1. Spirit Fanfics >
  2. The invisible me >
  3. My heart My love

História The invisible me - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Sorry pelos erros ortográficos
Espero q gostem ✌😄

Capítulo 4 - My heart My love


Fanfic / Fanfiction The invisible me - Capítulo 4 - My heart My love

Eu fui esquecido. Deixado de lado por não ser importante, por ser uma decepção. Eu vejo o olhar de fúria sobre mim, sinto o cheiro de álcool e derrota, sinto na pele o ardor do ódio alheio. Eu vejo meu coração sendo despedaçado, a minha alma sendo ferida e meu corpo sendo agredido. A maioria dos pais costumam amar seus filhos, outros fingem que estes não existem e tem aqueles como o meu, que fazem questão de marcar seus filhos com a marca de suas frustrações e força bruta. Eu fui apagado. Cheio de gente e completamente sozinho. Eu deveria nunca ter me envolvido com outro garoto e talvez as coisas não estivessem tão ruins quanto agora, ou talvez ter me envolvido com outro garoto tenha sido a melhor coisa que poderia acontecer na minha amarga existência.

Eu estava na sala do orientador/psicólogo da escola, o Mrs. J Jungsook. Dês de que entrei nessa escola e minhas notas começaram a despencar, os professores juntamente com o diretor consideraram que uma vez na semana, toda segunda feira antes das aulas do período da manhã começarem, eu deveria ir a sala do Mrs. J e conversar.

-Como estão as coisas Park? -Pergunta o homem moreno com barba impecável e um penteado perfeito, sem nenhum fio fora do lugar, vestido formalmente com seus óculos quadrados o que o deixava com o ar superior.

-Estão melhorando. Tirei um B em química. -Disse orgulhoso de mim, sorrindo pequeno.

-Isso é muito bom. E quanto a matemática e coreano?

-Bem, ainda estou trabalhando nessas. -Desviei o olhar coçando a nuca.

-Certo. E como estão as coisas em casa?

Meus olhos automaticamente caíram juntamente ao meu pequeno e singelo sorriso.

-Bom, vamos falar sobre outra coisa. -Sugeriu ele. -E quanto ao garoto do armário?

-Ah não nos falamos novamente depois daquele dia. -Minhas bochechas ficaram vermelhas ao lembrar do dono do armário a qual fiquei trancado.

-O que acha dele? É bonito? -Perguntou Mrs. J sorrindo interessado. Mal sabia eu que Mrs. Jeon Jungsook é o pai de Jeon Jungkook e tinha escutado o filho contar em casa sobre um garoto baixinho preso em seu armário.

-É... muito. -Bati meus indicadores um no outro pelo nervosismo enquanto minhas bochechas e minhas orelhas ardiam pela vergonha.

-Seria bom pra você iniciar um relacionamento com alguém. -Ele disse e meus olhos arregalaram-se assustado e envergonhado. -Talvez deva tentar se aproximar desse garoto.

-N-Não mesmo. Eu tenho que ir Mrs. J.  -E então sai apressado daquela sala.


Ele segurou em minha mão e me ajudou a subir os pedregulhos da cachoeira e segurou firme minha cintura quando tivemos que descer algumas pedras. Ele sorria gentil e me olhava de uma maneira que não pude decifrar mas eu estava gostando. Era uma sensação nova pois ninguém nunca havia me olhado daquele forma, de forma atenciosa. Quando chegamos onde ele queria, tiramos nossos tênis e erguemos nossas calças até a altura dos joelhos.

-Acho que aqui já está bom. -Disse ele segurando minha mão para evitar que eu escorregasse sentando-se numa pedra no topo da cachoeira, numa parte onde a água estava calma antes de correr para a parte rápida e cair bruscamente. Sentei me ao seu lado. -Eu sou Jeon Jungkook do segundo ano, classe C.

-Sou Park Jimin, terceiro ano, classe B. -Disse brevemente tentando não gaguejar.

-Eu sei que ainda é muito cedo para que você responda minhas perguntas, mas eu espero que um dia confie em mim o suficiente para me contar por que estava preso no meu armário, por que está sempre ferido e com fome.

-Eu não estou... -Tentei dizer mas fui impedido pelo barulho da minha barriga roncando. -Com fome. -Sussurrei a última parte envergonhado.

-Pode comer a barrinha que te dei.

Após sua fala lembrei me da barrinha em meu bolço, peguei-a abrindo-a sem demora. Ofereci a Jungkook mas ele negou. Comi contente, era raro eu comer algum doce. Meu mundo quase parou quando ele sorriu para mim expondo me aqueles dentes avantajados de coelhinho, meu coração bateu feito louco. Tratei de desviar o olhar comendo agora, timidamente, a barrinha.

E foi assim que percebi que meu coração bateria por muito tempo feito um louco por Jeon Jungkook.


Notas Finais


Thanks pro ler 🍷


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...