História The Hidden Hope - Jhope (BTS) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Boxer, Bts, Hoseok, Jhope, Luta
Visualizações 57
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu to tão animada com essa fanfic, com certeza uma das melhores Histórias que eu ja bolei :3

Boa Leitura ♥

(Na imagem de capa está a gargantilha de S/N e o Pingente de Hoseok)

Capítulo 2 - Presente


Fanfic / Fanfiction The Hidden Hope - Jhope (BTS) - Capítulo 2 - Presente


- Mãe Chegamos - Gritei assim que entrei dentro de casa seguida de Gray. Alguns dias se passaram desde o acidente com a bicicleta e a essa altura do campeonato eu ja havia desistido de achar o carro daquele homem, procurei e não consegui nada então era melhor deixar para outra hora...ou não. 

- Que bom que chegaram, eu fiz o almoço que vocês adoram 

- Obrigado mãe - Gray beijou a bochecha dela - Oque são estes pacotes aqui no chão? 

- São algumas correspondências que chegaram hoje mais cedo. 

- Ue - Disse me levantando do sofa e pegando uma das caixas - o correio Não passa Hoje - vi que na caixa tinha meu nome e arregalei os olhos. Eu não me lembrava de ter encomendado nada, porque aquilo havia chegado com meu nome ? 

- Mãe eu vou sair com alguns amigos hoje a noite, julio e takashi me chamaram para ver algumas lutas 

- Tudo bem Gray, mas tome cuidado e não se envolva em nenhuma luta okay? 

Senti uma onda de agonia passar pelo meu corpo so em pensar em uma luta de boxer. Eu tentava esquecer isso mas era inevitável, eu era somente uma criança e isso me marcou. Porém meu irmão ainda saia com Takashi, um dos amigos antigos de meu pai, querendo ou não tinha que viver com aquilo. 

- Esta tudo bem ? - ouvi minha mãe perguntar - você esta encarando essa caixa a uns 10min 

- So estou confusa, eu não pedi nada mas isso tem meu nome....que estranho 

- De qualquer jeito é seu, veja oque é - A olhei e suspirei. Levando a caixa para meu quarto tranquei a porta. 

- Vamos oque oque temos aqui - Abri a caixa devagar e tirei todo o papel laminado que tinha em cima e me espantei. 

Era um colar de ouro branco, cheio de detalhes com um cadeado em forma de coração como pingente. Quem me daria uma coisa como essa? Não consegui negar que era lindo, eu amei mesmo, mas ainda sim não sabia quem enviou. Não tinha nome na caixa, então a virando de cabeça pra baixo o colar caiu na cama junto com um bilhete e nele avia escrito : 

"Aprecie seu presente, e logo outros chegarão.Querida S/n, Eu serei sua esperança escondida" - Sem Remetente

- Meu deus...se minha mãe ver isso ela vai surtar - coloquei a mão na boca e a alguém bateu na porta. Pegando tudo e guardando rápido em baixo da cama me levantei e abri a porta. 

- Olá querida, trouxe sua comida. Você subiu e não desceu mais  

- Mãe...a senhora é Incrível. - Abracei ela depois que ela colocou a bandeija em cima da cama. 

- Você nao vai sair com seu irmão ? 

- A senhora sabe que eu não me sinto bem em relação a esse esporte desde.... 

- Eu entendo meu amor - Ela fez uma cara meio triste. Minha mãe foi a que mais sofreu com o desaparecimento do meu pai, nos procuramos ele junto a policia durante anos. Mas quando não tivemos resultados nós so desistimos, foi ai que eu peguei raiva... 

- acho que vou na casa de Lola hoje assim que Gray sair. 

- Tudo bem, e mais uma vez tome cuidado ouviu? - Ela veio ate mim e beijou minha testa. 

Tomei um banho, vesti um short de ceda de cintura alta e uma blusa feminina social de mangas curtas com botões. Coloquei um sapato e peguei a gargantilha em baixo da cama, a colocando no pescoço em frente ao espelho. Era mesmo linda. 

- S/N SEU IRMÃO JA ESTA SAINDO - ouvi minha mãe gritar e pegando minha bolsa com algumas coisas necessarias sai do quarto. Gray estava com a cara emburrada, certamente ele não queria que eu o acompanhasse. Mas eu não queria nem saber, ja estava pronta mesmo. Vi meu irmão olhar para meu pescoço inacreditado. 

So sai de casa o deixando para trás e logo depois ele venho junto também. 

- Mas que merda é essa que você esta usando no pescoço? - ele perguntou ja ao meu lado 

- Um colar nunca viu? 

- Você realmente gostou disso? 

- Foi de graça - dei um sorriso debochado pra ele e ele sorrisou soprado. 

- Se você soubesse oque esses colares significam no mundo do Boxer não usaria. - Antes que eu podesse perguntar ele mudou sua direção. 

- Aonde vai? 

- Lutar oras. 

- Gray - estava o seguindo - Mamãe disse pra você não Lutar 

- Mas eu vou, vai pra casa da Lola e não enche S/N. Se você aparecer por la usando isso pode ficar feio pra você! 

Agora a minha curiosidade estava a mil e eu não iria mesmo embora então tive um plano. 

- Tudo bem pode ir então - Parei de andar e o vi se afastando aos poucos - eu vou embora - quando ja Nao dava mais pra ve-lo no meio da rua eu comecei a correr para alcanca-lo e acada passo eu me escondia para que não me visse. 

Andamos por uns 10min ate chegarmos em um lugar que eu nunca tinha visto na vida. Tinha muitas pessoas bebendo e muita gente gritando todos em círculo, meu coração parou quando percebi que era um Ring De Boxer. Me escondendo em um lugar Afastado vi pessoas subirem naquele lugar e apanharem ate perder os sentidos, algumas pessoas pareciam sair sem vida e foi ai que me toquei que eram lutas clandestinas. 

- AGORA COM VOCÊS, UM DOS COADJUVANTES QUE MAIS SE MOSTROU FORTE NESSAS ÚLTIMAS LUTAS. ELE MESMO : ELLYSTER GRAY 

- OQUE ? - gritei e chamei a atenção de todos perto de mim. Eu não podia deixar isso acontecer, sai empurrando as pessoas e quando Vi Gray subir no ring, me apoiei em uma das cordas e puxei sua camisa. 

Ele virou para mim totalmente aterrorizado quando viu meu rosto, as pessoas começaram a gritar para que eu saisse dali, tudo virou um caos quando derrapente algo me fez ficar imobilizada. 

Um Homem de cabelos bagunçados com o corpo levemene forte usando uma máscara subiu no Ring. No pescoço dele havia um Pingente Branco. Uma Chave 


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3 Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...