1. Spirit Fanfics >
  2. The kidnap - imagine bts >
  3. Fear and hate.

História The kidnap - imagine bts - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 2 - Fear and hate.


Fanfic / Fanfiction The kidnap - imagine bts - Capítulo 2 - Fear and hate.

BUSAN- KOREA

04:00AM



Estou sentindo uma forte dor na cabeça. Acordo e minhas primeiras  visões saem  embaçadas mais cada segundo que se passa minha visão , vai se tornando nítida.  

Olho todo o ambiente e vejo diante de mim um quarto antigo. Mais a onde vim para?, pergunto a mim mesma. Que lugar é esse?, penso.

Me levanto lentamente da cama ainda sentindo aquela forte de dor. 

- ai_ mormuro segurando em alguns móveis._ meu deus a onde eu vim para?. Sera que fui sequestrada?. Tenho que sair daqui.


Desvio meu olhar para janela, e logo surge em minha cabeça em fugir. Sem nem pensar, corri até lá mais a mesma estava trancada. Desesperada começo a bater na janela no intuito de conseguir abrir,  mais isso não acontece.


Começo a andar de um lado para o outro pensando em várias coisas e a principal delas e como vim parar aqui. E nesse meio segundo pensando , ouço passos vindo e cada vez que ia se aproximando mais o medo ia  apertando  em meu coração.


Não demorou muito e a porta e aberta revelando um garoto de cabelos negros e pele pálida. Por um segundo nos se olhavamos e eu sentia maldade em seus olhos.


- quem é você?, porque estou aqui?._ perguntei apertando os punhos por conta do medo que me fazia presente naquele momento.


O garoto apenas me olha fixo e sorri como se tivesse debochando da minha pergunta.


- POR QUE ESTA RINDO?, EU QUERO SAIR DAQUI AGORA?._ grito, mais percebi que não deveria fazer isso.


O homem logo fechou seu sorriso,  se fazendo sério. Engoli seco e logo sou puxada pelo mesmo brutalmente.


O garoto se movia rapidamente me puxando com mais força até chegarmos em uma sala com móveis antigos igual a do quarto. O homem me joga no sofa e se posiciona em minha frente.


Analiso todo o lugar é me parece que aqui e um casarão antigo. Enquanto observo  tudo , ouço vozes masculinas vindo de algum lugar dessa sala, logo  surge quatro homens saindo de um corredor. Penso rapidamente oque eles querem com migo.


- jeon a piralha  ja esta aqui._ diz o garoto que me trouxe até aqui como se eu foçe um cachorro.


Os quatro garotos ficaram em minha frente me olhando e um deles sorria sarcástico me fazendo arrepiar.


- hora , hora  então você é a filhinha daquele velho nojento._ diz um homem se sentando em uma poltrona.


- oque querem de mim?, se for dinheiro nem adianta eu não tenho,  agora me deixe ir embora._ falo nervosa e irritada com aquele deboche todo.


O homem que está sentado começa a rir alto, juntos aos outros.


- nem pessar sua garotinha nojento,  você irá ficar aqui, até eu encontra seu pai,  quando eu incontra-lo  irei mata-lo você é ele com minhas próprias mãos._ fala o homem que dizia ser o tal jeon.


Não acredito que meu pai me meteu nas coisas  sujas que ele faz. Estou ferrada até o pescoço, e esses caras não são pra brincadeira tenho que sair daqui o mais rápido possível.


- eu não estou nem aí para os problemas do meu pai , não tenho nada aver com nada que ele faz. Desculpa mais isso você terá que resolver com ele e não com migo._ falo olhando para os cinco.


- garota idiota você não saira daqui até eu achar aquele velhor miserável._ ele se levanta vindo até mim logo se abaixando na minha frente.- você ainda será importante para mim, então zero chance de eu te liberta , sua piralha idiota._ ele aponta para minha cabeça.


- eu não sou piralha idiota , e eu exijo que me deixe  "SAIR".grito batendo na sua mão fazendo ela se mover para o lado.-EU JA DISSE QUE NÃO TENHO NADA A VER COM AS COISAS DO MEU PAI SERA QUE VOCÊS NÃO ENTENDEM._ grito novamente deixando toda minha raiva sair.


Todos ali me olhavam e suas expressões não eram das melhores, e já posso prever oque irá acontecer com migo. 


- você quer morrer né sua idiota._ o tal jeon diz com sangue nos  olhos._ quem você pensa que é pra  falar daquele jeito sua piralha._ ele me olha fixo.


- Quem você  pensa que é pra me sequestrar e me trazer aqui sem minha vontade é não querer me deixar sair huuum._ falo.


- ashw._ o de cabelos negros suspira e em seguida sorri._ você e corajosa garota,  realmente você esta pedindo pra morrer. 


- JA CHEGA SUA IDIOTA, MINHA PACIÊNCIA COM VOCÊ ZEROU.


Logo em seguida ele parte para cima de mim, me fazendo tombar no sofá. O garoto  tentava me inforca , e eu tentava tira a sua mão do meu pescoço.


Um dos garotos reagiu e tirou o tal jeon de cima de mim.


- JUNGKOOK CHEGA VOCÊ PASSOU DOS LIMITES._grita o garoto.


-ME DEIXA JIN, ESSA GAROTA ME TIRA DO SÉRIO, COMO ELA PODE FALAR ASSIM COM MIGO._ jungkook anda de um lado para o outro.


-CHEGA JUNGKOOK , se calma você  não pode perde a cabeça desse jeito, se você mata-la ,como irá achar o velho que você quer tanto achar._ o tal jin diz olhando para jungkook que esta nervoso a andar de um lado para o outro. 


- leva essa garota daqui não quero olha para cara dela hoje._ ele aponta para um garoto de cabelos loiros, ordenado para que ele me levasse.


Sou puxada pelo mesmo com certa força, ele permanecia sério. O homem me puxava para um corredor onde certamente o quarto que me matem presa se localiza.


- Da pra me soltar seu idiota._ faço tal movimento se libertando das suas mãos, e em seguida passo a mão a onde ele segurava.


- acho que não deveria falar assim com o jungkook._ ele diz sem olha pra mim.


- porque huuum?. Vocês todos são um bando de loucos, quer me manter em cativeiro, e não quer que eu me desespere. Você pensa que eu sou oque um animal?._ falo olhando fixo para ele que continuava a olha para frente.


- sim  e oque deve fazer se não quiser morrer.


Em seguida ele abre a porta ordenando para que eu entrasse. Não a muito oque fazer e entro, e logo a porta se fecha,  me deixando num quarto vazio e num sentimento de MEDO E ÓDIO.




........













Notas Finais


💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...