1. Spirit Fanfics >
  2. The jorney of a assassin frost >
  3. Funeral

História The jorney of a assassin frost - Capítulo 35


Escrita por:


Capítulo 35 - Funeral


Voei de volta a Havenrock, carreguei o corpo de Jonas nas minhas costas, entrei nos túneis, minha antiga casa, e tudo estava como antes, eu acho, me lembro de ter mais Ogenarks mortos, parecia um pouco mais vazio, deve ser porque não existe mais nenhuma alma viva aqui e está muito quieto. Coloquei o corpo de Jonas em cima da mesa da oficina de Brin e abri sua cabeça para ver o que foi danificado, mas já estava tudo queimada e não sei como o concertar, não tem mais jeito

Fiquei ao lado dele por um tempo e pensei que tinha que fazer algo com o seu corpo, não posso o enterrar pois ele é um robô e isso faria mal ao meio ambiente, vou fazer da tradiçao dos Ogrnarks, seu material pega fogo muito rápido, mesmo que suas partes possam ser reutilizadas mas é muito inadequado, então fui no meio do salão principal, peguei um latão de metal juntei várias coisas inflamáveis, como madeira e papéis, revistei seus bolsos e achei uma chave, não sei da onde era então fui ao seu quarto procurando qualquer coisa com uma fechadura, e a única coisa que tinha era a sua gaveta da escrivaninha o abri e tinha várias coisas como seus cadernos de desenho, muitos materias e pinturas, revirei toda a sua gaveta e achei um fundo falso o retirei e lá tinha uma carta com o meu nome " Heather", fiquei curiosa e o abri, e estava escrito:

" Heather, sou melhor com as palavras escrevendo... eu sei que faz pouco tempo que nos conhecemos mas com a Missy nos caçando podem nos achar a qualquer momento, e eu quero que você saiba que esses últimos anos foram os melhores para mim, eu era o único sem amigos daqui e você me protegeu do headfire, nos metemos em várias encrencas, a melhor parte são quando lemos os livros juntos, ou quando você vai lá fora e me traz presentes, queria um dia ir lá fora junto com você quando acabar toda essa guerra entre humanos e robôs, e você é a nossa unica esperança de trazer essa paz, acho que você é muito nova para entender mas isso significou muito para mim. Te amo muito 

                                Jonas"

Tinha outra folha com o desenho de nós dois juntos. Fiquei sem palavras essa hora, não sabia que Jonas era assim, queria ter aproveitado mais o tempo com ele em vez de treinar com o Brin, nunca parei para pensar o que Jonas ficava fazendo quando eu treinava,  mas agora não é tempo de se lamentar, guardei sua carta em meu bolso e voltei até o corpo de Jonas.

Para guardar algo dele peguei sua bandana vermelha gravada com o seu nome, ele sempre falava que estava em uma banda de rock, ou amarra em sua testa para o lembrar que já esteve em uma guerra mas que na próxima vez irá lutar nela como um herói, de algum jeito essa bandana lhe dava força 

Está na hora de o queimar, o latão é muito pequeno então desmontei Jonas por partes ascendi o fogo e fui queimando aos poucos, tive que abrir algumas portas por causa da fumaça, e ninguém vai achar esse lugar porque essa cidade está morta ninguém vem aqui. Depois de ter o queimado tudo preparei uma caixa de madeira, o pintei de branco e escrevi o seu nome, deixei a sua cara, coloquei suas cinzas no pote, fui na floresta e peguei algumas flores, arrumei todo o salão, juntei todas as cadeiras e mesas em um canto, deixei uma parede inteira livre, forrei o chão e roubei uns sprays que tinha em uma loja de tintas e pintei na parede uma árvore, coloquei a caixa la com seus pertences, as flores e velas em volta

Pensei que deveria fazer isso com todos os Ogenarks, eles não podiam ficar lá largados, fiz o mesmo como fiz com Jonas, peguei várias latas de metal, de plástico, vidro, como já conhecia todos de lá fui decorando de acordo com as suas personalidades e colocando os seus nomes, sem parar demorei onze dias para terminar.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...