História The Killer (Imagine JUNGKOOK) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Jungkook, Tortura
Visualizações 70
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente to tentando posta o mais rápido possível... E também essa semana tenho que fazer um Resenha para faculdade e isso irá demorar um pouco tipo uma semana, então não sei quando irei posta novamente...

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 21 - Quero você pra sempre!


Por diversas vezes olhei para a grande porta, na esperança que ninguém entrasse aquele quarto o qual eu agora estava. Caminhei até a cômoda que estava ao lado que cama que por várias vezes transei com o Jungkook. Ao abrir a gaveta e após tirar o fundo falso da mesma pego a calibre que havia alí, coloquei na minha cintura, cobri pela a minha bruxa e com poucos estantes já estava ausente daquele lugar.

Meu corpo estava  ardendo em febre, estava fraco, e muito, muito trêmulo. Mas não podia deixar a fraqueza me ganhar não dessa vez. Eu precisava ser forte, não por me, não pelo o Jungkook, mais sim pela aquela pequena que considero como minha filha, eu a amo com todas as minhas forças, e não sei oque sou capaz de fazer se algo de mal lhe acontecer e eu não poder fazer nada. Caminhei não muito apressada para aquelas escadas que para me eram infinitas. Respirei fundo e da forma que cheguei alí continuei a seguir. Á cada passo que eu dava, sentia que meu corpo estava pronto para ter um encontro ao o chão.

– Onde vai? – ouço a voz do Jimin atrás de me, e com isso me assustei e rapidamente olhei para trás pondo a minha mão no peito.

– J-jimin? – falo o nome do tal com a voz falha.

– Você acha mesmo que ele irá devolver a Yumi? – pergunta sério.

– C-como você sabe? – pergunto meio abismada.

– Escutei sua conversa atrás da porta! – fala meio sem jeito.

– Jimin... Desculpa. Mas eu preciso fazer isso! – falo ao um sussurro.

O rapaz apenas me olha profundamente e eu volto a andar em direção para a porta. Após descer aquela emensa escadas chego de frente a bendita porta logo tento abrir mas foi tentativa falha. 

– ______ você muito fraca... Acha mesmo que eu deixaria a minha irmã mais nova fazer uma tolice dessas! – diz o rapaz que estava à me acompanhar.

– Oque estás fazendo? – pergunto virando para o mesmo.

– Evitando que você morra! – respondeu simples. 

– Desculpa mas isso não é por me! – dou um pequeno sorriso e a arma que antes estava na minha cintura agora ocupava a minha mão e apontava para o Jimin.

O rapaz não teve reação alguma, apenas ficou alí parado me observando. 

– Oque está acontecendo aqui? – agora quem se pronúnciava era o Yoongi, que tinha o semblante confuso. 

– Ela fez um acordo com o C. Uma troca dela com a Yumi. – responde o meu irmão. 

– Oque acha que estar fazendo sua louca! Você não está vendo sua situação? Não ver que estava ardendo de febre? – exclamou o Yoongi. 

– Eu não me importo eu estou fazendo isso para salvar a vida a minha... A minha filha! – falo sorrindo de leve, mas que por trás havia muitas lágrimas. – Se vocês não me deixarem ir... Eu atirarei nos dois! 

– Não seja tola! – diz entre rir o Yoongi.

– Daremos um jeito de trazer a Yumi de volta... Mas a você se entrar para Deus sabe quem, ele pode até te sequestrar só para ter mais um motivo para fazer da vida do Jungkook um inferno! – fala o Jimin.

Realmente, agora eles mantinham a razão. Eu agora não sabia oque fazer, apenas olhei para a arma em minha mão, mas que logo em cai no chão, e junto a isso também Caio de joelho contra o chão derramandando as tás lágrimas que tanto prendia.


3hrs Depois!!


Eu estava a me lamentar com a tal decisão. Na verdade não foi bem a minha decisão, eles apenas me colocaram no quarto e logo em seguida me trancaram para garantir que mais nada aconteceria. Agora minha mente era um lugar que só ocupava pensamentos negativos. 

Pensei na possibilidade da C ter feito algo com a Yumi, por eu não ter comprido a minha parte do acordo, e através daquela mente ofuscada ouço meu celular tocar e em um gesto rápido o pego já prevendo de quem se tratava.

– Pensei que foi uma mulher de palavra! – disse depois que atendi o aparelho.

– Diz pra me que não fez nada demais com ela! – falo fraca.

– Sabe eu até pensei em joga-la de cima da ponte do rio han... – com essas tás palavras senti minha mãos gelar e meu coração parar por uns estantes. – Mas pensando bem, seria um desperdício... Aliás não consegui oque quero ainda!

– E oque você quer? Me diga e eu farei tudo oque quiser... Alô? Alô? – ouço o fim da ligação e mais uma vez me jogo só que em cima da cama desta vez.

– Por favor não machuque a Yumi! – digo em sussurros para me mesma.

Com alguns minutos ouço a porta ser aberta, mas não dou a mínima importância para quem seja.

– Porque tentou fazer isso? Você é burra? – disse irritado. 

– E se eu for? – falo baixo.

– Não ousi fazer isto outra vez... – disse adoçando a voz.

– Eu tinha a chance de traze-la de volta Jungkook! – sento na cama.

– Mas você iria ter que ficar, e isso também não séria bom! – falo logo em seguida me dando as costa e caminhando em direção a janela.

– Qual a diferencia teria!? Você nem se importa comigo! – digo com um sorriso desaminado sentando na beirada da cama e começando a balançar minhas pernas. – Afinal... Se eu realmente morrer...

– Não fale isso! –  fui interrompida. – Não fale oque não se deve!

Olhei para o Jungkook que ainda estava de costas para me e agora havia colocado suas mãos dentro dos bolso da calça que véstia.

Com a pouca força que ainda tinha levantei de onde estava e tentei caminhar até o rapaz, mas minhas pernas fraquejaram e com isso me fez cambalear, mas antes que caísse com o meu corpo completo ao chão, sinto mãos ao redor da minha cintura me agarrando.

– Quem mandou levantar de onde estava? Você está muito fraca, para dizer que está forte! – disse Jungkook que ainda me segurando me levou até a cama, me fazendo deixar. – ______ eu sei que é difícil acreditar em tudo que vou dizer agora. Pelo todo o mau que te fiz... Mas... Eu não quero te perder! E também darei um jeito de trazer a Yumi de volta para casa e sermos aquela família que sempre planejamos!


Notas Finais


Sei que é pouco e muito Fraco... Mas fiz oque pude! Pq não sei quando vou postar agora!

Boa noite

Bjs Tia Toddynho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...