História The impossible is possible 2 e 3 Temporada. (Camren) - Capítulo 79


Escrita por:

Visualizações 245
Palavras 1.364
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 79 - 3 Temp. Cap 22


Fanfic / Fanfiction The impossible is possible 2 e 3 Temporada. (Camren) - Capítulo 79 - 3 Temp. Cap 22

Camila Pov

Mason: - Mamy.

Camila: - Oi filho.

Mason: - A mama vai ficar bem?

Camila: - Vai sim filho. Olho para ele e seus olhos estão cheios de lágrimas. – Oq foi meu amor?

Mason: - Eu vou sentir saudades da vó Vampira mamy. Coloco ele no meu colo e abraço.

Camila: - Eu também vou. Ele chora, Bea olha para nós, ela está brincando com a Taylor, ela olha para o irmão com dó, mas volta a distrair a Taylor, ela tá sendo forte e se mantendo calma, sei que tá fazendo isso para me ajudar, a Taylor logo vai sentir a falta da Vampira e da Lauren, falando na Lauren, ela está trancada no quarto desde que chegamos, Wanda conseguiu fazer a Lucy se acalmar e sair um pouco, Pietro disse que é melhor deixar a Lauren sozinha um pouco, eu queria poder ajudar ela de alguma forma, mas sei que não posso fazer a dor dela passar, fico com Mason no colo enquanto Bea fica brincando com a Taylor.

Pietro: - Camila. Olho para ele. – Quer ajuda com eles?

Camila: - Adoraria, me ajuda a da banho?

Pietro: - Claro, vamos, ei campeão oq foi? Mason olha para ele. – Que tal colocarmos um sorriso nesse rostinho, vem cá. Ele pega ele no colo. – Um menino lindo desse chorando, mostra o sorrisão pro vô. Ele faz cocegas nele e ele ri. – Agora sim.

Camila: - Filhas, vem. Bea pega a mão da Taylor e vem até mim, pego a Taylor no colo e seguro a mão da Bea, vamos em direção ao quarto.

Tony: - Alguém tem que avisar o pai da Lucy, então acho que eu vou, qualquer coisa me ligue.

Pietro: - Não acha melhor eu ou o Avalanche irmos, conhecemos ele melhor.

Lauren: - Eu vou. Olhamos para trás. – Volto em uma hora com ele. Ela some, ela não parecia bem ainda, mas pelo menos saiu do quarto, fomos para o meu quarto, dei banho nas crianças com a ajuda do Pietro, demoramos um pouco porque elas queriam brincar mais do que tomar banho, pelo menos estão distraídos.

Camila: - Crianças fiquem aqui com o avô de vocês, eu vou fazer umas coisas.

Pietro: - Pode deixar que eu cuido desses pestinhas. Agradeço e saio do quarto e vou até o quarto que a Lauren estava, entro e fico um pouco surpresa, o quarto inteiro está revirado, parece que houve uma tempestade aqui dentro, entro e começo a olhar ao redor, as paredes tem marcas de sangue, como se ela tivesse socado até não aguentar, mesa quebrada, janelas também, a cama está toda virada, tem uma única mesa inteira, é uma pequena do lado da cama e tem uma fotografia em cima, vou até a mesma, é uma foto da Lauren ainda pequena no colo da Vampira, as duas sorriem e embaixo da moldura está escrito.

“Para a melhor sobrinha do mundo, sempre vou te amar como uma filha pequena”

Pego a foto, vejo uma folha dobrada do lado, pego a mesma e leio.

“Hey ligeirinho, meu deus já tá uma mulher, encontrei essa foto esses dias e lembrei desse dia, você toda empolgada com seu aniversário e do Hazza, tinha acabado de aprender a parar sem cair, então estava igual uma louca correndo pela casa toda procurando seus presentes, mas seus pais não são bobos nem nada, nem eu, guardei a 7 chaves nesse dia, você ganhou um monte de presentes, mas me lembro de qual que você disse que foi o melhor de todos, na verdade foram dois, um foi que eu disse que eu e a Lu iriamos morar pertinho de vocês e o outro foi que sua mãe disse que estava grávida, você chorou tanto, mas não de tristeza, você ficou MUITO feliz com essa notícia que iria ter uma irmãzinha, você sempre foi tão pura Lauren, nunca se importou com as coisas materiais, ter as pessoas ao seu redor felizes isso sim te fazia feliz, me lembro quando a Lucy ficava doente, você ficava na nossa casa o dia inteiro fazendo ela ri, se divertir, se sentir bem, era impossível não sorrir com você por perto, sempre foi como uma filha para mim Lauren, Camila tem sorte de te ter como esposa, sei que não importa oq vá acontecer, você vai fazer o possível e impossível para fazer ela e seus filhos felizes e mantê-los seguros, porque é isso que você sempre fez, nos faz feliz e nos mantem seguros independente do que tenha que fazer para isso, você até morreu né.

 Meu pequeno ligeirinho, deixando claro sempre vai ser minha pequena, cuide desses pestinhas que são seus filhos que me apeguei tanto, cuide da Camila pela qual sei que ama mais do que a você mesma, eu sei que não deveria pedir isso, mas cuide da minha bebê, cuide da Lucy, você depois de mim é a pessoa que mais sabe como fazer isso, como proteger o coração dela, eu não vou viver para sempre, talvez eu não viva tanto quanto pretendo, então por favor esteja aqui para ela, garanta que ela vai ficar bem, só te peço isso. Lauren Michelle Maximoff Jauregui-Cabello, minha pequena ligeirinho, eu te amo, você é minha filha, mesmo que não seja de sangue, nunca se esqueça disso e não se esqueça dessa chata aqui que trocava suas fraldas, cuidava de você, eu te amo Lauren, não se esqueça disso. Com amor, Vampira, sua tia louca. ”

Acabo chorando lendo isso, Lauren deve estar destruída agora, ouço um som do lado de fora e vejo que está chovendo, olho pela janela e Lauren está para em pé no meio da parte de trás da base, com a cabeça baixa, pego um guarda-chuva e vou até lá, abro e vou até ela, ela está de costas para mim, chego perto, vejo que chora.

Lauren: - Eu a perdi, eu não salvei ela, eu fiz absolutamente nada.

Camila: - Não diga que fez nada, Lauren fez algo por ela desde que nasceu, ela te tinha como uma filha, ela te amou como se fosse a própria filha dela, você esteve do lado dela assim como ela esteve do seu, você ajudou com Lucy, você cuidou dela mesmo quando era apenas uma criança, eu sei que está doendo, eu já senti essa dor de perder alguém, mas você precisa ser forte, porque eu sei que você é e ela também sabia, precisa ser forte por você, pela Lucy, por sua mãe que perdeu a mulher que ela tinha como irmã, precisa ser forte pelos seus filhos que perderam a mulher que tinham como avó, amor eu preciso de você, dói tanto te ver assim e não poder fazer algo para mudar isso, eu sinto muito Lauren, eu sinto muito mesmo. Acabo chorando, abaixo a cabeça, ela me abraça, largo o guarda-chuva e abraço ela com força.

Lauren: - Obrigada.

Camila: - Não precisa agradecer.

Lauren: - Obrigada por ainda estar na minha vida, por ser essa pessoa maravilhosa, eu te amo muito Camz.

Camila: - Eu também te amo Lolo, você é minha esposa e eu sempre vou estar aqui, sempre. Ela me aperta mais um pouco contra seu corpo, ficamos assim mais um pouco.

Lauren: - Acho melhor entrarmos né.

Camila: - Pois é. Pego o guarda-chuva do chão e entramos, fomos para nosso quarto, as crianças estão dormindo em cima do Pietro.

Pietro: - Uma ajudinha. Tiramos elas de cima dele e colocamos na cama. – Melhor?

Lauren: - Melhor.

Pietro: - Vou ver como a Wanda tá.

Lauren: - Tá bem. Ele beija a testa dela e sai.

Camila: - Deixa eu ver sua mão.

Lauren: - Camz. Estico a mão, ela suspira e coloca a dela em cima, olho seu punho e ainda tá machucado.

Camila: - Vamos tomar um banho, precisa relaxar. Seguro sua mão e entramos no banheiro, tiramos a roupa e entramos no box, terminamos e voltamos para o quarto, Lauren deitou com as crianças. – Eu vou falar com minha mãe. Ela acinte. – Eu te amo. Beijo sua testa.

Lauren: - Também te amo. Saio do quarto e vou até o da minha mãe.


Notas Finais


Cap sad, eu tô meio assim hoje gente, então se encaixou certinho com minha situação, mas é isso, espero que o feriado de vocês tenha sido bom, é isso, beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...