História The indomitable horse - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yaoi
Visualizações 16
Palavras 266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Finalmente te encontrei


Fanfic / Fanfiction The indomitable horse - Capítulo 5 - Finalmente te encontrei

Pov's Pedro

Ouço um som... parecia ser de um choro bem alto vindo de fora da minha casa.

Putaquepariuquemerdaeessa

Vou lá na maior sagacidade, já que sempre fui um menino corajoso e pimpolho.

Abro a porta de minha casa e ali vejo...

Um homem se contorcendo, parecia ser de dor. Decido ir até o mesmo e ajudá-lo, como um bom dono de casa recatado e do lar faria.

-Moço, por que parece que você enfiou maconha no cu? -Pergunto cheio de curiosidade, já que o homem estava se contorcendo mais do que minha avó Greice no Natal, depois de tomar 4 litros de biotonico fontoura.

-eU bAtI mEu DeDinHo AiAiAi... -Ele responde gemendo de dor

-E o que eu tenho a ver com isso? Xispa caralhudo 

Oporra pera... eu conheço essa voz... foi a do cara que esbarrou em mim hoje cedo.

-Mas meu dedinho do pé tá doendo filho da puta, como que eu vou andar assim? -Vejo lágrimas caírem de seu rosto.

-Dá os seus pulo ô lombriga. Aliás, foi você que esbarrou comigo hoje?

-Sei lá mano -Ele olha bem para meus rosto. Vejo-o se aproximar mais e mais, ficando milímetros de distância de minha boca.

Sinto meu coração palpitar violentamente, como se fosse sair pela minha boca.

-Sim você mesmo, feio pra caralho. -Ele se afasta de meu rosto. Fervi de raiva com a resposta dele

-SAI DAQUI AGORA SENÃO EU VOU ENFIAR A MINHA VASSOURA NO TEU CU FILHO DA PUTA 

-Eu não sou gay não tá -O homem se levanta e sai andando pela calçada. Vejo ele entrar em uma casa bem próxima da minha.


puta que pariu o meliante é meu vizinho de calçadão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...