1. Spirit Fanfics >
  2. The Killers >
  3. Capítulo 2

História The Killers - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction The Killers - Capítulo 3 - Capítulo 2

Meganh on:

Acordo pela manhã, com um pouco de frio, estava ventando e eu acabei deixando a janela aberta, me levanto e a fecho, e por um segundo fecho meus olhos e relembro da cena da noite anterior, e penso como foi maravilhoso enfiar aquela faca. Abro meus olhos e decido tomar um bom banho pra acordar e ir pra faculdade. Ao entrar no box, reparo que há uma pequena mancha de sangue;que provavelmente deve ter ficado quando fui me limpar depois do assassinato, tomo meu banho normalmente e troco de roupa; Após isso como algo e vou para a faculdade. E no caminho vejo uma mulher chorando na calçada da rua, me aproximo e pergunto o que havia acontecido.

Mg: oi, o que aconteceu? por que está chorando??

Mlr: meu namorado, meu namorado me...me estuprou. Ele tinha bebido de mais e eu falei que não queria Transar com ele, mas, ai, ele segurou meus braços e fez do mesmo jeito, eu tentei sair mas ele era mais forte que eu...

Ela começa a chorar desesperadamente ao lembrar da cena e da sensação de ser forçada a algo. Me aproximo dela e lhe dou um abraço, digo que tudo vai ficar bem; peço a ela uma foto do namorado, e ela sem entender pra que me dá uma.Me despeço dela, pois já estava atrasada pra aula, guardo a foto comigo para algo mais tarde.

♤ Algumas horas depois ♤

Assim que saio da faculdade, vou pra casa, assim que chego pego algumas coisas coloco na bolsa. E me arrumo pra sair, quem sabe se eu der sorte não encontro alguém. Assim que chego na balada havia um cara muito bêbado saindo, e eu parecia conhece-lo, ele vinha na minha direção, e quanto mais perto mais eu o reconheço, Assim que ele chegou perto de mim, percebi que era o namorado da quela garota que eu tinha visto mais cedo. Ele vem falar comigo e eu decido entrar no jogo dele.

Hm: oi gata. 

Mg: oi, quem é você?

Hm: Noah, e você?

Mg: Meganh,prazer!

Nh: prazer é o que vai ter se vir comigo kkk.

Ele me leva a um motel, que ficava a algumas quadras de onde nós estávamos, assim que chegamos, solicitamos um quarto, pegamos as chaves e subimos, logo quando entramos, ele tranca a porta, me joga na cama e começa a me beijar, eu deixava ele fazer tudo o que queria até ele começar a tirar a roupa, assim que ele tira sua cueca pego minha faca que estava em minha meia finae corto o órgão do mesmo que se contorce nochão de dor.

Mg: isso é pra você aprende a não estuprar ninguém!

Nh: mas eu não estuprei ninguém!

Mg: vamos ver se você se lembra,de segurar os braços da sua linda namorada, ela falando que não queria e que estava machucando.

Nh: okay, okay, okay, eu confesso.

Deixo ele chorar e sangrar até a morte, assim que ele apaga me encarrego de me livrar do corpo e limpar a sujeira.Depois disso me limpo e me arrumo novamente, vou embora pela garagem do motel para que não me vejam, assim que chego em casa troco de roupa e vou dormir. 

                                                                  Scott on:

 Acordo logo cedo, pra me preparar para a faculdade, então tomo um banho troco de roupa, como algo e vou para a escola de medicina. Quando chego lá, troco de roupa e começo meus trabalhos.

Stt: com licença, posso me intrometer.

Prf: claro, por favor faça.

Xx: se ele puder se intrometer kkk.

Stt: algum problema?

Prf: Dr continue por favor.

Stt: dado ao histórico médico, creio que ele tenha morrido num estado de hipóxia, um ataque de asma.

Bry: nossa direto dos livros, ah desculpa parece mais uma conclusão hipocondríaca do que a resposta para a morte de um menino.

Stt: o menino tinha 15 anos, sobrepeso, e no último relatório ele disse que sofria humilhação na escola por causa do peso, o peso que ganhou quando começou a tomar um remédio para tratar uma asma aguda, note que não há esteroides no sangue ou na bexiga. 

Xx: blablabla!

Stt: algum problema?

Prf: Scott continue ,por favor! 

Stt: ele parou de tomar os remédios, porque pra ele a humilhação na escola é bem pior que a asma, por fim num passeio da escola morreu por um ataque de asma aguda, não se pode ignorar a psicologia ao formar um diagnóstico.

Ty: Scott na mosca, sem dúvida asma aguda.

Bryce joga a prancheta em cima do corpo e sai, eu decido ir atrás. Eu sigo ele até o antigo necrotério desativado do hospital;e reparo que ele entra numa sala que havia alguns instrumentos para a realização de uma autópsia.Me escondo em outra sala e fico vigiando o corredor, pra ver quem mais vai pra lá. Alguns minutos depois chegam mais quarto alunos da residência, espero eles entrarem na sala e volto pra ala ativada do hospital, não quero que eles me percebam. Assim que chego no hospital, a aula já havia acabado, então me arrumo para ir pra casa; e logo quando eu estava de saída uma das meninas que estavam com o Bryce na ala desativada me chama.

Xx: Scott!!

Stt: oi, como sabe meu nome?

Xx: somos da mesma turma de patologia,prazer Jullia.

Stt: prazer, posso saber o motivo de ter me chamando??

Jll: eu vi você saindo da ala desativada, quer um concelho, não se mete com o Bryce, bom eu vou indo tchau. 

Stt: como assim??

Ela sai e me deixa falando sozinho,eu vou pra casa,tomo um banho e vou dormir. 


Notas Finais


Oiiii voltei,espero que tenham gostado bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...