História The Key Of Your Heart - (Yoonmin) - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Youngjae
Tags 2jae, Bangtan Boys (BTS), Depressão, Gay, Got7, Homossexualidade, Jimin, Lgbt, Long-fic, Romance, Sugamin, Vkook, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 115
Palavras 1.819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Na calada da noite de quinta feira
Aqui estou eu
Queria tanto que quinta chegasse, e ela está aqui

Então vamos para o capítulo 💞

Capítulo 27 - Capítulo 27


Jimin estava exausto. O dia havia sido cansativo, e a tarde mais ainda. Suas forças estavam esgotadas e já não tinha mais ânimo para nada

 A única coisa que realmente lhe animava naquele momento, era saber que iria se encontrar com o Min. Somente os dois juntos no jardim por um tempo. Para si, aquele era realmente a melhor parte do dia. Estava tão ansioso que nem conseguiu se despedir direito de seus colegas de trabalho, se dirigindo rapidamente ao local em que mais ansiava ir

Esperava encontrar o Min sentado no banco ao lado da fonte, como todas as vezes. Com o seu sorriso brilhante e com seus olhos amorosos lhe vendo chegar. Porém, para seu desânimo, ao chegar o local ainda estava vazio, sem nenhuma movimentação. Somente conseguia ouvir os cânticos dos pássaros ao fim da tarde. Mesmo assim, tentou não perder o ânimo e se sentou no aguardo do mais velho 

Sabia que Yoongi não era de faltar justamente o único encontro em que tinham no final do dia. Acabou não ficando preocupado e continuou a espera-lo. Tempos se passaram e o sorriso de Jimin morria aos poucos. Não parava de olhar fixamente para a entrada esperando que em algum momento Yoongi aparecia com seu sorriso gengival ao seu encontro. Sentia novamente todo o cansaço lhe cair aos ombros quando viu o entardecer desaparecer quase por completo

Simplesmente não sabia o que pensar. Estava realmente chateado quando se levantou do banco e verificou as horas em seu telefone

Já havia esperado por Yoongi mais tempo do que imaginava, e simplesmente nenhuma aparição do Min. Nem sequer um sinal

Por um momento passou por sua cabeça pensar que havia acontecido algo com mais velho. O que foi mais uma motivação para sair dali rapidamente, e retornar para os corredores do hospital

Antes de chegar ao quarto do Min, Jimin ouviu uma melodia suave vindo do piano. Até poderia achar a composição algo realmente agradável de ouvir se não estivesse tão preocupado. Na realidade, passaria reto até mesmo pela sala de lazer se não estivesse ouvido vozes familiares. Parou por um segundo e adentrou a sala sem pensar duas vezes

E o que viu a sua frente acabou não lhe surpreendendo muito. Aliás, já esperava. Mesmo que no fundo, tentasse encontrar alguma justificativa plausível que não fosse justamente essa

Já não se ouvia a melodia calma de segundos atrás, muito menos as vozes que antes preenchiam a sala. Se aproximou aos poucos sem dizer uma palavra, sentindo o olhar pesado de Anne. Mas não se importava muito com aquilo naquele momento. Somente mirava nos olhos do Min. Pareciam assustados quando viu Park entrar na sala enquanto tocava a música de Anne pela vigésima vez. Não era como se realmente quisesse está ali, mas não conseguia negar um pedido de quando alguém se prontificava em querer aprender algo.

Principalmente relacionado ao piano. Era como um instinto involuntário de professor

Porém, sabia que com aquele olhar de Park para si, as coisas não estavam tão boas. Engoliu em seco. Antes que pudesse abrir a boca, a voz de Jimin saiu em claro e bom som na sala até então silenciosa

- Precisamos conversar, Min - Yoongi não se lembrava da última vez em que havia escutado o mais novo lhe chamar daquele jeito, mas com certeza havia ficado arrepiado somente pelo seu tom de voz. Mexia em seu cabelo em uma tentativa de tentar amenizar o seu nervosismo enquanto encarava o mesmo. E pela primeira vez desde que entrou na sala, viu o olhar do mais novo se direcionar para a menina ao seu lado. A mirou por alguns segundos e se voltou ao mais velho novamente - A sós

Jimin apenas virou e caminhou até a saída sem dizer mais nenhuma palavra. E não era como se realmente precisasse. Sabia que Yoongi havia entendido o recado e lhe seguiria dali em diante

Ouvindo os passos rápidos atrás de si, certificou ainda mais que estava certo, vendo mais logo a figura do moreno ao seu lado. Não olhava diretamente, mas conseguia ouvir sua respiração pesada enquanto caminhavam pelo corredor. E acabou não conseguindo nem ao menos chegarem no quarto do mais velho para começar a falar o que estava entalado em sua garganta

Apenas puxou o Min para uma sala vazia e lhe encarou diretamente

- Olha me desculpa, amor - Yoongi começou antes que Jimin começasse a pegar fogo ali na sua frente. Já desconfiava o por que da atitude e humor de Park naquele momento, e de certa forma se sentia culpado por isso. Agarrou de maneira sutil as leves mãos do mais novo e lhe olhou nos olhos, vendo toda a sua mágoa ser escondida em um rosto emburrado - Desculpa por não ter ido hoje, de verdade

- Você poderia ter pelo menos me avisado, Yoongi. Assim eu não teria ficado igual um idiota te esperando - Respondeu separando suas mãos antes que cedesse de alguma forma com aquele contato

- Mas eu nem sabia. Eu realmente estava indo até lá, mas no meio do caminho a Anne me chamou e perguntou sobre algumas... coisas - Yoongi parecia um tanto desconfortável de repente na visão de Park. O loiro suspirou fundo e cruzou os braços ouvindo o que o mais velho tinha a dizer. Talvez não estivesse gostando do rumo da conversa - Ela pediu para eu ver algumas composições, e o que eu achava que ia ser rápido acabou demorando demais.

- Ela provavelmente sabia, ou talvez desconfiasse que você ia me ver, por isso ela quis te enrolar tanto 

- Que?

- Você ainda não percebeu? Essa garota me odeia com todas as forças. Tenho certeza que ela não me quer nenhum segundo perto de você - Yoongi sempre soube que era dramático em algumas ocasiões, mas ver Jimin desse jeito era algo totalmente novo. Achava que o mesmo estava sendo enxagerado. Mesmo que estivesse com uma seriedade tremenda e seu rosto não indicava que estava falando algo que realmente não acreditasse puramente - Não me surpreenderia se fizesse alguma coisa assim

- Ah tudo bem. Você quer que eu acredite que ela é uma adivinha que sabia exatamente que eu ia te encontrar e me parou de propósito? - Yoongi não segurou o riso com o pensamento do mais novo - Isso tudo porque ela te odeia?

- Você não me leva a sério, né Yoongi? porra é tão difícil acreditar em mim?

- Não é isso Jimin, é só que eu a conheço a mais tempo que você, não acho que ela seria esse tipo de pessoa que você disse que ela é

- Como você consegue conhecer uma pessoa completamente em três semanas, Yoongi? - Jimin perguntou não conseguindo controlar o tom ríspido em sua voz. Ainda não entrava na sua cabeça como conseguia defender uma pessoa que ele nem ao menos conhecia direito. E vendo o cenho de Yoongi se franzir rapidamente, apenas lhe encarou de forma mais zangada

- Qual? Nas três semanas em que você não deu sinal de vida? - Yoongi rebateu seriamente. Praticamente cuspia as palavras involuntariamente, observando o mais novo fechar os olhos fortemente e massagear a testa. Com toda certeza Jimin não queria entrar naquela discussão. Já lhe bastava tudo o que havia passado e sentido, não tinha certeza se iria aguentar ouvir do mais velho também. Mas ao contrário do que imaginava, Yoongi não havia reparado em seu desconforto - Você não sabe o quão foi horrível simplesmente não saber como você estava. O que estava sentindo ou pensando. Na terceira semana eu imaginava que você nem apareceria mais. E adivinha quem me ajudou? Eu obviamente não falei que era você, mas eu acabei dizendo pra ela que uma pessoa que eu me importava muito havia simplesmente desaparecido do mapa

- Não foi só você que sofreu nesses dias - Jimin respondeu baixo. Estava realmente afetado com as palavras ditas pelo mais velho, como já esperava. Somente queria acabar logo com aquilo

- Será mesmo, Jimin? Por que pra mim uma pessoa que não liga, some sem dar satisfação alguma, não parece uma pessoa muito preocupada. Você pelo menos chegou a se importar, Jimin? Se importar comigo de verdade?

- Então é isso que você pensa de mim? Que eu simplesmente não me importo com você de verdade? - Mesmo que Jimin tentasse ao máximo segurar, naquele momento conseguia sentir as lágrimas em seu rosto descerem sem o seu querer - Cacete, Yoongi! Você era literalmente a única coisa que eu pensava durante todo esse tempo. Fazia questão de ligar todos os dias pra saber se você estava bem, chorava quase todas as noites pensando no que eu deveria fazer. Pensando em como eu deveria superar a porra das minhas inseguranças. Tive que aguentar um silêncio fudido dos meus pais por que eu simplesmente amo um cara que diz que eu não me importo

Jimin ainda sentia as lágrimas quentes caírem sobre o seu rosto, mas não fazia questão nenhuma de limpa-las. Sentia seus lábios tremerem e um choro inseguravel percorrer por toda a sua garganta enquanto olhava o mais velho a sua frente. Sua visão começava a ficar mais embaçada por conta das lágrimas. Tudo o que via era um embaço e não esperou muito para querer sair dali de uma vez. E faria isso se não tivesse sentido o segurar forte de Yoongi, que impedia de se mover muito

- Jimin... eu não sabia... eu... - Yoongi não sabia o que dizer ao ouvir as palavras do mais novo, sentindo uma onda de aflição por ver seus olhos marejados

- É claro que você não sabia, Yoongi - Jimin dizia interrompendo o mais velho, finalmente enxugando suas lágrimas para olhar em seus olhos

Jimin não esperou uma resposta do mais velho para se retirar de vez da sala, estava se sentindo tão mal que nem ao menos notou sua aparência quando entrou correndo no elevador. Seus olhos eram inchados e sua cara parecia estar prestes a desabar em lágrimas a qualquer momento novamente

Nunca havia se sentido tão frágil, quanto estava sendo. Isso lhe deixava frustrado e irritado. Seu coração estava prestes a explodir de vez enquanto repetia infinitamente as palavras do mais velho em sua cabeça

Era uma coisa torturante, mas continuava a fazer sem nem ao menos notar. Exausto apenas se sentou de costas para o grande espelho, somente para não se ver derramar em lágrimas

E em meio a pensamentos perdidos, se lembrou do rosto abalado do mais velho quando saiu da sala. Tudo ainda estava um pouco confuso, mas tinha certeza do que havia visto antes de entrar no elevador por completo

Estava tão claro em sua mente que sentiu seus punhos cerrarem. Uma imagem ao fundo. Um pouco mais ao longe, no final do corredor. Fios avermelhados e um sorriso amargo no rosto lhe encaravam ao sair 


Notas Finais


Esse capítulo aaaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...