História The House Black Bar - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Drama, Dualipa, Fanfic, Justinbieber, Romance, Traição
Visualizações 12
Palavras 1.338
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, meu Twitter @mybizzleh e qualquer coisa podem me chamar lá <3

Capítulo 2 - I told you I was trouble


Fanfic / Fanfiction The House Black Bar - Capítulo 2 - I told you I was trouble

Mia Leighton 

2:45 am 

-E ai que foi terrível, eu não sabia o que fazer - Parei de falar e Justin estava se acabando de rir da minha história com a Izzie, minha melhor amiga. 

-Ei pare de rir, não te conto mais nadaaa - falo fazendo bico e ele coloca a mão na barriga tentando controlar a risada. 

-Ok ok... parei - coloca as mãos pra cima em gesto de rendimento. -Mas foi muito engraçado, não é possível que você não tenha pensado em tirar a menina do chão... qual é Mia - deu um sorrisinho de lado e me olhou. 

Vejo a tela do meu celular acender e PUTA QUE PARIU são quase 3 da manhã o Hendric vai surtar. 

Justin percebe minha cara de pânico e olha pro seu relógio de pulso. 

-Tá ficando tarde, acho melhor irmos embora, não? - ele diz e eu concordo com a cabeça, tirando minha carteira da bolsa e deixando sobre a mesa que resolvemos vir sentar depois que o balcão do bar começou a ficar um pouco cheio. 

-Mia por favor, é por minha conta - ele coloca o dobro da minha quantia na mesa e o garçom que veio fechar a conta o olhou incrédulo. 

-Senhor, tudo isso junto vai dar o dobro da conta de vocês juntos. - diz o menino jovem que estava trabalhando. 

-Fica de gorjeta pra você - Justin diz se levantando e dando leves tapas como incentivo no ombro do menino. 

O olho envergonhada e levanto colocando a bolsa no ombro. 

-Bom, já vou - digo sem saber exatamente como me despedir então passo a mão no vestido, estava suando. 

-Posso te deixar em casa? - ele questiona e tira as chaves do carro de seu bolso. 

Penso por uns segundos e cogito a ideia de negar, mas parece tão ridículo depois dele ter me feito companhia à noite toda me contando sobre sua vida e me distraindo quando eu estava precisando. 

-Então vamos. - mordo rapidamente os lábios o acompanho pra fora do bar, passando pro estacionamento ao lado. 

Uma Maserati preta. Ele é muito rico, ah não ele deve ser daqueles caras que acham que pode ter tudo. 

Não acredito que estou julgando ele mentalmente só pelo carro. 

-Mia? Pode entrar no carro. - Diz ele com os faróis já ligado.

Entro e arrumo meu vestido ao me sentar o olho e percebo que estava me observando. 

-Você tá me deixando sem graça me olhando assim sabia? - pergunto e olho pra vista pela janela com o carro em movimento. 

-Não precisa, eu te olhei assim à noite inteira, só a bebida que deve estar esfriando no seu corpo, Mia. - touché !!! Eu adoro a forma como ele fala meu nome no final da frase. 

-É mesmo? Não tinha notado - digo entrando na brincadeira e volto o olhar pra ele, meus olhos acompanham seu braço, a pulseira de ouro que estava no pulso direito, tinha apenas reparado no relógio. A pulseira recebia uns detalhes bonitos, acho que algum nome gravado mas não consegui ler direito. A forma como as mãos pareciam firme no volante, me fazem ir para outros pensamentos.

-Se você diz, eu acredito... bom você pode me falar o endereço? - pergunta e eu concordo. 

-Não é tão longe, na verdade é só você virar à direita, depois direita de novo e pronto. - digo e solto o ar que não sabia estar segurando. Acho que não queria ter que deixar a companhia dele agora. 

-É realmente perto - ele diz em um tom desanimado e diminui a velocidade do carro para encostar no canto da rua. Não entendo mas ele virá a chave desligando o carro e solta as mãos em sua perna. -Me passa seu celular - diz esticando a mão pra mim e eu levanto uma sobrancelha. 

Oi ele ia me sequestra e queria meu celular ? 

-Pra ? - pergunto desconfiada e ele começou a rir. 

Se a risada não fosse gostosa de ouvir eu até ficaria irritada. Folgado. 

-Eu não vou te sequestrar, só quero salvar meu número Mia. - Justin esticou a mão novamente e dei mesmo com a cara fechada.

-Sabe - começo a dizer enquanto ele digitava -Eu até gostaria de ficar mais com você, obrigado pela noite, Justin. - termino de falar e tenho seu olhar voltado pra mim.

-Você tem meu número agora, só ligar. E aliás me manda uma mensagem pra eu poder salvar seu número também, não esquece - estica a mão e me devolve o celular. 

-Drew ?- franzo o cenho quando olhei o nome salvo. 

Ele revira os olhos e passa a língua nos dentes deixando o sorrisinho de lado novamente nos lábios. -Uhum, meu sobrenome do meio - diz simples e volta a ligar o carro. 

Fico o observando dirigir com calma e olhando pra frente, ele não voltou a falar muito depois que salvou seu número no meu celular, estranho mas não sou eu quem vou ficar falando. 

-Chegamos na rua babe, qual a casa?- perguntou e eu me arrepiei bem no "babe" mas tentei agir naturalmente. 

-Aquela ali, preta com a sacada de vidro - aponto e ele estaciona em frente. 

Ouço a porta do carro destravar e coloco minha mão pra abrir a mesma.

-Obrigado ? Pela companhia... - digo sem graça e dou um sorriso. 

Ele tira o sinto e se estica pra mim.

Gelei.

Sinto seus braços me agarrarem e seu rosto se encaixar no meu pescoço, com uma mão ele tira uma parte de meu cabelo que estava ali, e agora sua respiração quente está batendo contra minha pele. 

-De nada, Mia - Justin diz e eu passo a mão em suas costas, lhe apertando um pouco pra mim. 

Afasto um pouco meu rosto, meio relutante por lembrar de Hendric que estava ali dentro daquela casa, dormindo na mesma cama que mais tarde eu também iria estar deitada sem roupas. 

Deposito um beijo no canto da sua boca e aliso suas costas, me afastando de vez e sinto seu olhar me seguir. 

Olho pra ele quando estou fora do carro, e ele assente com a cabeça me dando um sorriso confortador. 

Bato a porta do carro e vou abrir a porta de casa, ele espera eu entrar em casa e arranca com o carro. Tranco a mesma e me encosto na porta, fecho os olhos e mordo levemente os lábios. 

Fiquei com tanta vontade de beijar ele. 

Era uma pena não poder. 

5:00 am.

Eu não conseguia dormir, me revirava na cama e bufei, me sentei e bebi um copo d'água que deixei ao lado da minha cama. 

-Amor? - Hendric diz e colocou a mão nas minhas costas. 

-Hey baby, volte a dormir ainda está cedo. - digo e coloco o copo novamente no lugar. 

Me viro pra ele e deito novamente, ele estava sonolento. 

Hendric é lindo, não sei porque nos perdemos tanto nesses anos. 

-não está conseguindo dormir ? - ele chega perto de mim e faz carinho nas minhas costas, recebo um beijo na testa e fecho os olhos. 

Nessa hora que eu me arrependo pela noite que umas horas atrás eu estava agradecendo por ser maravilhosa ? 

Quando eu acordar, vou excluir o número de Justin, foi um erro e eu amo meu namorado, não posso jogar meu relacionamento no lixo agora como se não fosse nada. 

-Amor? - abro os olhos e me lembro de responder à pergunta.

-To sim, só acordei com sede. - digo e levo a mão até sua nuca, fazendo carinho e vendo ele voltar quase a dormir. 

-Chegou tarde, fiquei te esperando até as 2:30, acabei dormindo. - suspirei pesado, mas ele não reparou. 

-É, acabei passando um pouco do limite com as meninas, estava tendo música ao vivo e ficamos se divertindo lá.

-Que bom amor, agora dorme. - ele agarra na cintura e volta a dormir. 

Não perco mais tempo pensando, e acabo fazendo o mesmo, buscando meu sono e logo dormindo. 


Notas Finais


Meus amores o Hendric, namorado da Mia é o nosso lindo Chace Crawford, famoso Nate de gossip girl.

Xoxo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...