1. Spirit Fanfics >
  2. The Killer Bunny (Jikook) >
  3. Twelve

História The Killer Bunny (Jikook) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei mais cheguei!

Eu não queria deixar vocês sem atualização hoje, então trouxe um cap bem pequeno apenas para alimentar vocês com um pouco de Jikook.

Espero que gostem e boa leitura🐰💕

Capítulo 14 - Twelve


Fanfic / Fanfiction The Killer Bunny (Jikook) - Capítulo 14 - Twelve

"Não existe relacionamento, quando o outro não ama."

Naquele momento eu sabia que se saísse daquele quarto, eu iria para uma cova. Lembro da casa e saio pela janela, corro em direção a outra mansão e na janela do seu quarto vejo a sua sombra.

Ele não pode me ver.

Corro o mais rápido que consigo, entrando na casa em seguida, enquanto andava me esbarrava em alguns corpos e aquilo me deixava enjoado, angustiado. Meu corpo estava quente, e novamente aquele sentimento me atingiu.

Ao ler novamente os noticiários, percebo que tem um padrão.

— São sempre mulheres, influenciadoras na mídia e no mundo. Todas as mulheres mortas, fazem parte da classe alta da Coréia.

Mas, por quê?

— Isso é tão confuso, nem faz sentido. — Passo minha mão no cabelo e suspiro frustado, começo a pensar enquanto caminhava pela mansão abandonada.

Eu acreditava que ali seria o último lugar que ele me procuraria, não tinha cem porcento de certeza. Porém, preferia acreditar nisso.

[…]

Começo a tentar juntar todas as peças, procurando todos os tipos de pistas. Mas nada se encaixava, eu poderia muito bem deixar isso de lado e fingir que tudo estava mil maravilhas, mas eu precisava escapar dessa bolha, precisava saber quem era Jungkook de verdade.

Quem era o cara com o qual eu estava me relacionando, estava começando a aceitar meus sentimentos por ele. Mas, ao mesmo tempo eu estava hesitante, estava com medo e sem Momo ao meu lado me sentia na mais pura solidão.

Encontro Jungkook no jardim da casa procurando alguém, me aproximo em passos lentos e automaticamente ele olha para mim.

— Onde estava? Eu estava preocupado. — Sua voz era calma, se eu não estivesse tão assustado me derreteria ali mesmo.

— Eu acabei indo no consultório, tive uma urgência.

Desde pequeno nunca gostei de mentir, mesmo que fosse uma mísera mentirinha. E agora me sentia mal, eu estava mentindo na cara dura.

Então sorrio, eu já estava na chuva então iria me molhar e torcer que cada gotícula de chuva seja fogo. E queime a minha pele, arduamente e constantemente.

No final, eu merecia isso.

— Vamos sair hoje? Eu queria te pedir desculpas pela forma que eu te tratei ontem. Mas, você mexeu nas minhas coisas e eu odeio isso.

— Tudo bem, Jungkook. Vamos sim.

Depois de entrar na casa, cada um seguiu seu caminho para se arrumar. Tomo um banho demorado, com os pensamentos a mil, não parava por um segundo de pensar e isso me atormentava.

Saio do banheiro e visto uma calça preta justa em meu corpo e uma blusa preta em detalhes brancos, coloco uma corrente de prata. Passo perfume, calçando meus sapatos em seguida, e saio para esperar Jungkook.

Me surpreendo quando o vejo na minha espera, ele vestia uma blusa branca com listras na coloração roxa, e uma calça preta acompanhando seus coturnos.

Deixo um sorriso bobo escapar e desço as escadas indo ao seu encontro. O seu sorriso me cativou naquela hora e eu pude sentir meu coração acelerar, e meu interior se revirar.

— Você está perfeito. — Sua voz soava como músicas para meus ouvidos e naquele momento só nós dois importava e sinceramente, eu estava amando aquilo.

E nossa noite apenas tinha começado, fomos em alguns clubes e bebemos, mas não no ponto de ficar grogue chegando a não lembrar do dia anterior. Muito pelo contrário as palavras que Jungkook me disse, ficaram registrados para sempre em minha cabeça e em meu coração.

— Eu te amo, Jiminnie.


Notas Finais


É isso, está curto.. eu sei.

Gente, eu estou com uma dor de cabeça chata KKKK morri

🐰💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...