1. Spirit Fanfics >
  2. The Kingdoms of Darkness >
  3. Para de me provocar

História The Kingdoms of Darkness - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Quem é vivo sempre aparece...pera vou embora porque desde que voltou a faculdade me tornei um zumbi, brincadeira!

Beijos e boa leitura.

Capítulo 18 - Para de me provocar


Fanfic / Fanfiction The Kingdoms of Darkness - Capítulo 18 - Para de me provocar

The Evil Queen


Assim que Robin saiu a mãe dele pegou na minha mão. 


- Meu filho gosta muito de você, você gosta dele? De verdade? - Ela pergunta me olhando nos olhos, o seu olhar era de uma mãe preocupada, eu não podia julgar, a pouco tempo eramos inimigos e agora bom...a gente "dorme" juntos. 


- Sim eu gosto, é estranho porque eu fui criada pra odiar ele mas...eu amo ele, quando eu vi ele pela primeira vez despertou coisas em mim que eu nunca havia sentido. E daí teve o acidente... - Fui falando e pensando nele até que sou interrompida.


- Como foi esse acidente? Ele não quis me contar. - Ela pergunta curiosa e eu suspiro. 


- Bom eu estava dando aulas de magia para ele, foi um acidente ele me lançou contra uma árvore. Mas ele foi muito atencioso comigo, cuidou de mim e... - Paro de falar, eu quase falei que transamos por causa disso. - E é ele foi muito atencioso. - Falo para disfarçar e coloco uma mecha do cabelo atrás da orelha.


- Oh meu Deus! Mas agora você está bem? - Ela pergunta preocupada, não vejo ela surpresa sobre seu filho ter magia, talvez ele tenha contado a ela. 


- Estou sim, tive ajuda de uma fada, ela me curou, mas estou sem magia até a recuperação completa. - Falo suspirando.


- Bom vou deixar você descansar, vamos dar um baile por sua presença esta noite. - Ela fala e eu coro.


- Ah não tem necessidade! Eu só vim acompanhar ele... - Falo sem graça.


- Ah minha querida nós fazemos questão de um baile, fica tranquila. - Ela sorri e eu concordo com a cabeça.


- Tudo bem então já que insiste...vou me retirar para descansar. - Falo meio tímida, levando e saiu do quarto dela, vou caminhando até o quarto do Robin. 


- Regina, já terminou de conversar com a minha mãe? - Escuto a voz do Robin e me viro vendo ele se aproximar. 


- Já sim, estava indo descansar um pouco, ela disse que vocês vão dar um baile. - Ele me pega pela cintura e me da um selinho. 


- Em sua homenagem meu amor. - Ele sorri e eu riu. 


- Não precisava, você sabe disso! - Falo abraçada nele.


- Ah mas fazemos questão, você quer descansar ou quer ir dar uma volta lá fora comigo? 


- Ah eu adoraria conhecer mais o seu castelo, vamos! - Sorriu e saímos para o pátio do castelo. 


***


Tivemos uma tarde agradável, andamos pelo pátio do castelo, namoramos um pouco e os guardas ficavam apenas nos encarando, imagino o quanto estava sendo estranho para eles, porque eu também me sentia estranha de estar ali vulnerável.


Fomos para o quarto e eu aproveitei para tirar um cochilo enquanto Robin disse que precisava ver algumas coisas do baile. Acordo e vejo Robin sentado na cama sem camisa, me olhando. 


- Descansou bem meu amor? - Ele pergunta e eu sento me espreguiçando.


- Hmm sim, teria sido melhor se você tivesse descansado comigo. - Vou engatinhando pela cama até ele e lhe dou um beijo intenso.


- Regina... - Ele sorri malicioso e retribui meu beijo. 


- Sim majestade? - O olho nos olhos e mordo meu lábio inferior.


- Você ainda me mata de tanto desejo. - Ele me puxa para o seu colo e eu sinto o seu membro que já estava ficando duro. 


- Acho que precisamos estreiar a cama do Rei. - Falo sorrindo e ele começa a beijar meu pescoço. 


- Hmm eu concordo majestade. - Ele aperta minha bunda, solto um gemido no seu ouvido e ele começa a tirar minha camisola. Coloco a mão na sua calça e vou tentando tirar ela como consigo. 


- Gostoso. - Falo passando a mão no seu abdômen.


- A Rainha gosta é? - Ele fala e eu faço que sim. Robin tira sua calça e a cueca e eu começo a rebolar no seu membro me apoiando no seu ombro. - Ah assim você me mata delícia.


Ele aperta minha cintura, introduz seu membro em mim, solto um gemido alto e começo a quicar no seu colo. 


- Ah Robin isso. - Falo gemendo alto sem conseguir me controlar. Ele chupa um seio meu enquanto se movimenta forte e rápido. Vou rebolando no seu colo, cravo as unhas nas suas costas e gozo gritando. Continuo movimentando mais um pouco, sinto Robin gozando dentro de mim, ele deita na cama e me puxa para deitar com ele. 


- Você é fantástica sabia? - Ele fala e eu sorriu respirando ofegante. 


- Você que é, nossa isso foi tão bom. - Sorriu e ele acaricia minha cabeça. 


- Foi mesmo, mas precisamos nos arrumar para o baile...foi por isso que vim te chamar...


- Mas você não me acordou. 


- Eu vi que você tava dormindo tão bonitinha que não tive coragem de te acordar. - Ele fala e eu coro.


- Para com isso. - Sorriu e ele me beija. 


- Acho melhor não nos arrumarmos juntos, se não eu vou ficar tentado a te agarrar. - Ele fala apertando minha bunda e eu solto um gemido.


- Para de me provocar, você não aguenta mais uma rodada. - Falo o provocando. 


- Você acha que eu não aguento é? - Ele me deita na cama e sobe em cima de mim beijando meu pescoço.


- Só acredito vendo. - Sussurro no seu ouvido, vejo ele se arrepiar todo e sorriu mordendo meu lábio.


- Vai se arrepender de pagar pra ver. - Ele aperta minha coxa com força, desce suas mãos e introduz dois dedos em mim. 


- Aaah...hmmm que dedos grandes você tem... - Falo gemendo enquanto sinto seus dedos dentro de mim. 


- É para te fuder melhor. - Ele sorri, se aproxima de mim e nos beijamos ferozmente enquanto ele continua movimentando seus dedos. 


Robin para de me beijar, tira os dedos de mim e começa a dar beijos pelo meu corpo, da um chupão no meu seio e chega na minha intimidade chupando com força sem aviso. Solto um gemido alto, arqueo as costas e aperto os lençóis enquanto ele vai me chupando. 


- Vossa majest... - Escuto uma voz que não reconheço e então o som de algo se quebrando, Robin levanta a cabeça rápido e olhamos para a porta em direção ao barulho.


- O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO AQUI? - Robin pergunta furioso, olho para ele e depois para a nossa querida empata foda.


Notas Finais


Quem será que atrapalhou nosso casal e mais ainda, deixou o Robin tão irritado? Comentem o que vocês acham!

Gente eu estou meio sumida de att as fics pois estou trabalhando e estudando muito, quando der eu venho atualizar, não pretendo abandonar as fics sem terminar, não se preocupem.

Beijos e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...