História The Killer Bunny - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 72
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha só quem resolveu brotar do cu de Judas depois de duas semanas ksksks
Gente, é sério, esse é um dos primeiros capítulos que eu gostei tanto de escrever ksks, num sei pq.
Não está tão grande, mais tudo bem ksks
Quem está vendo as notas iniciais agora e acompanha a Hibrida 2, eu queria saber se vocês aceitassem que eu começasse a fazer capítulos mais curtos? (Tipo no começo da primeira temporada, que eles não chegavam a mil palavras) pois assim ficaria mais fácil pra mim e eu conseguiria postar.
Mais voltando a fic, num tenho nada a comentar, apenas que, nos vemos nas notas finais ^^

Boa Leiturah 🖤

Capítulo 11 - Capítulo 10


"Ninguém é frio por opção, mais sim por decepção."


Pov's Flashback- Jungkook de 10 anos

Dia primeiro de Setembro, meu aniversário, estava animado pois meus pais iriam me fazer uma festa da qual os mesmos prometiam a mim que eu jamais esqueceria e, eles tinham razão, eu jamais esqueci dela.

Havia acabado de chegar da escola e estava para abrir a porta, isso até eu ouvir um tiro vindo de dentro. Assustado e com medo, abri a porta e vi a pior cena de todas, minha mãe com uma arma na mão e meu pai caído no chão todo ensanguentado, provavelmente morto.

-Por que você fez isso, mãe? -Pergunto com certo receio enquanto chorava, fazendo assim ela me notar no local.

-Porque ele queria nos afastar meu filho, mais agora eu irei nos juntar para nunca mais estarmos separados. -Diz com um sorriso psicótico, assim se levantando e pegando a arma.

Nesse momento a única coisa que eu soube fazer foi correr, correr o mais rápido que podia até meu quarto. Me tranquei no mesmo e apenas ouvia minha mãe falando para eu abrir, enquanto cantava uma música aterrorizante (a do Freddy Krueger, só que usando o nome dela no lugar do dele), empurrei a minha cômoda utilizando um pouco de força até a porta e então deduzi que assim teria mais tempo para pensar no que fazer.

Decidi então procurar o facão antigo do meu pai, que ele guardava aqui, não sei por quais motivos. Após uns 10 minutos revirando meu quarto finalmente o acho, assim o observando por completo. O facão era de um tom cinza enferrujado com seu cabo preto, não estava tão afiado, mais era o suficiente para me defender.

Eu sei que para um menino de 10 anos estou parecendo esperto demais, porém sempre estive preparado para caso algo assim acontecesse, já que minha mãe tem dupla personalidade e poderia se transformar em uma louca a qualquer momento, o único problema é que eu não sei se vou ter coragem de a matar, caso necessário. Sou interrompido de meus pensamentos quando começo a ouvir um machado quebrando a porta enquanto minha mãe puxava a maçaneta, assim abrindo a porta.

Ela estava com o machado e eu com o facão, sem perceber, eu corri até a mesma, assim cravando o facão em sua barriga, o que a assustou.

-Filho, por que? -Pergunta a mesma cuspindo sangue enquanto caia no chão.

-Porque você estragou meu aniversário, mãe. -Digo com sério e sem remorso algum a mesma que me olhava com um olhar indecifrável.

-Se você não se cuidar, um dia vai acabar igual a mim, louca. Meu filho, eu te amo e espero que encontre... -Antes que ela pudesse terminar, vejo minha mãe fechando os olhos, assim se entregando a morte.

Flashback off

Pov's Jungkook

-E esse foi o dia em que eu cometi a primeira morte de várias que vieram depois. -Digo suspirando após contar a Rosé e Sam tudo sobre nós.

-Você... É UM MONSTRO! NÃO SÓ O JUNGKOOK, MAIS TODOS VOCÊS, EU QUERO IR EMBORA DAQUI! -Grita Samantha com um olhar de ódio no rosto, se levantando e tentando sair da casa, porém logo sente impedida pelo Tae.

-Sam, por favor, não vá. E tudo o que nós passamos juntos? -Diz o mesmo de cabeça baixa, o que me deixa com medo, pois dependendo da resposta dela ele pode perder totalmente sua sanidade e acabar por matar, assim como fez com sua ex.

-Isso nunca existiu, porque vocês sempre foram uma mentira. -Fala e solta seu braço, já vermelho pelo aperto, com brutalidade. A Sam já ia saindo pela porta quando o Taehyung corre até lá, a empurrando pro lado e trancando a porta.

-VOCÊ NÃO VAI EMBORA E NEM OUSE LEVANTAR A VOZ COMIGO. -Berra irritado a puxando pelos cabelos até a sala.

-VOCÊ ACHA QUE É QUEM PRA FALAR ASSIM COMIGO? -Ela responde e uma coisa muito inesperada acontece, a Sam se afasta do Tae e assim o derruba no chão, logo subindo em cima do mesmo e começando a distribuir socos em sua face. Ele tentava se defender, mais era impossível.

O Jin e o Yoongi foram obrigados a tirar a mesma de cima dele, pois mais um pouco e matava, ela se debatia porém após o Nam aplicar uma agulha nela, logo a mesma apagou.

Rosé apenas observava isso sentada ao lado de Jimin, percebi que ela estava com uma cara de culpada e nem se importou de descobrir que nós éramos assassinos. Olho para Jimin que apenas ria da situação e apenas tenho mais certeza que ele é louco da cabeça.

-Jimin para de rir, seu idiota. -Falo já irritado, fazendo o mesmo logo se calar.

-Rosé, por que você está tão quieta em relação a tudo? -Pergunta Yoongi após chegar na sala junto dos outros três, enquanto Hoseok saia com Taehyung em suas costas para o ajudar com os machucados.

-Eu tenho uma coisa pra falar pra vocês. -Diz a mesma extremamente rápido, nos fazendo não entender direito.

-O que você tem que nos contar? -Questiona Jin sendo aparentemente o único que entendeu.

-Isso tudo foi minha culpa. -Fala começando a chorar enquanto abaixa a cabeça.

-Do que você está falando, Rosé? Nada disso que está acontecendo é sua culpa. -Fala Jimin tentando a acalmar.

-É sim. Foi meu pai quem sequestrou a S/N e eu só me aproximei dela para conseguir informações, porém acabei vendo nela e na Sam amigas das quais nunca tive antes, porém quando iria contar, foi tarde demais. -Diz e eu explodo.

-POR QUE NAO FALOU ANTES? POR QUE MENTIU ESSE TEMPO TODO? É REALMENTE SUA CULPA QUE A S/A ESTEJA AGORA PRESA! -Grito me levantando indo até ela pronto para a dar um tapa, isso se Jimin não tivesse entrado na frente para a proteger.

-Eu sei que o que ela fez foi errado Jungkook. Mais a Rosé não foi a única culpada e você sabe disso, além de que ela pode nos ajudar a encontrar a S/N, então por favor não faça nada que possa se arrepender depois. -Diz sério olhando no fundo de meus olhos, algo que eu nunca esperaria vindo por parte do Jimin.

-Ok, mais só porque é você que está me pedindo. Agora Rosé, onde eles levaram a S/N e o que pretendem fazer com ela? -Pergunto tentando me acalmar suspirando fundo.

-Eles provavelmente estão no galpão do meu pai, mais eu não sei o que pretendem fazer com ela, porém acho que talvez a matem se não chegarmos a tempo. -Fala baixo, porém de uma forma que conseguíssemos escutar.

-Ok, me passe todas as informações sobre o local, porque daqui a três horas iremos a... -Sou interrompido por uma voz feminina.

-Vocês não vão sem mim! -Fala Sam andando meio bamba até a sala, o que nos assusta, afinal aquele remédio era forte.

-MAIS COMO? -Perguntamos assustados.

Continua...


Notas Finais


AHHHH, o que acharam? Gostaram, odiaram, ficou uma merda? Ksks
Como deu pra perceber hoje eu dei uma focada na história do nosso querido Kook e queria saber se no próximo capítulo vocês queriam que eu escrevesse a história de todos os outros pra vocês descobrirem o motivo dos meninos serem o que são e a Sam ser como é.
Num sei, são vocês que decidem ^^

Obrigado por ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...