sofá, meu corpo estremeceu quando a porta foi arrombada e dois homens entraram na minha casa. Um dos homens procurava algo nas gavetas de um armário pequeno na sala e o outro foi andando em frente, em direção a cozinha.

 

O homem que havia ficado na sala olhou com atenção para a minha direção e eu já sabia que ele tinha me visto, ele veio andando calmamente até mim. Meus olhos não piscaram por segundo algum e eu continuava lá cada vez mais encolhida no sofá. Eu senti minha respiração parar.

 

- Você está aí, docinho - o homem alto e sem cabelo falava olhando em minha direção.

 

Lágrimas escorriam pelo meu rosto, tudo em mim parecia está desligado eu tentava sai dali correndo mas meu corpo não me obedecia

Matt bateu com força com alguma coisa na cabeça do homem, que caiu no chão, isso fez um enorme barulho e em seguida escutei passos rapidos vindo da cozinha.

 

Ainda continuava alí parada sem conseguir fazer absolutamente nada, quando Matt segurou meu rosto falando alguma coisa que eu não conseguia entender, ele me puxou do sofá e me jogou para perto da parede e recebeu um soco do outro homem que estava de máscara. Foi tudo muito rápido.

Ele correu até mim e me levantou segurando minha mão e me puxou correndo até o andar de cima. Me joguei no chão batendo em minha cabeça tentando ter alguma resposta de audição.

Matthew colocava coisas em cima da porta, quando eu cai pro lado batendo em meus ouvidos.

 

- Elisa - Matthew gritava

 

- Não consigo - disse sendo levantada por Matt

 

- Foca em mim - Matt fez um sinal para eu olhar para ele - olha para os meu olhos e respira.

 

Tudo parecia acontecer rápido demais, mil coisas se passavam na minha cabeça. Flashbacks de incêndios e várias outras coisas e eu conseguia ver um homem jogado no chão com a casa toda em chamas, uma mulher me pegava no colo. Resolvi acabar com essas imagens da mente e foquei nos olhos de Matt que me sacudia tentando obter resposta. Finalmente eu olhei para Matthew apertando seus braços cada vez mais forte.

Ele me puxou para um abraço e senti minha audição voltar, me joguei em seus braços em forma de alívio e consegui respirar melhor.

 

{...}

 

Acordei em minha cama e me levantei vendo um Matt sonolento sentado ao lado da porta segurando a base de um abajur. Minha cabeça doía e tudo parecia calmo, aquilo foi mais um pesadelo?

 

- Você acordou - Matt abriu os olhos com dificuldade - Como está? - ele perguntou se levantando

 

- Estou melhor, desculpa Matt - sentei na cama - Eu me sinto tão inútil...

 

- Ei! Não fica assim, foi só uma crise de pânico - ele sentou ao meu lado - Acho que eram ladrões.

 

- Eles levaram alguma coisa? - perguntei preocupada.

- Não sei dizer, vou ver se é seguro fora do quarto - Matthew disse levantando caminhando até a porta

 

- Matt? - disse me deitando na cama, ele assente - Fica aqui comigo - engulo em seco. Não sabia ao certo oque estava fazendo mas eu sabia que precisava de Matt, levantei o cobertor fazendo sinal para ele deitar

 

- Vou buscar comida para você - Ele disse virando de costas para mim e pude perceber ele exclamar baixo um " Qual é Matthew?"

 

- Nunca mais me deixe sozinha - gritei as primeiras palavras que vieram na minha mente.

Matt virou-se caminhando em minha direção deitando na cama, me abraçando pelas costas ele apertou minha cintura.

 

Nesse instante eu me arrepiei e com certeza meu rosto estava vermelho.

 

- Eu nunca te deixei sozinha, a senhorita que me abandonou - ele disse no meu ouvido apoiando sua cabeça no travesseiro.

 

- Então eu prometo nunca mais te abandonar - disse em seguida rindo sem parar. Eu ria porque aquela era a última cena que eu imaginária acontecer, conheço Matt desde criança e eu não imaginava que uma amizade se tornaria isso que temos hoje, que eu por acaso não sei dizer oque é. Mas é a melhor coisa do mundo. Eu podia ouvir Matthew rir também.

 

- Que estranho - ele disse afundando sua cabeça no travesseiro.

 

Eu me senti totalmente segura ao seu lado e também totalmente em perfeita forma de estado. Matthew era minha âncora me puxava para baixo sempre que eu precisava. E eu precisava dele a todo momento.

 

{...}

 

Acordei e provavelmente era de dia pois a luz que refletia na janela batia em meu olhos me fazendo gemer incomodada. Me virei para o lado e encontrei um Matthew todo jogado na cama. Ele tinha insônia. Às vezes. Mas provavelmente não agora.

 

Me levantei cobrindo o rosto do mesmo com o cobertor já que sabia que ele odiava ser acordado com a luz do sol.

 

Fui até o meu banheiro que por sinal estava uma bagunça, liguei o chuveiro deixando a água cair em minha cabeça e escorrendo por meu corpo. O momento do banho para mim era como ir a um psicólogo, refletia sobre tudo ali mesmo.

 

Sai me secando na toalha enrolando outra em meu cabelo peguei qualquer roupa na gaveta no quarto me trocando muito rápido.

 

Caminhei com o olhar sobe minha mesa de estudo e observei a mesma. Ali estava. Minha câmera. Fazia tanto tempo, segurei na mão procurando um ângulo ou uma paisagem boa e meus olhos pararam sob Matt que estava jogado de qualquer maneira na cama mas o sol batia na janela fazendo um contraste lindo no quarto inteiro. Foquei a câmera em seu rosto que ficava ainda mais lindo afundado no travesseiro com sua franja jogada em seu rosto. Então tirei a foto.

 

Deixei a câmera de lado e resolvi comer alguma coisa, retirei as coisas que Matthew havia colocado na porta para impedir os bandidos.

 

Antes de descer as escadas parei em frente ao quarto de minha Tia que por sinal estava todo revirado. Procurei no chão e em todo lugar por papéis e não encontrei nenhum.

 

A algumas semanas atrás minha tia tinha papéis jogados por todo o quarto eu não conseguia entender porque papéis inúteis era tão importante para bandidos observei cada canto da casa descendo e subindo as escadas. Então foi aí que a ficha caiu não estava faltando nada. Absolutamente nada. Apenas papéis.

 

Corri de volta para o meu quarto e eu estava com dó e não queria fazer isso. Mas...

 

- Matthew acorda! - gritei sacudindo Matt que pulou de desespero com seus olhos quase pulando para fora.

 

- Oque foi? - ele passou a mão em seus olhos.

 

- Eles levaram os documentos da minha Tia

- Documentos? - Matthew arqueou uma das suas sobrancelhas.

- A alguns meses atrás encontrei papéis no quarto da minha Tia, que era alguns sobre Roberto e outros sobre... Alice Tucker - Lembrei como se fosse ontem eu havia chegado em casa cansada depois da aula em um dos primeiro dias de aula e encontrei papéis no chão que correspondia a essa Alice Tucker.

 

Corri até minha comoda aonde ficava algumas de minhas roupas, joguei todas as roupas no chão vasculhando cada gaveta.

 

- Elisa, o que está procurando? - Matthew correu até mim - Elisa se acalma, respira, você pode ter outro ataque - ele falava com calma e pausadamente.

 

 

 

 

 

- Droga! - gritei atacando uma peça de roupa no chão - Nash. eu entreguei os papéis para Nash.


Notas Finais


Perdoem os erros de português e não desistem de The Heiress. Please.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=jYhVlIYE9ug

Trailer dos personagens: https://youtu.be/HrwYW6Nvtaw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...