1. Spirit Fanfics >
  2. The highest price. >
  3. Sua mente e seu corpo sexy

História The highest price. - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Sua mente e seu corpo sexy


Fanfic / Fanfiction The highest price. - Capítulo 2 - Sua mente e seu corpo sexy

— O que você e ele conversaram no quarto? — minha mãe perguntou cruzando os braços. 

— nada demais mamãezinha, só assuntos que nos interessavam. — eu disse com deboche.

— escutar aqui Yumi, Eu exijo que você me conte. 

— você exige? Ah por Deus me poupe. — falei arrogantemente levantando do sofá encarando a mulher na minha frente — Casar com esse garoto não deve ser nada demais ao invés de ter que conviver com você.

— menina malcriada, eu não te criei para você me  desrespeitar assim — ela disse agarrando meu pulso com força.

— você é muito hipócrita mesmo, quer que eu te respeite mas nunca me respeitou. Além do mais eu quero que você se dane, em duas semanas eu irei fazer dezoito anos e não precisarei mais depender de você. Só irei me casar por causa dos patrimônios do Appa.

— Me solta. — tirei as mãos delas do meu pulso que já estavam bastante vermelho.

— é melhor começar a me tratar bem mãezinha, o papai não iria gostar nem um pouco de sabe rque você nos levou para o fundo do poço e acima de tudo está negóciando a sua própria filha.

[...]

— puta que pariu Yumi, eu não acredito que você vai se casar com o herdeiro Kim. Mina disse empolgada.

 — casar por conveniência não estava nem perto do meus planos, mas... Não tem outra opção. — Ter um noivo daqueles não vai ser nenhum sacrifício. Ri com o meu pensamento.

— como sua mãe pôde levar a empresa para um buraco só em dois meses? Ela é muito imprevisível. 

— Nem me fale, só de lembrar daquela mulher me dá vontade de vomitar. — eu não sei bem a partir de que momento comecei a ter ódio da minha mãe, ela sempre fez do estilo mesquinha e imprudente. 

Levar a empresa do meu pai a falência foi a gota d'água, meu pai já estava bastante doente e talvez dar uma notícia dessa seria o fim de tudo... melhor um homem que eu não amo ao meu lado, do que sem a única pessoa que me entende.

— Yumi. 

Namjoon estava encostado em um carro Branco me esperando fora da escola.

— Tchau. Mina eu acho que tenho que ir. Bye.

— Tchau e aproveita. — ela disse um tanto maliciosa.

— Está me vigiando? Senhor kim.

— Se eu dissesse que sim você acreditaria?

— Eu cogitaria a idéia se você ser um louco. Para onde vamos?  

— Seul. 

— Agora? 

— Sim, agora. 

— Deveria ter me avisado com antecedência...  Como vou arrumar minhas coisas?

— Não se preocupe, pedi para sua empregada arrumar tudo. 

— Aliás...Você está linda nesse uniforme. apontou para o meu uniforme escolar. 

— Não vai me dizer que tem fetiche em meninas de uniforme? — Eu ri com essa possibilidade. 

— Nunca disse que não. 

— Melhor irmos, estão todos nós olhando. ao arredor aviam várias garotas nós observando. Disse indo até o outro lado do carro.

[...]

Quebra de tempo;

Eu e Namjoon fomos o caminho inteiro em silêncio, afinal não éramos próximos então não tinhamos muitos assuntos.

— Você ainda é virgem? — a pergunta do Kim cortou o silêncio. 

— Eu tenho cara de virgem? Puff. — falei revirando os olhos. 

Eu não era, então Resolvi contar já que uma hora ou outra ele iria descobrir.

— Irei entender isso como um não. — ele diz sem tirar os olhos da estrada.

— Vamos passar a noite em um motel.

— Oque iremos exatamente fazer lá? 

— Escolher uma casa para morarmos.  ele estava sério e eu não entendi o porquê.

— Está zangado ou o que? 

— Não é nada. Só me deixa em paz. — ele disse quase gritando comigo.

[...]

Sai do banheiro enrolada na toalha e acabo levando um susto ao notar Namjoon deitado "minha" cama. 

— Aí que susto! — digo colocando a mão sobre o peito.

— Relaxa Yumi. — ele diz e em seguida me analisa da cabeça aos pés. 

Tiro a toalha do corpo ficando completamente sem roupa na frente dele. Visto minhas peças íntimas e em seguida uma camisola rosa bebê.  Através do espelho pude notar seu olhar em mim.

Já que vamos nos casar não vi problema algum.

Amarro meu cabelo em um rabo de cavalo e em seguida coloco manteiga de cacau sobre os lábios.

— Vamos dormir na mesma cama? — Questionei.

— por que não? — Ele disse levantando tirando as roupas ficando só de cueca.

Seu corpo ficou todo exposto para mim meus olhos automáticamente foram para o membro dele. 

— Vai ficar me secando mesmo? — Ele riu nasaladamente.

— Por que? Não posso?

— pervertida.

— Fala sério. — revirei os olhos, em seguida tirando minha camisola ficando só de langerie e me deitei ao lado dele na cama.

— Como foi? — ele perguntou me deixando confusa.

— A sua primeira vez?... me olhou intensamente.

— Eu não lembro. — Um nó se formou em minha garganta. — No dia que aconteceu... Eu estava bêbada. Aconteceu com um garoto que eu gostava na época.

— Isso...

— Não fui — eu sei que ele avia pensando ser estupro. — Eu quis.

— Apesar de não lembrar eu ainda tenho flashbacks daquela noite.

— Eu consenti. 

Ele parecia pensativo. 

— E a sua? Como fui? — Perguntei curiosa tentando quebrar o clima tenso.

— Eu perdi com uma garota mais velha, ela já tinha experiência. E eu...Só aproveitei, ela era uma amiga de infância. 

— Entendi.

Uma vontade subida tomou conta de mim e eu beijei Namjoon. Seus lábios carnudos movimentavam com a minha. 

— Yumi é melhor pararmos.— Namjoon disse entre gemidos enquanto eu passava minha língua em seu pescoço.

— Ah Kim não vai me dizer que é do tipo conservador. Porque eu sei que você cê que me fuder tanto quando eu quero. — Sussurei no ouvido dele.

— Eu estou falando sério Yumi.

— Então, você não quer? 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...